Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Porto icon-chevron-right No ateliê de... Oupas! Design

No ateliê de... Oupas! Design

Fique a conhecer o Oupas! Design o estúdio criativo de três designers que passam cartão a toda a gente.

Oupas! Design
© Marco Duarte
Por Margarida Ribeiro |
Publicidade

Nove anos depois, o Oupas! Design está bem de saúde e recomenda-se. Este estúdio de design foi criado por três amigas, Joana Croft, Cidália Abreu e Sofia Farinha Gomes, quando saíram da universidade. "Tínhamos vontade de trabalhar juntas, mas não havia dinheiro para investir. Então, falámos com os nossos professores e eles deram-nos a oportunidade de fazer um ano de incubação na faculdade", conta Sofia. Aproveitaram esse ano experimental, não só para começar a construir uma carteira de clientes, mas também para descobrir qual seria a linguagem gráfica do estúdio. O trio foi, desde sempre, adepto de trabalhos manuais e, por isso, queriam ir além da unidimensionalidade dos trabalhos de design gráfico normais.

Recomendado: No ateliê de... Irena Übler

No ateliê de... Oupas! Design

Oupas! Design
© Marco Duarte

A ideia de começar a utilizar o cartão como material principal de trabalho surgiu quando se viram a braços com um projecto e este era a única matéria-prima que tinham disponível.

A partir daí, as criações em cartão tornaram-se a sua identidade. Os anos foram passando e, no portfólio, contam já com trabalhos muito variados, desde um palco para uma das conferências da TEDx Portoaté peças mais pequenas que foram utilizadas em sessões fotográficas. O forte da casa é a decoração de eventos. E um dos projectos de grande escala em que participam é o Thought For Food, um concurso onde é pedido a jovens de todo o mundo que enviem propostas sobre como é que em 50 anos se poderá resolver a crise da comida. "É mundial, vai acontecendo em várias partes do mundo, e é bom para nos darmos a conhecer", explica Joana.

À medida que a empresa foi crescendo, foi necessário mudar de localização. Em 2013 encontraram este estúdio na Rua dos Bragas, em Cedofeita. É lá que produzem as suas peças do início ao fim. Pelas prateleiras é possível encontrar testes e sobras de alguns trabalhos. Tigres, pandas, maçãs, flores e muito mais, tudo feito em cartão. Lá fora, no quintal, têm comida e pequenas casinhas para receber os gatos que vivem naquela zona.

No ateliê de... Oupas! Design

Oupas! Design
© Marco Duarte

Panda

Gostam de decorar a montra do Oupas e este panda foi pensado apenas para isso, para chamar a atenção de quem passa. Mas, entretanto, têm recebido vários pedidos de encomendas. Claro.

Arcade
© Marco Duarte

Arcade

Quando se mudaram para este estúdio, Joana, a geek do grupo, decidiu surpreender as amigas com esta arcade. Foi ela que a fez, mas só a decoração é que é em papel, já que a máquina é completamente funcional e tem vários jogos.

Publicidade
Oupas! Design
© Marco Duarte

Flores

Além de fazerem muitos animais, o Oupas também faz flores de papel. "Casei há dois anos e decidi que o buquê ia ser de papel", conta Cidália. Estes buquês não murcham e estão à venda. 

Preço: entre 18€ a 30€ 

Oupas! Design
© Marco Duarte

Carrossel

Feito em papel, foi criado para a Portojóia. Durante a feira foi utilizado para expor a sjóias de Ana Pina. A ideia deste carrossel/sistema solar surgiu porque a colecção da joalheira se chamava Orbital.

Publicidade
Oupas! Design
© Marco Duarte

Gato

"Fizemos um projecto sobre gatos do Egipto e, na altura, decidimos fazer uma espécie de dedicatória ao nosso Tobias [gato]", diz Sofia. O Tobias foi para um lugar melhor mas, até Janeiro, era um dos membros do estúdio.

Mais ateliês para conhecer

Ana Seixas
© Cátia da Costa
Compras

No ateliê de... Ana Seixas

Nasceu em Viseu, estudou design gráfico em Aveiro, viveu, trabalhou e estudou ilustração em Barcelona, mas o Porto sempre lhe piscou o olho. “Sempre me chamou muito a atenção por ser uma cidade lindíssima e por ter esta aura mística”, explica Ana Seixas. 

Ana Pina
© João Saramago
Compras, Joalharia

No ateliê de... Tincal Lab

Há sete anos que Ana Pina se dedica à joalharia. A arquitecta começou por trabalhar em casa, foi investindo em ferramentas e maquinaria, até que um dia sentiu a necessidade de começar a partilhar o seu espaço com outras pessoas.

Publicidade
Oficina Gato Bravo
© DR
Compras, Arte, artesanato e passatempos

No ateliê de... Oficina Gato Bravo

A teimosia de Sílvia Silva e de Filipa Torres foi o elemento catalisador para a existência deste ateliê. A amizade destas duas artistas plásticas vem da adolescência, quando ambas frequentavam a Escola Artística Soares dos Reis. 

Publicidade