Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Coisas para fazer em Lisboa em Janeiro

Atenção, continuamos a tentar dar-lhe a informação mais actualizada. Mas os tempos são instáveis, por isso confirme sempre antes de sair de casa.

Meet Vincent van Gogh
©Photo Republic / Bibi Neuray Meet Vincent van Gogh

Coisas para fazer em Lisboa em Janeiro

Quer aproveitar a cidade e não sabe por onde começar? Descubra as melhores coisas para fazer em Lisboa em Janeiro.

Por Editores da Time Out Lisboa
Publicidade

Por enquanto, ainda há alguns bons programas fora de casa, para aproveitar sempre com máscara, a devida distância social e respeito pela etiqueta respiratória, claro. Por isso, fomos à procura das melhores coisas para fazer em Lisboa em Janeiro. E sim, a oferta cultural é bem capaz de responder ao que precisa para este tempo. Desde lojas temporárias a exposições, festivais ou concertos, com muita opção gratuita. Temos a receita secreta para ter sempre coisas para fazer em Lisboa, dentro ou fora de portas. Aproveite e viva a cidade ao máximo.

Recomendado: O céu de 2021: eventos astronómicos a não perder

Coisas para fazer este mês em Lisboa

  Uma história chamada Lisboa
  Uma história chamada Lisboa
José Avelar

1. Uma História chamada Lisboa

Coisas para fazer Museu de Lisboa – Teatro Romano, Santa Maria Maior

Uma História chamada Lisboa é um ciclo de performances com narrativas históricas e ficcionais que têm Lisboa como protagonista e ocupam o Museu de Lisboa e os seus núcleos até Junho de 2021. A actriz e narradora Ana Sofia Paiva e o cantor e compositor Marco Oliveira propõem um percurso de histórias e lendas com narração e leitura de contos populares, histórias de vida, trechos, poemas e factos do ideário lisboeta, com interferências musicais ligadas às raízes da canção urbana e ao ambiente sonoro do quotidiano da cidade.

Hortas de Lisboa
Hortas de Lisboa
Museu de Lisboa

2. Hortas de Lisboa

Arte Museu de Lisboa - Palácio Pimenta, Campo Grande/Entrecampos/Alvalade

São seis núcleos, quase cronológicos, sobre a evolução e a necessidade das hortas em Lisboa, que é coisa que remonta já à Idade Média. Estes pedaços de terra sempre foram um elemento particular da paisagem urbana, sobretudo no que toca à subsistência das populações. Agora, e cada vez mais, são vistas como uma forma de sustentabilidade das cidades, com o sucessivo crescimento dos parques hortícolas municipais. Ao longo da exposição "Hortas de Lisboa", patente no Palácio Pimenta, põem-se a descoberto histórias e técnicas do passado num claro cruzamento com o presente e o possível futuro destes espaços na cidade, tudo através de cartografia, pintura, vídeo e narrativas de hortelãos que mantêm vivos estes elementos da malha urbana.

Mais que fazer

Gulbenkian
©Márcia Lessa

Os melhores parques e jardins em Lisboa

Atracções Parques e jardins

Agora que pode arejar as ideias, tenha preferência pelo ar puro, pelos espaços que pintam a cidade de verde. Com todos os cuidados que deve ter e mantendo a distância social recomendada pelas autoridades de saúde, faça o favor de apanhar um arzinho por aqui – se optar por juntar uma grupeta lembre-se que não poderão ser mais que dez. Seja para uma breve caminhada, corrida ou para uma visita prolongada aos relvados, seja prudente.

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade