A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Televisão, Séries, Netflix, Lupin, Omar Sy
©DROmar Sy regressa para uma segunda temporada de 'Lupin'

Oito séries para ver em Junho

O anúncio do Verão faz-se com novidades das boas no pequeno ecrã. Conheça as oito séries que tem de ver em Junho.

Sebastião Almeida
Escrito por
Sebastião Almeida
e
Hugo Torres
Publicidade

Depois de tanto tempo em casa, o que mais queremos é virar as costas às televisões, computadores, tablets, telemóveis e aproveitar o sol, o bom tempo. Enfim, a vida. É legítimo. Mas se o Verão não for o seu melhor amigo, ou se as noites não forem a mesma coisa se não puder espreitar uma série, então é exactamente isto que precisa de ler com toda a atenção. Depois de meses menos produtivos na ficção, Junho parece um pouco mais mexido em matéria de estreias. Seja pela estreia da quinta temporada de Rick and Morty na HBO, pelo regresso de Lupin à Netflix ou pela chegada de Loki ao Disney+. Fazemos a nossa parte e sugerimos alguns títulos dignos de dar uma olhadela. Eis oito séries para ver em Junho.

Recomendado: As séries do momento

Oito séries para ver em Junho

Genius: Aretha

Depois de Picasso e de Einstein, a rainha da soul, Aretha Franklin, é a personalidade retratada na nova temporada da série antológica da National Geographic. Em oito episódios, é narrada a história da cantora que aprendeu a tocar piano sozinha aos 12 anos e que se transformou num dos maiores nomes da soul. Courtney B. Vance (American Crime Story: O Caso de O.J.), Malcolm Barrett (Timeless) ou David Cross (Arrested Development) contracenam com Cynthia Erivo (Harriet e A Cor Púrpura) nesta série.

Disney+ (T3), 4 Jun.

Lisey’s Story

Stephen King é um dos autores cujas obras são mais vezes adaptadas para os pequenos e grandes ecrãs. Isso não é por si uma novidade. Agora, o mesmo não pode ser dito quando o próprio está envolvido na escrita da adaptação em questão – é o que se passa em Lisey’s Story, thriller realizado pelo chileno Pablo Larraín e protagonizado por Julianne Moore e Clive Owen. A história passa-se dois anos após a morte de Scott Landon (Clive Owen), levando o espectador a revisitar os segredos de um casamento marcado pelo crime, obsessão e amor.

Apple TV+, 4 Jun.

Publicidade

Betty

O skate é um mundo de homens, bem sabemos, mas em Nova Iorque há um grupo de miúdas que faz questão de contrariar a regra. A segunda temporada de Betty, escrita e realizada por Crystal Moselle, volta a trazer para as ruas daquela cidade Rachelle Vinberg, Nina Moran, Dede Lovelace, Kabrina Adams e Ajani Russell, seis adolescentes que contrariam os estereótipos presentes nesta subcultura, à medida que se vão descobrindo no longo caminho rumo à idade adulta. 

HBO (T2), 11 Jun.

Home Before Dark

Hilde Lysiak é a mais jovem jornalista creditada da América. Tem 14 anos. Começou a publicar aos oito e aos nove já reportava um homicídio. Não é ficção, é real. E esta série baseia-se na história de Hilde, que é interpretada por Brooklynn Prince. Jim Sturgess faz o pai, Matt, antigo jornalista do Daily News de Nova Iorque, em quem a filha se inspirou. Na segunda temporada, a jovem repórter investiga um caso com cheiro a grandes corporações.

Apple TV+ (T2), 11 Jun.

Publicidade

Loki

O Deus da Mentira, meio-irmão de Thor (não se dão lá muito bem, coitada da família...), desapareceu no meio da confusão de Vingadores: Endgame. Mas não de vez. Loki (Tom Hiddleston) usou o Tesseract para viajar no tempo e acabou no centro cronológico desta história: a TVA, ou Time Variance Authority, uma organização reservada que se ocupa da gestão das diferentes linhas temporais do multiverso da Marvel. É por lá que operam burocratas como Mobius M. Mobius (Owen Wilson), que mantêm as coisas na ordem. Como é que Loki se vai aproveitar deste inesperado destino da sua fuga, ainda estamos por saber. A nova série do Universo Cinematográfico da Marvel é realizada por Kate Herron (Sex Education) e tem Michael Waldron (Rick e Morty) como argumentista principal.

Disney+, 11 Jun.

Lupin

Omar Sy regressa na pele de Assane Diop para dar seguimento a esta popular série da Netflix. As sombras do passado continuam presentes, tal como as contas por acertar entre Diop e o malvado Pellegrin. Inspirada no personagem criado por Maurice Leblanc e imortalizada em livros como Arsène Lupin, Cavalheiro Ladrão, esta produção original francesa já tem uma terceira temporada confirmada.

Netflix (T2), 11 Jun.

Publicidade

Rick and Morty

Há poucas séries animadas para adultos que cheguem a tantas demografias (e as condensem), capturando o espírito moderno com a destreza com que Rick and Morty o faz. Com o universo literalmente à sua disposição, um génio alcoólico chamado Rick e o seu neto, Morty, percorrem tempo e espaço em missões hilariantes – é esta a premissa da série de culto que regressa para uma quinta temporada.

HBO (T5), 21 Jun.

Solos

Morgan Freeman, Anne Hathaway ou Helen Mirren são alguns dos nomes presentes no elenco desta minissérie antológica de ficção científica criada por David Weil que, através de sete episódios, conta as histórias de cada um dos personagens. Aqui, reflecte-se sobre o que significa ser humano e comprova-se que, mesmo nos momentos mais solitários, estamos ligados aos outros. 

Amazon Prime Video, 25 Jun.

Mais que ver

Publicidade
Publicidade
Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade