A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Stranger Things
Netflix

‘Stranger Things’ muda-se para uma casa assombrada na quarta temporada

Eis tudo o que sabemos sobre a quarta temporada de ‘Stranger Things’. O primeiro volume chega à Netflix a 27 de Maio, e o segundo no dia 1 de Julho.

Escrito por
Andy Kryza
Publicidade

Já se passaram mais de dois anos desde o último episódio de Stranger Things, e tudo indica que vamos ver muitas mudanças na quarta temporada do sucesso global da Netflix. E não é só porque os protagonistas – Millie Bobby Brown, Finn Wolfhard, Caleb McLaughlin, Noah Schnapp e Gaten Matarazzo – estão longe das crianças que nos habituámos a ver nos primeiros tempos da série.

As filmagens da quarta temporada da série dos irmãos Duffer terminaram em Setembro do ano passado, e parecem levar a história para novos territórios, passando dos centros comerciais de Hawkins, Indiana, para o coração gelado da União Soviética, além do misterioso Upside Down, com todo um ambiente de casa assombrada a juntar à festa. E com as mudanças vêm também novas caras e inspirações para o pastiche Amblin.

Eis tudo o que sabemos sobre a quarta temporada de Stranger Things.

Quando estreia a quarta temporada?
A pandemia causou inúmeras interrupções à produção, mas o primeiro volume estreia dia 27 de Maio e o segundo a 1 de Julho. 

Já existe trailer para a quarta temporada?
A equipa de Stranger Things foi inteligente e começou por lançar vários teasers para manter os fãs sedentos, dando um gostinho da potencial mudança de tom desta temporada, que pode encarnar a 100% o mood de casa assombrada.

Também conseguimos um vislumbre do laboratório de Hawkins num flashback, aludindo ao regresso de um certo vilão da primeira temporada.

E uns caminhos-de-ferro, numa Rússia cheia de neve, que assinalam a ressurreição de um certo polícia rezingão de Hawkins.

Sobre o que será a quarta temporada?
Da última vez que vimos os nossos heróis, tinham simultaneamente defendido Hawkins de outro ataque de demónios interdimensionais controladores da mente, e de uma invasão russa ao seu pitoresco centro comercial suburbano. Com o chefe da polícia, Hopper (David Harbour), dado como morto, a família Byers – Joyce (Winona Ryder), juntamente com Will (Noah Schnapp) e Jonathan (Charlie Heaton), acolhendo Eleven (Millie Bobby Brown) – mudou-se depois disso para outra cidade, separando o grupo principal.

Nos pós-créditos do último episódio, foi revelado que os soviéticos tinham levado um “americano” quando fugiram de Hawkins após a destruição da sua base secreta. Entretanto, já foi confirmado que o americano em questão era Hopper, embora muitos tenham especulado que pudesse ser também o Dr. Brenner (Mathew Modine), que nunca mais foi visto após o ataque do Demogordon, ainda na primeira temporada. De qualquer forma, pode significar que vamos ver algum tipo de acção estilo Prison Break.

Entretanto, o último teaser tem ares de The Shinning com flashbacks da família Creel, cujo patriarca parece ter dado uma de Jack Torrence com as suas filhas pequenas, décadas atrás. No mesmo teaser, vemos o elenco principal a explorar a casa abandonada dos Creel como se de um bando de figurantes de Scoopy Doo se tratassem, com Dustin a dar-nos a sua melhor interpretação de Sherlock Holmes. Todos os sinais apontam para que o Upside Down assuma uma influência tão sinistra nesta temporada quanto o Overlook Hotel na história de Stephen King.

Além disso, a personagem principal, Eleven, muito provavelmente continuará a busca pelo seu passado. Fãs atentos identificaram uma referência aos X-Men nos materiais da série, com uma personagem a liderar um grupo de adolescentes nerds chamado The Hellfire Club. Alguns interpretaram isso como um sinal de que Eleven se poderá tornar uma força destrutiva, semelhante a Jean Grey/Fénix Negra dos X-Men, embora possa ser apenas mais um dos muitos easter eggs típicos desta série.

Stranger Things
Photograph: Netflix

O primeiro trailer saiu a 6 de Novembro do ano passado, ao som de A Place in California, mostrando Eleven na sua nova vida a escrever uma carta a Mike, o namorado que deixou em Hawkins, ansiando pelas férias para o tão aguardado reencontro. Rapidamente o tom alegre é substituído pelo clima de tensão a que já estamos habituados. 

O mais recente (e provavelmente último antes da estreia do primeiro volume) estreou dia 12 de Abril, deixando os fãs ao rubro. A quarta temporada promete manter uma banda sonora icónica logo com a música do trailer, Separate Ways dos Journey, que pode ser uma pista do desenrolar da história. 

Vem aí uma guerra, diz Dr. Owens (Paul Reiser) a Eleven. E não parece mentira – podemos ver El sem poderes, Max a voar e o Demorgorgon com uma forma cada vez mais humana (com uns gélidos olhos azuis que lembram o Night King, de Game of Thrones). Relembra-nos ainda a casa do primeiro teaser, que dá a mesma sensação que a Well House do It (2017). 

Qual será o tom da 4.ª temporada?
Há um gene spielberguiano embutido no ADN de Stranger Things, tal como uma paixão por Dungeons & Dragons. Mas cada temporada tem o seu conjunto específico de influências a definir o tom. Na primeira eram as obras de Stephen King e os filmes (e música) de John Carpenter. A segunda evocava Ghostbusters e os Alien, enquanto a terceira tinha um pouco de tudo, desde Exterminador Implacável a Viver Depressa, Amanhecer Violento e A Invasão dos Violadores.

Esta tendência deve continuar na quarta temporada, que a estrela emergente Joe Keery (o bully tornado melhor babysitter do mundo, Steve) disse à Games Radar que seria a mais intensa de todas: Isto vai ser muito mais assustador do que nos anos anteriores.

Com Robert Englund (Pesadelo em Elm Street) a fazer do patriarca Creel, é provável que Keery não esteja a exagerar. O tema da casa assombrada do teaser de Setembro já está repleto de homenagens a tudo, de Shining e Amityville – A Mansão do Diabo, aos velhos filmes de Abbott e Costello e até mesmo a O Enigma da Pirâmide. Espera-nos uma viagem selvagem e assustadora.

Quem está de volta para a quarta temporada?
Todos os sobreviventes estão a bordo: o quinteto principal (Brown, Wolfhard, Schnapp, McLaughlin e Matarazzo) continuará as suas aventuras juntamente com Winona Ryder, Natalia Dyer, Charlie Heaton e Joe Keery. As novidades das últimas temporadas, Maya Hawke e Sadie Sink – que interpretaram a sarcástica Robin e nova aluna Max, respectivamente – também estão de regresso. Mathew Modine tem uma participação igualmente confirmada, seja em flashbacks ou no presente cronológico da série. E, claro, David Harbor e a sua barba.

Quem se vai juntar ao elenco?
Amybeth McNulty (Ana com A) entra como a nerd do grupo, Vickie; Myles Truitt (Kin) também está a bordo como a estrela de basquete de Hawkins, apanhado nos horrores que borbulham sob a cidade; Regina Ting Chen vai ser uma orientadora; e Grace Van Dien – filha do actor Casper Van Dien – a cheerleader popular que esconde um segredo obscuro.

Juntam-se ao já anunciado Robert Englund, que interpretará Victor Creel, agora idoso e preso num hospital psiquiátrico. A presença do ícone de Freddy Krueger continua a tradição de Stranger Things de mergulhar nas suas próprias inspirações para completar o elenco: a segunda temporada incluiu Sean Astin, que interpretou a personagem principal em Os Goonies, que, por sua vez, influenciou fortemente Stranger Things.

Outros novos elementos do elenco incluem Jamie Campbell Bower (Sweeney Todd), Tom Wlaschiha (Game of Thrones), Joseph Quinn, Eduardo Franco, Sherman Augustus, Mason Dye e Nikola Djuricko.

Também deve gostar

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade