Global icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Coisas para fazer em Lisboa em Fevereiro

Coisas para fazer em Lisboa em Fevereiro

Quer aproveitar a cidade e não sabe por onde começar? Nós dizemos-lhe como se pode entreter em Fevereiro.
Praça do Rossio
Inês Félix
Por Francisca Dias Real
Publicidade

O frio está aí e a vontade de sair à rua nunca é proporcional à oferta cultural e gastronómica que a cidade lhe dá. Reconhecemos isso, mas não aceitamos essa resignação e inércia de ficar enfiado em casa com uma mantinha sobre as pernas. Afinal, por alguma razão está a ler isto, certo? Nós temos a receita secreta para ter sempre alguma coisa para fazer este mês em Lisboa, de concertos a exposições, passando por festas, teatro e cinema. Aproveite e viva a cidade ao máximo. Mas sempre bem agasalhado, que não queremos que se constipe.

Recomendado: O melhor dos bairros em Lisboa

Escolhas Time Out

ano novo chinês
©Augusto Fernandes
Coisas para fazer

Ano Novo Chinês em Lisboa: roteiro pelos melhores eventos da cidade

Não há 12 badaladas, muito menos 12 passas e flutes de champanhe. O Ano Novo chinês em Lisboa festeja-se com desfiles, máscaras, feiras e concertos. 5 de Fevereiro foi o primeiro dia do Ano do Porco, animal que, no zodíaco chinês, representa a inteligência e o poder de observação. O porco é o animal que fecha o ciclo de rotação dos 12 signos do calendário lunar. O Museu do Oriente é onde encontra mais ofertas, mas há mais. Eis um roteiro das festividades, que é também um convite a celebrar a cultura chinesa em Lisboa.  

À Espera de Beckett ou Quaquaqua
©DR
Teatro

As peças de teatro a não perder

Deixe-se de desculpas e vá ao teatro. Em Lisboa, não faltam opções, grande parte delas com preços bem apetecíveis. Até nos meses mais parados, Lisboa tem um cartaz preenchido de peças de teatro para todos os gostos. Com a temporada em velocidade de cruzeiro, Fevereiro é mês de estreias, mas também de continuação de carreira e reposição de peças acarinhadas pelo público.

Publicidade
Museu Calouste Gulbenkian
© Lydia Evans / Time Out
Arte

Exposições em Lisboa

Acha que não se passa nada em Lisboa este fim-de-semana? Temos mais de duas mãos cheias de exposições para provar que está bem enganado. Queremos ajudar a tornar os próximos dias mais culturais, sozinho ou com a família toda atrelada (sim, há exposições kids friendly). Com tantos museus e galerias na cidade, é impossível não ter o que ver. Não queremos que se perca e por isso dizemos-lhe quais as exposições a que deve prestar atenção em Lisboa. Não há desculpas para não sair de casa. 

Yo La Tengo
Photograph: Courtesy Godlis
Música

Concertos em Lisboa em Fevereiro

Recordem-se as sábias palavras da avó: "Fevereiro é o mês mais curto e menos cortês". Que avó? Qualquer uma, não interessa. Porque a única pergunta que vale a pena fazer, quando confrontado com este dizer popular, é o que é isto quer dizer? É o tipo de resposta que só uma avó pode dar, portanto o melhor é mesmo falar com ela. Se quiser saber de concertos, porém, estamos aqui para si. Da histórica Joan Baez ao cantautor sueco que responde pelo nome The Tallest Man On Earth (apesar de não ser assim tão alto), passando pelos Yo La Tengo, nome venerável do indie rock ianque. É isto que nos espera. 

Publicidade
Academia Time Out - Mercado da Ribeira
Fotografia: Manuel Manso
Coisas para fazer, Aulas e workshops

Os workshops da Academia Time Out a não perder em Fevereiro

O ambiente na Academia Time Out nunca arrefece. Em Fevereiro, a agenda de cursos de cozinha está bem recheada, à espera apenas de gente com vontade de pôr as mãos na massa. A Academia Time Out tem uma agenda perfeita para quem quer arrancar o mês em grande com workshops que dão a volta ao mundo. Aproveite e aprenda as melhores dicas para uma mesa farta. Os miúdos, como sempre, não foram esquecidos e para eles também há aulas de volta dos tachos: que tal aprender a fazer umas cookies americanas? Toca a vestir o avental.

Compras, Mercados e feiras

As melhores feiras e mercados de Lisboa

Lisboa tem espaço para todas as bancas e mais algumas. E se há variedade! Em palácios, à sombra de contentores, paredes meias com museus ou em grandes jardins pelos bairros da cidade, tudo com periodicidade fixa, ora no primeiro fim-de-semana, ora no último, só aos sábados ou só às quintas. É bom que seja organizado e que tome nota. Da moda à decoração, dos produtos frescos do dia (muitos deles biológicos) às traquitanas em segunda mão, sem esquecer as novas marcas portuguesas dedicadas ao design – enfim, é um sem-número de coisas que poderá encontrar por lá.  E não se esqueça que além destes mercados com periodicidade fixa, ainda se pode armar em bairrista e visitar os mercados municipais de Lisboa, muitos deles com cara lavada.  

Publicidade
Quatuor Arod
©Marco Borggreve
Música

Concertos gratuitos de Jazz & Clássica em Fevereiro

A oferta de concertos gratuitos de Fevereiro chega à trintena, em parte graças ao programa ECHO Rising Stars, que todos os anos traz à Fundação Gulbenkian grandes promessas da música clássica, patrocinados pelas mais prestigiadas salas de concertos da Europa. Por outro lado, o Festival Antena 2 também inclui concertos de entrada livre, para ver e ouvir no Teatro Nacional D. Maria II, e na Igreja do Loreto pode ouvir um Te Deum que não era tocado há mais de dois séculos. Krzysztof Penderecki, compositor associado da temporada 2018/19 da Orquestra Metropolitana de Lisboa, vai à Ler Devagar.

Mais que fazer em Lisboa

MAAT - Museu Arte, Arquitectura e Tecnologia
Fotografia: Manuel Manso
Coisas para fazer

A agenda cultural de Lisboa que não pode perder

Pode odiar muitas coisas em Lisboa, até reconhecemos que a nossa cidade tem uma série de defeitos, mas se há coisa de que não se pode queixar é da agenda cultural. É ela que o obriga a sair porta fora quando a vontade de saltar do sofá é igual a zero.

 rage room, smash it, sala de raiva
Fotografia: Manuel Manso
Coisas para fazer

Saiba quais são as melhores coisas radicais para fazer em Lisboa

Aviso prévio: este artigo é impróprio para cardíacos. Os níveis de adrenalina prometem subir só de ler. É que saltar para o Tejo, entrar num quarto escuro para fazer amigos ou numa sala para partir tudo, fazer coastering, ir a um restaurante clandestino, saltar de asa delta ou passear pela serra de Sintra à noite não é para meninos. 

More to explore

Publicidade