A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
The Right Stuff Series
Nat Geo'Os Eleitos', que passa no Disney+

12 séries para ver em Outubro

Para Outubro, mês em que ficar em casa colado ao ecrã já não parece mal, há estreias e regressos há muito esperados.

Sebastião Almeida
Escrito por
Sebastião Almeida
Publicidade

Há lá melhor altura para começar a ambientar-se aos rituais da nova estação: os dias estão mais curtos, a temperatura mais amena. Posto isto, imagine-se confortavelmente sentado no sofá. Lá fora, o lusco-fusco avança, obrigando-o a ficar a meia-luz. A televisão diante, mas paira no ar a indecisão sobre que série ver. Como já é costume, dizemos-lhe o que há de novo no mundo das séries este mês. The Right StuffBeartown, The Undoing ou Bom Dia, Verônica são algumas das novidades. No panorama nacional é de assinalar o regresso da sétima temporada de Conta-me Como Foi à RTP. Mas há muito mais para ver, entre estreias e chegadas de novas temporadas. Eis as séries a não perder em Outubro.

Recomendado: Oito filmes românticos de Outono para (re)ver

12 séries para ver em Outubro:

Doce

As “mosqueteiras” Laura Diogo (Ana Marta Ferreira), Fátima Padinha (Bárbara Branco), Lena Coelho (Carolina Carvalho) e Teresa Miguel (Lia Carvalho), a formação inicial das Doce, foram uma das primeiras girl bands da Europa. Começaram em 1979, num Portugal ainda demasiado conservador para um grupo de raparigas tão desempoeirado. A realizadora Patrícia Sequeira faz-nos regressar a esse tempo nesta série de sete episódios, versão televisiva do filme que se estreou em sala no Verão. A história é dramatizada, mas nem por isso deixou de provocar falatório, inclusive entre protagonistas da época.

RTP1 e RTP Play. Estreia a 2 de Outubro

O Clube

A noite está de volta à cidade e ao streaming. O Clube, série que se centra nas vidas das acompanhantes de luxo em Lisboa, avança para a terceira temporada. Esta centra-se na rivalidade entre duas casas de diversão nocturna, uma gerida por Maria (Vera Kolodzig) e outra por Kiko (Lourenço Ortigão). Teresa (Jessica Athayde) é uma jornalista que decide entrar neste mundo para o investigar, devido à morte de uma mulher. Madalena (Maria Dominguez) e Rita (Ana Marta Ferreira) também por lá andarão, uma por amor, outra pelo dinheiro.

Opto. Estreia a 9 de Outubro (T3)

Publicidade

O Clube das Baby-Sitters

Fenómeno silencioso da Netflix, esta série de Rachel Shukert recebeu o aplauso unânime da crítica aquando da estreia. É uma nova adaptação para TV de um outro fenómeno, o da saga de literatura infanto-juvenil O Clube das Baby-Sitters, de Ann M. Martin, que marcou uma geração de jovens leitores, sobretudo nos EUA, nas décadas de 1980 e 90. A história e as personagens são adaptadas a este tempo, sem perder a candura do original, o que deu às famílias um interesse comum no pequeno ecrã. A segunda temporada segue Kristy, Mary Anne, Claudia, Stacey e Dawn, juntamente com as novas recrutas, Mallory e Jessi, num novo ano lectivo e em importantes mudanças nos seus núcleos familiares. 

Netflix. Estreia a 11 de Outubro (T2)

Anatomia de Grey

Estamos quase sem dedos das mãos e dos pés para contar o número de temporadas de Anatomia de Grey. À 18.ª, quem nunca pôs os pés no Grey Sloan Memorial Hospital, ou entretanto o abandonou, provavelmente não se deixará seduzir por mais uma incursão pelo principal título da Shondaland. Quem chegou até aqui, no entanto, não deixará de assistir ao regresso de Kate Walsh ao papel de Addison Montgomery, dez anos depois de ter participado pela última vez na série. Por outro lado, um dos actores mais antigos do elenco, Jesse Williams (o dr. Avery), já não volta. De pedra e cal continuam Ellen Pompeo (Meredith Grey), Chandra Wilson (Miranda Bailey) e James Pickens, Jr. (Richard Webber). 

Fox Life. Estreia a 13 de Outubro (T18)

Publicidade

Reservation Dogs

Comédia de Sterlin Harjo (Barking Water) e Taika Waititi (Jojo Rabbit, com o qual venceu um Óscar) sobre quatro adolescentes nativo-americanos no Oklahoma rural, que tentam amealhar dinheiro, inclusive através de expedientes à margem da lei, para escaparem da reserva indígena a que estão votados e darem o salto para a mítica Califórnia. A série, que se estreou em Agosto nos EUA, já foi renovada para uma segunda temporada. A primeira tem oito episódios com um meia hora cada um. O elenco e a equipa técnica é quase integralmente composta por indígenas, o que é inédito numa produção com este alcance.

Disney+. Estreia a 13 de Outubro (T1)

Tu

Sucesso de audiências no streaming, Tu é um thriller psicológico dado a obsessões e violência. Se Joe Goldberg (Penn Badgley) era inicialmente o carrasco, agora que está casado com a pertinaz Love Quinn (Victoria Pedretti), o caso pode mudar de figura. Nesta terceira temporada (a segunda com o selo “original Netflix”), o casal muda-se com o filho recém-nascido para Madre Linda, um subúrbio de gente privilegiada no Norte da Califórnia, e Joe enreda-se num interesse crescente pela vizinha, Natalie. Mas Love não vai permitir que nada se ponha no caminho entre ela e o sonho de ter uma família perfeita.

Netflix. Estreia a 15 de Outubro (T3)

Publicidade

I Know What You Did Last Summer

Depois do filme de 1997, I Know What You Did Last Summer é adaptado para televisão por Sara Goodman (Preacher), que escreve e produz esta nova investida sobre o romance de Lois Duncan (1973). A premissa é inevitavelmente a mesma: um grupo de adolescentes é perseguido por um misterioso assassino um ano após um acidente fatal que tentaram encobrir. Mas alguém sabe o que eles andaram a fazer… Madison Iseman (Jumanji: O Nível Seguinte) e Brianne Tju (Light as a Feather) estão entre os protagonistas.

Amazon Prime Video. Estreia a 15 de Outubro (T1)

Succession

“It’s about fucking time!” Graças à pandemia, a terceira temporada desta ardilosa – e aclamada – comédia dramática demorou dois anos a produzir, deixando toda a gente pendurada na bomba reputacional que Kendall (Jeremy Strong) largou em cima do pai, o magnata Logan Roy (Brian Cox). O que se segue é, nas palavras da equipa liderada pelo showrunner Jesse Armstrong, uma “guerra civil” na família Roy. Ou seja, as alianças, os estratagemas e as traições vão subir de nível e dar lugar a um conflito aberto. Shiv (Sarah Snook) e Roman (Kieran Culkin) ficarão ao lado do pai, do irmão ou deles próprios?

HBO. Estreia a 18 Outubro (T3)

Publicidade

The Walking Dead: World Beyond + Fear the Walking Dead

Com a série-mãe a caminhar a passos largos para o fim, o mundo pós-apocalítico de The Walking Dead continua a desdobrar-se através destes dois spin-offs (e vêm aí mais duas séries e uma trilogia no cinema…). Em World Beyond, espera-se o desfecho da missão de Iris, Hope, Elton e Silas, que atravessaram o país numa viagem transformadora. Pelo contrário, Fear the Walking Dead propõe um reinício para os sobreviventes da explosão de ogivas nucleares, numa paisagem destroçada em que até o ar que respiram é letal.

The Walking Dead: World Beyond: AMC. Estreia a 11 de Outubro (T2). | Fear the Walking Dead: AMC. Estreia a 25 de Outubro (T7).

Invasão

Com o nome espalhado por projectos como Mr. e Mrs. Smith, Sherlock Holmes, X-Men ou Perdido em Marte (nomeado para um Óscar por este), o produtor e argumentista Simon Kinberg está cada vez mais presente no pequeno ecrã. Depois de Sobrevivente Designado (2016-19), Legion (2017-19) e A Quinta Dimensão (2019), apresenta agora Invasão. Uma série de ficção científica desenvolvida em parceria com David Weil (criador de Hunters e Solos para o Amazon Prime Video) que coloca a Terra na qualidade de planeta visitado por uma espécie alienígena. A Humanidade fica sob ameaça e o caos que se impõe é narrado do ponto de vista de cinco pessoas comuns espalhadas pelo mundo. Sam Neil, Golshifteh Farahani e Shiori Kutsuna protagonizam.

Apple TV+. Estreia a 22 de Outubro

Publicidade

Calma, Larry!

Não acontece todos os anos, mas sempre que acontece é momento de regozijo para os fãs da cringe comedy (The Office, Arrested Development – De Mal a Pior). Esta é a 11.ª temporada em 21 anos de Curb Your Enthusiasm (o título original) e continua à volta de uma versão ficcionada e hiperbolizada de Larry David (co-criador de Seinfeld), um produtor de televisão semi-reformado, egocêntrico e idiossincrático, acossado por infelicidades do dia-a-dia. A última das quais foi o incêndio que lhe destruiu a cafetaria, que Larry tinha aberto por ter sido banido pelo dono – e agora rival – de um outro café. Voltará a ela?

HBO. Estreia a 25 de Outubro

Chapelwaite

Os irmãos Jason e Peter Filardi são os criadores desta série de terror ambientada na década de 1850 e adaptada de um conto de Stephen King (Jerusalem’s Lot). Adrian Brody é o protagonista, dando corpo ao capitão Charles Boone, que regressa com a família à pequena cidade de Preacher's Corners, no Maine, onde os esperam tenebrosos segredos.

HBO. Estreia a 26 de Outubro

Publicidade

Gossip Girl

Quase uma década após a série protagonizada por Blake Lively, eis a sequela. Ou, pelo menos, uma nova série com o mesmo título, a mesma premissa e os mesmos cenários – as escolas privadas do Upper East Side, em Nova Iorque. As personagens são outras, com a promessa de um elenco mais inclusivo e de um guião mais “adulto”, embora haja continuidade temporal e as histórias passadas possam cruzar o presente. Kristen Bell, que dava voz à anónima e linguaruda blogger na série anterior, está de volta ao papel. Não é a única: o showrunner é Joshua Safran, argumentista e produtor executivo do original; os co-criadores Josh Schwartz e Stephanie Savage são aqui produtores executivos; e Eric Daman e Amy Tagliamont voltam a ser os responsáveis pelo guarda-roupa e pela maquilhagem, respectivamente. Mas muita coisa mudou, das redes sociais à própria cidade.

HBO. Estreia a 26 de Outubro

Colin a Preto e Branco

Colin Kaepernick tornou-se um ícone da luta pela igualdade em 2016, quando se ajoelhou durante o hino no início de um jogo da NFL, em protesto contra a brutalidade policial e a desigualdade racial nos EUA. O custo foi elevado: na prática, a sua carreira na principal liga de futebol americano acabou aí. Após o término dessa época, nunca mais conseguiu um contrato para jogar em qualquer equipa da NFL. Agora, Ava DuVernay (When They See Us) vai contar a sua história numa minissérie dramática narrada pelo próprio e com Jaden Michael (The Get Down) no papel do jovem Colin, e Nick Offerman (Parks and Recreation) e Mary-Louise Parker (Erva) nos papéis dos seus pais, Rick e Teresa.

Netflix. Estreia a 29 de Outubro

Publicidade
Fairfax
Amazon Prime Video

Fairfax

A subcultura hypebeast, uma ramificação da cultura do surf e do skate, está no coração desta comédia de animação para adultos. O epicentro deste fenómeno urbano é a Fairfax Avenue, em Los Angeles, que dá título à série. Quem é o mais cool? Quem é o mais influente? Estas são as questões que vão ocupar os quatro amigos Dale (Skyler Gisondo), um rapaz dado às actividades ao ar livre e apaixonado pela sua clutch; Derica (Kiersey Clemons), aspirante a modelo e activista ambiental; Benny (Peter Kim), que tem de estudar violoncelo e cumprir as tarefas domésticas antes de poder dedicar-se a ser influencer; e Truman (Jaboukie Young-White), que se diz realizador de cinema e conquistador.

Amazon Prime Video. Estreia a 29 de Outubro (T1)

Bom Dia, Verônica 

A nova série original da Netflix é adaptada do livro homónimo da escritora e criminóloga brasileira Ilana Casoy, que o publicou, em 2016, sob o pseudónimo de Andrea Killmore. Verônica Torres (Taina Müller) é uma detective da secção de homicídios da polícia de São Paulo que, após presenciar um suicidio no seu local de trabalho, decide investigar um homem que engana mulheres através de um site de encontros. Nessa tentativa de descobrir o que se passa, cruza-se com o caso de Janete (Camila Morgado), vítima de uma relação abusiva com Brandão (Eduardo Moscovis), um polícia militar que mais tarde vem a revelar ser um assassino em série.

Netflix. 1 Out (T1)

Publicidade

Conta-me Como Foi

Portugal modernizou-se. Entrou para a CEE e tornou-se, em parte, o país que hoje conhecemos. No regresso da sétima temporada, estamos em Dezembro de 1984: Mário Soares anuncia ao país que a coligação do Governo irá continuar e Orçamento do Estado é aprovado. Na casa da família Lopes prepara-se o Natal e a entrada no ano de 1985. A série da RTP está de volta para mais uma temporada narrada através dos olhos de Carlitos.

RTP. 3 Out (T7)

A Maldição de Bly Manor

Do mesmo criador de A Maldição de Hill House, Mike Flanagan, a nova produção da plataforma de streaming baseia-se nas histórias de The Turn of the Screw (1898), obra do britânico Henry James, uma das principais figuras do realismo literário do século XIX. A trama passa-se no Reino Unido, na mansão Bly Manor, onde habitam dois órfãos que estão ao cuidado de uma jovem ama. Como seria de esperar, às tantas, os assombros da casa manifestam-se e coisas estranhas acontecem. Victoria Pedretti, Oliver-Jackson Cohen, Henry Thomas e Kate Siegel. T'Nia Miller, Rahul Kohli, Benjamin Evan Ainsworth, Amelie Smith e Amelia Eve são alguns dos nomes no elenco.

Netflix. 9 Out (T1)

Publicidade

The Walking Dead: World Beyond

Este spin-off de The Walking Dead  passa-se no mundo em que a primeira geração de jovens nascidos na civilização pós-apocalipse começa a crescer. Sem saberem do paradeiro do pai há meses, as irmãs Iris (Aliyah Royale) e Hope (Alexa Mansour) fazem-se à estrada para tentar descobrir o que lhe aconteceu. Claro está que o percurso será marcado por vários perigos. A organização que controla o novo mundo, dirigida por Elizabeth (Julia Ormond), parece esconder informação sobre o paradeiro do progenitor.  Às tantas, dão por elas sendo perseguidas por quem quer protegê-las e por quem lhes quer fazer mal. Nesta nova série,  os protagonistas transformam-se, fruto das experiências por que passam. No final, põe em questão tudo o que conhecem sobre o mundo e sobre eles mesmos.

AMC. 5 Out (T1)

Os Eleitos

Baseado no livro The Right Stuff, de  de Tom Wolfe, a nova produção do National Geographic fala sobre os Mercury Seven, um grupo de austronautas que se tornam heróis ainda antes de alcançarem o espaço. Ao serem seleccionados pela NASA para um concurso que revelaria quem seria o primeiro homem no espaço, os sete, interpretados por Patrick J. Adams, Jake McDorman, Colin O’Donoghue, Aaron Staton, James Lafferty, Micah Stock e Michael Trotter, e as suas famílias, embarcam numa espiral de fama que se torna destrutiva.

Disney+. 9 Out

Publicidade

Fear the Walking Dead

Na sexta temporada, o objectivo é que o invulgar grupo de pessoas criado para ajudar quem mais precisa se volte a encontrar. Virginia (Colby Minifie), foi a responsável pela separação do grupo e pela morte de Morgan (Lennie James) na quinta temporada. Contudo, nos seus últimos momentos, às portas da morte, Morgan deixa um apelo para que todos continuem juntos.  A nova temporada mostra como é a vida atrás dos muros e como o apelo de Morgan poderá ter impacto em cada um dos personagens. Será que as comunidades criadas por Virginia oferecem tudo o que é preciso para não levantar ondas?

AMC, 12 Out. (T6)

Grand Army

A peça de teatro Slut: The Play, de Katie Cappiello, deu origem à nova série da Netflix. A produção da plataforma de streaming conta a história de Joey Del Marco (Odessa A’zion), uma adolescente que é violada por três amigos de longa data numa saída à noite em Nova Iorque. À altura, em 2013, a peça baseou-se em histórias reais de adolescentes de Nova Iorque, Nova Jérsia, Connecticut e Pensilvânia. A série pretende alertar para os perigos e impactos da rape culture e do slut shaming, que estão presentes no dia-a-dia de milhares de raparigas, por todo o mundo.

Netflix. 16 Out (T1)

Publicidade

Alguém Tem de Morrer

Anos 1950. Madrid, Espanha. Franco está no poder e uma família conservadora encontra finalmente a jovem ideal para casar o filho (Alejandro Speitzer), que há vários anos vive no México. Quando regressa a Espanha, contudo, o jovem vem acompanhado de um bailarino (Isaac Hernández). A sua chegada e a decisão de regressar acompanhado por outro homem deita por terra o casamento arranjado e provoca consequências desastrosas na família. A minissérie de três episódios foi criada por Manolo Caro.

Netflix. 16 Out (T1)

A Revolução

Mais uma série original da Netflix, que desta vez reimagina a Revolução Francesa, contando-a aos olhos de Joseph Guillotin. Passada dois anos antes da revolução, dá a conhecer a vida do médico e a influência que teve na história do país. Nesta distopia, Guillotin descobre um vírus que está a espalhar-se entre a nobreza francesa e que provoca uma doença que os faz assassinar pessoas das classes mais baixas.

 Netflix. 16 Out (T1)

Publicidade

Beartown

A nova série da HBO é baseada no livro homónimo do escritor sueco Fredrik Backman. Numa pequena cidade, uma equipa de hóquei no gelo está prestes a tornar-se campeã. Pelo meio, uma adolescente de 15 anos é violada. Acontece que a jovem em questão é filha do treinador do clube e que o suspeito de ter cometido esse acto hediondo é a estrela da equipa. Confrontado com a situação, o pai duvida da palavra da filha, levantando sérias questões no seio familiar.

HBO. 18 Out (T1)

Gambito de Dama

É mais uma série baseada num livro. Desta vez, na obra homónima de Walter Tevis. A minissérie da Netflix fala sobre Beth Harmon (Anya Taylor-Joy), uma órfã que se revela uma promissora jogadora de xadrez. A narrativa mostra o crescimento da jogadora até se tornar num dos maiores nomes do desporto e os demónios e desafios que encontra pelo caminho – alguns deles apenas por ser uma mulher num mundo de homens.

Netflix. 23 Out (T1)

Publicidade

Truth Seekers

Criada por Simon Pegg e Nick Frost, esta é uma comédia que mergulha no mundo do sobrenatural. Uma equipa de investigadores do paranormal tenta registar fenómenos para divulgar no seu canal de vídeos online, mas à medida que procuram mais provas os acontecimentos estranhos sucedem-se. Em causa pode estar uma conspiração gigantesca que porá em risco a sobrevivência da espécie humana.

Amazon Prime. 30 Out (T1)

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade