O que é que a Banema tem?

Tem muita coisa. Reabriu e dividiu-se em dois: Banema Studio e Banema Lab. Fomos conhecer o espaço e o novo conceito
©Marco Duarte Banema
Publicidade

Perto do quarteirão das artes fica a Banema, uma empresa de madeiras com sede em Paredes que nasceu em 1964. Com mais de meio século de vida, só apareceu no Porto em 2016, porque “as pessoas não 
se deslocavam ao showroom em Paredes”, conta Dulce Neves, responsável pelo espaço. O antigo edifício da Padaria Independente, que em tempos foi também uma extensão da Galeria Fernando Santos, foi o local escolhido para a reabertura deste espaço multifacetado.

Em Maio actualizaram o conceito e, um mês mais tarde, reabriram com dois espaços distintos – a Banema Studio e a Banema Lab – e ainda com uma programação cultural cuja curadoria ficou a cargo de O Apartamento Creative Hub.

Workshops e apresentações de livros são alguns dos eventos que vão estar na agenda. A primeira oficina, por exemplo, acontece hoje. Vai poder aprender a fazer velas com os representantes da marca Earl of East London (60€), cujos produtos estão à venda na loja.

Mas vamos por partes. Logo à entrada, cheia de luz natural, fica a Banema Studio, uma concept-store com “marcas novas, muitas delas que não existem em Portugal”, realça Dulce. Aqui vai encontrar produtos de designers, artistas e artesãos de diferentes origens.

As fragrâncias para a casa da Apotheke e da Culti, as ilustrações da Berriblue, as cerâmicas de Christian Haas e da Circulo Ceramics, os candeeiros da Davide Groppi, o mobiliário da Magis e da Vintage Department ou as publicações da Gestalten são só alguns exemplos. Pelas paredes, há ainda vários quadros de Fernando Santos que também podem ser levados para casa.

Depois das compras, descanse. Uma zona com sofás, “onde há livros e as pessoas podem sentar-se a tomar um café ou um chá”, é outra das novidades.

No andar superior fica o Banema Lab, um showroom e laboratório dedicado às madeiras. E uma vez que a Banema está muito focada 
na arquitectura e no design de interiores, 
este piso é, por isso, dedicado a arquitectos, decoradores, estudantes e outros profissionais da área. E está também preparado para receber formações, seminários, conferências e “sessões técnicas” com as marcas.

A ideia é que venha “cá sempre um representante fazer a apresentação ou falar da nova colecção”, explica Dulce. Joaquim Neves, CEO da empresa, acrescenta que o objectivo é que este seja um laboratório de materiais “para ajudar as pessoas a fazerem as suas escolhas. Os arquitectos podem trabalhar aqui e ter alguém a aconselhá-los”.

O que é que a Banema tem?

Banema
©Marco Duarte

Earl of East London

As velas da Earl of East London custam 20€. As das fotografia foram criadas para a cidade de Lisboa, durante uma sessão da marca lá. A Banema quer uma linha para o Porto também, claro.

Banema
©Marco Duarte

Apolis

“O saco é da Apolis. Fomos 
nós que mandámos fazer e os lucros revertem a favor de uma associação no Bangladesh”, conta Dulce. Esta saca solidária é feita de fibra de juta, com forro impermeável e alças em pele. Custa 70€.

Publicidade
Banema
©Marco Duarte

Paralela

As crianças não foram esquecidas nesta concept-store. A Paralela
 é uma marca de brinquedos que vende “uma espécie de legos feitos em cortiça.” Este puzzle custa 34€.

Banema
©Marco Duarte

Design House Stockholm

As estufas para plantas, feitas em madeira e vidro, custam cerca
de 215€ e são obra da Design House Stockholm. Esta marca sueca vende ainda candeeiros e mobiliário.

Publicidade
Banema
©Marco Duarte

Fetch & Follow

Na Banema também há artigos para o seu melhor amigo de quatro patas, como as trelas da Fetch & Follow, cujos preços começam nos 34€.

Mais lojas para conhecer no Porto

Banema Studio
© Marco Duarte
Compras, Decoração

As 12 melhores lojas de decoração no Porto

Decorar a casa não precisa de ser uma dor de cabeça, só tem de encontrar a loja certa. Pegue nesta lista com as 12 melhores lojas de decoração no Porto e comece já à procura daquele candeeiro de abajur com o qual sempre sonhou, do aparador vintage que iria ficar tão bem na sua sala de estar, ou de uma mesa de apoio mais moderna. Se quiser pequenos elementos decorativos para dar mais vida às divisões lá de casa, como velas, almofadas ou molduras, por aqui também vai encontrar muita coisa. Para todos os gostos e para todos os bolsos.  Recomendado: As melhores lojas de antiguidades no Porto

Publicidade
O Sotão da Tia Becas
©Marco Duarte
Compras, Antiguidades

As melhores lojas de antiguidades no Porto

Há coisas que ficam bem melhores assim que os anos começam a passar por elas, como o Vinho do Porto, por exemplo. Mas copos à parte, e porque a nostalgia e o saudosismo dos tempos idos está na moda, fizemos-lhe uma lista com as melhores lojas de antiguidades no Porto, porque é impossível resistir ao charme da velhice de algumas peças que aqui se vendem.

Publicidade
Esta página foi migrada de forma automatizada para o nosso novo visual. Informe-nos caso algo aparente estar errado através do endereço feedback@timeout.com