Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Porto icon-chevron-right Há uma casa em Cedofeita com concertos intimistas no jardim
SIN.CERA
© Vanesa Ornela Luca Argel na primeira sessão dos concertos SIN.CERA

Há uma casa em Cedofeita com concertos intimistas no jardim

Publicidade

Não há arte que sobreviva sem público e, no caso da música ao vivo, que se alimenta de multidões acotoveladas em salas de espectáculos ou recintos de festivais, esta afirmação torna-se muito mais literal. Depois de meses impedida de se mostrar, regressa aos poucos em palcos alternativos que surgem em parques, jardins e terraços em toda a cidade. 

É o caso do “SIN.CERA: concertos honestos”, espaço de concertos privados e intimistas que se instalou, recentemente, no jardim das traseiras de uma casa em Cedofeita, no centro do Porto. Ainda em fase experimental, cada sessão conta, para já, com dois concertos, e tem a lotação limitada a um máximo de 20 pessoas, de forma a cumprir as regras de segurança da Direcção-Geral de Saúde.

O público pode usufruir das mantas disponíveis para se sentar confortavelmente no relvado e passar um entardecer diferente. Se a fome ou o calor apertar, há comida caseira e bebida para dar aconchego ao estômago. A iniciativa quer “apoiar a arte em tempos de cólera” e, nesse sentido, “o valor dos donativos arrecadados nos eventos irá na totalidade para os e as artistas”, lê-se em publicação da organização.

Depois de Luca Argel e Karla da Silva, Kali Peres e Tamy, é a vez de Rui David e Teresa Campos darem música ao jardim neste sábado, dia 29 de Agosto, às 18.30 e 20.30, respectivamente. Para inscrições e mais informações sobre a localização e condições de acesso aos espectáculos, o melhor é enviar e-mail para culturasin.cera@gmail.com ou mensagem no Instagram.

Sin.cera

 

© Vanesa Ornela

 

+ Este sábado há bossa nova e choro para ouvir na Casa São Roque

Leia aqui a nova edição digital e gratuita da Time Out Portugal

Share the story
Últimas notícias
    Publicidade