O melhor guia de Lisboa

Restaurantes, bares, concertos, exposições, lojas e muito mais em Lisboa

Três sugestões para um fim-de-semana perfeito
Coisas para fazer

Três sugestões para um fim-de-semana perfeito

Escolher um sítio para jantar, um concerto a não perder, uma boa sessão de cinema, uma visita para se deixar guiar, uma feira para dar largas às compras. Parece simples mas às vezes dá trabalho. É para isso que cá estamos. Não dê mais voltas à cabeça a decidir o que fazer no fim-de-semana. A não ser que lhe digamos para ir andar na montanha russa.

Ler mais
Oito grupos de teatro que tem que conhecer
Coisas para fazer

Oito grupos de teatro que tem que conhecer

Por aqui entram em cena os clássicos e as novas dramaturgias, os cânones e o cruzamento de linguagens. Do Júlio de Matos a um armazém, re(descubra) as companhias de teatro mais alternativas que completam o roteiro de Lisboa. 

Ler mais
Natal Time Out: O vídeo do making of
Blog

Natal Time Out: O vídeo do making of

Para nós, o Natal tem de ser servido assim, com todos, como o bacalhau. Foi por isso que imaginámos a festa perfeita: dourada e com os convidados de sonho vestidos a rigor. Desafiámos dez lisboetas, alguns de gema, outros por afinidade, a juntarem-se à edição mais especial do ano, aquela grande, com as 101 sugestões de presentes que tanto jeito dão. Para nós, já começa a ser tradição pensar neste número redondo e rechear a revista com as ideias mais originais, os produtos mais apetecíveis e as últimas tendências de moda, tecnologia e estilo de vida. Mas com companhia, tudo se faz melhor. Da música à alta cozinha, da arte à televisão, estes dez têm-se feito notar, cada um na sua área. E alinharam nisto à séria. Nazaré Pinela, Mariama Barbosa, Matilde Breyner, Hugo Brito, Pedro Batista, Christina Lock, Nonô, Tomás Wallenstein, Francisco Cipriano e Patrícia Mamona foram connosco para o estúdio, lançaram confetis, sopraram serpentinas, dançaram e abriram espumante, numa espécie de Natal antecipado na casa daquele amigo mesmo fixe. Houve quem trouxesse os melhores vestidos do guarda-roupa, outros deliciaram-se ao vestir os modelitos que providenciámos com amor e carinho. Foi um dia em cheio que fizemos questão de registar num vídeo, também para lhe aguçar a curiosidade para a revista que chega às bancas já na quarta-feira, dia 30. É que os convivas não se limitaram a posar para as fotografias. Na nossa edição especial de Natal, eles próprios partilham o que querem ter debaixo da

Ler mais
Sete cafés em Lisboa para se abrigar do frio
Restaurantes

Sete cafés em Lisboa para se abrigar do frio

Pronto, o Outono já se instalou, já passou o verão de São Martinho, já se encurtaram as mangas das camisas até aos ombros... agora é tempo de as desenrolar para baixo, pôr uma camisola mais quentinha, esquecer as esplanadas por uns tempos e procurar abrigo em cafés acolhedores. Damos-lhe sete ideias, uma por cada dia da semana.

Ler mais
12 concertos de Natal a custo zero
Música

12 concertos de Natal a custo zero

As compras e os jantares de Natal já começaram a dilapidar o orçamento familiar mas não quer ficar fechado em casa (ou no centro comercial)? Estes 12 concertos natalícios com entrada livre podem ser a resposta às suas preces – ou não. Há desde cânticos de Natal romenos e australianos, a clássicos alemães e peças do cancioneiro tradicional português.

Ler mais

Comer e beber em Lisboa

O melhor bolo-rainha em Lisboa
Restaurantes

O melhor bolo-rainha em Lisboa

Corremos atrás das mais belas e saborosas monarcas da cidade e desafiámos a redacção da Time Out a eleger o melhor bolo-rainha em Lisboa, numa prova cega. 

Ler mais
As melhores sopas de Lisboa
Restaurantes

As melhores sopas de Lisboa

Qual é a sopa do dia? “De legumes”. Mas que legumes? “Isso não sei”. Até há pouco, esta conversa com o empregado de mesa repetia-se vezes sem conta nos restaurantes da cidade. E era uma tristeza. Uma falta de consideração para com a sopa. Ora, felizmente, há cada vez mais cozinheiros para quem a sopa não é apenas uma panela com cenouras e batatas trituradas. Aliás, algumas das que lhe propomos demoraram horas a serem preparados e são mais complexas do que muitas receitas de chef.

Ler mais
Novembro: os restaurantes por onde andámos este mês
Blog

Novembro: os restaurantes por onde andámos este mês

No dia em que se fina o mês de Novembro do ano da graça de 2016, recapitulamos as principais notícias que demos sobre a gastronomia lisboeta nos últimos 30 dias. Por outras palavras, estes são os sítios que mais entusiasmaram os jornalistas de Comer & Beber este mês. O ponto alto do mês foi, não há volta a dar, a entrega das estrelas Michelin. A chuva de estrelas não foi tão intensa quanto se esperava, mas ainda assim, Portugal esteve de parabéns. Quanto a Lisboa, se ainda não decorou os nomes dos agraciados em 2017, aqui vai: Alma, de Henrique Sá Pessoa, Loco, de Alexandre Silva, LAB by Sergi Arola, de Sergi Arola, todos com uma estrela; houve renovações de duas estrelas no Belcanto, de José Avillez, de uma no Feitoria, de João Rodrigues, no Eleven, de Joachim Koerper, e Fortaleza do Guincho, de Miguel Rocha Vieira.    Café Colonial, Príncipe RealFotografia: Arlindo Camacho     Quanto a aberturas, há o novo Café Colonial (Rua Dom Pedro V), do chef Vasco Lello (ex-Flores do Bairro), no novo Memmo Príncipe Real Hotel, com uma cozinha bem diferente do que fazia no antigo espaço, mais ligado aos petiscos e arrozes. Aqui, e a respeitar o nome do restaurante, fazem-se pratos que os olhos também comem (e os dedos fotografam), com influências brasileiras, africanas, japonesas e chinesas. Exemplos? Caril de camarão com chutney de manga, arroz e paparis ou bacalhau negro com miso e chawanmushi, um caldo japonês.   Arroz malandro de lingueirão com robalo, uma novidade no

Ler mais
Os melhores restaurantes franceses de Lisboa
Restaurantes

Os melhores restaurantes franceses de Lisboa

Esta lista dos melhores restaurantes franceses em Lisboa é uma homenagem à boa gastronomia gaulesa e um guia para encontrar pratos típicos como soup a l’oignon, confit de canard ou um valente entrecôte. Carregue nos erres e bon appétit.

Ler mais
Os melhores restaurantes japoneses de Lisboa
Restaurantes

Os melhores restaurantes japoneses de Lisboa

A oferta de restaurantes japoneses em Lisboa cresceu em larga escala nos últimos anos. Nem tudo o que abriu, porém, tem a qualidade de matéria-prima desejada ou mãos que a saibam tratar como merece. Bem espremidos, são poucos aqueles servem bom sushi, seja ele mais ou menos tradicional, mas confecionado com talento. São poucos, mas já fazem um conjunto agradável. Ei-lo. 

Ler mais
Saiba de outros sítios onde comer e beber na cidade

Coisas para fazer na cidade

Bom dia, Lisboa!
Coisas para fazer

Bom dia, Lisboa!

Algumas pessoas fazem notar que "madrugador" é uma palavra formada a partir de "madrugar" + "dor". Mas a verdade as primeiras horas do dia não têm de ser passadas em agonia. Ora veja.

Ler mais
Escapadinhas gastronómicas que valem a viagem
Restaurantes

Escapadinhas gastronómicas que valem a viagem

Lisboa importou restaurantes do resto do país, sobretudo do Alentejo e de Trás-os-Montes. Mas nada se compara à experiência de ir comer ao sítio de origem. O caminho pode ser demorado, mas passámos o país a garfo fino para lhe dizer quais são as 15 mesas que valem cada quilómetro.

Ler mais
Roteiro Vintage em Lisboa
Compras

Roteiro Vintage em Lisboa

Já lá vai o tempo em que os lisboetas ficavam de pé atrás com a segunda mão. A moda do vintage chegou, viu e venceu — e não quer arredar pé da cidade. No armário, em todas as divisões da casa, no cabelo, no prato e na ponta do pé, o vintage tem sido adoptado de forma mais ou menos radical e pode aparecer sob a forma de bagatela ou de artigo de luxo. Escolha a década do século passado que faz mais o seu género e procure-a neste roteiro vintage de Lisboa. Vai encontrar muitos tesourinhos — e nada deprimentes.   

Ler mais
O Inverno segundo dez marcas lisboetas
Compras

O Inverno segundo dez marcas lisboetas

Caiágua  A colecção, a marca: é tudo novinho, a estrear. Os dois sócios, um do Porto e o outro alfacinha de gema (o próprio do Alfaiate Lisboeta, para sermos mais exactos), acharam que os impermeáveis eram solo ainda por explorar. E acharam muito bem. No fundo, não era de um casaco para a chuva, com ar cool e até alguma cor, que todos estávamos a precisar? Ela que caia, que a Caiágua já resolveu o problema.   Be You, Be Beautiful E quando já nenhuma mulher diz não a um casaco de pêlo, a Be You, Be Beautiful vem com tudo. Na nova colecção há três modelos que saltam à vista, não tanto pela textura, mais pelas cores. No que depender desta marca, o Inverno tem três tons: azul, verde e cor-de-rosa.   Harper Eis a marca lisboeta que sabe como manter os pés bem assentes na terra. A Harper já caminha sobre as folhas secas e soube moldar-se na perfeição a esta espécie de limbo climatérico em que andamos. Detalhes em pêlo, biqueiras pontiagudas, botins, sapatos rasos e ténis todo-o-terreno, só para garantir que a mulher lisboeta se calça à altura de todas as ocasiões.   Leonor Poeiras para a Rufel A Rufel é do Norte, mas nesta colecção temos um óptimo pretexto para puxá-la cá para baixo. Leonor Poeiras foi a designer de serviço e pensou em seis malas que lhe enchessem as medidas em todas as ocasiões. Da clutch, essencial às noites de festa, à mochila, presença assídua em tudo o que é festival, a apresentadora deu um toque pessoal àquela que é uma das colaborações do momento.

Ler mais
Lisboa tem uma nova armadilha para turistas: O Mundo Fantástico da Sardinha Portuguesa
Blog

Lisboa tem uma nova armadilha para turistas: O Mundo Fantástico da Sardinha Portuguesa

Se há dez anos lhe dissessem que ia abrir no Rossio uma loja de sardinhas em lata decorada com temática circense chamada O Mundo Fantástico da Sardinha Portuguesa, acreditava?  Não, não é um sonho. Desde esta quinta-feira que pode ir à esquina da Praça D. Pedro IV com a Calçada do Carmo abastecer-se de conservas. E o que têm estas conservas de especial? Estão numeradas de 1916 a 2016 e decoradas com um pouco de trivia sobre o ano em questão. Se tem alguma afinidade ao ano de 1996, aquele em que nasceu a ovelha Dolly, pode comprar uma lata de sardinha a assinalar o facto. Se o que procura é uma maneira diferente de festejar o fim da II Guerra Mundial, então a lata de 1945 é para si. As cantoras Adele e Rihanna nasceram em 1988, sabia? Há uma lata de sardinha disposta a recordar-lhe isso. E só custa 5€.   Dentro de cada uma das latas estão sardinhas portuguesas em azeite da Comur, Fábrica de Conservas da Murtosa. E cada conserva tem exactamente o mesmo conteúdo, independentemente do ano assinalado na embalagem – uma sardinha do ano em que foi inventado o nylon tem exactamente o mesmo sabor do peixe contido na lata que anuncia o último Campeonato Europeu de futebol, ganho por Portugal. A espalhafatosa loja, que às cinco da tarde de hoje estava cheia, é dos mesmos donos do polémico Pastel de Bacalhau com Queijo da Serra. 

