Coisas para fazer em Lisboa este mês

Este mês está cheio de novidades na cidade. Não sabe como aproveitar? Nós dizemos-lhe como se pode entreter em Julho

Julho está aí e portanto não podemos evitar cair na inércia de ficar em casa. Passadas as Festas de Lisboa, que levam a cidade à loucura no que toca a arraiais e cheiro a sardinha no ar, os ânimos acalmam em Julho que também é a altura em que arracam em força os festivais de Verão.

O calor, que tardou a chegar, dá ganas de rua, de esplandas, de fazer dos jardins os nossos melhores amigos sempre com muita música à mistura.

Nós temos a receita secreta para ter sempre alguma coisa para fazer este mês em Lisboa, de concertos a exposições, passando por festas, teatro e cinema. Aproveite e viva a cidade ao máximo.

Recomendado: Cinco passeios em Lisboa para fazer esta semana

Escolhas Time Out

Noites de Verão

Agora que o calor chegou com toda a força, os finais de tarde pedem esplanadas, jardins e convívios, e se houver música à mistura melhor ainda. Está a chegar mais uma edição das Noites de Verão, da Filho Único: no Jardim dos Coruchéus, em Julho; e no jardim das Esculturas do Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado (MNAC), durante o mês de Agosto. Prepare-se para começar a combinar com os seus amigos aquele encontro de final de tarde, que às tantas vira noite, sempre ao som de uma série de concertos e DJ sets. 

Jardim dos Coruchéus , Grande Lisboa Sexta-feira 20 Julho 2018 - Sexta-feira 24 Agosto 2018

14 peças de teatro a não perder

Além do Festival de Almada, que é sempre o acontecimento de Julho, e com os cortes e limitações orçamentais, seria de esperar alguma diminuição da oferta teatral em Lisboa. Mas não. Entre o que já estava, o que estreia e continua e uma série de peças estilo toca e foge, isto é, que só estão uns dias em cena, não foi difícil encontrar mais de uma dúzia de peças para todos os gostos e feitios. Originais, clássicos, experimentais, ou daquela estranha categoria chamada transversais, a bem dizer, há de tudo nesta selecção.  

Por Rui Monteiro
Publicidade

Germinal. O núcleo Cabrita Reis na colecção de Arte da Fundação EDP

Depois de uma primeira apresentação na Galeria Municipal do Porto, o núcleo Cabrita Reis, adquirido pela Fundação EDP, apresenta-se agora em exposição no MAAT. “Germinal” é composta por obras de artistas portugueses da coleção do escultor Pedro Cabrita Reis, construída durante 30 anos, e mostra as origens, numa reflexão sobre os momentos iniciais e originários das carreiras de artistas nacionais – característica essa que deu mote ao título da exposição – e cujos percursos se têm vindo a afirmar ao longo do tempo. Aqui vai encontrar o olhar de Cabrita Reis como coleccionador e não artista, com a ajuda de trabalhos de António Olaio, Joana Vasconcelos, Nuno Cera, Vasco Araújo, Paulo Brighenti, Paula Soares e Miguel Palma.   

MAAT - Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia , Belém Até Segunda-feira 31 Dezembro 2018

Jardim de Verão Gulbenkian

Jardim e Verão podem soar como mel aos nossos ouvidos. Então se juntarmos as duas coisas? Está a chegar mais uma edição do Jardim de Verão na Gulbenkian com três fins-de-semana dedicados à palavra e à música.  O Jardim de Verão traz a um dos melhores jardins da cidade uma programação em cheio para passar os fins-de-semana ocupado e em família, com concertos, poesia, projecção de óperas e filmes de animação. Pode consultar toda a programação aqui.

Fundação Calouste Gulbenkian , São Sebastião Sexta-feira 20 Julho 2018 - Domingo 22 Julho 2018
Publicidade

Super Bock Super Rock 2018

Pelo menos agora não se passam horas a fio no trânsito para chegar ao Meco. Pelo menos agora o terreno do recinto é em calçada portuguesa. Agora só podemos queixar-nos da tontura do entra-e-sai no MEO Arena, espaço que costuma ser de um só concerto. Vá-se mais ou menos à bola com esta última versão do Super Bock Super Rock, há que reconhecer que é um festival com sete vidas. Já se deu em estádios, em quintas e parques, e o facto é que continua a atrair um batalhão de gente. A edição deste ano arranca a 19 de Julho.

Parque das Nações , Parque das Nações Quinta-feira 19 Julho 2018 - Sábado 21 Julho 2018

Lost and Found

Rita João e Pedro Ferreira são uma dupla artística que gosta de pôr toda a gente a olhar os seus trabalhos de longe. O Estúdio Pedrita inaugura a sua segunda exposição individual na Underdogs, e mostra um verdadeiro cruzamento entre o mundo analógico com o mundo digital, o legado passado com a realidade presente, sempre com a imagem de marca dos Pedrita, que recorrem à famosa técnica dos azulejos industriais descontinuados, que fazem lembrar pixéis. Em “Lost and Found” há um gesto autoral que resgata do esquecimento as fotografias originais e que é acompanhado de uma acção transformadora, reconfigurando-as num novo formato estético. 

Galeria Underdogs , Marvila Até Sábado 28 Julho 2018
Publicidade

Feira de Artesanato do Estoril

Desta quinta-feira, dia 5, até 9 de Setembro, a Feira do Artesanato mais antiga do país volta a animar a Linha. É assim há mais de 50 anos: todos os Verões, a Feira do Artesanato do Estoril abanca no recinto da FIARTIL (mesmo em frente ao Centro de Congressos do Estoril). Nesta 55.ª edição pode contar, como sempre, com artesanato, gastronomia, moda e música.

FIARTIL , Cascais Até Segunda-feira 10 Setembro 2018

Jazz em Agosto 2018

O Jazz em Agosto, o maior evento do jazz que tem lugar em Portugal e um dos mais importantes do mundo, escolheu centrar a sua programação deste ano no saxofonista nova-iorquino John Zorn, um criador tão prolífico e multifacetado que poderia pensar-se que o seu nome serve de fachada a uma vintena de músicos diferentes. A presença de Zorn no Jazz em Agosto 2018, que decorre de 27 de Julho a 5 de Agosto na Fundação Gulbenkian, assume três formas: 1) presencial, 2) como compositor e orientador de projectos e 3) como centro de gravidade – nomeadamente na qualidade de mentor da editora Tzadik – de uma constelação de músicos nas vanguardas do jazz e do rock. No primeiro caso vamos ter a estreia do trio de John Zorn com o ex-guitarrista dos Sonic Youth Thurston Moore e o baterista Milford Graves (sex. 27), Zorn como organista em interacção com o laptop de Ikue Mori (dom. 29) e uma rara reunião do lendário quarteto Masada (sáb. 28), com Dave Douglas. A fabulosa riqueza da série Book of Angels (32 discos de fusão jazz/klezmer), composta e orientada por Zorn, estará representada pelo Mary Halvorson Quartet (sáb. 28), pelo Marc Ribot Trio (seg. 30), pelo Brian Marsella Trio (sáb. 4) e pelos Secret Chiefs 3 (dom. 5). Bagatelles é uma nova série em que, tal como no Book of Angels, Zorn entrega as suas composições a outros músicos: serão interpretadas pelo Nova Quartet (seg. 30), pelo Kris Davis Quartet (qua. 1) e pelo trio Trigger (sáb. 4). A criatividade efervescente de Zorn estará t

Museu Calouste Gulbenkian , São Sebastião Sexta-feira 27 Julho 2018 - Domingo 5 Agosto 2018
Publicidade

Out Jazz

A 12.ª edição do Somersby Outjazz leva música ao Jardim da Torre de Belém, Keil do Amaral (Monsanto), Parque Eduardo VII, Jardim da Estrela e Jardim do Campo Grande, para mais uma temporada de papo para o ar. Cinco espaços verdes, cinco meses de música gratuita todos os domingos às 17.00. A novidade são os sábados de Maio no Parque da Bela Vista Sul, com hip-hop e R&B com curadoria da BALLIN’, cujos embaixadores são o DJ Nel’Assassin, o DJ Maskarilha e Camboja Selecta.  

Lisboa , Lisboa Domingo 22 Julho 2018 - Domingo 30 Setembro 2018

Do Tirar Polo Natural

A grande exposição de Verão do MNAA reúne cerca de 200 obras, das mais variadas disciplinas artísticas, uma vez que cruza épocas históricas distintas sem qualquer organização por estilos. “Do Tirar Polo Natural” propõe uma montagem determinada por um olhar contemporâneo sobre a história do género. Acaba por ser uma exposição-ensaio, um inquérito sobre o poder do retrato, uma reflexão sobre a representação e o “tirar polo natural” – tal como definiu, no século XVI, Francisco de Holanda, o primeiro teórico do retrato europeu. Lado a lado, e frente a frente, vão estar obras de José de Almada Negreiros, Paula Rego, José Malhoa, Júlio Pomar, Susana Mendes Silva, Pedro Cabrita Reis, Alexandre O’Neill e Amadeo de Souza-Cardoso. 

Museu Nacional de Arte Antiga , Estrela/Lapa/Santos Até Domingo 30 Setembro 2018
Publicidade
Mostrar mais

Mais que fazer em Lisboa

Os melhores museus em Lisboa

Edifícios relativamente novos, com linhas que são uma perdição para a fotografia, e clássicos da cidade que patrocinam autênticas viagens no tempo. Destaque-se ainda os inúmeros e regulares workshops e eventos que promovem para adultos e crianças, ou mesmo as cafetarias e brunches que também são pequenas obras de arte. Deixamo-lo com uma visita guiada aos melhores museus em Lisboa, dando razões para redescobrir endereços obrigatórios e ideias para explorar colecções surpreendentes. A lista de melhores museus em Lisboa não pára de crescer e nós estamos cá para actualizá-la. 

Por Editores da Time Out Lisboa

Coisas grátis para fazer em Lisboa

Não sabe o que fazer em Lisboa? De concertos de rock a aulas de swing, de recitais de poesia a passeios de bicicleta, damos-lhe uma grande variedade de sugestões para aproveitar tudo quanto é à borla na cidade. São dezenas de coisas grátis para fazer em Lisboa, afinal não queremos que deixe de aproveitar o melhor que a cidade tem apenas por ter a carteira mais vazia. Há muito para fazer à borla em Lisboa. Não acredita? Então espreite a lista que se segue. Não se vai arrepender. Já lhe dissemos que é grátis?

Por Editores da Time Out Lisboa
Publicidade

Exposições a não perder este Verão em Lisboa

O calor é bom, e desta vez tardou em chegar. Já boas exposições nunca são de mais, com o bónus de terem sempre aquele ar condicionado indispensável à conservação das obras de arte, sempre numa temperatura amena ideal. Se é fã de fotografia, de pintura ou de azulejo fique a saber que pode contar com cada um desses elementos nesta lista de exposições para ver até Setembro.  Para não morrer de insolação e para se inundar de arte, estas são as exposições que não pode perder este Verão em Lisboa. Comece já a tratar desta check list.

Por Francisca Dias Real

Comentários

0 comments