Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Porto icon-chevron-right No armário de... Rita Matos

Atenção, continuamos a tentar dar-lhe a informação mais actualizada. Mas os tempos são instáveis, por isso confirme sempre antes de sair de casa.

No armário de... Rita Matos
© Marco Duarte Rita é a autora do blogue 13

No armário de... Rita Matos

Enfermeira, blogger e mãe. São estes os três principais papéis de Rita Matos. Como a moda é uma das suas maiores paixões, fomos conhecer o armário que partilha com a sua filha Benedita

Por Margarida Ribeiro
Publicidade

Treze é o seu número da sorte. Porquê? Porque Rita Matos nasceu no dia 13, às 13.00, no quarto número 13. Mais tarde decidiu criar um blogue de moda, ao qual chamou de Thirteen, e foi há quase dois anos que a sua filha Benedita nasceu também no quarto número 13.

Superstições à parte, vamos à história que interessa. Rita é enfermeira, viveu em Londres e, em 2014, por sugestão da irmã, que já lhe conhecia o gosto por moda, decidiu criar um blogue onde começou a partilhar o seu dia-a-dia com quem a lia. Tal como naquela altura, hoje continua a seguir a mesma filosofia, diz. “Gosto de mostrar a quem me segue o que vesti em determinado dia e a minha realidade.”

Recomendado: No armário de... Estelita Mendonça

No armário de... Rita Matos

No armário de... Rita Matos
No armário de... Rita Matos
© Cátia da Costa

Depois de seis anos a viver em terras de Sua Majestade e de descobrir pelo caminho que estava grávida, Rita regressou à Invicta e hoje divide o tempo entre os seus leitores, os seus pacientes e a sua descendência que, para já, se resume a Benedita, ou Benny, como gosta de chamar à filha.

Esta nasceu no dia 1 de Janeiro de 2017, foi o primeiro bebé daquele ano. A partir daí, Benedita passou a ser um dos maiores destaques do blogue da mãe. “Ela tem um carisma especial, é uma menina muito simpática e bem-disposta e as pessoas gostam muito de ver fotografias dela”, conta. Antes da filha, as atenções estavam viradas para o Nabo, um bulldog francês que recebeu este nome por lhe assentar como uma luva, à conta da sua personalidade.

“Agora, tenho cada vez menos roupa. Gosto mais de comprar para a Benny”, reflecte. Define o seu estilo como “simples”, até porque aposta em peças básicas que sejam fáceis de conjugar umas com as outras. Ainda assim, de estação para estação vai comprando algumas peças tendência.

No seu quarto tem um armário e um charriot onde coloca as peças que mais usa. O preto é a cor favorita, por isso não pode faltar nem no seu guarda-roupa, nem no de Benedita. Quanto ao estilo da filha, Rita confessa que gosta de a vestir sempre “com coisas diferentes e de arriscar.”

No armário de... Rita Matos

No armário de... Rita Matos
© Marco Duarte

T-shirt

“Como gosto muito de básicos, para mim uma t-shirt branca é indispensável. Esta é da Rust and May, uma marca da qual gosto muito. Comprei-a porque diz cool mum.”

No armário da... Rita Matos
© Marco Duarte

Sapatilhas

“Estão supervelhinhas porque dão para conjugar com tudo. Uso-as muitas vezes e em diversas ocasiões. Acho que nunca houve uma altura na minha vida em que não tivesse pelo menos um par de All Stars no armário.”

Publicidade
No armário de... Rita Matos
© Marco Duarte

Camisola

“É a minha peça favorita para esta estação. É de uma loja muito gira em Vila do Conde, a 15.33 Concept Store. Gosto imenso dela porque tem muito pouca coisa, mas é tudo de qualidade. Esta camisola é de uma marca britânica que eu adoro, a House of Sunny.”

No armário de... Rita Matos
© Marco Duare

Macacão

“Um macacão é uma peça fundamental e muito prática porque, tal como um vestido, vestes e já está, não precisas de pensar em mais nada. Gosto desta cor e usa-se muito este ano. É da Marhla.”

Publicidade
Blusão
© Marco Duarte

Blusão

“Adoro escolher roupa para a minha filha Benedita. Gosto imenso deste casaco amarelo e de bombazine. São duas tendências para esta estação que conjugam muito bem.”

No armário de... Rita Matos
© Marco Duarte

Máquina fotográfica

“O meu marido já não tem paciência para me tirar fotografias, por isso, quem estiver mais à mão passa a ser o meu fotógrafo. Eu percebo pouco de como ela funciona, mas tem valor sentimental. Volta e meia fotografo com o telemóvel.”

Mais casas e ateliês para conhecer

A sala de Fernando Marques de Oliveira
©João Saramago

Na casa de... Fernando Marques de Oliveira

Compras

Um cadeirão em tecido brocado com uns braços de madeira aconchegantes, do tempo de Napoleão III, ocupa o centro da sala. Há peças da Companhia das Índias sobre a mesa em frente ao sofá, e outras mais recentes, como os quadros de Fernando Marques de Oliveira pendurados pelas paredes cheias. 

Grow Criativity
© João Saramago

No ateliê de... Grow Creativity

Coisas para fazer

Ao entrar na Grow Creativity, em Cedofeita, deparamo-nos com uma grandiosa escadaria que nos transporta para o tempo em que Portugal ainda tinha reis e rainhas. Degrau a degrau, vamos descobrindo os detalhes, desde a clarabóia até aos tectos em talha dourada. 

Publicidade
Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade