Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Coisas para fazer em Lisboa em Setembro

Coisas para fazer em Lisboa em Setembro

Quer aproveitar a cidade e não sabe por onde começar? Nós dizemos-lhe as melhores coisas para fazer em Lisboa em Setembro

Lisboa na Rua
©José Frade
Por Francisca Dias Real
Publicidade

Chega Setembro e o Verão parece que se está quase a despedir, mas como veio tardio as esperanças de que dure mais do que o que o calendário determina são mais que muitas. A vontade de sair à rua continua lá e olhe que a oferta cultural e gastronómica que a cidade lhe dá é bem capaz de responder ao que precisa para este tempo. E, como manda a tradição, estes meses veranis são propícios a arruadas sem fim em busca pelo melhor sunset, a melhor festa de final de dia ou o melhor spot para cinema ao ar livre.

Nós temos a receita secreta para ter sempre alguma coisa para fazer este mês em Lisboa, de concertos a exposições, passando por festas, mercados, teatro, cinema ou festivais. Aproveite e viva a cidade ao máximo.

Recomendado: O melhor dos bairros em Lisboa

Coisas para fazer este mês em Lisboa

Destilaria Jameson
©Inês Félix
Coisas para fazer, Espaços para eventos

Jameson Distillery On Tour

icon-location-pin Lx Factory, Alcântara
icon-calendar

São 1600 e poucos quilómetros que separam Dublin de Lisboa. E se isto o demove de visitar a capital irlandesa, fique a saber que durante um mês Dublin vem até Lisboa e traz na bagagem a destilaria da Jameson, que terá poiso fixo na Lx Factory até 28 de Setembro. Vai ser possível conhecer a história da marca, o seu processo de produção e fazer provas de diferentes whiskeys. A destilaria pop-up vai estar aberta todos os dias e com sessões de 30 minutos, de grupos até 12 pessoas. Depois da experiência, os visitantes podem seguir para o The Jameson Bar e escolher uma das bebidas disponíveis. Logo ao lado, estará a loja com alguns produtos exclusivos que só poderia encontrar na Jameson Distillery Bow St. em Dublin. Além disso, esta destilaria pop-up terá momentos musicais (anunciados a seu tempo), workshops para bartenders, um estúdio de tatuagens e uma barbearia –  bem ao estilo gentleman moderno. Os bilhetes estão à venda e custam 15€.

Orelha Negra
©DR
Música

Concertos em Lisboa em Setembro

Setembro é um mês muito peculiar. Por um lado, queimam-se os últimos cartuchos do Verão. Por outro, é a altura da rentrée, do regresso à rotina que é também o regresso dos concertos em Lisboa. Ao nível dos festivais, vamos poder contar com o Lisb-On, a Festa do Avante!, o VillaMix e o FNAC Live. Em termos de concertos, destacam-se a californiana Billie Eilish e o canadiano Michael Bublé na Altice Arena, além da cantora brasileira Maria Bethânia no Teatro Tivoli BBVA e no Coliseu dos Recreios. 

Publicidade
out jazz
Cortesia Out Jazz
Coisas para fazer

Somersby Out Jazz

icon-location-pin Parque da Belavista, Marvila
icon-calendar

O Somersby Out Jazz volta a assentar arraiais e esta 13.ª edição traz novidades: há dois jardins que entram na corrida ao melhor lugar deitado na relva, o Parque da Bela Vista (Setembro) e a Ribeira das Naus (Agosto). Até Setembro é assim que pode aproveitar os domingos, sem ter de pagar nada. O festival volta a aliar-se ao Movimento Claro para promover comportamentos mais sustentáveis – não haverá palhinhas e os copos são reutilizáveis, podendo ser adquiridos em cada jardim por 1€. Tome nota: todos os domingos a partir das 17.00 e sempre de entrada livre.

Iminente 2018
©Nash Does Work/Iminente
Coisas para fazer

Festival Iminente

icon-location-pin Panorâmico de Monsanto, Benfica/Monsanto
icon-calendar

O Iminente volta a encher o Panorâmico de Monsanto de música e arte urbana – e nesta edição em vez de três são quatro dias. Common, Mayra Andrade, Linn da Quebrada, Pedro Mafama, Beatbombers e Vinicius Terra são alguns dos músicos confirmados. AkaCorleone, Vhils, Maria Imaginário e Tamara Alves destacam-se entre os artistas presentes. A edição deste ano será também marcada por conversas moderadas pelo Gerador e Fumaça e pela loja da Underdogs. Sem novidade, haverá uma tattoo shop. 

Publicidade
dançar a cidade
©José Frade/EGEAC
Dança

Dançar a Cidade

icon-location-pin Vários locais
icon-calendar

O Lisboa na Rua dá bailinho à cidade durante quatro domingos. Ao final da tarde (18.00), já sem o calor tórrido para o fazer suar em bica, terá que se fazer à pista nestas aulas abertas em praças e jardins lisboetas. Cada dia terá um género de dança associado e, para começar em grande, o Jardim da Amnistia transforma-se num salão de afro house e kuduro (8). No dia 15, o movimento de anca é fundamental para se juntar ao grupo de dança do ventre e bollywood no Jardim da Cerca da Graça. Na Praça Tenente, a 22, leve roupa soltinha para se abanar numa aula de flamenco e sevilhanas. A sessão dedicada ao tango acontece a 29 no Rossio de Palma.

Jardim Zoológico
©EGEAC
Filmes

CineCidade

icon-location-pin Jardim Zoológico de Lisboa, Sete Rios/Praça de Espanha
icon-calendar

O CineCidade está de regresso com sessões de cinema ao ar livre e desta vez é bem juntinho ao reino animal. O Jardim Zoológico serve de tela de projecção desta edição, que conta com quatro filmes. A iniciativa está inserida na programação do Lisboa na Rua, da EGEAC e da Câmara Municipal de Lisboa, e convida as famílias a relembrar animações e clássicos americanos do cinema de aventura. Como é habitual, o evento é gratuito, mas limitado aos lugares existentes. Os bilhetes podem ser levantados no Centro de Apoio ao Visitante, junto à loja do Jardim Zoológico, na área de acesso livre, durante a semana que antecede a sessão. Os filmes começam às 21.00. 

Publicidade
Move Hiit
Fotografia: Manuel Manso
Coisas para fazer

Lisboa Não Pára

icon-location-pin Lisboa, Lisboa
icon-calendar

Não é novidade que Lisboa será a Capital Europeia do Desporto em 2021, mas até lá há uma maratona de preparação. Até 30 de Setembro, exercite-se nos jardins da cidade com aulas de fitness gratuitas, resultado do projecto Lisboa Não Pára, da Câmara Municipal. A premissa é muito simples: aos fins-de-semana há aulas de fitness grátis e abertas a qualquer pessoa que queira participar – não precisa de ser um atleta. As aulas decorrem de manhã, pela fresca, sempre num parque ou jardim da cidade. Aos sábados acontecem no Parque das Nações (10.30-12.30), Quinta das Conchas (10.30-12.30), Jardim Mário Soares (10.00-13.00), Parque Eduardo VII (10.30-12.30) e Jardim da Estrela (11.00-12.30). Já aos domingos pode exercitar-se no Parque Vale do Silêncio (10.30- 12.30), Fonte Nova (10.30-12.30), Jardim da Parada (09.00-12.00) e Torre de Belém (10.00-12.00).

maat, corridas
Fotografia: Manuel Manso
Coisas para fazer

RHI – ARTE INSTITUTE

icon-location-pin Lisboa, Lisboa
icon-calendar

O Revolution Hope Imagination promove o diálogo entre a arte, a cultura e os negócios através de uma semana de talks, workshops e espectáculos. Em Lisboa, a programação distribui-se pela Culturgest, São Luiz, Fundação Oriente, Casa da América Latina, CCB e MAAT. Conte com curadores, programadores culturais e artistas internacionais, como Jill Sternheimer, do Lincoln Center, Jason Fine, jornalista da Rolling Stone, ou o produtor de cinema Rene Bastian. Há ainda dezenas de workshops, da tecelagem à escrita criativa . 

Publicidade
Coisas para fazer

Wanderlust

icon-location-pin MAAT - Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia, Belém
icon-calendar

O Wanderlust, o triatlo mindful, está de regresso mais uma vez nos Jardins da Fundação EDP, em Belém. A origem etimológica da palavra triatlo não engana: é um evento atlético composto por três modalidades e, neste caso, são elas a corrida (ou caminhada), o yoga e a meditação, ou não fosse o Wanderlust 108 um triatlo mindful. Pondo o jogo todo em cima da mesa, o que vai acontecer é o seguinte: chegado ao recinto do evento as boas-vindas vêm em forma de uma corrida - ou caminhada, caso a condição física não permita correrias - de 5 km, sendo que depois há uma aula de yoga ao ar livre. O triatlo culmina numa aula de meditação, em que o objectivo é desligar-se completamente do mundo palpável. No fim de tudo isto, não se surpreenda com o arraial montado por lá. Há workshops e aulas experimentais para todos porem à prova a elasticidade no tapete.

lisbon beer week
©DR
Coisas para fazer

Lisbon Beer Week

icon-location-pin Jardim do Torel, Avenida da Liberdade/Príncipe Real
icon-calendar

O Lisbon Beer Week aterra durante uma semana no Jardim do Torel. O bilhete equivale a um copo reutilizável que pode usar durante todos os dias do festival, sendo que o restante é por sua conta. O programa inclui a Rota das Cervejas, menus especiais em restaurantes da cidade e a Beer Mile (dia 14), uma prova no Campo Pequeno onde os participantes percorrem uma milha e fazem pausas para beber.

Publicidade
Música

Sou do Fado

icon-location-pin Vários locais
icon-calendar

Quatro noites, quatro fadistas. Este ano, o Sou do Fado sai das praças lisboetas, onde esteve na última edição, e leva a canção de Lisboa até aos espaços verdes da cidade. No dia 5, será o Jardim do Torel a receber Maria Ana Bobone e o seu mais recente Fado & Piano, um trabalho inovador em que a fadista se faz acompanhar de um piano, dando uma cor diferente aos seus fados. No Jardim Vasco da Gama, dia 12, Duarte sobe ao palco para apresentar Só a cantar, onde é autor, compositor e intérprete (na voz e na guitarra), caso raro entre os fadistas. A 19 de Setembro, o Jardim da Quinta das Conchas recebe Helder Moutinho que em Escrito no Destino canta o amor e a saudade, o passado e o futuro. Cristina Branco, uma das mais aventureiras exploradoras da canção portuguesa, será responsável pelo concerto de dia 26, no Parque dos Moinhos de Santana. Os concertos acontecem sempre às 21.30 e são gratuitos.

Coisas para fazer

Ideias para aproveitar os 220 dias de sol em Lisboa

Bem sabemos que a chuva faz falta, mas é um facto que somos abençoados pelo sol. E se assim é, não vale a pena ficar fechado em casa ou sair de casa de gabardine à espera que chova. Eis algumas ideias para aproveitar os 220 dias de sol em Lisboa: terraços para fazer a fotossíntese, jardins para se estender, novos gelados para provar, caracóis para lamber os dedos, cestas recheadas para fazer um piquenique à maneira, petiscos de Verão, mergulhos em água doce e outros em água salgada. Mais ninguém, além de Lisboa, tem aquela relação tu-cá-tu-lá com um astro que ainda por cima é rei. Vamos tentar viver ao máximo a companhia de sua majestade? Aqui tem muitas ideias para aproveitar o Sol em Lisboa.

Publicidade
banksy
©banksy
Arte

Exposições em Lisboa

Temos mais de duas mãos cheias de exposições para provar que está bem enganado. Queremos ajudar a tornar os próximos dias mais culturais, sozinho ou com a família toda atrelada (sim, há exposições kids friendly). Com tantos museus e galerias na cidade, é impossível não ter o que ver. Não queremos que se perca e por isso dizemos-lhe quais as exposições a que deve prestar atenção em Lisboa. Não há desculpas para não sair de casa. 

CINE SOCIETY
©DR
Filmes

Os melhores ciclos de cinema ao ar livre em Lisboa

É Verão, os dias já estão mais quentes e as noites tendem a ficar agradáveis demais para serem passadas em frente à televisão. Vá arejar para um cinema ao ar livre em Lisboa, com vista para as estrelas no ecrã e no céu – é um programa perfeito quer esteja sozinho ou acompanhado, mesmo que às vezes seja aconselhável uma manta. Por isso, não hesite: arranje o melhor lugar e vista um casaco se a noite ficar fresquinha. De clássicos do cinema a filmes acabadinhos de sair dos Óscares, em bares com vista ou nos melhores parques e jardins da cidade, este ano volta a valer a pena trocar o escurinho do cinema pelo céu estrelado para assistir a grandes filmes ao ar livre. 

Publicidade
Compras, Mercados e feiras

As melhores feiras e mercados de Lisboa

Lisboa tem espaço para todas as bancas e mais algumas. E se há variedade! Em palácios, à sombra de contentores, paredes meias com museus ou em grandes jardins pelos bairros da cidade, tudo com periodicidade fixa, ora no primeiro fim-de-semana, ora no último, só aos sábados ou só às quintas. É bom que seja organizado e que tome nota. Da moda à decoração, dos produtos frescos do dia (muitos deles biológicos) às traquitanas em segunda mão, sem esquecer as novas marcas portuguesas dedicadas ao design – enfim, é um sem-número de coisas que poderá encontrar por lá.  E não se esqueça que além destes mercados com periodicidade fixa, ainda se pode armar em bairrista e visitar os mercados municipais de Lisboa, muitos deles com cara lavada.  

Mais que fazer em Lisboa

Coisas para fazer

O melhor do Verão em Lisboa

Este ano ele armou-se em difícil, mas qualquer dia temos o Verão aí à porta. E, com ele as esplanadas, os caracóis e a sardinha assada, os festivais e o cinema ao ar livre. Não sabe o que vestir, onde ir ou o que fazer? Não se preocupe – nós damos uma ajuda. Renove o guarda-roupa, refresque-se com o que de melhor se faz nos bares e aproveite os espaços verdes para se estender e relaxar. 

TOPO Chiado
Fotografia: Manuel Manso
Restaurantes

As melhores esplanadas em Lisboa

Passamos o Inverno inteiro a sonhar com elas, ao primeiro raio de sol da Primavera voltamos ansiosos para elas e durante o Verão instalamo-nos confortavelmente, porque não queremos outra coisa: são as melhores esplanadas da cidade. 

Publicidade
Passeio de barco no Tejo
Arlindo Camacho
Coisas para fazer

Os melhores eventos em Lisboa em Agosto

Longe vão os tempos em que tínhamos de suar para encontrar coisas para fazer em Agosto em Lisboa. Espremíamos agendas, esmiuçávamos calendários e corríamos listas à procura de um ou outro evento para matar o tédio e nada. Nos últimos anos, o panorama mudou e Lisboa deixou de se tornar numa espécie de cidade fantasma em Agosto – até porque, para muitos estrangeiros, é mesmo um destino de férias privilegiado. Passeios, festas e concertos, feiras e mercados, algumas peças de teatro e muitas exposições. Se ficou por Lisboa em Agosto, siga as nossas sugestões e nunca se vai aborrecer.

Publicidade