Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Porto icon-chevron-right Sete livros de cozinha para se tornar o mestre da culinária
cooking book
Unsplash/S O C I A L . C U T

Sete livros de cozinha para se tornar o mestre da culinária

Juntámos sete livros de cozinha editados este ano para aumentar a sua sabedoria gastronómica ou dar asas à criatividade.

Por Inês Garcia
Publicidade

Ler, cozinhar, comer. A santíssima trindade por estes dias. Mas o que anda a comer é mesmo bom? E se em vez de se dedicar ao pão, começasse a produzir os seus próprios leites veganos ou a fazer umas quantas receitas dos Açores? Juntámos aqui sete livros de cozinha da fornada 2020 que pode comprar online. Têm histórias para aumentar a sua sabedoria gastronómica, dicas para mudar de regime alimentar ou simplesmente ideias para dar asas à criatividade, que por estes dias é capaz de já ser escassa. Bons cozinhados.

Recomendado: Restaurantes do Porto com entregas e take-away

Livro, Cozinha, A Leitaria Vegana, Emelie Holm
Livro, Cozinha, A Leitaria Vegana, Emelie Holm
©DR

1. A Leitaria Vegana

O confinamento e o distanciamento social trouxeram uma onda de novos padeiros às redes sociais. Quando tudo passar, padarias não vão faltar, mas pode explorar mais opções: no livro A Leitaria Vegana, Emelie Holm, terapeuta nutricional, ensina-o a fazer as suas próprias bebidas, iogurtes, queijos, manteigas e natas de origem vegetal. Transforme a sua casa numa leitaria vegana – mesmo que não siga esta alimentação, é uma forma de explorar alternativas e ganhar novas aptidões no que toca a trabalhar plantas, sementes, grãos ou frutos.

A Leitaria Vegana, Emelie Holm (Arte Plural Edições), 16,60€.

Livro, Cozinha, Coma Comida Real, Carlos Ríos
Livro, Cozinha, Coma Comida Real, Carlos Ríos
©DR

2. Coma Comida Real

O nutricionista e influencer Carlos Ríos já chateou grandes cadeias de supermercados e marcas gigantes de bolachas ou de refrigerantes, apontando o dedo a rótulos falsos e apoiando uma alimentação mais saudável. Ríos defende que a maior parte da população vive enganada no que respeita a alimentação e que a culpa é da indústria. Neste livro, dá-nos o conhecimento científico necessário para questionar produtos e aprofundar o conhecimento sobre a “comida de verdade”. Tem conselhos práticos, truques e receitas para deixar os ultraprocessados nas prateleiras do supermercado e passar a comer produtos saudáveis bons, sem rótulos “light”. Siga-o também no Instagram para conselhos diários.

Coma Comida Real, Carlos Ríos (Planeta), 16,90€.

Publicidade
Livro, Cozinha, Comida Caseira, Gordon Ramsay
Livro, Cozinha, Comida Caseira, Gordon Ramsay
©DR

3. Comida Caseira

É habitual vê-lo no pequeno ecrã a comandar trupes na cozinha e a manusear ingredientes fora do comum. Mas Gordon Ramsay tem um lado mais amigável em casa, onde defende que a comida deve ser tão deliciosa quanto rápida, para a poder desfrutar em família. Dos petiscos com menos ingredientes às especialidades de tacho, dos ovos Benedict para matar saudades do seu brunch favorito à pá de porco assada, neste livro tem 120 receitas originais, algumas da infância do chef, para pôr em prática aos pequenos-almoços, almoços e jantares.

Comida Caseira, Gordon Ramsay (Porto Editora), 24,90€.

Livro, Cozinha, Comer à moda dos Açores, Rúben Pacheco Correia
Livro, Cozinha, Comer à moda dos Açores, Rúben Pacheco Correia
©DR

4. Comer à moda dos Açores

Pode comer um bocadinho do arquipélago dos Açores neste livro, à boleia de Rúben Pacheco Correia, proprietário do Botequim Açoriano, em Rabo de Peixe. Filho e neto de chefs de cozinha, quis aqui escrever “uma carta de amor à sua terra”, entre receitas dos pratos mais típicos das nove ilhas – que garante serem de fácil reprodução – e prosas sobre a origem de determinados produtos e as pessoas que os confeccionam. Morcela com ananás, torta de erva do calhau, caldo de peixe à moda do Pico, polvo guisado à micaelense, bife regional à moda dos Açores, queijadas da Graciosa, compota de maracujá e bolo da sertã são algumas das receitas que dá a conhecer.

Comer à Moda dos Açores, Rúben Pacheco Correia (Contraponto), 17,70€.

Publicidade
Livro, Cozinha, O Homem que comia tudo, Ricardo Dias Felner
Livro, Cozinha, O Homem que comia tudo, Ricardo Dias Felner
©DR

5. O Homem que comia tudo

Ricardo Dias Felner, ex-director da Time Out Lisboa e Porto, jornalista e crítico gastronómico, tem provado realmente de tudo nos últimos anos, dos bofes aos insectos, sem discriminação. No seu blogue O Homem Que Comia Tudo escreve sobre episódios no talho, à mesa de um restaurante de fine dining ou em viagens ao outro lado do mundo em busca dos melhores pratos, mas também sobre pérolas em tascos locais ou os novos foodies. Isso tudo deu um livro, no qual reúne os textos publicados nos últimos anos e ao qual pode ir buscar inspiração para a próxima aventura culinária.

O Homem Que Comia Tudo, Ricardo Dias Felner (Quetzal), 17,70€.

Livro, Cozinha, O Vegetariano, Sandra Gomes Silva
Livro, Cozinha, O Vegetariano, Sandra Gomes Silva
©DR

6. O Vegetariano

Se o tempo a mais em casa o está a fazer reflectir sobre a vida e o seu regime alimentar, informe-se. Mudar para o vegetarianismo é um passo que deve ser consciente e informado. Neste livro, a nutricionista Sandra Gomes Silva, especialista neste tipo de dieta, guia-o e diz-lhe como dar os primeiros passos, com dicas práticas, listas dos alimentos que não podem faltar em casa e os que deve mesmo comprar na próxima ida ao supermercado. Tem também informações sobre os nutrientes mais importantes para ser um vegetariano saudável e receitas para pôr em prática.

O Vegetariano, Sandra Gomes Silva (Oficina do Livro), 18,90€.

Publicidade
Livro, Cozinha, Petiscos de açúcar e mel, Isabel Zibaia Rafael e Virgílio Nogueiro Gomes
Livro, Cozinha, Petiscos de açúcar e mel, Isabel Zibaia Rafael e Virgílio Nogueiro Gomes
©DR

7. Petiscos de açúcar e mel

Depois de Petiscos e Miudezas à Portuguesa e Petiscos do Rio e do Mar, a trilogia de Isabel Zibaia Rafael e Virgílio Nogueiro Gomes fecha-se com a chave de ouro da gastronomia portuguesa: os Petiscos de Açúcar e de Mel – que atire a primeira pedra quem não precisa de um docinho no final da refeição para a dar como terminada. Incentivam as idas para a cozinha e pegam em bolachas ou bolos tradicionais, dedicando capítulos especiais à utilização do mel, do açúcar escuro e de diferentes farinhas. E avisam: “os regimes alimentares não deverão ser impeditivos de alguns prazeres. A privação cria descontentamento. Aprendamos a ser felizes com alternativas.”

Petiscos de Açúcar e Mel, Isabel Zibaia Rafael e Virgílio Nogueiro Gomes (Marcador), 15,50€.

Mais para ler

livros
©Unsplash: Florencia Viadana

O que ler durante a quarentena?

Coisas para fazer

A frase está um bocado batida, mas cá vai: quando se tem um bom livro por perto nunca se está verdadeiramente só. Um livro, desde que bem escrito e com um bom enredo, daqueles que nos prende em poucas páginas, pode ser, por vezes, melhor companhia do que muita gente. Para que o seu isolamento forçado, a sua quarentena auto-imposta, o seu recolhimento espiritual obrigatório não se torne uma pena difícil de cumprir, há ainda quem dê o corpo à bala para que possa continuar a sonhar: livrarias que lhe entregam os livros em casa ou lhe enviam as novidades mais frescas do mundo livreiro pelo correio, por isso, aproveite a sua boa vontade. No Porto, a Flâneur, que também distribui livros em Vila Nova de Gaia e Matosinhos, leva-lhe livros de arte, História, ficção, contos, viagens, em português, espanhol, francês ou inglês, até à soleira da sua porta, gratuitamente e sem contacto. Se estiver interessado e pelas redondezas, pode fazer a sua encomenda através de flaneur.pt. A Poetria, especializada em poesia e teatro, também fechou as portas mas continua a enviar, para estas três cidades, os seus livros pelo correio. Uma vez por semana, para minimizar as saídas à rua, levam as encomendas aos CTT para serem expedidas gratuitamente. Mas há mais: há descontos de 10% em livros até 18 meses e outros, de 20% e 30%, em publicações de idade superior. Dê um salto a livrariapoetria.com e escolha o que vai querer ler. Umas ruas ao lado, o Café Candelabro não só despacha livros, como também lhe e

"The Triumph of Death", Bruegel (1562)
©DR

Três livros sobre outras pandemias

Coisas para fazer

Duas obras são de ficção, é certo, e catapultaram os seus autores rumo ao estrelato na cena literária mundial (cada um recebeu o Prémio Nobel da Literatura); mas uma delas é um retrato fiel do último surto de peste negra em Inglaterra, durante o século XVII. Aqui tem três livros sobre outras pandemias, que não a Covid-19, para ler durante esta quarentena. De tão trágicas, pode ser que estas publicações o ajudem a pôr as coisas em perspectiva e a perceber que, afinal, não estamos assim tão mal e que podia ser bem pior. Fique em casa a ler. Proteja-se. A si e aos outros.  Recomendado: O que ler durante a quarentena?

Publicidade
Plasticus Maritimus
© DR

Seis livros para ler sobre sustentabilidade

Coisas para fazer

Agora que a propagação da Covid-19 exige que as pessoas evitem sair à rua e a grande maioria dos eventos estão cancelados, há que pensar em programas dentro de portas. Se gosta de temas que envolvam o meio ambiente, aproveite esta lista, onde damos a conhecer seis livros sobre sustentabilidade que podem ser encomendados online. De resto, saiba que já há livrarias da cidade a oferecer os portes de envio para promover a leitura por estes dias.   Recomendado: Sete séries a não perder este mês

Arte, Pintura, Turistas ingleses de visita à Campânia (Itália), Carl Spitzweg
©J.P.Anders

Livros para viajar pelo mundo sem sair do lugar

Coisas para fazer

Tal como o viajante informado e atento convive com massas ignaras e indiferentes à cultura e história das regiões por onde passam em tropel apressado, enquanto fazem selfies frente a todos os monumentos e paisagens que integram o cânone turístico mundial, também os livros de viagens, que proporcionam uma visão reveladora do mundo e de nós mesmos, disputam hoje o espaço nas livrarias. Convivem com uma massa anódina de livros de prosa titubeante e infestada de lugares comuns e que, amiúde, mais não são do que uma soporífera compilação de episódios comezinhos sucedidos ao seu narcísico autor durante uma viagem (tantas vezes veloz e superficial) por paragens exóticas, polvilhada por meditações de filosofia de ervanária. Os seis títulos que se seguem fazem parte da primeira categoria e, na sua maioria, fogem ao padrão do livro de viagens. Recomendado: O que ler durante a quarentena?

Publicidade
Flâneur
© Flâneur

As livrarias do Porto que entregam livros em casa

Compras Livrarias

O Porto é um paraíso para os amantes de livros, mas nesta altura as ruas estão vazias, as portas estão fechadas e as pessoas estão em casa. Com um bom livro, é mais fácil escapar à realidade que agora que nos prende entre quatro paredes. O prazer de ler – de desaparecer e de mergulhar num mundo melhor – é uma solidão bem acompanhada. Fique em casa, mas não fique sem livros. Apoie as livrarias independentes do Porto. Siga esta lista para saber onde pode continuar a encomendar as suas leituras. Recomendado: As melhores livrarias no Porto  

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade