A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar

O melhor do primeiro dia do Portugal Fashion SS19

Por Margarida Ribeiro
Publicidade

A 43ª edição do Portugal Fashion começou, como já é habitual, com os criadores do Bloom, uma plataforma que tem como objectivo impulsionar os jovens talentos da moda nacional. Para esta temporada, o evento regressou à Alfândega do Porto, depois de, em Março, ter construído uma "cidade" da moda no Parque da Cidade

As primeiras propostas que pisaram a passerelle do Salão Nobre da Alfândega foram as dos alunos de cinco escolas de moda: a ESAD - Escola Superior de Artes e Design, a MODATEX, a CENATEX, a Escola de Moda do Porto e a Escola Superior de Artes Aplicadas do Instituto Politécnico de Castelo Branco. Para as suas criações, os aspirantes a designers foram buscar inspiração a várias fontes, desde a arquitectura de James Eames ao Holocausto. 

Depois, chegou a vez de sete jovens designers apresentarem as suas propostas para a Primavera/Verão do próximo ano. O primeiro a fazê-lo, e pela primeira vez, foi Luís Sandão, com uma colecção conceptual onde as principais referências foram o fenómeno dos gémeos siameses, a coulrofobia (o medo a palhaços), o espectáculo e o filme Hedwig and The Angry Inch de John Cameron Mitchell.

João Sousa, outro estreante, fez-nos viajar. Filhos do Lago é uma colecção inspirada nos pescadores Intha, no Myanmar. O resultado é uma colecção fiel à vida dessas pessoas. As calças e outras peças, feitas em juta, assemelham-se às calças dos pescadores, por exemplo. Além disso, para adornar as suas propostas, o designer deu uso a ferramentas diárias, como as redes de pesca.

João Sousa apostou em tons de amarelo torrado
UGO_CAMERA

Apesar de esta ser a sua primeira vez no Bloom, o mundo da moda já não é uma novidade para Rita Sá, a jovem designer que participou nas últimas duas edições do Sangue Novo (concurso da ModaLisboa). Agora, rumou a norte para apresentar as suas propostas onde o amarelo reinou do início ao fim. Algo que já é imagem de marca da designer, uma vez que a sua última colecção foi toda em tons de azul. Inspirada no seu dia-a-dia, a Rita escolheu objectos como aventais e tapetes, para construir algumas das suas peças. 

Por volta das 16.00, chegou a vez das vencedoras do concurso Bloom, que aconteceu em Março, apresentarem as suas propostas para a estação quente. Mara Flora construiu uma colecção de peças inspiradas no horário de trabalho, como fatos, e no horário pós-laboral, com peças drapeadas e oversized. O tecido mais curioso utilizado foi o algodão turco branco que aplicou num vestido e em várias blusas.

Tal como já tinha revelado à Time Out, o grande destaque da colecção de Maria Meira é a clássica dualidade de cor: o preto e o branco. Inspirada na artista plástica Yellin, a designer apresentou propostas com pormenores muito conceptuais, como os corpos disformes que as modelos usaram por cima das peças. 

Até a maquilhagem das modelos reflectiu o tema da colecção
UGO_CAMERA

Pela segunda vez Daniela Pereira teve a oportunidade de apresentar as suas propostas no Bloom. Para a sua colecção, inspirada na bailarina e coreógrafa Pina Bausch, a designer conjugou o mundo feminino e o masculino, através de diferentes volumes, tecidos delicados e cores como o preto, o rosa e o bege. Depois, chegou a vez de Joana Braga, cujas peças foram inspiradas na linguagem do filme La Collectionneuse, de Éric Rohmer. A designer propõe várias peças oversized, relaxadas e fluídas, em contraste com peças justas em malha. 

O rosa foi uma cor predominante na colecção de Daniela Pereira
UGO_CAMERA

Carla Pontes fez ontem a sua 13ª apresentação no Portugal Fashion. Para a próxima estação, a designer propõe uma série de peças feitas em algodão, perfeitas para os dias mais quentes. Cores fortes, como o tangerina, o azul e o cobre, e algumas aplicações plásticas foram alguns dos pormenores que sobressaíram. Susana Bettencourt e TM Teresa Martins também apresentaram as suas colecções. O Portugal Fashion volta hoje com as apresentações de Sara Maia, Nycole, Carlos Gil, Sophia Kah, Diogo Miranda, Miguel Vieira entre outros.

Portugal Fashion está de regresso à Alfândega do Porto com muitas novidades

+ Estas são as novas criadoras de moda do Porto

Últimas notícias

    Publicidade