Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Porto icon-chevron-right Um super-herói Improvável numa peça de teatro improvável
Palmilha Dentada
© DR

Um super-herói Improvável numa peça de teatro improvável

O novo espectáculo da Palmilha Dentada foi “pensado, escrito, encenado e ensaiado” no Zoom, onde pode ser visto até 7 de Junho. Contamos-lhe o que pode esperar e fazemos um pedido: deixe a câmara e o microfone ligados.

Por Mariana Duarte
Publicidade

Mudam-se os tempos, ajustam-se as vontades. Com as salas de teatro fechadas, a companhia portuense Palmilha Dentada decidiu estrear um espectáculo no e para o online. Máscara Social foi “pensado, escrito, encenado e ensaiado” na plataforma Zoom, e é ela que lhe serve de palco e plateia. A peça fica em cena na Palmilha Cyber Arena™ (palavras dos próprios) até 7 de Junho, de quarta a domingo às 21.46 e com abertura de portas às 21.30 — antes e depois da peça, a sala virtual funciona como uma espécie de foyer, para que os espectadores possam conversar entre eles e com os artistas. Dentro das contingências, o objectivo é que isto seja um encontro vivido, no momento, “como todo o teatro deve ser”.

“Evidentemente que não é como ir ao teatro, mas isto tenta ser um paliativo, um genérico de um espectáculo de teatro em que se consiga ter aquele ambiente de encontro, partilha e comunicação que se vive no teatro e não se vive em mais lado nenhum”, diz Ricardo Alves, encenador e director artístico da Palmilha Dentada. E também por isso, o público é convidado a deixar a câmara e o microfone ligados, de modo a que as suas reacções não passem despercebidas e contaminem o espectáculo. “Se alguém do público se rir alto, o Zoom vai focar essa pessoa em vez de o actor”, explica Ricardo Alves. “É um bocadinho distrativo, confesso, mas a verdade é que é isso que torna o espectáculo num espectáculo, não é só mais um vídeo que podia estar gravado.”

Máscara Social foi escrito a pensar nestas e noutras especificidades “físicas e tecnológicas” do Zoom, procurando potenciá-las de um ponto de vista artístico. “O Zoom tem algumas coisas engraçadas, como a possibilidade de fazer planos grandes ou exagerados dos olhos ou dos dentes. E também estamos a tirar partido dos fundos virtuais da plataforma”, esclarece o encenador, a quem cabe também fazer a gestão de cada directo.

Interpretado pelos actores Ivo Bastos, João Costa e Tiago Araújo, este espectáculo recupera três personagens de Cabaret Infinito, peça de café-teatro que a companhia estava a apresentar no clube Pérola Negra, no Porto, antes da pandemia. São elas o Ministro do Ambiente, o seu assessor e um super-herói Improvável, aqui numa reunião de teletrabalho. E porquê o Ministério do Ambiente? “Agora já abrandou um bocado, mas nos primeiros meses da pandemia todo o espaço mediático estava centrado no Ministério da Saúde e na Direcção-Geral da Saúde. Portanto é um bocadinho sobre a angústia de um político que não tem visibilidade”, contextualiza Ricardo Alves. E também sobre o que ele pode fazer para voltar às luzes da ribalta. “Vamos ser maus, cruéis e honestos: o que move qualquer político é o ego, é por isso que eles vão para a política. Ou eram actores ou eram políticos.”

Quanto ao super-herói, chamado Improvável, o único (mas precioso, e muitas vezes inconveniente) super-poder que ele tem é o bom senso. “É o que falta à maior parte dos políticos em Portugal”, considera Ricardo Alves. “Não queremos obras faraónicas, queremos uma gestão inteligente e com bom senso do dia-a-dia.” Por vicissitudes “várias da vida”, este super-herói acaba por se tornar num assessor do Ministro do Ambiente.

E mais não dizemos. A reserva dos bilhetes para o espectáculo (que já teve apresentações esgotadas) pode e deve ser feita através do 91 069 8693 ou via palmilhadentada@gmail.com. O preço normal do bilhete é 5€. Quem tiver possibilidades de pagar mais, 10€ são bem-vindos. Contudo, e mesmo estando a passar por uma situação difícil como qualquer companhia ou artista independente neste período de paralisação da cultura, a Palmilha Dentada assinala que esses preços são indicativos. A companhia oferece um convite a quem não tiver capacidade financeira para pagar o bilhete. “O teatro é um bem de primeira necessidade”, assinala Ricardo Alves. De resto, 5% das receitas da bilheteira revertem a favor da Apuro – Associação Cultural e Filantrópica e destinam-se a apoiar trabalhadores precários e intermitentes das artes.

⯈ Até 7 de Junho. Qua-Dom, 21.30. 5-10€.

https://us04web.zoom.us/j/5514737168?pwd=VXFWdmRBT0c1Z2h6ZWRRV2NqN3FPdz09

 

Mais palco:

'Carnaval' de Victor Hugo Pontes
© Bruno Simão

Os melhores palcos da semana

Teatro

A pandemia fechou todos os espaços culturais. Na impossibilidade de apresentar espectáculos ao vivo, os artistas, salas e companhias estão a mobilizar-se online, com propostas diversas. A arte segue viva, através dos ecrãs. E agora, mais do que nunca, temos todo o tempo do mundo para ver espectáculos de teatro e de dança online, sem sair da cadeira, do sofá ou da cama – vá, não julgamos ninguém. Não será a mesma coisa que ir a um teatro, mas é o que temos por agora. E, na dúvida, é melhor aproveitar. Saiba o que pode ver em streaming nos próximos dias.  

Rivoli
© DR

Teatro Municipal do Porto retoma actividade em Setembro

Notícias Eventos e festivais

Todos os espectáculos que estavam agendados entre Março e Julho no Teatro Municipal do Porto serão integrados na temporada 2020/2021, que arranca em Setembro. Devido ao impacto provocado pela pandemia de Covid-19, o Teatro Municipal suspendeu a programação entre Março e Julho, mas vai assumir a totalidade dos compromissos com artistas e companhias, integrando todos os 22 eventos que não foram apresentados. A actividade será retomada em Setembro, caso as regras sanitárias impostas na ocasião assim o permitam. Nestes reagendamentos estão contemplados os projectos que seriam apresentados no âmbito do Festival Dias da Dança e as estreias de vários espectáculos nacionais, como Estro/Watts - Poesia da Idade do Rock, do Teatro Experimental do Porto em colaboração com o músico Paulo Furtado (7 e 8 de Novembro), Noite de Primavera, do Teatro Nova Europa (21 a 24 de Janeiro de 2021), e Lágrimas de Crocodilo, dos Jovens Artistas Associados do TMP, Guilherme de Sousa e Pedro Azevedo. Foram atribuídas novas datas às estreias em Portugal de Canzone per Ornella e Postcards from Vietnam (14 e 16 de Janeiro de 2021), do coreógrafo Raimund Hoghe, e de For four walls, RainForest e Sounddance, programa apresentado pelo CCN - Ballet de Lorraine, em comemoração do 100.º aniversário de Merce Cunningham (11 e 12 de Junho de 2021). Anne Teresa de Keersmaeker, coreógrafa e fundadora da companhia belga Rosas, regressará ao Rivoli em 2021, nos dias 12 e 13 de Março, bem como o marionetista francês Renau

Publicidade
TMP desafia famílias a criar histórias em conjunto
© DR

Teatro Municipal do Porto desafia pais e filhos a criar histórias em conjunto

Notícias Crianças

Um crocodilo que anda de bicicleta em torno do lago no jardim, uma girafa que limpa o pó apenas às prateleiras mais altas de casa ou uma sereia que deixa o mar uma vez por semana para ir cantar num restaurante. Estes são apenas três exemplos de conjugação das várias personagens, acções e situações que o PARALELO – Programa de Aproximação às Artes Performativas disponibiliza como inspiração para as famílias, desafiadas pelo Teatro Municipal do Porto (TMP) a escrever e/ou desenhar uma história a várias mãos. A iniciativa, que foi lançada no dia 15 de Maio, Dia Internacional da Família, convida pais e filhos a dar asas à imaginação em conjunto no sentido de assinalar o Dia Mundial da Criança, a 1 de Junho. Os participantes deverão partir das ilustrações que integram a última agenda do PARALELO para construir uma narrativa através do texto e/ou do desenho. Além de exercitar a criatividade juntas, as famílias podem divertir-se com um programa diferente. As histórias deverão ser partilhadas no Facebook ou no Instagram acompanhadas com o hashtag #TMPDesafioemFamilia até 29 de Maio. Os resultados serão divulgados pelo Teatro Municipal do Porto nas suas redes sociais a 1 de Junho. + Leia aqui as edições digitais e gratuitas da Time In Portugal + Escritores contam histórias infantis no Bairro dos Livros + Teatro Municipal do Porto retoma actividade em Setembro Fique a par do que acontece na sua cidade. Subscreva a newsletter e receba as notícias no email.

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade