A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Séries para ver em Junho
DR

‘Ms. Marvel’, ‘Peaky Blinders’ e mais dez séries para ver em Junho

Antes de enfiarmos definitivamente os pés na areia para o Verão, ainda temos muito para ver na televisão. Estas são as séries que tem de ver em Junho.

Escrito por
Eurico de Barros
e
Hugo Torres
Publicidade

Junho é um mês de regressos na televisão. Regressos e revisões. Começa logo com Borgen, a série que nos apaixonou pela política dinamarquesa há cerca de uma década, e que estreia agora uma quarta e nova temporada (Netflix). Olivier Assayas recua ainda mais, para realizar outra vez Irma Vep, desta feita com Alicia Vikander (HBO Max). The Boys (Amazon Prime Video), Physical (Apple TV+), Peaky Blinders e Umbrella Academy (ambos Netflix) também têm novas temporadas. E não é tudo. La Casa de Papel transforma-se numa série coreana e, no cabo, The Lost Symbol devolve-nos à obra de Dan Brown (TVCine Action). Mas nas séries para ver em Junho há ainda um novíssimo capítulo do Universo Cinematográfico da Marvel: Ms. Marvel.

Recomendado: As séries do momento que estão a colar-nos à televisão

Doze séries para ver em Junho

Borgen: O Reino, o Poder e a Glória

Em 2020, a Netflix conseguiu dar duas boas notícias a quem se entusiasmou com esta série sobre os bastidores da política e dos media dinamarqueses: primeiro, que as três temporadas iniciais (2010-13) passariam a constar do catálogo; segundo, que haveria uma nova temporada, com parte do elenco original. Ei-la. A protagonista, Sidse Babett Knudsen, volta, inevitavelmente, como Birgitte Nyborg, ainda ministra dos Negócios Estrangeiros.

Netflix. Estreia a 2 de Junho (T4)

 

The Lost Symbol

Depois do cinema, eis agora Dan Brown na televisão, com esta série adaptada da sua obra O Símbolo Perdido e que serve como prequela da trilogia de filmes já feitos sobre livros de sua autoria. A história acompanha os primeiros passos da carreira do professor de simbologia Robert Langdon (Ashley Zukerman), que se vê arrastado para resolver um complexo mistério, quando o seu antigo mentor Peter Solomon é raptado. 

TVCine Action. Qui 22.10 (estreia a 2 de Junho)

Publicidade

The Boys

A segunda temporada desta sátira às histórias de super-heróis, em que estes, desprovidos de moralidade, estão completamente fora de controlo, é o original da Amazon mais visto até hoje nas semanas de estreia. Para a terceira, esperam-se ainda mais espectadores, e o caos. Os títulos dos episódios vão de “Payback” a “Herogasm”, procurando sempre expor o conglomerado multimilionário que gere os super-heróis e esconde os seus segredos.

Amazon Prime Video. Estreia a 3 de Junho (T3)

Irma Vep

Vinte e seis anos depois, o realizador francês Olivier Assayas reincide em Irma Vep. Em 1996, foi um filme com Maggie Cheung; agora, é uma minissérie protagonizada por Alicia Vikander. A vencedora de um Óscar por A Rapariga Dinamarquesa interpreta uma actriz americana que, desiludida com a indústria, vai para França filmar o remake de um clássico do cinema mudo e acaba por diluir-se na personagem. Na origem, era um comentário de Assayas ao estado da arte. Voltará a sê-lo?

HBO Max. Estreia a 7 de Junho

Publicidade

The Endgame

Elena Fedorova (Morena Baccarin) é um enigma. Bonita, sedutora e impecavelmente vestida, esta traficante de armas é a estrela da prisão de alta segurança onde está detida e de onde consegue arquitectar vários assaltos a bancos. A única resposta que Fedorova dá à equipa do FBI que a tenta interrogar é: “Eu sou a rainha”. Val Turner, uma velha conhecida, é a única agente que consegue estar à sua altura. 

TVCine Action. Ter 22.10 (estreia a 7 de Junho)

Ms. Marvel

Kamala Khan é o sonho de qualquer jovem fã de super-heróis: torna-se um deles. No entanto, esta adolescente de origem paquistanesa vai perceber que não é por ganhar superpoderes, tal como a sua adorada Capitão Marvel, que a vida se torna mais fácil. Não apenas no liceu, como Peter Parker, mas acima de tudo porque esta é a primeira protagonista muçulmana do Universo Cinematográfico da Marvel. É interpretada pela estreante Iman Vellani.

Disney+. Estreia a 8 de Junho

Publicidade

Peaky Blinders

Após uma quinta temporada de elevada intensidade em 2019, está finalmente a chegar a sexta e última temporada de Peaky Blinders. O criador, Steven Knight, promete não decepcionar os fãs – até porque vai precisar deles para o que está por vir noutros formatos, o que deve incluir um filme em 2023 e spin-offs com personagens da trama original. Trama essa que, violenta como é seu apanágio, está pendurada na vertigem suicida de Tommy.

Netflix. Estreia a 10 de Junho (T6)

Fragâncias da Primeira Flor

Minissérie tailandesa sobre duas mulheres, amantes na juventude, que se reencontram anos mais tarde. Apesar de estarem em fases diferentes das suas vidas, a paixão reacende-se e dá-lhes uma nova oportunidade para que do desejo floresça o amor e uma relação adulta. ZaiZai Lin e Lyan Chen protagonizam esta produção de seis episódios, em que se explora o atrito e o conflito que os preconceitos geram para com as famílias LGBT.

Filmin. Estreia a 14 de Junho

Publicidade

Physical

Aeróbica, anos 1980. Raramente três palavras fazem tão sentido juntas. E são a súmula perfeita para esta série, que acompanha Sheila Rubin (Rose Byrne) a desenvencilhar-se da sua vida atormentada de dona de casa graças à actividade física e a um kit de licra. Sheila conseguiu finalmente lançar o seu vídeo de fitness, mas agora vai encontrar novos obstáculos pelo caminho (entre os quais lealdades conflituantes). Murray Bartlett (The White Lotus) é a principal novidade no elenco, na pele de um guru da perda de peso.

Apple TV+. Estreia a 18 de Junho (T2)

Umbrella Academy

O apocalipse foi travado, mas ao contrário do que esperava esta pouco convencional equipa de super-heróis a linha temporal não voltou ao que era. A celebração durou pouco, e em menos de nada está em confronto com a Sparrow Academy, uma versão gelidamente eficiente da sua família (embora não deles próprios). O primeiro desafio desta terceira temporada é convencer os Sparrow a juntarem-se a eles para combaterem em conjunto uma desconhecida e perigosa entidade que está a espalhar o caos no Universo.

Netflix. Estreia a 22 de Junho (T3)

Publicidade

Loot

Maya Rudolph faz uma bilionária infeliz nesta comédia criada por Alan Yang (Master of None) e Matt Hubbard (30 Rock), o mesmo trio de Forever (Amazon Prime Video, 2018). Molly Novak, assim se chama a personagem, entra numa espiral destrutiva quando o seu marido de 20 anos a trai – o que obriga a sua entourage, isto é, a gestora da sua fundação, o assistente, o contabilista e o primo obcecado com cultura pop, a entrar em cena.

Apple TV+. Estreia a 24 de Junho

La Casa de Papel: Coreia

Uma das séries mais populares dos últimos anos vai ter uma versão coreana (e um spin-off, focado em Berlim, lá para 2023). A trama é similar – um grupo de ladrões une-se para dar um golpe de proporções épicas – e os macacões vermelhos mantêm-se. Mas as icónicas máscaras de Salvador Dalí vão ser substituídas por máscaras tradicionais coreanas, com quase um milénio de história. Kim Hong-sun dirige aqui a criação do espanhol Álex Pina.

Netflix. Estreia a 24 de Junho

Mais que ver

Publicidade
Publicidade
Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade