Filmes

Do pequeno ao grande ecrã, os filmes em cartaz, o que vem a caminho e as nossas críticas, listas de filmes e notícias de cinema

Prémios Sophia: E os vencedores são…
Filmes

Prémios Sophia: E os vencedores são…

A entrega dos prémios da Academia Portuguesa de Cinema, entre a festa e a contestação à política governamental para o sector, devidamente moderada por alguma solenidade, teve vários vencedores nas muitas categorias disponíveis. Mas nove troféus… Quer dizer, colocam Ivo Ferreira e a escrita de Lobo Antunes bem à frente do pelotão.

Novos Olhares na Cinemateca: 13 filmes, oito autores
Filmes

Novos Olhares na Cinemateca: 13 filmes, oito autores

Desta vez, programa cheio com mais de uma dúzia de filmes, divididos por sete autores. Sete maneiras de ver o país e, através dessa visão e das suas personagens, revelarem um pouco de si próprios. Enfim, mais uma jornada na Cinemateca de descoberta do cinema produzido em Portugal pela geração que está a criar a nova cinematografia. 

MONSTRA – 10 dias de animação aos molhos
Filmes

MONSTRA – 10 dias de animação aos molhos

Ele há mestres e experimentalistas, realizadores conhecidos ou quase desconhecidos e muita imaginação, incluindo sexual, espalhada em secções e retrospectivas. Nomeados para Óscar há dois e uma porção de estreias. É um programa cheio. Quem precisar de orientação pode seguir estas 21 pistas. Veja ainda o que não pode perder na MONSTRINHA deste ano. 

MONSTRINHA – 17 anos a animar a pequenada
Filmes

MONSTRINHA – 17 anos a animar a pequenada

A MONSTRINHA não só abre os cinemas às crianças e jovens, como leva a animação para fora de portas, até às escolas, por exemplo, para ensinar a fazer, e, sabe-se lá, revelar vocações. Para já, interessa o cartaz propriamente cinematográfico. Por isso, aí vão cinco pistas para quem ainda não desbravou o programa. 16 a 26 de Março 

As 15 melhores séries de comédia de sempre
Filmes

As 15 melhores séries de comédia de sempre

Os rankings são relativos, mas depois de reunirmos um conselho de estado de consultores e loucos de séries televisivas, chegámos a estas 15. Portanto, se vai começar a disparar insultos e a pedir justificações para as suas séries de comédia preferidas não estarem aqui avisamos já que não vai ter sucesso. São estas. E pedimos desculpa a todas as outras. Mais um alerta à tripulação: elas não estão por nenhuma ordem. Ria-se connosco. 

As últimas críticas de cinema

Eusébio - História de Uma Lenda
Filmes

Eusébio - História de Uma Lenda

A bola veio do outro lado do campo, caiu-lhe no pé e ele contornou um, entrou na área, fintou outro adversário, praticamente rodou à volta do terceiro, avançou para a baliza e… foi rasteirado. Era assim nas décadas de 60 e 70. Parar Eusébio, impedir o golo, só era normalmente possível depois de uma falta. O que, ainda assim, tantas vezes foi fraco paliativo, pois o Pantera Negra era implacável a marcar livres, quanto mais penáltis. Depois ainda há aquela vez em que ele recebe a bola, faz um chapéu ao defesa e, ainda a bola ia a caminho da relva, tumba, um chuto que a fez entrar fundo e sair da baliza ainda antes de o guarda-redes saber o que tinha acontecido. E quando ele… Na verdade podíamos ficar a descrever jogadas e golos até vir a mulher da fava-rica, pois, como excepcional jogador que foi, Eusébio nunca foi avaro e sempre que podia alegrar os adeptos não hesitava. Porém, o assunto é Eusébio – História de Uma Lenda, um documentário que quer mostrar as façanhas do espectacular futebolista, mas também o homem para além do desporto. E que mostra um homem bom, um homem de uma bondade e de uma generosidade testemunhada e referida pelos que com ele lidaram, muitos dos quais testemunhando nesta homenagem cinematográfica de Filipe Ascensão ao Rei – como os benfiquistas e os adeptos não dogmáticos de outros clubes tratam o maior futebolista português. Fosse vivo, Eusébio da Silva Ferreira teria 75 anos. Infelizmente morreu, logo em Janeiro de 2014, e o seu funeral foi uma homen

A Time Out diz
  • 3 /5 estrelas
Um Homem Chamado Ove
Filmes

Um Homem Chamado Ove

Todos os anos, há dois ou três pequenos filmes europeus que se transformam em sucessos internacionais. Em 2016, eles foram Toni Erdmann, da alemã Maren Ade, e este Um Homem Chamado Ove, do sueco Hannes Holm. Ambos foram nomeados ao Óscar de Melhor Filme Estrangeiro, e Ove foi um dos filmes não-americanos mais lucrativos do ano nos EUA. Baseado num best-seller do escritor Frederik Backman, Um Homem Chamado Ove assenta numa situação familiar e que o cinema já glosou muitas vezes: um velho rabugento, coca-bichinhos e amargurado pela morte da mulher (o Ove do título, interpretado por Rolf Lassgard) muda de atitude por influência de alguém que lhe entra na vida por acaso (aqui, uma família nova no bairro, pai sueco, mãe iraniana e duas filhas pequenas). A história é uma combinação muito hábil de comédia de conflito (Ove dá-se mal com toda a gente na vizinhança e odeia a sociedade em geral, com os burocratas à frente) e de drama da terceira idade, onde Holm, ao contar em flashback a história da relação do protagonista com a sua bem-amada mulher, Sonja, para explicar a sua personalidade e o seu comportamento espinhudo no presente, faz também uma micro-história da sociedade sueca nas últimas décadas. A fita tem vários momentos de comédia muito conseguidos, de caracterização e de situação (a rivalidade Saab-Volvo, ou as sucessivas tentativas de suicídio de Ove, sempre interrompidas à última da hora), e só se torna mais xaroposa e manipuladora na hora de enviar a mensagem de elogio do

A Time Out diz
  • 3 /5 estrelas
O Fundador
Filmes

O Fundador

Michael Keaton leva a reboque O Fundador, a história do homem que nos anos 50 passou a perna aos verdadeiros criadores do McDonald’s e criou o maior império mundial de fast food. O homem que está na origem desse império global de pronto-a-comer-e-engordar e símbolo maior do capitalismo americano que dá pelo nome de McDonald’s, nem se chamava McDonald, nem foi na realidade o seu fundador, como nos conta, sob o seu título irónico, O Fundador, de John Lee Hancock. Na origem do McDonald’s estão dois irmãos, Rick e Mac, que nos anos 50 abriram o McDonald original em San Bernardino, na Califórnia e criaram o conceito de fast food. Comida prática, saborosa e fácil de ingerir, com uma ementa mínima (hambúrgueres, batatas fritas, batidos) servida aos clientes com muito pouco tempo de espera e a maior eficácia possível, e sem qualquer sofisticação (nada de pratos nem talheres, toca a sentar num banco ou na relva e a comer à unha). Ray Kroc, interpretado por Michael Keaton, foi o obscuro vendedor de máquinas de batidos de leite que adivinhou o imenso potencial comercial do modelo de restaurante concebido pelos irmãos McDonald, que se associou a eles para desenvolver e expandir a todos os EUA a franquia da marca, muito a contragosto destes, acabou por os desapossar do nome e dos direitos de propriedade intelectual e os atirar para fora do negócio do pronto-a-comer. E pôs de pé o negócio multimilionário com presença planetária (e anticorpos por toda a parte), tal como o conhecemos hoje.Por Eurico de Barros

A Time Out diz
  • 4 /5 estrelas
Aquarius
Filmes

Aquarius

Clara (Sónia Braga) é uma jornalista musical reformada, sobrevivente de um cancro da mama, última inquilina do edifício no Recife, situado à beira da praia, cujo nome dá o título a este filme de Kleber Mendonça Filho. O velho prédio está na mira da especulação imobiliária. A empresa que quer construir um novo no seu lugar já ofereceu uma pequena fortuna a Clara para ela sair. Mas ela recusa-se a abandonar o lugar onde cresceu, criou a família e tem todas as suas memórias, mesmo que até alguns dos filhos a tentem convencer a ir embora. Aquarius deu que falar no Festival de Cannes, onde esteve em competição, em parte por realizador e actores terem feito um muito mediatizado protesto público contra o processo de destituição da presidente Dilma Rousseff, que então decorria no Brasil. Mendonça Filho até traçou um paralelo entre a personagem de Clara e Dilma, ambas vítimas de forças malignas. Política à parte, Aquarius é uma relativa decepção, sobretudo quando comparado com o filme anterior do realizador, O Som ao Redor (2012). Onde este jogava com a subtileza, a elipse, as meias-tintas, para mostrar o sentimento de insegurança de uma classe média “cercada” nos seus bairros, em Aquarius tudo é óbvio, transparente, maniqueísta, telenovelesco, com uma heroína pronta-a-aplaudir, uma situação narrativa pronta-a-indignar e um vilão pronto-a-execrar. Fica a interpretação de Sónia Braga a segurar tudo.Por Eurico de Barros

A Time Out diz
  • 3 /5 estrelas
Mais críticas de cinema

Filmes em cartaz

Vida Inteligente
Filmes

Vida Inteligente

A tripulação de serviço na Estação Espacial Internacional consegue capturar uma sonda que regressa de Marte com uma misteriosa amostra no interior. A excitação do feito é imaginada por Rhett Reese e Paul Wernick para o filme de Daniel Espinosa com Rebecca Ferguson, Ryan Reynolds e Jake Gyllenhaal. Está então o pessoal científico a estudar a amostra, que pode muito bem ser a prova da existência de vida extraterrestre, quando a coisa ganha inteligência, cresce e arranja maneira de manter a tripulação prisioneira e em absoluta necessidade de matar o invasor antes que este escape e destrua a Terra ou pior.

Médico de Província
Filmes

Médico de Província

Quando só há um médico, toda a gente confia nele, como acontece nesta zona rural, onde Jean-Pierre (François Cluzet) é quem trata de todos quando é preciso e em qualquer hora ou dia da semana. Tudo corre como tem de correr naquela paz provinciana até que o médico adoece, necessita de ajuda e vê chegar Natalie (Marianne Denicourt), jovem médica, outros hábitos, nova realidade. A tensão aumenta, neste filme de Thomas Lilti, e até ao final duas personalidades vão enfrentar-se. Será Natalie capaz de substituir o homem que se pensa insubstituível?

Power Rangers
Filmes

Power Rangers

Eles podem ser, e são, os marginais lá da escola, mas nem disso, ou talvez por isso mesmo, não deixam de dar de caras com uma velha nave, naturalmente extraterrestre. E adquirem superpoderes. E passam a chamar-se Power Rangers, o que vai alterar a sua relação com o mundo e, de certo modo, a sua posição social O que é bom até descobrirem que o arqui-inimigo da anterior geração desta raça de super-heróis está de volta e pronto para a vingança. Dean Israelite dirige, Dacre Montgomery, Naomi Scott e RJ Cyler protagonizam.

Ornamento e Crime
Filmes

Ornamento e Crime

Extorsão, arquitectura e corrupção estão no centro do enredo do novo filme de Rodrigo Areias, com Vítor Correia, Tânia Dinis e Djin Sganzerla. Película onde um detective privado, tipo série B, tenta sair da cidade, no entretanto prosseguindo, com a ajuda da namorada e cúmplice, uns esquemas de chantagem que são a sua fonte de rendimento. Até chocar de frente com a máfia da construção…

Patrulha de Doidos
Filmes

Patrulha de Doidos

Michael Peña e Dax Shepard, neste filme assinado pelo último, interpretam Francis “Ponch” Poncherello e Jon Baker, dois agentes da polícia de trânsito da Califórnia, às voltas por Los Angeles fazendo o que os polícias da estrada fazem. Ora apanham ases do volante e passam multas, ora ajudam alguém em apuros, aqui e ali detectam um ladrão de automóveis, enfim, rotina. Rotina quebrada quando investigam crimes reais.

Mais filmes em cartaz

Notícias de cinema

Novo 'O Amor Acontece' já tem trailer: quem envelheceu melhor desde 2003?
Blog

Novo 'O Amor Acontece' já tem trailer: quem envelheceu melhor desde 2003?

Mais cabelos brancos e algumas rugas, mas no geral, todos muito bem conservados. O trailer oficial do novo O Amor Acontece, que estreia hoje na BBC1, já está no Youtube e mostra alguns dos actores que em 2003 protagonizaram a comédia romântica a questionar quem envelheceu melhor. Colin Firth não foi de certeza – garante Hugh Grant no teaser da sequela solidária (produzida pela instituição Comic Relief). " allowfullscreen="allowfullscreen" data-mce-fragment="1"> A portuguesa Lúcia Moniz volta a fazer parte do elenco, tal como Keira Knightley, Liam Neeson, Alan Rickman, Bill Nighy, Andrew Lincoln, Chiwetel Ejiofor e Rowan Atkinson (mais conhecido por Mr. Bean).    + As 10 melhores comédias românticas de sempre

Downton Abbey pode chegar ao grande ecrã ainda este ano
Blog

Downton Abbey pode chegar ao grande ecrã ainda este ano

Se fica nostálgico cada vez que se lembra da família Crawley, temos boas notícias: a série de televisão Downton Abbey pode virar filme de cinema. Ainda este ano Jeremy Swift, o actor que interpretava o papel de mordomo Septimus Spratt na série sobre a aristocracia britânica do início do século XX, revelou ontem à ITV que "é suposto o filme acontecer, ser gravado ainda este ano, mas ainda não está fechado." Spratt acrescentou que todos os membros do elenco receberam um guião, mas o argumento adaptado ao cinema desapareceu misteriosamente da caixa de e-mails. "Uma coisa ao estilo de Missão Impossível. Puff – desapareceu." Também Mrs. Hughes, ou melhor, a actriz Phyllis Logan, disse em entrevista ao programa Good Morning Britain que o "apetite" para uma adaptação de Downton Abbey ao grande ecrã está bem presente: "A vontade está definitivamente lá, por parte de todos. Vamos fazer figas para que em algum momento isso seja possível. Nós adorávamos juntar-nos todos novamente para um último grito." A produtora Carnival Films não confirmou esta notícia. Downton Abbey terminou no Natal de 2015, depois de seis temporadas.    Gosta de séries históricas? Então veja: + Dez séries históricas inesquecíveis + The Crown: cada vez é mais provável contar com quatro novas temporadas

Iron Fist estreia sexta-feira na Netflix
Blog

Iron Fist estreia sexta-feira na Netflix

Depois das séries Demolidor, Luke Cage e Jessica Jones, o mundo da Marvel volta à Netflix, desta vez com Iron Fist, que estreia esta sexta-feira. A história começa com o regresso do Daniel Rand a Nova Iorque, um milionário desaparecido desde criança num acidente de aviação com os pais e que todos pensam estar morto. Não só está vivo, como é uma arma letal e planeia tratar da saúde aos seus inimigos com punho de ferro. O herói é interpretado pelo actor inglês Finn Jones, conhecido pelo personagem Loras Tyrell de A Guerra dos Tronos. Saiba mais na Time Out que chega às bancas na próxima quarta-feira.     + A Guerra dos Tronos: habemos teaser da 7ª temporada + O Dicionário de A Guerra dos Tronos + The Walking Dead: o que desvendaram Reedus, Morgan e Nicotero em Lisboa

A Guerra dos Tronos: habemos teaser da 7ª temporada
Blog

A Guerra dos Tronos: habemos teaser da 7ª temporada

Julho parece estar a anos luz para os fãs de A Guerra dos Tronos, mas já há luz ao fundo do túnel. Chegou hoje em forma de teaser São voltas e mais voltas numa das tramas mais complexas da história da ficção televisiva. Voltas que no vídeo hoje disponibilizado pela página oficial de Youtube da série A Guerra dos Tronos são ilustradas pelos símbolos em pedra (ou em ferro?) dos sete reinos de Westeros. O video de 1minuto e 30 segundos começa com três cabeças de dragão, o que talvez anteveja o encontro de dois personagens que, juntamente com Daenerys, possam voar com eles, o que poderá ser decisivo na conquista do Trono de Ferro pela última Targaryen, que no último episódio da temporada 6 se dirije para Westeros com esse objectivo. No teaser, chamado "Sigils" (Sigilos) são ecoadas conhecidas frases de Daenerys Targaryen, Aerys Targaryen, Robert Baratheon, Cersei Lannister, Joffrey Baratheon, Balon Greyjoy, Roose Bolton, Catelyn Stark, Olenna Tyrell e Ned Stark, relembrando os arrufos entre as diferentes casas reais e culminando com a tirada de Jon Snow: “Só há uma guerra que importa, a Grande Guerra. E já chegou”, ao que se segue um zoom out de um olho de White Walker. Mas pouco mais adianta, deixando os seguidores sedentos de imagens (e de sangue) da próxima temporada.         Em Julho do ano passado, a página de YouTube já tinha divulgado um primeiro cheirinho com imagens da produção da sétima temporada e com apenas uma frase do que aí vem: "Welcome home my Queen".

Mais notícias de cinema

Listas de filmes para se perder em frente ao ecrã

Cinquenta filmes clássicos imprescindíveis
Filmes

Cinquenta filmes clássicos imprescindíveis

Comédias e westerns, policiais e melodramas, ficção científica e fantástico, sem esquecer o musical, fazem parte desta lista de fitas clássicas. Nela encontramos obras de realizadores como Buster Keaton, Fritz Lang, Ingmar Bergman, John Ford, Howard Hawks, Fellini, Truffaut, Godard, Luchino Visconti ou Martin Scorsese, entre muitos, muitos outros.

Sete grandes filmes futuristas
Filmes

Sete grandes filmes futuristas

No cinema o lugar do futuro é geralmente na ficção científica. Uma espécie de albergue capaz de acolher tudo que, nos melhores casos, nasce da observação do presente para depois fantasiar e projectar uma ideia e apresentar uma visão – quase sempre má sobre como vai ser a vidinha, é certo, mas com o futuro nunca se sabe. Estes sete filmes futuristas tentaram isso mesmo, e são sete que vale mesmo a pena ver.  Recomendado: Sete filmes épicos de ficção científica

As dez melhores comédias românticas de sempre
Filmes

As dez melhores comédias românticas de sempre

As comédias românticas podem ser dolorosamente más - pirosas e esquecíveis, tudo menos cómicas e sem pinga de romance. Mas seria preciso termos um coração de pedra para não nos apaixonarmos por estas divertidíssimas comédias românticas. Hilariantes, com humor negro e amargo-doce por vezes, dificilmente o cinema nos terá dado uma melhor, mais divertida mas também mais detalhada anatomia das relações amorosas.

Sete filmes épicos de ficção científica
Filmes

Sete filmes épicos de ficção científica

David Lynch, Roger Corman, Peter Yates e até Mel Brooks são alguns dos realizadores que rodaram estes filmes épicos de ficção científica nas décadas de 70 e de 80, alguns deles contendo também ingredientes de fantasia.

Filmes de terror: sete fantasmas mesmo assustadores
Filmes

Filmes de terror: sete fantasmas mesmo assustadores

Há casas, hotéis e até orfanatos assombrados nestes sete filmes de terror com fantasmas, assinados por realizadores como Robert Wise, Stanley Kubrick ou Jack Clayton.

Sete filmes sobre manipulação mediática
Filmes

Sete filmes sobre manipulação mediática

A manipulação pelos meios de comunicação é tão antiga como os media propriamente ditos. É uma perversão da verdade que, com o acesso facilitado pela tecnologia a qualquer fanático, se tornou, pela repetição, em legitimação da mentira. É coisa velha, como estes filmes mostram. E perigosa, como estes realizadores mostram também.

As melhores séries de televisão

The Walking Dead: o que desvendaram Reedus, Morgan e Nicotero em Lisboa
Filmes

The Walking Dead: o que desvendaram Reedus, Morgan e Nicotero em Lisboa

Ontem foi um dia em cheio para os fãs da série que assentaram arraiais à porta do Tivoli (e de outras portas, rua abaixo). A quatro episódios do final da temporada, a tensão acumula-se e os fãs temem pela vida dos personagens favoritos. Antes que fosse tarde demais, estivémos com os actores Jeffrey Dean Morgan (Negan) e Norman Reedus (Daryl) e ainda com o incontornável maquilhador Greg Nicotero, que na série vai emprestando o seu talento também como realizador de alguns episódios.

Dez séries históricas inesquecíveis
Filmes

Dez séries históricas inesquecíveis

A Inglaterra isabelina, Roma antiga, os EUA da Guerra Civil, a Rússia da invasão napoleónica ou a Índia colonial, são alguns dos cenários destas dez séries históricas inesquecíveis, que ficaram como referências televisivas deste género. 

As melhores séries de comédia sobre política
Filmes

As melhores séries de comédia sobre política

Entre 'Sim, Senhor Ministro', ambientado nos corredores do poder de Inglaterra, e 'The Veep', passado na Casa Branca, sem esquecer uma raridade portuguesa, 'A Mulher do Senhor Ministro', eis seis séries para rirmos do mundo da política e dos seus actores.

Sete séries de televisão clássicas com super-heróis
Filmes

Sete séries de televisão clássicas com super-heróis

O Super-Homem apareceu na televisão nos anos 50, e nas décadas seguintes foi imitado por outros super-heróis, que também ganharam as suas séries próprias, tendo algumas delas atingido estatuto de culto. Caso do Batman com Adam West no papel do Homem-Morcego.

Sete séries fantásticas e de FC clássicas que gostávamos de rever
Filmes

Sete séries fantásticas e de FC clássicas que gostávamos de rever

Desde muito cedo que começaram a ser feitas na televisão séries de ficção científica, terror e fantástico, várias das quais se tornaram títulos de referência dentro destes géneros, onde se destacaram as produções americanas e inglesas

Séries de televisão: acabou-se a vida social em 2017
Filmes

Séries de televisão: acabou-se a vida social em 2017

2017 vai ser um grande ano para os viciados em séries de televisão. Desde as novas temporadas de séries como Game of Thrones e Stranger Things, a novas apostas da Marvel na Netflix, como The Punisher e Iron Fist, sem esquecer o regresso de séries que nem os fãs mais optimistas sonhavam em voltar a ver, como Star Trek que que está de volta à vida dos trekkies.  Estas são as séries de televisão que nos vão tirar horas de sono, e de vida social, em 2017.    Recomendado: Sete séries clássicas que gostávamos de voltar a ver

Filmes para todas as ocasiões

Sete filmes sobre músicos
Filmes

Sete filmes sobre músicos

Filmar a vida dos músicos é vulgar. Fazê-lo bem (há um longo rol de películas medíocres) é outra conversa. Com as injustiças próprias de uma lista, esta orienta-se pela qualidade cinematográfica propriamente dita, isto é, por esse raro saber de equilibrar a obra e a vida de um músico com a sétima arte. 

A II Guerra Mundial em dez filmes
Filmes

A II Guerra Mundial em dez filmes

Uma selecção de filmes americanos, mas também ingleses, alemães, russos, japoneses e até um brasileiro ambientados em várias fases e cenários da II Guerra Mundial, assinados por realizadores como Andrzej Wajda, René Clément, Andrei Tarkovsky, Richard Attenborough ou Wolfgang Petersen.

Os melhores filmes gay
Filmes

Os melhores filmes gay

Pedro Almodóvar, Gus van Sant, Wong Kar-wai, Kimberly Peirce e Ang Lee: a história dos filmes gay é feita de alguns dos grandes nomes do cinema. Descubra os melhores entre os melhores do género queer na Sétima Arte e repare como um mundo nos separa hoje do que era o cinema homossexual nos anos 90 do século passado.

Os melhores filmes para o Halloween
Filmes

Os melhores filmes para o Halloween

Quem diz Halloween diz cinema de terror, e quem diz cinema de terror diz John Carpenter, Tobe Hooper e Dario Argento, entre outros. Estes são os cinco melhores filmes para se arrepiar no dia das bruxas e não só. Porque não há Halloween sem uma boa sessão de cinema de nos fazer tapar os olhos de susto.

Os cinco melhores filmes de tubarões de sempre
Filmes

Os cinco melhores filmes de tubarões de sempre

Desde os anos 70 e o clássico de Steven Spielberg que os filmes de tubarões se tornaram um subgénero importante do cinema americano, sobretudo dentro do cinema de terror. Fomos à procura dos cinco melhores filmes com estas magníficas criaturas no papel principal.

Dez filmes em viagem de carro e de comboio
Filmes

Dez filmes em viagem de carro e de comboio

Dino Risi, David Lynch, Sidney Lumet, Giuseppe Tornatore e Rob Reiner são alguns dos realizadores que assinam estes filmes onde as personagens rumam a destinos muito diferentes, felizes ou trágicos, quer vão de automóvel, quer de comboio

Grande ecrã para pequenos cineastas

Os desenhos animados que estamos desejosos que cheguem ao cinema
Filmes

Os desenhos animados que estamos desejosos que cheguem ao cinema

Começamos com Smurfs e acabamos com Emojis. Pelo caminho, conhecemos órfãos sonhadores, matamos saudades de carros e Minions e até acompanhamos o mais atribulado pedido de casamento de sempre. Estes são os desenhos animados que estamos desejosos que cheguem ao cinema. 

Os melhores filmes para toda a família
Miúdos

Os melhores filmes para toda a família

Estes filmes não são para crianças. São filmes para toda a família. Seja pequena ou numerosa, jovem ou envelhecida, toda a família tem de ver (ou rever) estes dez clássicos obrigatórios para filhos, pais e até avós. 

Os melhores e os piores filmes da Disney
Filmes

Os melhores e os piores filmes da Disney

Será que os filmes da Disney são sensatos, divertidos e visualmente interessantes – perfeitos para toda a família? Ou são uma lamechice que só serve para fazer lavagem cerebral às crianças? Todas a gente tem uma opinião sobre os mais de 50 filmes de animação que foram lançados ao longo dos anos pela empresa de Walt Disney, a começar pela Branca de Neve, em 1937, até à galinha dos ovos de ouro que foi Frozen: O Reino do Gelo. Mas quais são afinal os que merecem um lugar de destaque na prateleira? E quais os que mais valia serem esquecidos? A Time Out Londres fez uma lista com os melhores e os piores filmes da Disney.

10 filmes de animação que ganharam um Óscar
Filmes

10 filmes de animação que ganharam um Óscar

Tem até ao dia 26 de Fevereiro, data da 89ª cerimónia dos Óscares, para sentar a família toda no sofá e fazer uma maratona pelos filmes de animação que ganharam a estatueta dourada nos últimos dez anos. Comédia, suspense, drama, musical, western – vale tudo, desde que meta desenhos animados.