Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Coisas para fazer

Coisas para fazer

O seu guia da cidade com as melhores coisas para fazer em Lisboa

Destinos de férias Pet Friendly
Hotéis

Destinos de férias Pet Friendly

Os amigos são para a vida, mas também são para as ocasiões. Em tempo de férias, não precisa de deixar o seu amigo para trás, e por isso apontamos-lhe quatro destinos à medida de famílias com elementos de quatro patas. De caminho, deixamos-lhe quatro conselhos para manter o seu animal de companhia sempre em segurança. Todos eles garantidos pelo Seguro Fidelidade PETS, que oferecem a melhor protecção nas horas em que é mais preciso, mas ajudam a manter uma vigilância constante em todas as outras. Incluindo em férias.    

Conteúdo patrocinado

Os melhores quiosques em Lisboa
Coisas para fazer

Os melhores quiosques em Lisboa

Já lá vai o tempo em que os quiosques eram sinónimo de jornais e caramelos. Os quiosques não exigem mesa marcada com três dias de antecedência e estão sempre de esplanadas postas para nos acolher no final de um dia de trabalho, quando a luz ainda não escasseia, seja para uma cerveja fresca, um cocktail ou um petisco. E quando achávamos que já estava bom, eis que nascem novos quiosques, com refeições saudáveis, cadeiras para praticar o bronze e um cartaz de festas diversas. Na dúvida, são estes os melhores quiosques em Lisboa para começar bem o dia ou para o terminar com um brinde à cidade. Estão preparados para o receber com as devias distâncias e medidas de higiene, é só escolher o poiso. Recomendado: Os melhores sítios para fazer piqueniques em Lisboa 

Férias em movimento
Coisas para fazer

Férias em movimento

Propostas excepcionais para dias de excepção.

Conteúdo patrocinado

Ponha-se à fresca: experimente treinar ao ar livre em Lisboa
Coisas para fazer

Ponha-se à fresca: experimente treinar ao ar livre em Lisboa

O treino ao ar livre e em grupo deixou ser uma moda para passar a ser parte do cenário lisboeta. Depois de ler as nossas propostas, se vir uma grupeta à beira-rio ou gente a subir e descer bancos de jardim, já sabe de onde vêm. Praticar exercício físico fora de quatro paredes pode ser a solução perfeita para tempos estranhos como estes que vivemos. À beira-mar ou tirando partido dos altos e baixos de Lisboa (e de outras geografias da Área Metropolitana), conheça estes grupos para treinar ao ar livre em Lisboa, para suar sozinho ou em grupo (grupos controlados, atenção).  Recomendado: Os melhores sítios para correr em Lisboa

Os melhores sítios para fazer piqueniques em Lisboa
Coisas para fazer

Os melhores sítios para fazer piqueniques em Lisboa

Sabe onde piquenicar em Lisboa? É a forma ideal de fugir da cidade sem chegar a sair dela. É pegar, meter na cesta e estender a toalha nesses hectares relvados jardins fora. Há verdadeiros tesourinhos que vai querer conhecer, sobretudo agora que está oficialmente aberta a época do bom tempo, os raios de sol já queimam e a vontade de sair de casa é mais que muita, ainda que cada saída deva ser feita com a devida prudência. A par disso, não se esqueça que não é recomendado deixar os miúdos brincar nos parques infantis, nem usar equipamentos comunitários como as mesas de piqueniques ou os grelhadores. Se não é adepto de esplanadas cheias de gente, pode optar pelos espaços verdes e atirar-se a um lanchinho com a família ou entre amigos. Recomendado: Dez mandamentos da nova "normalidade"

Actividades ao ar livre em Lisboa

Os melhores parques e jardins em Lisboa
Coisas para fazer

Os melhores parques e jardins em Lisboa

Agora que pode ir arejando as ideias, tenha preferência pelo ar puro, pelos espaços que pintam a cidade de verde. Com todos os cuidados que deve ter e mantendo a distância social recomendada pelas autoridades de saúde, faça o favor de apanhar um arzinho por aqui – se optar por juntar uma grupeta lembre-se que não poderão ser mais que dez. Seja para uma breve caminhada, corrida ou para uma visita prolongada aos relvados, seja prudente. Evite por agora os parques infantis (brincar na relva também é divertido), os circuitos desportivos ou as mesas comunitárias para piqueniques. Do jardim da Estrela ao pulmão verde de Lisboa – falamos do Monsanto, pois claro –, espaços verdes não faltam na cidade.  Recomendado: Os melhores sítios para correr em Lisboa

Os melhores sítios para fazer piqueniques em Lisboa
Coisas para fazer

Os melhores sítios para fazer piqueniques em Lisboa

Sabe onde piquenicar em Lisboa? É a forma ideal de fugir da cidade sem chegar a sair dela. É pegar, meter na cesta e estender a toalha nesses hectares relvados jardins fora. Há verdadeiros tesourinhos que vai querer conhecer, sobretudo agora que está oficialmente aberta a época do bom tempo, os raios de sol já queimam e a vontade de sair de casa é mais que muita, ainda que cada saída deva ser feita com a devida prudência. A par disso, não se esqueça que não é recomendado deixar os miúdos brincar nos parques infantis, nem usar equipamentos comunitários como as mesas de piqueniques ou os grelhadores. Se não é adepto de esplanadas cheias de gente, pode optar pelos espaços verdes e atirar-se a um lanchinho com a família ou entre amigos. Recomendado: Dez mandamentos da nova "normalidade"

Seis passeios em Lisboa para fazer esta semana
Coisas para fazer

Seis passeios em Lisboa para fazer esta semana

Agora que os eventos começam a regressar, ainda que com muitos cuidados, voltamos a ter passeios em Lisboa. E os dias que se seguem trazem uma programação particularmente variada. Sugestões para lhe ocupar o fim-de-semana não faltam, mas, se não quiser ficar a ver navios, já sabe que o melhor é agilizar o processo de reserva e inscrição nas diferentes actividades (muitas delas esgotam num ápice). Quanto ao kit de sobrevivência, calçado e roupa confortável são a recomendação da praxe, à qual acresce agora o álcool gel e uma máscara, para qualquer eventualidade. Junte a família ou um grupo de amigos e desfrute destes passeios e caminhadas, ao mesmo tempo que aprende umas coisas e pratica algum exercício. E não se esqueça de andar longe dos outros, à distância e sem atropelos. Recomendado: Os melhores passeios para fazer em Lisboa

As melhores praias da linha de Cascais
Coisas para fazer

As melhores praias da linha de Cascais

A menos de uma hora de Lisboa – e à distância de um comboio – não faltam escolhas para estender a toalha na areia e dar um mergulho em Cascais. Com a devida segurança, claro está. Já sabe: está à vontade para levar régua e esquadro e educar o vizinho do lado com a etiqueta geométrica necessária. Mas vamos ao que interessa. De Carcavelos ao Guincho, partilhamos dez sugestões de praias da linha de Cascais. É isso mesmo, só tem de escolher onde ir fazer fotossíntese e molhar o corpinho. E quando a fome começar a apertar não se fique pela bola da praia: procure os restaurantes e bares abertos ao longo de todo o paredão. Recomendado: Manual de sobrevivência para a época balnear

Ciclovias em Lisboa. Só precisa de pedalada para percorrer a cidade
Coisas para fazer

Ciclovias em Lisboa. Só precisa de pedalada para percorrer a cidade

A quarentena tem sido dura para todos. Lembra-se de quando disse aos amigos e colegas "quero muito deitar-me e não fazer nada"? Parece que desta foi de vez, mas talvez a dose tenha sido em excesso. Ainda assim, antes de dar ao pedal, nunca é demais relembrar que, pela sua saúde e dos que o rodeiam, não pegue no que aqui vai ver como uma desculpa para organizar uma excursão de ciclismo. Tenha em atenção as regras. Agora que já levou o sermão, deixamos-lhe aqui nove sugestões de percursos cicláveis que lhe vão fazer bem para arejar as ideias. Dos mais centrais aos ribeirinhos, mais a este ou até ao extremo oeste, siga sem medo – mas com atenção – o caminho.  Recomendado: Os melhores sítios para correr em Lisboa

Coisas para fazer com os miúdos em Lisboa

Fim-de-semana perfeito em família
Miúdos

Fim-de-semana perfeito em família

Os passeios prolongados na rua não são aconselhados e só recentemente as salas de teatro e cinema começaram a retomar actividade com novas regras. Mas não faltam ideias para entreter os miúdos dentro de casa. É que a agenda infantil online continua preenchida e inclui teatro, cinema, sessões de leitura, workshops, aulas e até visitas guiadas virtuais. Explore estas sugestões para encher o seu sábado e domingo, até as crianças ficarem sem pilha e ser quase hora de voltar para a cama outra vez. E não se preocupe: também há propostas lá fora, mas já sabe, sempre com as devidas precauções. Recomendado: Vamos planear as férias? Descubra 19 programas para este Verão

As melhores festas de aniversário para crianças em Lisboa
Miúdos

As melhores festas de aniversário para crianças em Lisboa

No recato do lar ou fora de portas? Com animação ou na onda DIY? Depende da disponibilidade, da paciência e do número de zeros na conta bancária dos pais – mas nesta lista encontra as melhores festas de aniversário para crianças em Lisboa à medida de todos. 

Museus para crianças em Lisboa? São mais que as mães e bem divertidos
Miúdos

Museus para crianças em Lisboa? São mais que as mães e bem divertidos

É uma grande injustiça dizer que a palavra museu cheira a mofo. Mas se começou por arrastar os miúdos para uma exposição interminável que só interessou aos pais... é bem possível que o programa enfrente alguma resistência. Não desanime. Fomos à procura dos melhores museus para crianças em Lisboa. Para ir ao passado e ao futuro, sem sair do presente.

Vamos planear as férias? Descubra 19 programas infantis para este Verão
Miúdos

Vamos planear as férias? Descubra 19 programas infantis para este Verão

A partir do momento em que entram na escola, as férias dos miúdos são três vezes maiores do que as nossas. Pode mandá-los passear (o que não falta em Lisboa são passeios para fazer com crianças) ou até deixá-los em casa a fazer uma maratona pelos melhores filmes da Disney. Mas não deve. Para o ajudar, partilhamos um conjunto de sugestões de actividades para as férias de Verão das crianças, em Lisboa e fora da cidade, que vão fazer com que a estação quente passe a voar. Atenção: o que também costuma voar são as vagas, por isso não deixe a inscrição para a última da hora. Recomendado: Para estas marcas infantis portuguesas, o Verão já chegou

Mais actividades para fazer com as crianças

Atracções em Lisboa a não perder

Dos códices e incunábulos ao Harry Potter: uma viagem pelas bibliotecas em Lisboa
Coisas para fazer

Dos códices e incunábulos ao Harry Potter: uma viagem pelas bibliotecas em Lisboa

Bem-vindo a um arquivo sem-fim de livros, monografias, fonogramas, periódicos e muito, muito mais. Temos museus e recantos municipais, espaços que nos fazem recuar à época medieval e outros que ainda cheiram a fresco. Apresentamos algumas das melhores bibliotecas em Lisboa para pôr na sua lista de “próximos locais a visitar na cidade”. Ah, e se ainda está a pensar na palavra “incunábulo” aqui vai uma pequena ajuda: trata-se de um livro impresso nos primórdios da imprensa, com recurso a tipos móveis. Muitos destes espaços já reabriram, mas habitue-se às novas regras por causa da pandemia: o uso de máscara é obrigatório e o melhor é reservar ou saber em que turnos pode visitar as bibliotecas da cidade. Boas leituras.  Recomendado: O roteiro de livrarias independentes em Lisboa

Museus e monumentos a não perder em Belém
Coisas para fazer

Museus e monumentos a não perder em Belém

Há muito para ver em Belém, desde antigos coches a peças modernas, e de edifícios que se perdem nos tempos a estruturas que ainda cheiram a fresco – então agora que já inaugurou a ponte pedonal do MAAT, mais ainda. Reserve um tempo na sua agenda para explorar os arredores desta zona que é um verdadeiro epicentro cultural – como há poucos em Lisboa –, isto porque há muito mais para além dos Pastéis de Belém. Siga o nosso roteiro de museus e monumentos em Belém, e faça o favor de compor a ordem da visita a seu gosto. Recomendado: Dez museus grátis em Lisboa e arredores

Monumentos portugueses que fazem justiça pela própria arte
Atracções

Monumentos portugueses que fazem justiça pela própria arte

Cidadãos de todo o planeta têm-se insurgido contra representações em bronze e pedra de figuras pouco consensuais no que diz respeito à história dos direitos da humanidade. O rastilho é o conhecido movimento global Black Lives Matter, uma luta já longa demais que clama por soluções para um mundo mais justo entre todos, independentemente da cor da pele. No entanto, não estamos a começar do zero. Em Portugal, há um conjunto de obras públicas que prestam homenagem a vítimas de injustiças cometidas ao longo dos séculos, em território nacional e não só. Fomos visitá-las. Recomendado: Visite monumentos de Lisboa e do Porto sem sair de casa

A nova vida do Jardim do Torel em 12 imagens
Atracções

A nova vida do Jardim do Torel em 12 imagens

A requalificação do Jardim do Torel, na Colina de Santana, chegou ao fim e a situação que vivemos obrigou a uma inauguração discreta a 1 de Junho. O jardim está renovado e muito bem cheiroso. Promovida pela Junta de Freguesia de Santo António, a intervenção contou com o planeamento da arquitecta paisagista Raquel Alho que desenhou espaços para os utilizadores se sentarem na relva, envolvidos por canteiros de plantas aromáticas, como lavanda, verbena ou maçaroco (orgulho-da-Madeira). O sistema de rega também foi todo renovado, num espaço que tem um jardineiro em permanência e segurança durante a noite, quando os portões se encontram encerrados. No projecto, que teve como base a ideia de “jardim do amor”, os bancos foram restaurados e em cada um deles pode ler-se poesia de nomes como Ary dos Santos, Fernando Pessoa ou o letrista João Monge (autor de “Os Loucos de Lisboa”). O lago artificial, no patamar superior, está límpido e fresco e ao centro a escultura feminina voltou a erguer uma lâmpada luminosa. O ginásio ao ar livre do Jardim do Torel também está pintado de fresco e mais perto da relva, encontra um pequeno gazebo em ferro onde pode ler ou sentar-se só a apreciar a vista sobre a cidade.  Recomendado: Conheça alguns jardins escondidos em Lisboa

Conheça alguns jardins escondidos em Lisboa
Atracções

Conheça alguns jardins escondidos em Lisboa

Pode parar de trautear os "Jardim Proibidos" de Paulo Gonzo. Estes que sugerimos são jardins escondidos em Lisboa e não proibidos, embora um deles tenha uma entrada, digamos, bastante restrita. Ou seja, são jardins que decoram esta linda cidade, mas que não são muito conhecidos do grande público. Pois bem, nesta Lisboa Capital Verde Europeia há muito que existem espaços verdes, públicos e privados, que estão só à espera da sua visita. Se entretanto tropeçar num jardim igualmente tímido, diga-nos tudo para leitores@timeout.com – temos a esperança de alargar esta lista e desvendar alguns segredos da cidade.  Recomendado: Descubra onde é isto e teste se é um verdadeiro lisboeta    

Conhecer a cidade, bairro por bairro

Paragens obrigatórias na Rua da Escola Politécnica
Coisas para fazer

Paragens obrigatórias na Rua da Escola Politécnica

Por muito que se conheça e palmilhe o bairro, há sempre qualquer coisa para descobrir. Há sempre um novo cantinho a abrir, um novo prato para provar, um novo cocktail para beber, um novo gelado para lamber, enfim, um leque de novidades e clássicos que se vão encontrando numa das principais ruas do Príncipe Real – a Rua da Escola Politécnica. Há sempre quem não esteja a par de tudo o que pode encontrar por aqui, seja de um lado ou de outro da estrada, por isso nós ajudamos nessa tarefa e detalhamos aqui quais as paragens obrigatórias. Recomendado: O melhor do Príncipe Real

O melhor do Parque das Nações
Coisas para fazer

O melhor do Parque das Nações

Esqueça o sentimento de culpa caso decida refastelar-se numa das mesas que se seguem. É que depois do repasto não faltam quilómetros e mais quilómetros de áreas verdes para fazer a digestão a preceito. Para os mais atléticos, aconselhamos a saltar cedinho da cama ou a aproveitar o melhor da vista ao cair do dia. Em plena zona oriental da cidade, o Parque das Nações é um convite descarado à boa vida, com opções gastronómicas, culturais, desportivas e de lazer. Aproveite o melhor de um bairro que é para toda a família.   Recomendado: As melhores coisas para fazer à beira rio

O melhor de Alvalade
Coisas para fazer

O melhor de Alvalade

Alvalade é um bairro a ter em conta sempre que falamos do melhor da cidade. Andámos pelas ruas desenhadas a régua e esquadro e traçámos um roteiro para forasteiros e nativos. As novidades do bairro, as paragens obrigatórias, os pratos que não pode deixar de provar nos melhores restaurantes da zona e os melhores bares – tudo o que precisa de saber para pôr Alvalade na sua lista de prioridades está aqui. Por fim, guarde um tempo para as compras no Mercado de Alvalade (dizemos-lhe as bancas onde tem mesmo de parar). Recomendado: Os melhores jardins e parques de Lisboa

O roteiro perfeito no Poço dos Negros
Coisas para fazer

O roteiro perfeito no Poço dos Negros

O bairro é pequeno, mas não pode ser medido aos palmos. Dos bares e restaurantes às lojas e pólos culturais, nos últimos anos, a Rua do Poço dos Negros e arredores (que é como quem diz as transversais) ganhou nova vida e vale a pena tirar um dia para explorar as ruas e travessas, a meio caminho entre Santos e o Cais do Sodré. Há lá de tudo: design português, teatro, burlesco, café de especialidade e especialidades dos quatro cantos do mundo. Apanhe o eléctrico 28 e use este roteiro para desbravar uam das zonas mais cool da cidade.

O melhor de Marvila
Coisas para fazer

O melhor de Marvila

Antigos armazéns abandonados são agora espaços de cowork onde também se pode andar de skate, há fábricas de cerveja artesanal, salas de espectáculo (ou de raves) onde cabem mil pessoas e espaçosas galerias de arte.
 Fomos espreitar as maravilhas de Marvila e trazemos-lhe um roteiro completo do bairro.

O melhor de Santos e Madragoa
Coisas para fazer

O melhor de Santos e Madragoa

Gelatarias, brunchs, mercearias alternativas, bares, restaurantes ou galerias, estas são apenas algumas das categorias que pode encontrar nesta lista quase infindável de atracções em Santos e na vizinha Madragoa, o bairro que tem recebido cada vez mais inquilinos e onde tropeça todos os meses num negócio novo. É neste bairro que também pode encontrar um epicentro cultural de museus e galerias de arte contemporânea.