Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Quatro sítios para uma sessão de strip em Lisboa

Quatro sítios para uma sessão de strip em Lisboa

Está à procura de uma noite com mais pele à mostra? Passe por um destes quatro bares de strip em Lisboa

Viking - Espaço
©Anne Louise
Por Editores da Time Out Lisboa |
Publicidade

A temática é ingrata, bem sabemos. Mas é provável que tenha daquelas noites em que um copo básico não chega. Não, não estamos a falar de ideias para resolver a despedida de solteiro ou de quando o seu clube se sagra campeão. Nem mesmo de quando lhe deram a promoção que merecia há uns anos. Falamos de noites em que lhe apetece mais do que rumar a uma discoteca ou a um bar com o intuito de beber. Por isso, e porque queremos que o seu lado kinky se mantenha de boa saúde, damos-lhe três sítios para uma sessão de strip em Lisboa.

Recomendado: As melhores sex shops em Lisboa

 

Uma foto da Time Out Magazine

A Time In Portugal já está disponível

Pode ler a última edição no conforto do seu sofá

Ler a revista

Quatro sítios para uma sessão de strip em Lisboa

bodyclub
©BodyClub
Noite, Bares e clubes de strip-tease

BodyClub

Grande Lisboa

Aberto desde 2011, o BodyClub é um clube de cavalheiros, mas também se apresenta como um espaço estimulante para casais, divertido para despedidas de solteiro e uma boa opção para jantares fora de horas. E não se fecha a sete chaves: no site oficial está tudo a nu, da agenda do espaço aos tipos de espectáculos que os clientes podem usufruir, como pole dance, show em palco ou em privado e ainda o contacto em privado. No centro das atenções está um palco com varão duplo, onde dançarinas nacionais e internacionais mostram o seu talento, mas existem ecrãs espalhados pela casa que não o deixam falhar qualquer detalhe da actuação. Para acompanhar há uma extensa lista de espumantes, pica-pau, bacalhau assado ou tornedó.

Elefante Branco
©Ruy Coelho
Noite, Adultos

Elefante Branco

Avenida da Liberdade/Príncipe Real

O antigo Elefante Branco viajou uns “50, 70 metros” para se instalar neste novo espaço que abriu portas em 2018 e onde não falta um elefante branco em mármore no hall de entrada, uma escultura feita “de propósito” para o novo clube nocturno por Rogério Abreu. O novo Elefante Branco tem uma sala privada com garagem própria onde podem jantar 12 pessoas. Tem também outra sala com 180 lugares sentados e um balcão com imagens do Kama Sutra talhadas em madeira. Quem é habitué destas casas nocturnas pode reconhecer algumas caras entre as 18 pessoas que ali trabalham agora. Alguns antigos funcionários do Elefante Branco regressaram, um deles com 27 anos de serviço. E o clássico Bife à Elefante Branco também. “Está melhor do que nunca”, garantem. “A carne é maturada”. 

Publicidade
lingerie restaurante
©Inês Costa Monteiro
Restaurantes, Português

The Lingerie Restaurant

São Sebastião

O espaço passou por Santa Maria da Feira ou Póvoa de Varzim. Esses sítios desapareceram e o Lingerie mudou-se para o Porto. Agora também tem um espaço em Lisboa e a vocação é a mesma, sem tirar nem pôr. Ou melhor, a tirar e sem pôr. Aqui há shows de striptease masculinos e femininos e no restaurante um menu bastante diversificado. No cardápio encontram-se um Minete à antiga (lombinhos de porco servidos com batata assada e legumes), um Bacanal na praia (folhado de bacalhau com molho de marisco e legumes de época) ou um Orgasmo na horta (tagliatelle com cogumelos frescos e ratatouille, coentros e molho de caril), entre outras iguarias.

Viking
© Inês Calado Rosa
Noite

Viking

Cais do Sodré

No Viking, à uma e às três da manhã, o palco é de Mónica. Depois de Fabiana ter dado nome à casa quando o assunto era o varão, o Viking continuou a apostar forte na mostragem de pele e o que tinha começado como uma experiência de nicho é hoje um dos programas mais concorridos do Cais do Sodré. Prepare-se para um "vamos ficar com o show da Mónica!". Ou então, para algo completamente diferente, espere pelas duas da manhã da primeira quinta-feira de cada vez e assista ao espectáculo de Big John, que se apresenta como "o único stripper anão de Portugal".

Mais noite

Alfaiataria Cais do Sodré
©Duarte Drago
Noite

Os melhores bares no Cais do Sodré

Se há coisa que o Cais do Sodré tem é múltipla personalidade. Ainda bem, porque é precisamente esse o mote que esperamos de um sítio que reúne meia Lisboa todas as semanas. Aos que gostam de conversa, aos que gostam de copos, aos que querem só uma cerveja depois do trabalho e aos que querem que o sol nasça, este é o lugar perfeito para conjugar as vontades. A agenda também ajuda, com música a ecoar por todos os lados, em dj ou em concerto. E é por isso que deve, obrigatoriamente, uma visita aos melhores bares no Cais do Sodré.

Monkey Mash
©Inês Félix
Noite

Os 26 melhores bares em Lisboa

Dizem que Lisboa é a nova Berlim – e são capazes de ter razão. A movida da cidade já ganhou fama internacional e há discotecas para todos os gostos, do rock ao techno, passando pelo funaná ou o electro dos subúrbios. Há um bar de cocktails na lista dos melhores do mundo, outros clássicos onde precisa de tocar à campainha para entrar e sítios onde dá jeito conhecer o porteiro para passar à frente na fila. Dizemos-lhe os bares que acabam de abrir e recomendamos outros onde, no que depender de nós, nunca vai passar sede. São os 27 bares em Lisboa que não pode ficar sem conhecer.

Publicidade