Ler mais
Sete coisas para fazer sozinho em Lisboa
Coisas para fazer

Sete coisas para fazer sozinho em Lisboa

Dispa o pijama, saia de casa e aproveite para passar tempo de qualidade com a pessoa mais importante da sua vida: você. Damos-lhe sete motivos para celebrar a cidade de forma ímpar sem nunca se sentir sozinho. Vale tudo menos dar de comer aos pombos (não faça isso, é deprimente).

Ler mais
Mais coisas para fazer na cidade

Ecrã

Dez presidentes dos EUA no cinema e na televisão
Filmes

Dez presidentes dos EUA no cinema e na televisão

Peter Sellers, Jack Nicholson, Morgan Freeman, Harrison Ford, Martin Sheen e até Geena Davis já personificaram presidentes dos EUA fictícios em filmes e séries como Marte Ataca!, Força Aérea 1 ou Senhora Presidente.

Ler mais
Sete filmes de Natal alternativos
Filmes

Sete filmes de Natal alternativos

Há filmes de Natal, filmes para o Natal, filmes com o Natal por fundo. Ora, estando os novos nos cinemas e praticamente todos os outros alinhados para as programações televisivas, as alternativas, no entanto, são muitas. E algumas até acrescentam um bocadinho de consciência, para compensar consumismo e comezaina. 

Ler mais
Nicolas Cage: bom ou mau actor (ou sete razões para a dúvida persistente)
Filmes

Nicolas Cage: bom ou mau actor (ou sete razões para a dúvida persistente)

Ao todo são 84 filmes, contando com os cinco anunciados para 2017 e os cinco estreados este ano. É obra. Na generalidade, má. É o dinheiro que leva Cage a aceitar qualquer argumento, ou acha-se capaz de fazer de qualquer porcaria um êxito? O mistério continua.

Ler mais
A II Guerra Mundial em dez filmes
Filmes

A II Guerra Mundial em dez filmes

Uma selecção de filmes americanos, mas também ingleses, alemães, russos, japoneses e até um brasileiro ambientados em várias fases e cenários da II Guerra Mundial, assinados por realizadores como Andrzej Wajda, René Clément, Andrei Tarkovsky, Richard Attenborough ou Wolfgang Petersen.

Ler mais
Sete stripteases (ou quase) que o cinema não esquece
Filmes

Sete stripteases (ou quase) que o cinema não esquece

Os puritanos arrepiam-se e qualquer pedaço de carne à mostra é um pecado. Os outros apreciam, uns com elegância e discrição, outros com boçalidade, outros, ainda, mais intelectualmente, gostam da integração da nudez na narrativa como antes diziam comprar a Playboy pelas entrevistas.  

Ler mais
Cinquenta filmes clássicos imprescindíveis
Filmes

Cinquenta filmes clássicos imprescindíveis

Comédias e westerns, policiais e melodramas, ficção científica e fantástico, sem esquecer o musical, fazem parte desta lista de fitas clássicas. Nela encontramos obras de realizadores como Buster Keaton, Fritz Lang, Ingmar Bergman, John Ford, Howard Hawks, Fellini, Truffaut, Godard, Luchino Visconti ou Martin Scorsese, entre muitos, muitos outros.   

Ler mais