Playlist Time Out: a esperança de Cláudia Pascoal, DJ Koze, Valee e mais

Uma playlist que começa na Eurovisão, segue pela pista de dança e fecha com jazz nas estrelas. A melhor música da semana

© DR

Cláudia Pascoal e Isaura preparam o cerimonial. Boss AC retorna à essência. Valee rappa sem sobressaltos. DJ Koze e DJ Bone mantêm vivas tradições dançáveis. As BiSH arrasam com ruído e melodia. Cameron Graves leva o jazz a passear pelo espaço. A melhor música não escolhe corpos celestes.

Playlist Time Out: a esperança de Cláudia Pascoal, DJ Koze, Valee e mais

Cláudia Pascoal, Isaura – “O Jardim”

Assim que a opinião pública ganhou juízo em relação ao amigo tonto de Salvador Sobral (Janeiro) e ultrapassada a questiúncula proustiana do contributo de Diogo Piçarra, "O Jardim" venceu com naturalidade q.b. o Festival da Canção 2018. O suave crescendo digital e a iminência de uma explosão rítmica que não acontece (remisturadores, tomem nota), aliados ao modo de interpretação de Cláudia Pascoal, parecem olhar para Louise Rhodes e para os Lamb. Os versos centram-se na perda e na busca da superação, mas se alguém aqui encontrar fragilidade ela é tão-somente ilusória. Ficará em primeiro ou 26º no Festival Eurovisão da Canção 2018, a decorrer dia 12? Esse já é outro filme.

Cláudia Pascoal, Isaura - O Jardim"O Jardim" Letra e Música/Lyrics & Music: Isaura Produção/Production: Isaura Intérprete/Vocals: Cláudia Pascoal Mistura/Mix: Miguel Marques Master: Miguel Pinheiro Marques VIDEO Producer & Director: Liliana Ramires DOP & Director: Flávio Sousa Concept: Isaura, Beatriz Realista, Liliana Ramires Art: Beatriz Realista 1st AD & Production Assistant: David Gonzalez Make up: Tânia Doce Color Grading: Ana Branco, Nuno Garcia Edition: Ângelo Varela, Liliana Ramires Special Thanks: Joana Reis João Vicente Marta Ribeiro Margarida Simões Sara Fidalgo ULHT Obrigada a todos os que se juntaram a nós no vídeo e ao carinho que nos chega do país inteiro. Follow Cláudia Pascoal: https://www.instagram.com/claudiapascoal_/ https://www.facebook.com/claudiapascoalmusic https://twitter.com/claudiaapascoal Follow Isaura: https://www.instagram.com/isauramusic/ https://www.facebook.com/isauramusic/ https://twitter.com/isauramusic https://www.youtube.com/user/IsauraVEVO Music video by Cláudia Pascoal and Isaura performing O Jardim. © 2018 Universal Music Portugal, S.A. http://vevo.ly/t6e9YD

Boss AC – “Queque Foi”

Regresso de Boss AC com virtuosismo vocal e argumentativo em alta, arengando contra os queixinhas desta vida. Uma crueza bem-vinda e divertida (idem para o vídeo, realizado por Chikolaev). Um de cinco temas do EP digital Patrão, disponível desde o fim de Abril, prenúncio de um álbum por enquanto sem data de lançamento fixada.

Boss AC - Queque Foi"Queque Foi” Letra e Música/Lyrics and Music: AC Firmino Produção/Production: AC Firmino Gravação e Mistura/Recording and Mixing: AC no/at SPOT Masterização/Mastering: Matrix Audio Studio VIDEO Realizador/Director: Chikolaev Editor: Chikolaev Produtores/Producers: Chikolaev e AC Firmino Conceito/Concept: AC Firmino LETRA/LYRICS Se não queres ajudar, então não atrapalhes Pequenos detalhes Tantos anos de carreira, de nada vale Bate na rocha é flop, bate certo é comercial Afinal? Que queres que faça? Cada passo que dou, prevês desgraça, Queres que me envergonhe de ser pago para trabalhar? Vergonha é deixar de ser quem sou pa' te agradar Mas eu desejo-te sucesso Saúde e progresso Não me interessa se não te interesso Cada vez que me matas eu regresso Qual fénix, barata em guerra nuclear Nove vidas sou gato hei de sempre voltar Eu sei coisas que o Google não sabe Niggas querem beef, eu dou-lhes kebab Não cabe a má vibe, não há espaço Mão amiga eu encontro no fim do meu braço É louro prensado lá em Santa Justa Ma' não sou camone, isto n'é Rua Augusta Pestana aberta desd'o “Baza Baza” Sou telescópio da NASA Danosa, nefasta, se a vibe é nociva Se não for construtiva, não gastes saliva Ya, se não for construtiva, não gastes saliva Não gastes saliva Nigga, nigga, queque foi? Tás com dodói boy? Diz o queque foi? Faz lá queixinhas Onde é que dói? Não chores mais boy! Diz o queque foi? (2x) Queque Foi ? Queque Foi? Queque Foi? Queque Foi Queres que dê a única coisa que tenho para vender? Desculpa querer ter um tecto e comida para comer Falas mas noventa por cento do job não vês É que eu trabalho sem horários e não há fim do mês Quando falta o cacau ligo à Ferrero? Carpe diem quam minimum credula postero? Mas o que digo é latim Até podia ser mandarim Não inventem defeitos Vocês nunca 'tão satisfeitos Se não é da calça é do cú Nem old nem new, a minha escola é true O que fiz pouco importa, importa o agora Descasco a cebola e és tu quem chora? Escrevo, componho, produzo e gravo Faço os meus beats desde que estava no oitavo Sentado de headphones lá na última fila QY10 refundido na mochila E aqui estou eu Tudo o que tenho a Música deu E aqui estou eu Quem n'entendeu a mensagem ardeu É que o novo AC é o velho AC Se não fosse assim eu nem tava aqui Novo AC, velho AC Se não fosse assim eu nem tava aqui Nigga, nigga, queque foi? Tás com dodói boy? Diz o queque foi? Faz lá queixinhas Onde é que dói? Não chores mais boy! Diz o queque foi? (2x) Queque Foi ? Queque Foi? Queque Foi? Queque Foi? Aqui quem manda sou eu Nigga aceita que dói menos Aqui quem manda sou eu Nigga aceita que dói menos Aqui quem manda sou eu Nigga aceita que dói menos Aqui quem manda sou eu Aqui quem manda sou eu Nigga, nigga, queque foi? Tás com dodói boy? Diz o queque foi? Faz lá queixinhas Onde é que dói? Não chores mais boy! Diz o queque foi? Follow Boss AC: https://www.facebook.com/BossACoficial/ https://www.instagram.com/bossacoficial/ Music video by Boss AC performing Queque Foi. © 2018 Mandachuva Produções, under exclusive license to Universal Music Portugal, S.A. http://vevo.ly/4HUM36

Publicidade

Valee ft. Jeremih – “Womp Womp”

As rimas deste rapper de Chicago de voz suave enrolam-se em volta de uma grelha rítmica elástica e minimal. Jeremih, cantor e compositor de r&b e conterrâneo de Valee, tem o veludo certo na garganta para consumar o dueto. Por vezes, assim de repente, lembram dois Pharrells.

DJ Koze – “Pick Up”

Em Março apresentou-se aqui a colaboração do DJ e produtor alemão Stefan Kozalla com Róisín Murphy na estupenda "Illumination", antevisão do álbum Knock Knock, que chega sexta-feira 4 às lojas. "Pick Up" tem a mesma origem e o mesmo nível elevado, pintando desta vez um tributo meio melancólico ao disco-sound que fica bem ao lado de uns Stardust. O vídeo é dos melhores que já passaram pelas playlists Time Out.

Dj Koze - Pick Up (Official Video)New Single „PICK UP“ from DJ j Koze is out today! And a video which leaves space for your own imagination! PAMPA031 - DJ Koze „Pick Up“ is available at the pampa homepage: https://www.pamparecords.com and here: https://pampa.lnk.to/DJKoze Animation: Terlina Lie Thanks to Papa Zoran Bihać ----------- DJ Koze might be one of the world's best producers, but above all he's a DJ, and it's his DJ ear that governs. Just as in a great set, so with his releases: “Seeing Aliens” came out of nowhere, a big buzzing beast of a track, to announce that Koze was back on the scene and prime everyone for the coming album, knock knock. But now that Koze has your attention, it's time to remind everyone what's most important about club music, pull things back, take a turn to the left, and get deep into the groove. Thus “Pick Up”: the second single from knock knock is 100% pure groove, doubly so in the extended 12” version. In a sense it's incredibly familiar – it is essentially a filter disco record, very close to something you could imagine coming out of Paris around the turn of the millennium. But of course, this is Koze. Nothing is normal or familiar in his world, and he's taken this most foundational of clubland staples into new territory. Flipping samples of Gladys Knight & the Pips “Neither One Of Us (Wants to Be the First to Say Goodbye)” and Melba Moore’s “Pick Me Up, I’ll Dance“, it creates something completely airborne, shot through with emotions such as gods must feel: not quite explicable to the human mind but strong enough to knock you off your feet. In its way it's absolutely as powerful as “Seeing Aliens”, but it comes in like the proverbial iron fist in a glove of velvet. Music taken from the Album "knock knock“ - out on May 4th, 2018 (C) Pampa Records 2018

Publicidade

DJ Bone – “Dreamers 9”

A Piece of Beyond, o novo álbum de DJ Bone, está disponível desde 30 de Abril e é um tratado de tecno sem tingimentos pela mão de um cavalheiro de Detroit com décadas de rodagem. "Dreamers 9" é directo, invasivo, com um tricô melódico irregular e de ligeiro sabor psicadélico.

 

BiSH – “PAiNT it BLACK”

As BiSH são seis japonesas com nomes de guerra invejáveis: Aina the End, Cent Chihiro Chittiii, Momoko Gumi Company, Lingling, Hashiyasume Atsuko e Ayuni D. Pertencem à categoria dos grupos idol (formações arquitectadas por empresários, de artistas jovens que são venerados sobretudo por fãs ainda mais novos) e em três anos já aviaram quatro álbuns e um mini LP. "PAiNT it BLACK" nada tem a ver com o tema quase homónimo dos Rolling Stones; é antes uma corrida punk-pop de perder o fôlego, coroada com uma melodia avassaladora no refrão — e será difícil descolar este refrão da pele.

BiSH / PAiNT it BLACK[OFFICIAL VIDEO]Major 3rd Single “PAiNT it BLACK” 2018.03.28 OUT!! http://amzn.to/2IJlL2A ""楽器を持たないパンクバンド""BiSHのニューシングル テレビアニメ「ブラッククローバー」第2クール オープニングテーマ Track List 01. PAiNT it BLACK 02. SCHOOLYARD Official HP http://www.bish.tokyo Official Twitter https://twitter.com/bishidol?lang=ja

Publicidade

Cameron Graves – “Planetary Prince”

A bordo do colectivo West Coast Get Down, ao lado de Kamasi Washington, o pianista Cameron Graves tem sido fulcral na chegada de algumas mutações do jazz a um público invulgarmente vasto. Planetary Prince, editado o ano passado, é bastante recomendável, e o tema-título reemerge agora numa versão ao vivo captada no clube The Troubadour, em West Hollywood. Jazz de fusão, sideral, extático, com vestígios de México nos metais e groove dentro e em redor dos solos. O septeto inclui Washington e o baterista Ronald Bruner Jr. (irmão de Thundercat, outro nome familiar desta conspiração). Esta versão será editada a 18 de Maio no EP Planetary Prince: The Eternal Survival.

Cameron Graves "Planetary Prince" Live

Mais playlists Time Out

Playlist Time Out: um tesouro de Prince, Ariana Grande, Rafiq Bhatia e mais

Quando há "Nothing Compares 2 U" na versão original de Prince, é só construir uma playlist Time Out em redor do achado. Assim acontece esta semana, onde também há espaço e tempo para conhecer as novas canções de Carrie Underwood e Ariana Grande; travar conhecimento com Louisa, lojii e Siete Catorce; e chamar toda a atenção para Rafiq Bhatia, um guitarrista que transforma o jazz numa monumental caldeirada.

Ler mais
Por Jorge Manuel Lopes

Playlist Time Out: Nicki Minaj, uma força da natureza

Esta semana celebra-se o regresso inspirado e a dobrar de Nicki Minaj, mas esse é apenas o ponto de partida. Também se revela a pop árctica de October, reencontra-se Nina Miranda em conversa com o músico portuense Daxuva, e desconfia-se que J. Balvin, mestre do reggaeton, está prestes a lançar um dos álbuns marcantes de 2018. Há sete canções frescas de três continentes nesta playlist Time Out. Ouçam.

Ler mais
Por Jorge Manuel Lopes
Publicidade

Playlist Time Out: este é o som da Primavera na Islândia

O rol de regressos esta semana é variado, aventureiro e impõe respeito: Underworld, Dawn Richard, Gang Gang Dance. David Guetta e Calvin Harris têm lampejos de inspiração que merecem ser escutados e dançados. E no Japão? No Japão há J-pop, claro.

Ler mais
Por Jorge Manuel Lopes

Comentários

0 comments