Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Filmes

Filmes

Do pequeno ao grande ecrã, os filmes em cartaz, o que vem a caminho e as nossas críticas, listas de filmes e notícias de cinema

Os desenhos animados que estamos desejosos que cheguem ao cinema
Filmes

Os desenhos animados que estamos desejosos que cheguem ao cinema

Títulos como Frozen II: O Reino do Gelo ou A Ovelha Choné: A Quinta Contra-Ataca, são sem dúvida duas das longas-metragens de animação mais aguardadas e apetecíveis que vão chegar aos cinemas portugueses até ao final deste ano. Mas há muitas outras, incluindo uma co-produção entre o Reino Unido, o Canadá e o México que se chama Cranston Academy: Monster Zone. Pode ainda contar com Armados em Espiões, uma paródia ao cinema de espionagem e aos filmes de 007, e O Segredo das Bolachas, com um elenco de luxo que inclui Emily Blunt, Sylvester Stallone e Danny DeVito. Recomendado: Os melhores eventos infantis em Lisboa para os próximos tempos  

Cinema alternativo em Lisboa esta semana
Filmes

Cinema alternativo em Lisboa esta semana

Se é daqueles que não deixa passar uma estreia, pode espreitar os filmes em cartaz esta semana. Mas, se é um verdadeiro cinéfilo (ou um aspirante a), deve ter em mente que algumas pérolas do cinema escapam às grandes salas. São clássicos para ver e rever – ou apenas filmes fora da rota comercial e por isso fora dos grandes centros comerciais. Para não perder nada, todas as semanas damos-lhe as melhores sugestões de cinema alternativo em Lisboa, habitualmente em salas muito especiais. Não perca a oportunidade de ver (ou rever) alguns filmes obrigatórios, grandes clássicos ou filmes fora da rota comercial. Recomendado: Filmes em cartaz esta semana

Os melhores filmes de 2019 (até agora)
Filmes

Os melhores filmes de 2019 (até agora)

Sabemos que o ano ainda vai a meio e é muito cedo para fazer balanços. Sabemos que as listas ainda vão mudar e muito, que os filmes vão ser revistos e reavaliados até Dezembro. Sabemos isso tudo. Mas o que é certo é que há pessoas a perguntarem ao Google pelos "melhores filmes de 2019". E a Time Out Lisboa está aqui para responder a essas e outras questões existenciais. De O Cavalheiro com Arma, de David Lowery, estreado logo no início do ano, a Toy Story 4, realizado por Josh Cooley e a mais recente obra-prima da Pixar, estes foram os melhores filmes que vimos nos cinemas portugueses em 2019. Até agora. Recomendado: Os melhores filmes de 2018

O que é nacional é bom: nove séries portuguesas para ver e recordar
Filmes

O que é nacional é bom: nove séries portuguesas para ver e recordar

Longe vão os tempos em que a ficção na televisão nacional se resumia sobretudo às telenovelas. Nos últimos anos, a produção nacional de séries cresceu e provou que o formato pode funcionar. Conta-me Como Foi, adaptação do original espanhol Cuéntame Cómo Pasó, marcou em 2007 o início da mudança. Nos anos que se seguiram, a RTP trouxe ao público apostas bem sucedidas como Último a Sair, Mistérios de Lisboa ou As Linhas de Torres. Sara, de Bruno Nogueira, ou Sul, de Ivo M. Ferreira, confirmaram que o panorama nacional mudou de vez. Mas também vale a pena voltar aos anos 1980 e recordar Duarte e Companhia – que está de volta ao epqueno ecrã, na RTP Memória, e a nossa única fuga ao século XXI. Recomendado: Séries da Netflix que não o vão deixar sair do sofá

Filmes em cartaz esta semana
Cinemas

Filmes em cartaz esta semana

Tanto cinema, tão pouco tempo. Há filmes em cartaz para todos os gostos e feitios. Das estreias da semana aos filmes que, semana após semana, continuam a fazer carreira nas principais salas. Saiba que filmes estão em que cinemas, e quando é que os pode ver. E, se não souber o que escolher, leia as nossas críticas.

Últimas críticas

O Imperador de Paris
Filmes

O Imperador de Paris

Filme de época, história biográfica, enredo policial, aventura de capa e espada. O Imperador de Paris, de Jean- François Richet, consegue 
ser tudo isto e inscreve-se num tipo de cinema cada
 vez mais raro na produção francesa: o grande filme popular de qualidade. Ao contar como, sob o regime napoleónico, no início do século XIX, Eugène François Vidocq, um conhecido e carismático malfeitor que se queria regenerar, foi perdoado dos seus crimes e nomeado director da polícia pelo temido e poderoso ministro da Polícia Joseph Fouché, Richet conta-nos também um pedaço da história dessa França que se refaz após as convulsões e as barbaridades da Revolução Francesa, passada em parte numa Paris em renovação (e quase totalmente recriada em estúdio, como nas grandes produções históricas a cuja linhagem O Imperador de Paris pertence). O filme combina com trepidante eficácia peripécias tipicamente romanescas e folhetinescas, e factos reais tirados às memórias escritas por
 Vidocq, personificado com intensidade atormentada por Vincent Cassel. Ele sucede no papel a Harry Baur, George Sanders, Bernard Noel, Claude Brasseur ou Gérard Depardieu, demonstrando a popularidade perene desta personagem tão singular e maior da pequena história de França. Por Eurico de Barros

A Time Out diz
3 /5 estrelas
Os Órfãos de Brooklyn
Filmes

Os Órfãos de Brooklyn

Desde 1999, ano em que o romance Motherless Brooklyn, de Jonathan Lethem, foi publicado, que o actor Edward Norton andava a tentar filmá-lo, tendo-o conseguido após duas décadas de insistência e com um orçamento bem mais pequeno do que a fita dá a entender. Além de realizar Os Órfãos 
de Brooklyn, Norton também escreveu o argumento (que, entre outras alterações ao livro, passa 
a acção da nossa época para a década de 50) e interpreta o papel principal. Ele é Lionel Essrog, um detective particular que sofre da síndrome de Tourette, que o faz torcer-se com tiques
 e dizer coisas absurdas ou inconvenientes a todo o pé de passada. O seu patrão e melhor amigo, Frank Minna (Bruce Willis), tirou-o, e aos três outros investigadores da agência, quando eram mais novos, de um orfanato onde eram maltratados, dando-lhes amizade e emprego. Quando Frank é assassinado durante uma investigação 
que manteve secreta para os seus homens, Lionel decide investigar as circunstâncias
da sua morte. E cai de cabeça num enredo de corrupção municipal, discriminação racial e segredos de família, que tem como protagonistas principais Laura, uma jovem negra (Gugu Mbatha-Raw) que participa num movimento que está a denunciar uma série de arbitrariedades urbanísticas em Brooklyn, Robert Randolph (Alec Baldwin), o popular e poderoso vereador encarregue do desenvolvimento urbano, e Paul Randolph (Willem Dafoe), um outrora brilhante engenheiro caído no esquecimento e na penúria. Os Órfãos de Brooklyn contempl

A Time Out diz
3 /5 estrelas
As Raparigas do Sol
Filmes

As Raparigas do Sol

Este filme da francesa Eva Husson sobre um grupo de mulheres curdas que combatem o Estado Islâmico (Daesh) competiu no Festival de Cannes no ano passado, e foi recebido com bastante hostilidade, sobretudo pela crítica gaulesa. Uma das acusações lançadas
a As Raparigas do Sol foi de que era “demasiado romanesco”, mas parece claro a quem veja o filme que a intenção da realizadora
era precisamente compaginar o documental e o ficcional. A unidade feminina do filme, liderada por Bahar (a bonita e excelente Golshifteh Farahani), tem a particularidade de ser composta por mulheres que já estiveramcativasdoDaeshe passaram por vários horrores às mãos dos extremistas islâmicos. O grupo é acompanhado por uma repórter francesa, Mathilde (Emmanuelle Bercot, maquilhada para se parecer com a jornalista inglesa Marie Colvin, que morreu no cerco de Homs, em 2012). Husson nem sempre prima pela subtileza (sobretudo no uso da banda sonora) mas As Raparigas do Sol cumpre com a sua intenção principal: retratar o sofrimento, a abnegação e a coragem das mulheres curdas que pegaram em armas para defender a sua terra, as suas famílias e a sua dignidade. Por Eurico de Barros

A Time Out diz
3 /5 estrelas
Luz da Minha Vida
Filmes

Luz da Minha Vida

Luz da Minha Vida, filmado, escrito e interpretado por
 Casey Affleck (a sua segunda realização após I’m Still Here), começa com um plano fixo de 12 minutos em que, no interior de uma tenda de campismo,
 um pai (Affleck) conta à filha (Anna Pniowsky) uma longa e complicada história sobre um raposo e uma raposa apanhados pelo dilúvio bíblico. A certa altura, Rag, a filha, pergunta ao pai se a raposa, de nome Goldy, era “a única fêmea da sua espécie”. A questão pode parecer anódina e ingénua. Mas faz todo o sentido no contexto em que 
a menina e o pai se encontram. Eles não estão a fazer campismo e na manhã seguinte não farão 
a trouxa e regressarão de carro a casa, onde o resto da família os espera para jantar. Rag e o pai estão a procurar sobreviver num futuro próximo do nosso, em que uma estranha e terrível epidemia matou quase todas as mulheres e causou uma catástrofe social. A menina é uma das raras que tem imunidade à doença que levou a mãe (Elizabeth Moss, num pequeno papel). Para a proteger, o pai fá-la passar por rapaz, papel que Rag desempenha quase sempre
 de forma inatacável (um dos momentos mais delicadamente comoventes de Luz da Minha Vida é quando pai e filha se instalam provisoriamente numa casa isolada e vazia, e Rag descobre, com a alegria própria da idade – e de quem está farta de fingir ser um rapaz –, que as roupas, e em especial os vestidos da menina que ali viveu, lhe servem como uma luva.) Luz da Minha Vida é uma história pós-apocalíptica, mas anti-e

A Time Out diz
3 /5 estrelas
Ver mais críticas

Outros filmes em cartaz

Le Mans '66: O Duelo
Filmes

Le Mans '66: O Duelo

Matt Damon e Christian Bale interpretam este filme de James Mangold, que recria a concepção e construção, nos anos 60, do Ford GT40, que em 1966 foi desafiar a supremacia da Ferrari nas míticas 24 Horas de Le Mans. Por Eurico de Barros

Alpha: Nos Bastidores da Corrupção
Filmes

Alpha: Nos Bastidores da Corrupção

O cineasta filipino Brillante Mendoza (Serviço, Mãe Rosa) assina esta fita passada durante uma operação das forças especiais das Filipinas, para capturarem um dos principais traficantes de droga de Manila. Por Eurico de Barros

Missão YETI: Em Busca do Homem das Neves
Filmes

Missão YETI: Em Busca do Homem das Neves

Nesta animação de longa-metragem produzida no Canadá e passada nos anos 50, um detective particular e uma jovem antropóloga partem numa missão para tentarem provar a existência do Abominável Homem das Neves. Por Eurico de Barros

Midway
Filmes

Midway

A importantíssima batalha da II Guerra Mundial travada em pleno Pacífico entre os EUA e o Japão, já foi recriada por Hollywood em 1976 em Midway, de Jack Smight, um filme carregado de estrelas da altura, de Charlton Heston a Robert Mitchum e Henry Fonda. Esta nova dramatização é assinada por Roland Emmerich, com Dennis Quaid, Woody Harrelson e Patrick Wilson no elenco. Por Eurico de Barros

Mais filmes em cartaz

Listas de filmes para se perder em frente ao ecrã

Clássicos de cinema para totós
Filmes

Clássicos de cinema para totós

Farto de não fazer ideia do que falam os cinéfilos à volta? Cansado de se perder em referências desconhecidas quando se fala de cinema? A Time Out quer resolver esse problema, no melhor espírito de serviço público, e nas próximas páginas (da internet) vai ler tudo o que precisa de saber. São os clássicos de cinema para totós, distribuídos por dez lições que vão dos tempos do cinema mudo e de filmes como Intolerância, de D.W. Griffith, ou Luzes da Cidade, de Charlie Chaplin, entre outros, até ao novo século, nos casos de Mulholland Drive, de David Lynch, e Haverá Sangue, de Paul Thomas Anderson, por exemplo.  Recomendado: 50 filmes clássicos imprescindíveis

50 filmes clássicos imprescindíveis
Filmes

50 filmes clássicos imprescindíveis

Comédias e westerns, policiais e melodramas, ficção científica e fantástico, sem esquecer o musical, fazem parte desta lista de fitas clássicas. Nela encontramos obras de realizadores como Buster Keaton, Fritz Lang, Ingmar Bergman, John Ford, Howard Hawks, Fellini, Truffaut, Godard, Luchino Visconti ou Martin Scorsese, entre muitos, muitos outros.

25 filmes portugueses obrigatórios
Filmes

25 filmes portugueses obrigatórios

Nas várias fases do cinema português, há filmes e realizadores de se lhes tirar o chapéu, alguns, e mais do que uma vez, reconhecidos internacionalmente. Há nomes que se repetem, claro, porque como o resto na vida há realizadores melhores do que outros. Como estes 25 filmes portugueses.

Os 100 melhores filmes de terror de sempre
Filmes

Os 100 melhores filmes de terror de sempre

Escolher os melhores filmes de terror de todos os tempos é assustador, a todos os níveis. Especialmente tendo em conta a atenção que o género tem recebido em anos recentes, à custa de filmes como Foge ou Hereditário. Parece que, depois de anos nas margens, o cinema de terror está a passar por um momento de adulação crítica. Ainda assim, quando chegou a altura de escolher os filmes mais assustadores de sempre, além dos críticos da Time Out, consultámos aqueles que nunca tiveram medo do terror. Desde o mestre Stephen King a um autor como Guillermo del Toro, passando por amantes do género como Simon Pegg ou o músico Alice Cooper. O resultado é uma lista variada e que inclui, inevitavelmente, algumas escolhas polémicas. Será Alien, o Oitavo Passageiro, o clássico de ficção científica de Ridley Scott, um filme de terror? Faz sentido colocar O Silêncio dos Inocentes, de Jonathan Demme, na mesma lista que As Noites de Halloween ou O Exorcista? Os críticos e especialistas consultados acharam que sim. Eis os 100 melhores filmes de terror de sempre. Recomendado: As escolhas dos peritos

Os 100 melhores filmes de comédia de sempre
Filmes

Os 100 melhores filmes de comédia de sempre

Qualquer lista de melhores filmes de comédia de sempre é discutível (mas qual é que não é?), que isto do humor varia muito de pessoa para pessoa. Então como é que se escolhem os melhores? Com seriedade e abrangência. Mais concretamente, falando com peritos, desde cómicos a actores, realizadores e escritores.  Desde películas clássicas a outras mais recentes e de sucessos de bilheteira a filmes mais experimentais, por assim dizer, estas comédias são fonte contínua de gargalhadas ou sorrisinhos sarcásticos, tanto faz, perante a imaginação cómica ou o puro disparate transformado em arte de fazer rir. Recomendado: As escolhas dos peritos

Os 100 melhores filmes de ficção científica de sempre
Filmes

Os 100 melhores filmes de ficção científica de sempre

O potencial cinematográfico (e não só) da ficção científica é quase infinito. É nestes filmes que os nossos maiores pesadelos podem tornar-se realidade e os nossos sonhos concretizar-se, ao mesmo tempo que é dito e posto em causa algo sobre o nosso presente. E o género sempre fez as delícias do público, desde o tempo dos efeitos especiais básicos e rudimentares dos filmes mudos ao excesso digital dos blockbusters contemporâneos. Hoje, no entanto, é a própria crítica quem aplaude e celebra muitos destes filmes, tal como acontece com os super-heróis e o terror. A pensar nisso, elegemos os 100 melhores filmes de ficção científica de sempre. Recomendado: Cinema alternativo em Lisboa

As melhores séries de televisão

As melhores séries para ver na Netflix
Filmes

As melhores séries para ver na Netflix

O catálogo da Netflix, em Portugal, tem algumas falhas. Isso é notório sobretudo nos filmes, mas também nas séries. Só é possível colmatar esse problema devido a umas quantas parcerias estratégicas e ao facto de algumas das melhores produções do momento serem originais do serviço de streaming. O que é inegável é que, com uma ou outra excepção de peso, como Os Malucos do Circo dos Monty Python, a maior parte das séries disponíveis na Netflix foi feita neste século. Fique a conhecer o que de melhor temos disponível por cá, com esta lista das melhores séries para ver na Netflix. Recomendado: As séries originais Netflix que tem de ver

Seis razões para ligar a televisão esta semana
Filmes

Seis razões para ligar a televisão esta semana

Somos adeptos de passeios pela cidade, idas ao cinema (consulte aqui os filmes em cartaz esta semana), e ao teatro (olhe a quantidade de peças que pode ver este mês), jantares fora (com tantos restaurantes novos, porque vai sujar os tachos lá de casa?), concertos e uns bons copos. Mas admitimos que, de vez em quando, sabe bem ficar em casa agrafado à televisão. Para que não desperdice estes valiosos momentos de zapping, damos-lhe as melhores razões para ligar a televisão esta semana. Porque há programas que ainda vale a pena ver em directo e estreias que não vai querer perder. Recomendado: Os filmes em cartaz esta semana

As 20 melhores séries de comédia
Filmes

As 20 melhores séries de comédia

As listas, como quase tudo nesta vida, são relativas. Mas depois de enchermos uma espécie de conselho de aministração com loucos de séries televisivas e outros consultadores da redacção da Time Out, chegámos a estas 20. Portanto, se vai começar a disparar insultos e a pedir justificações para as suas séries de comédia preferidas não estarem aqui avisamos já que não vai ter sucesso. Podiam ser outras, mas são estas. E pedimos desculpa às que ficaram de fora. Mais um alerta à tripulação: elas não estão por nenhuma ordem, que não queremos alimentar ainda mais a polémica. Ria-se connosco. 

Dez séries originais Netflix que tem de ver
Filmes

Dez séries originais Netflix que tem de ver

Não há volta a dar: a criação (ou pelo menos a aquisição) de conteúdos originais é a grande aposta da Netflix. Assim se explicam negócios como a compra da editora de banda desenhada Millarworld, de Mark Millar, ou os contratos milionários para produção de conteúdos exclusivos assinados com vários criadores. Mas, antes de todos estes desenvolvimentos, houve House of Cards, a série de intriga política protagonizada por Kevin Spacey e adquirida pela Netflix no início da década, que em 2013 confirmou a validade deste modelo. Desde então estrearam-se dezenas de séries originais Netflix (ou mais ou menos originais), de Orange Is The New Black a The End of the F***ing World. Estas são dez das melhores, listadas por ordem alfabética. Recomendado: 11 filmes originais Netflix que tem de ver

Dez séries de super-heróis que tem de ver
Filmes

Dez séries de super-heróis que tem de ver

Há cada vez mais e melhores séries de super-heróis na televisão. Dos personagens da DC no chamado Arrowverse do canal CW – Arrow, The Flash, Legends of Tomorrow e Supergirl – à comitiva da Marvel na Netflix – Demolidor, Jessica Jones, Luke Cage, Punho de Ferro, Os Defensores e O Justiceiro –, passando pelos inúmeros vigilantes (e não só) que se desdobram por outros canais e plataformas, sem se inserirem num complexo universo partilhado. Dito isto, não é de agora que há super-heróis na televisão. E há uma ou outra velha série que merece ser revista. A começar pelos desenhados animados de Batman dos anos 90. Recomendado: Sete séries de televisão clássicas com super-heróis

Dez séries históricas inesquecíveis
Filmes

Dez séries históricas inesquecíveis

A Inglaterra isabelina, Roma antiga, os EUA da Guerra Civil, a Rússia da invasão napoleónica ou a Índia colonial, são alguns dos cenários destas dez séries históricas inesquecíveis, que ficaram como referências televisivas deste género. 

Os melhores filmes de...

Brad Pitt
Filmes

Brad Pitt

Falar de William Bradley Pitt é falar de pedaços cinematográficos como Snatch – Porcos e Diamantes, Sete Pecados Mortais ou Clube de Combate. É, também, falar do Óscar que nunca recebeu, e de toda a injustiça que nesse tópico possa caber. Mas isso não o impediu de continuar a dar vida a histórias icónicas – personagem atrás de personagem, a carreira de Pitt foi-se fazendo com escolhas serpenteantes de papéis, cruzando caminhos com alguns dos nomes mais importantes da indústria. Tarantino, os irmãos Coen, Soderbergh, Ridley Scott ou  Fincher fizeram-nos chegar clássicos onde as prestações do oklahoman se imortalizaram. E esta é a lista que o mostra, com os melhores filmes de Brad Pitt. Recomendado: Os melhores filmes de Keanu Reeves

Leonardo DiCaprio
Filmes

Leonardo DiCaprio

À beira de fazer 45 anos, Leonardo Wilhelm DiCaprio é uma das poucas figuras do cinema americano que pode reivindicar o estatuto de estrela de cinema e ser, ao mesmo tempo, um actor considerado e respeitado. DiCaprio conseguiu ultrapassar a imagem de ídolo juvenil adquirida no início da carreira, sobretudo graças à sua participação em Titanic, e distinguir-se sob a direcção de vários dos mais exigentes realizadores de Hollywood. Enquanto esperamos pela estreia do seu novo filme, Once Upon a Time in Hollywood, de Quentin Tarantino, onde contracena com Brad Pitt, seleccionámos oito dos seus papéis imperdíveis. São os melhores filmes de Leonardo DiCaprio. Recomendado: Os melhores filmes de Kate Winslet

Robert Redford
Filmes

Robert Redford

Robert Redford já tinha anunciado, em 2016, a vontade de se reformar. Agora confirmou, numa entrevista à Entertainment Weekly, que The Old Man and the Gun, de David Lowery, que se estreia a 8 de Novembro em Portugal, será o último filme em que o vamos ver. A seguir, o actor e realizador de 81 anos não mais aparecerá na tela, mas não descarta a hipótese de continuar a trabalhar como realizador. Em vésperas do fim de uma longa, prestigiada e premiada carreira de actor que começou na televisão, há quase 60 anos, recordamos alguns dos melhores filmes do americano, à frente e atrás das câmaras.

Robert Rodriguez
Filmes

Robert Rodriguez

Filho de mexicanos, mas nascido e criado no Texas, Robert Rodriguez é uma figura de culto de um certo cinema americano. O mundo descobriu-o no início dos anos 90, quando filmou El Mariachi por apenas sete mil e poucos dólares e fez dois milhões de dólares de bilheteira só nos Estados Unidos. De então para cá, dividiu o seu tempo entre violentas homenagens ao cinema de série B com aspirações hollywoodescas (de Aberto Até de Madrugada a Machete), adaptações de banda desenhada (como Sin City – A Cidade do Pecado ou o novo Alita: Anjo de Combate) e até aventuras para toda a família (a série Spy Kids). Alguns dos seus filmes deixam um pouco a desejar, mas outros valem muito a pena. Estes são os melhores filmes de Robert Rodriguez.

Spike Lee
Filmes

Spike Lee

Apesar do engajamento político de Spike Lee e da estridência da sua expressão cinematográfica, o seu mais recente filme, BlacKkKlansman: O Infiltrado, acaba por ser bastante moderado. Isso podia não ser um problema, se não fosse também um filme menor do realizador, sem a tensão nem a pertinência de películas como Não Dês Bronca, de 1989, ou A Última Hora, de 2002, entre outros marcos da sua obra. Recordamos os melhores filmes do clelebrado cineasta americano, no activo desde o final dos anos 70.