Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Porto icon-chevron-right Os melhores concertos no Porto
FKA Twigs
© James Medina FKA Twigs actua no NOS Primavera Sound, em Junho

Os melhores concertos no Porto

O novo ano promete ser melhor que o anterior no que toca a concertos e festivais. Saiba o que já está marcado para 2021 no Porto.

Por Ana Patrícia Silva
Publicidade

Ainda navegamos num mar de incertezas em relação a festivais de Verão e a concertos internacionais, mas estamos prontos para nos vingar de 2020. Uma luz ao fundo do túnel já permite sonhar com um ano melhor que o anterior, mas ainda com todas as cautelas. Em 2021, queremos e devemos continuar a apoiar a música portuguesa, mas faz sempre falta abrir os horizontes e as fronteiras. Estes são alguns dos concertos que já estão marcados para este ano. Saiba o que não pode perder.

Recomendado: Os melhores discos nacionais de 2020

Os melhores concertos no Porto este ano:

Música, Electrónica, Ghost Hunt
Música, Electrónica, Ghost Hunt
© Pedro Medeiros

Sons à Mesa

Música Música ao vivo Maus Hábitos, Santa Catarina

Às quintas, nos Maus Hábitos, pode contar com concertos como o rock psicadélico dos Don Pie Pie (7 Janeiro), as guitarradas western do projecto O Bom, o Mau e o Azevedo (14 Janeiro), a electrónica experimental dos Ghost Hunt (21 Janeiro) e o projecto @c de Pedro Tudela e Miguel Carvalhais, com o convidado Stereoboy (28 Janeiro). O bilhete do concerto (10€) inclui um menu snack e uma bebida. 

Helena Silva em concerto no Apuro Vegan Bar em 2019
Helena Silva em concerto no Apuro Vegan Bar em 2019
© Hippie and Corporate

Música em Apuro

Música Apuro - Vegan Bar, Porto

Numa altura em que a música e a cultura no geral estão em apuros, a editora independente Planalto Records uniu forças com o Apuro, o primeiro café-bar vegan do Porto, para criar um ciclo de concertos que decorrem todas as sextas-feiras, por volta das 19.00, até ao final de Fevereiro. Vai poder assistir a actuações de Helena Silva (8 de Janeiro), André Júlio Turquesa (15 de Janeiro), Little Friend (22 de Janeiro), Arianna Casellas (29 de Janeiro), Grutera (5 de Fevereiro), Irene Brigitte (12 de Fevereiro), Himalion (19 de Fevereiro) e Acid Acid (26 de Fevereiro). A entrada é livre, mas os promotores lançam o desafio de apoiar os artistas com contribuições que podem ser entregues directamente no Apuro ou através do site do evento, onde pode também reservar a sua mesa.

Publicidade
Rita Braga
Rita Braga
Fotografia de Sara Rafael

Rita Braga

Música Portuguesa CCOP - Círculo Católico de Operários do Porto, Baixa

A cantora e multi-instrumentista apresenta o novo álbum Time Warp Blues, onde escreve e interpreta canções em inglês, português, finlandês e japonês. Através do ukulele, sintetizadores, órgãos, caixas de ritmos, banjolele e violino, viaja por várias eras e géneros da história da música.

Auditório CCOP (Porto). 22 Janeiro, 19.30. Bilhetes: 8-10€

Música, Llyod Cole
Música, Llyod Cole
©Paul Shoul

Lloyd Cole

Música Super Bock Arena - Pavilhão Rosa Mota, Massarelos

Quando surgiu com os Commotions em meados dos anos 80, Lloyd Cole cimentou-se como um dos compositores mais marcantes dessa era, introduzindo uma sensibilidade literária na pop britânica governada por guitarras. O grupo desmembrou-se em 1989 e desde então Lloyd Cole é dono de uma consistente discografia a solo. Regressa em Abril a um país que soube aplaudir a sua música desde sempre.


Pavilhão Rosa Mota, Porto. 29 Abril, 21.00. Bilhetes: 35€

Publicidade
Einstürzende Neubauten
Einstürzende Neubauten
© DR

Einstürzende Neubauten

Música Casa da Música, Boavista

A banda germânica liderada por Blixa Bargeld (colaborador assíduo de Nick Cave & The Bad Seeds) passou pelo NOS Primavera Sound em 2015, mas não actua em nome próprio em Portugal há mais de uma década. Em Maio, passam pelo Porto e Lisboa para apresentar um novo disco e os clássicos que os tornaram numa das mais vanguardistas bandas dos anos 80. Com raízes industriais, arranhando instrumentos pouco convencionais (desde serrotes a martelos pneumáticos), influenciaram inúmeras bandas ao longo dos anos.

Casa da Música, Porto. 19 Maio, 21.30. Bilhetes: 35€

The best songs of 2015: FKA Twigs
The best songs of 2015: FKA Twigs
© David Burton

NOS Primavera Sound

Música Festivais de música Parque da Cidade, Foz

O cartaz de 2021 retoma a maioria dos nomes do alinhamento cancelado de 2020, como Bad Bunny, Pavement, Tyler The Creator, Beck, Chromatics, FKA Twigs, King Krule, Kim Gordon e Dinosaur Jr,. Mas também há novidades como Tame Impala, Doja Cat e os Gorillaz.


Parque da Cidade, Porto. 10-12 Junho. Bilhetes: 60-120€

Publicidade
Seu Jorge
Seu Jorge
©DR

Seu Jorge e Daniel Jobim

Música Super Bock Arena - Pavilhão Rosa Mota, Massarelos

A obra de um dos artistas mais relevantes da música popular brasileira será interpretada pelo seu neto Daniel Jobim e por Seu Jorge. O repertório deste espectáculo vai ser dedicado às exaltações de António Carlos Jobim ao amor e ao Rio de Janeiro, e às parcerias com Vinicius de Moraes.


Pavilhão Rosa Mota, Porto. 4 Julho, 21.30. Bilhetes: 28-60€

 

Cult of Luna
Cult of Luna
© Silvia Grav

Amplifest

Música Punk e metal Hard Club, Flores

No meio do ruído dos festivais de música em Portugal, o Amplifest sempre foi um pesado bálsamo. Foi pensado para ser vivido como uma experiência imersiva e exploratória, com concertos, conversas, discos, documentários, exposições e cerveja artesanal. O alinhamento é escolhido pelos dedos criteriosos da promotora portuense Amplificasom, que proporciona uma comunhão entre músicos e melómanos. A música que preenche o cartaz tem peso e intimidade, poder físico e emocional. Em 2021, este festival que se assume como uma experiência de descoberta dos espaços mais negros e transgressores da música de peso contemporânea, está de volta ao Hard Club, no Porto, entre 8 e 10 de Outubro. As primeiras confirmações para o fim-de-semana são os Cult of Luna, Caspian e Holy Fawn

Publicidade
Orquestra Jazz de Matosinhos
Orquestra Jazz de Matosinhos
© Pedro Lobo

Rui Reininho & Orquestra Jazz de Matosinhos

Música Portuguesa Casa da Música, Boavista

No ano em que os GNR assinalam 40 anos de carreira (2020 adiou as celebrações), Rui Reininho prepara-se para dar ao mundo o seu segundo álbum a solo. Neste concerto especial, junta-se à Orquestra Jazz de Matosinhos para reinventar essas novas composições com o teclista Paulo Borges e um reencontro com um ex-GNR, o guitarrista Alexandre Soares.


Casa da Música. 27 Novembro, 22.00. 14€.

Tricky vuelve a la CDMX
Tricky vuelve a la CDMX
Fotografia de Frank Johannes

Tricky

Música Rap, hip hop e R&B Hard Club, Flores

Na génese dos Massive Attack ou nos discos que lançou a solo ao longo desse tempo, Tricky é uma estrela claustrofóbica do trip-hop. Quando está em boa forma, é perigosamente paranóico, sufocante e brilhante. Após todos estes anos, não perdeu o espírito irrequieto – continua críptico, mas cativante.


Hard Club, Porto. 30 Novembro, 21.00. Bilhetes: 25€

Mais música:

Na Porto Calling encontra vários géneros de música como o rock progressivo, jazz, punk e soul
©DR

As melhores lojas para comprar discos de vinil no Porto

Compras Música e entretenimento

Foi o formato mais usado e lucrativo para ouvir música durante décadas, quase morreu durante a década de 1990 às mãos do CD, mas ganhou uma segunda vida como objecto de culto em pleno século XXI. Agora, entre resistentes, recém-convertidos e curiosos, já se compõe uma multidão jeitosa a dar uso ao gira-discos. Numa época em que a música circula livremente no meio digital, os vinis são cada vez mais uma certeza no mercado musical. Do pop/rock à electrónica, do metal ao jazz, nestas lojas encontra todo o tipo de discos, novos ou usados.

Recomendado: Um disco de música portuguesa por dia

Porto Calling
© DR

Lojas de discos do Porto para comprar online

Compras Música e entretenimento

Com a agenda cultural vazia e os espaços fechados, os músicos, as editoras e as lojas independentes estão a ser severamente afectados. Neste momento, comprar música é a melhor forma de continuar a apoiar os artistas e os negócios locais. Estas lojas fecharam as portas temporariamente, mas continuam em actividade através dos seus sites, redes sociais e outras plataformas. Enquanto as coisas não regressam à normalidade, seja lá o que isso for, fique em casa a ouvir discos. Vai ver que o tempo até passa mais depressa.

Recomendado: 13 músicas sobre o Porto para cantar à janela

Publicidade
Discos portugueses 2020
.

Os melhores discos nacionais de 2020

Música Portuguesa

A música foi um dos maiores consolos no absurdo ano de 2020, que vai ficar gravado para a história pelos piores motivos. Um ano de desafios para os músicos que perderam o sustento com o cancelamento dos concertos, mas marcado por muitas provas de talento. Apesar de todas as condicionantes e dificuldades que os músicos atravessaram, 2020 deu-nos grandes discos. Com o regresso de artistas veteranos como os Três Tristes Tigres, Pop Dell’Arte ou Clã, mas também com a confirmação de novos valores como Selma Uamusse, Nídia e Tristany.

Recomendado: Um disco de música portuguesa por dia

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade