As melhores coisas para fazer em Lisboa esta semana

Dos workshops às exposições e peças de teatro, sem esquecer as festas e concertos, e ainda uma série de oportunidades grátis para aproveitar esta semana
(não usar se não for para Os Dias do Desassossego)
Imagem cedida pela família à Casa Fernando Pessoa
Por Editores da Time Out Lisboa
Publicidade

O que faz em casa é consigo, mas já sabe que o que faz na rua é connosco. E claro que a nossa tutela se prolonga pela semana inteira, para que não se fique a lamentar por aí por ter falhado este ou aquele evento crucial na agenda alfacinha. Temos planos fortes para todos os dias, de exposições e cursos, espectáculos em palco e fora dele, muita música e ambientes festivos.

E se depois de consultar esta lista intensiva ainda lhe sobrarem buracos no calendário, nada de pânico. Todas as semanas damos-lhe as melhores sugestões de passeios em Lisboa. E nunca é demais insistir que a cidade está cheia de borlas para aproveitar antes que acabem. Se esta maratona lhe deu fome, bom, também ajudamos a resolver.

Recomendado: Dez curiosidades sobre Lisboa que sempre quis saber mas teve vergonha de perguntar 

1
Dias do Desassossego
©José Frade
Coisas para fazer, Eventos literários

Dias do Desassossego

icon-location-pin Fundação José Saramago, Santa Maria Maior
icon-calendar

Há dias onde não há sossego. Dois escritores. Duas datas. São assim os Dias do Desassossego que começam no dia de nascimento de José Saramago e terminam no dia em que morreu Fernando Pessoa. Uma iniciativa que gera um diálogo entre as obras de dois dos maiores autores da língua portuguesa com outros ofícios – a música, a arte urbana, o teatro, passeios literários e leituras.

2
Tadashi Kawamata
DR
Arte

Over Flow

icon-location-pin MAAT - Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia, Belém
icon-calendar

Por fim, na Galeria Oval do MAAT. O artista japonês Tadashi Kawamata convida o visitante, através de uma instalação imersiva, a focar-se em questões em torno do turismo e da ecologia globais. No fundo, o que vamos poder ver é uma catástrofe ecológica imaginária que, sejamos honestos, já esteve mais longe de acontecer.

Publicidade
3
big kitchen
Arte

Big Kitchen

icon-location-pin Volta, Alcântara
icon-calendar

Afinal, o que fica por ver quando olhamos para as letras que nos rodeiam? Está dado o mote para "Big Kitchen", uma exposição dedicada à tipografia que surge pelas mãos do designer João Miranda e do estúdio Desisto, e chega à Fica- Oficina Criativa esta sexta-feira. A mostra é uma exploração exaustiva de uma única família tipográfica, que pretende criar uma experiênica interactiva que explora a anatomia do tipo de letra e outras peças criadas com outros métodos de produção gráfica, como é o caso do poster. Conte com peças tridimensionais, serigrafia, risografia, têxtil e o uso de uma plotter de desenho automático para gerar peças únicas.

4
Worst Of
Filipe Ferrreira
Teatro

Worst Of

icon-location-pin Teatro Nacional D. Maria II, Santa Maria Maior
icon-calendar

O novo espectáculo do Teatro Praga é uma revisita, em forma de salvação, ao pior da dramaturgia portuguesa. É um museu sôfrego, sem pai e sem boas canções. Vamos passar por tudo, por tudo do pior: de Gil Vicente a Luis de Sttau Monteiro. E vamos tentar que isto não seja assim tão mau. 

Publicidade
5
Lisboa Games Week 2017
©DR
Coisas para fazer, Jogos e passatempos

Lisboa Games Week

icon-location-pin FIL - Feira Internacional de Lisboa, Parque das Nações
icon-calendar

O Lisboa Games Week é o maior evento de videojogos, tecnologia e entretenimento em Portugal. E a 5.ª edição estende, ao longo 
de 20 mil metros quadrados de exposição e actividades, postos de experimentação de videojogos, conferências, torneios, concursos de cosplay e lojas. São as sessões de autógrafos com os youtubers a parte mais concorrida do evento.

6
quel amour
Arte

Quel Amour!?

icon-location-pin Museu Colecção Berardo, Belém
icon-calendar

A inspiração da exposição? O amor. É o amor o denominador comum destas obras que vão parar ao Museu Berardo e que une os artistas que a compõem, é o amor que é igual em todas as línguas, culturas e civilizações. A exposição chega ao seu auge no núcleo de casais de artistas que trabalharam em conjunto, como é o caso de Helena Almeida e Artur Rosa, Marina Abramović e Ulay ou Axel Pahlavi e Florence Obrecht, tudo em obras criadas a quatro mãos.

Publicidade
7
Voar Sem Medo
DR
Coisas para fazer

Curso terapêutico de voo

icon-location-pin Voar Sem Medo, São Sebastião
icon-calendar

Liberte-se da tensão e dê um prazo ao medo de voar. Já adiou o suficiente aquela viagem de sonho. Resolva esse estorvo. Primeiro  faz uma avaliação psicológica e depois começa o curso: três dias intensivos de técnicas de controlo de ansiedade, informação sobre o funcionamento dos aviões e visita à torre de controlo do aeroporto. No final, “voo terapêutico”. Três meses depois, há follow-up. Os participantes podem contactar os formadores durante dois anos. Inscrições: info@voarsemmedo.com, 91 328 2092.

8
palacio anjos
Coisas para fazer

Magusto em Oeiras e Algés

icon-location-pin Palácio Anjos, Oeiras
icon-calendar

A Câmara Municipal de Oeiras que vai oferecer castanhas durante dois dias em dois fins-de-semana diferentes. A festa faz-se já no domingo, dia de São Martinho, no Largo 5 de Outubro, em Oeiras, entre as 11.00 e as 22.00. O programa inclui uma fogueira ao ar livre, a oferta de castanhas à população e concertos de gaita de foles e bombos a partir das 17.00. O ponto alto, no entanto, vai para a inauguração das iluminações de Natal, às 18.00. A 17 de Novembro a festa passa para Algés, num segundo magusto que acontece no jardim Palácio Anjos, onde não vão faltar pinturas faciais, entrega de rebuçados e balões, bem como momentos de animação musical, a cargo da Tuna Académica da Associação Cultural Sénior de Algés (16.00).

Publicidade
9
David Fonseca
©David Fonseca
Música

David Fonseca

icon-location-pin Coliseu dos Recreios, Santa Maria Maior
icon-calendar

O popular cantor e compositor português David Fonseca editou em 2018 o disco Radio Gemini, 20 anos depois de se ter estreado com Silence Becomes It, dos Silence 4. Assinala a data redonda e apresenta o novo disco no Coliseu, na companhia de Camané, Manuela Azevedo, Rita Redshoes e Alice Wonder.

10
die hard 2
Filmes

Cinema no Camones

icon-location-pin Camones, São Vicente 
icon-calendar

"Well, yippie-ki-yay motherfucker". A frase de John McCLane é famosa e transversal a todos os filmes Die Hard e é esta quinta-feira que vai poder gritá-la em grupo ao rever o segundo filme da saga, Assalto ao Aeroporto por cá, no novo cinebar Camones – que funciona no espaço do antigo Estrela, na Graça. O cinema acontece às quintas e terças-feiras (neste caso, terça sim, terça não) e será também projectada toda a quinta temporada de Prison Break, série que foi recuperada em 2017 em nove novos episódios. Pode ver três por dia a 6, 15 e 22 de Novembro. O mês fecha com o filme Agentes Universitários, a 29 de Novembro.

Publicidade
11
DJ Riskit
©DR
Noite

The Eminem Show

icon-location-pin Copenhagen, Cais do Sodré
icon-calendar

Vinte anos já se passaram desde o lançamento de
 “The Slim Shady” (estamos velhos, é verdade) e Eminem, apesar de vários rumores,
 nunca veio a Portugal. No Copenhagen, a homenagem 
é feita por DJ Riskit, “fã incondicional”, dizem, que nesta quinta-feira revisita
a obra do rapper para imaginar um concerto em solo nacional que ainda não aconteceu.

12
Zoo - Musical infantil
Miúdos

Zoo - Musical Infantil

icon-location-pin Teatro Tivoli BBVA, Avenida da Liberdade
icon-calendar

O dia amanhece no Jardim Zoológico de Lisboa e com ele nascem mais mil e uma possibilidades. Zena, a Leopardo-da-pérsia, o casal de araras, Jacinta e Joaquim, a orangotango Laranja, a suricata Suri e o órix Oscar são alguns dos animais que protagonizam Zoo, um musical infantil que é um hino à preservação, à liberdade, ao conhecimento. Uma história de amor e amizade que embalará toda a família num misto de emoções.

Publicidade
13
mnac, Arte Portuguesa. Razões e Emoções
Arte

Arte Portuguesa. Razões e Emoções

icon-location-pin Museu de Arte Contemporânea do Chiado, Chiado
icon-calendar

A exposição “Arte Portuguesa. Razões e Emoções” reúne 211 obras de 97 artistas no Museu do Chiado, em Lisboa, com uma viagem por 150 anos da História da Arte em Portugal. O périplo tem o seu ponto de partida em meados do século XIX e prolonga-se até à década de 80 do século XX, ocupando as galerias da ala da Rua Serpa Pinto. Se aprecia retrato, uma temática oitocentista raramente abordada, não falhe a mostra, que inclui obras desconhecidas de Miguel Lupi, Luciano Freire, Veloso Salgado, Duarte Faria e Maia e Constantino Fernandes.

14
Momento Único
DR
Arte

Momento Único

icon-location-pin Museu do Oriente, Estrela/Lapa/Santos
icon-calendar

Nesta exposição, o artista Lai Sio Kit apresenta sete instalações feitas de séries de azulejos, adaptados ao espaço da galeria do Museu do Oriente. O artista usa os azulejos para espelhar a forma como o tempo existe nas cidades – uns partidos, outros esbatidos, outros com musgo, é tudo culpa do tempo que deixa marcas e nada lhe pode escapar.

Publicidade
15
olharte
Arte

Olharte

icon-location-pin Casa-Museu Medeiros e Almeida, Avenida da Liberdade/Príncipe Real
icon-calendar

"Quero crer que, ao apossar-me da luz que te desenha, trago à vida a vida que te trouxe, mas sei que, ao olhar-te assim, na verdade estou a olhar-me a mim.” É assim que José Lopo de Carvalho fala aos objectos da sua fotografia, falando na verdade para nós, apresentando a sua primeira exposição pública. Homem de muitas viagens e ofícios, dedicou décadas à publicidade e a outras áreas até que aos 60 anos assumiu a paixão pela fotografia com um curso na ETIC. Agora, aos 64, estreia-se a expor, na Casa Museu Medeiros de Almeida, com uma colecção de 33 retratos. Bagão Felix, Filipe Faísca, Eunice Muñoz, António Barreto, Maria de Fátima Bonifácio, Rita Ferro e Helena Sacadura Cabral integram esta colecção de figuras públicas que nos olham como se em privado. Sempre de frente, sempre a preto e branco.

16
A Pior Comédia do Mundo
©DR
Teatro, Comédia

A Pior Comédia do Mundo

icon-location-pin Teatro da Trindade, Chiado
icon-calendar

E se de repente a porta dos bastidores se abrisse e o espectador tivesse acesso ao que por lá se passa? Foi a partir deste pressuposto que Michael Frayan escreveu esta comédia agora encenada por Fernando Gomes. O objectivo é, claro, fazer rir, através de um “olhar alucinante sobre o teatro e as loucuras e devaneios dos que o fazem, cujas tendências para crises descontroladas de ego, falhas de memória e alguma promiscuidade, transformam cada actuação numa verdadeira aventura de alto risco” interpretada, além do encenador, por Ana Cloe, Cristóvão Campos, Elsa Galvão, Inês Aires Pereira, Jorge Mourato, José Pedro Gomes, Paula Só e Samuel Alves.

Publicidade
17
futuros de lisboa
©Fotografia: Luísa Ferreira/ Colagem e manipulação digital: Inês Lino e José Piteira
Coisas para fazer, Exposições

Futuros de Lisboa

icon-location-pin Museu de Lisboa - Torreão Poente, Santa Maria Maior
icon-calendar

O nome avança quase tudo, em tempos de mudanças aceleradas e profundas. O Museu de Lisboa planeia esta mostra que conjuga três elementos: Lisboa, Cidade e Futuro. "Futuros de Lisboa" ocupa dois pisos do Torreão Poente da Praça do Comércio até Novembro e às perspectivas dos comissários João Seixas, Manuel Graça Dias e Sofia Guedes Vaz juntam-se as reflexões de diversos especialistas. E as de todos os cidadãos que foram chamados a contribuir.

18
The Beatles por Norman Parkinson
Norman Parkinson
Arte, Fotografia

Norman Parkinson: Sempre na Moda

icon-location-pin Centro Cultural de Cascais, Cascais
icon-calendar

80 fotografias captadas ao longo cinco décadas mostram o percurso do inglês Norman Parkinson, que revolucionou a moda do século XX e imortalizou celebridades como os Beatles, os Rolling Stones, Yves St Laurent ou a Rainha Isabel II. A exposição "Normal Parkinson: Sempre na Moda" tem a sua estreia mundial no Centro Cultural de Cascais, onde fica até Janeiro de 2019.  

Publicidade
19
paula rego, Contos Tradicionais e Contos de Fadas
Arte

Contos Tradicionais e Contos de Fadas

icon-location-pin Casa das Histórias Paula Rego, Cascais
icon-calendar

Criações dos anos 60 e até um trabalho inédito produzido em 2017, que será revelado pela primeira vez, tendo como referência literária a Condessa de Ségur. No total, mais de uma centena de desenhos e pinturas de Paula Rego compõem estes "Contos Tradicionais e Contos de Fadas", inspirados nestes enredos intemporais. A mostra está patente na Casa das Histórias, em Cascais, e pode ser vista até 30 de Setembro.

20
germinal, maat
Arte

Germinal. O núcleo Cabrita Reis na colecção de Arte da Fundação EDP

icon-location-pin MAAT - Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia, Belém
icon-calendar

Depois de uma primeira apresentação na Galeria Municipal do Porto, o núcleo Cabrita Reis, adquirido pela Fundação EDP, apresenta-se agora em exposição no MAAT. “Germinal” é composta por obras de artistas portugueses da coleção do escultor Pedro Cabrita Reis, construída durante 30 anos, e mostra as origens, numa reflexão sobre os momentos iniciais e originários das carreiras de artistas nacionais – característica essa que deu mote ao título da exposição – e cujos percursos se têm vindo a afirmar ao longo do tempo. Aqui vai encontrar o olhar de Cabrita Reis como coleccionador e não artista, com a ajuda de trabalhos de António Olaio, Joana Vasconcelos, Nuno Cera, Vasco Araújo, Paulo Brighenti, Paula Soares e Miguel Palma.   

Lisboa bairro a bairro

árvore do jardim do principe real
Fotografia: Manuel Manso
Coisas para fazer

O melhor do Príncipe Real

Foi no Príncipe Real que se instalou a nova dinastia da restauração lisboeta, para comer como um príncipe, os terraços para beber copos se multiplicaram e as concept stores apareceram porta sim, porta não. Sem esquecermos os nomes sonantes que, num cirandar constante, também têm poiso no bairro, do chef Kiko aos designers Lidija Kolovrat ou Nuno Gama. 

Chiado - Rua Garrett
Fotografia: Manuel Manso
Coisas para fazer

O melhor do Chiado

É o coração da cidade. O bairro incontornável onde as lojas centenárias vivem ao lado de marcas modernas, restaurantes de assinatura e sítios para ver e ser visto. 

Publicidade
Publicidade