As Flores do Imperador

Arte
As Flores do Imperador
Catarina G.F.

Há tapeçarias dignas de passar do chão para a parede. É o caso daquelas que se apresentam na primeira exposição do ano na Gulbenkian — “As Flores do Imperador”, que inaugura na Gulbekian e que estará patente até 21 de Maio. A exposição parte de motivos decorativos de dois tapetes da Colecção do Fundador, produzidos na Índia Mogol, e que trouxe de volta os bolbos e flores exóticas orientais no Ocidente ao longo do século XVII, que na época motivou a atenção dos botânicos sobre o estudo da flora exótica e local. Aliás, o fascínio pelas espécies trazidas do Oriente traduziu-se na publicação de compêndios botânicos ilustrados e a criação, pela Europa, de jardins com colecções de flores orientais e plantas raras.