A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Piquenique Miolo
©Inês FélixPiquenique Miolo

14 sítios para ir buscar a papinha toda feita para o piquenique

Gosta de piqueniques, mas dispensa o trabalho de preparar o cestinho? Está na hora de descobrir 14 sítios onde ir buscar a papinha toda.

Escrito por
Inês Garcia
,
Francisca Dias Real
e
Raquel Dias da Silva
Publicidade

Sabemos (e já lhe dissemos) quais são os melhores sítios para fazer piqueniques em Lisboa. Mas, se é daqueles que não gosta ou não tem tempo para encher o cestinho de verga de iguarias, pode sempre optar por ir buscar a papinha toda feita a um destes restaurantes. Junte a família, os melhores amigos ou faça uma pequena escapadinha a dois para o meio do verde. Sempre com boa comida. É só pegar no cesto, estender a toalha e praticar o ócio deitado na relva, sem ter de se preocupar com o farnel. 

Recomendado: Os melhores parques e jardins em Lisboa

Sítios para ir buscar a papinha toda feita para o piquenique

  • Restaurantes
  • Lumiar

Abriu há coisa de um ano em Telheiras e veio democratizar a chamuça como um produto delicado e versátil. Engane-se quem pensar que fazer uma chamuça é fácil – aqui há segredo e saber. Shahid Merali é a mente por trás deste projecto, que agora disponibiliza, além do take away e das entregas ao domicílio, um serviço de piquenique. Só tem de escolher o jardim ideal. O resto é com eles. Pode decidir-se entre dois menus: o pequeno (35€) com quatro chamuças salgadas, uma mistura de chips e outra kurkuriyas (massa de chamuça frita); ou o grande (60€), com 12 chamuças salgadas, quatro chamuças doces, dois mix de chips e um de kurkuriyas. Recebe tudo, claro, num cesto aprumadinho, que inclui toalha para facilitar a logística.

  • Hotéis
  • Alcântara
  • preço 4 de 4

Madonna já não está lá de papo para o ar mas você pode estar: o piquenique mais chique da cidade está de volta à Casa do Lago do hotel Pestana Palace, no Palácio Valle-Flôr em Lisboa. Aos sábados, entre as 13.00 e as 16.00, a refeição decorre num dos recantos do relvado, com salmão fumado, Queijo de Azeitão, uma selecção de charcutaria de porco preto, compota de tomate, pães, croissants e pastelaria variada. O piquenique orça os 30€ por adulto. Dos oito aos 14 anos a refeição fica nos 15€ (as crianças até aos sete não pagam). As bebidas são pagas à parte e tem muito por onde escolher: há sangria branca com ananás, maracujá e lima ou cocktails, além sumos naturais de laranja ou melancia para quem não alinha em álcool.

Publicidade

Só precisa de marcar o dia, a hora e o local. Tanto pode ser numa praia, num jardim ou no pátio de casa. Inês Bonito e Gonçalo Barros tratam do resto: Comfy Picnic, assim se chama o serviço que é uma espécie de chave na mão do negócio dos piqueniques. O jovem casal trata do ambiente (sempre digno de várias fotografias para as redes socias) e do menu, que inclui tábuas de queijos e enchidos, doces, frutas, vinhos e outras bebidas. Durante três horas, só tem de comer, beber e divertir-se. No final, eles tratam de tudo novamente. Para marcar, basta enviar uma mensagem através do Instagram. Os preços dos sets começam nos 90€.

  • Restaurantes
  • Marvila

A antiga “ruína abandonada” que Roberta Medina visitou pela primeira vez há mais de uma década, já tinha sido reabilitada para eventos privados, mas só em Maio abriu verdadeiramente ao público, com duas esplanadas e programação cultural. Na oferta de restauração da Casa de Pedra, a aposta é em propostas leves e rápidas, como massas, pizzas e saladas. Agora, pode aproveitar o imenso verde do Parque da Bela Vista e pedir uma das duas cestas de piquenique disponíveis – a Sunrise (60€), mais pensada para o pequeno-almoço e brunch, que oferece variedades de pão, iogurte, granola caseira, panquecas, compotas e sumo de laranja, ou a Sunset (67€), ideal para petiscar ao final do dia, com frutas, queijos e enchidos, salgados, hummus e guacamole. Cada cesta está feita para grupos de quatro pessoas e as reservas devem ser feitas com 48h de antecedência.

Publicidade
  • Restaurantes
  • São Sebastião

Os piqueniques de um dos restaurantes mais icónicos da cidade estão de volta para aproveitar o bom tempo. Joachim Koeper, chef do Eleven, com uma estrela Michelin, criou um menu de piquenique (35€ por pessoa, mínimo de duas pessoas) pensado para ser saboreado no Jardim Amália Rodrigues, mesmo em frente à sala do restaurante. Os pães e manteigas são caseiros, os queijos e enchidos são nacionais. Faz parte da cesta ainda uma quiche de espinafres com passas e caril, gaspacho de tomate coração-de-boi, uma sandes de brioche caseiro com salmão marinado na casa e queijo fresco, vinho ou água e uma verrine de tarte de limão. A encomenda tem de ser feita com pelo menos duas horas de antecedência (por telefone 213 862 211 ou e-mail). Veja a previsão meteorológica e escolha o dia para o seu piquenique Michelin com vista.

  • Restaurantes
  • Padarias
  • Bairro Alto

Catarina e João já organizavam eventos antes de abrirem o Miolo, um pequeno café/restaurante no Bairro Alto onde privilegiam os produtos locais e sustentáveis, com muitas opções para pegar e levar. Estando esse sonho materializado, voltaram à carga, agora com piqueniques tão bons quanto bonitos – só precisa de entrar em contacto dois dias antes e eles arranjam tudo, da toalha e talheres à decoração, com almofadas para se encostar e até flores para fazer a fotografia (também têm uma máquina Instax disponível, é só levar recargas). É completamente personalizável, sem menus fixos. “Temos um intervalo de preços, dos 15€ aos 25€ por pessoa, e inclui também a montagem e a desmontagem à hora combinada”, explica Catarina. O menu mais barato poderá incluir as sandes da casa – neste caso, a vegetariana, em pão de batata doce roxa, com pesto, pasta de azeitona, curgete grelhada, tomate e queijo fresco –, pão de banana, pão da Gleba, compota caseira, mini quiche, um doce, como os queques de cenoura com cobertura de chocolate negro vegan, e uma bebida, como a água aromatizada com frutos vermelhos. Subindo o preço, sobem as opções, que podem incluir sopa fria de tomate, espetadas de fruta, saladas frias, garrafas de vinho, sumo natural e tábuas de queijos e enchidos.

Publicidade
  • Restaurantes
  • Grande Lisboa

Os quiosques BANANACAFE já têm todas as suas esplanadas prontas a receber convivas. O do Jardim da Estrela aproveitou a localização para acrescentar uma novidade: um menu de piquenique (18€), para duas pessoas, com um salgado, um hambúrguer e uma salada à escolha, húmus com palitos de cenoura e três sobremesas miniatura. Dentro de uma cesta, vem uma toalha Futah XL para se refastelar enquanto manja. Para manter o jardim verdinho e limpo, também tem direito a um saco do lixo. Os pedidos podem ser feitos no dia, no quiosque.

  • Restaurantes
  • Cafeteria
  • Sete Rios/Praça de Espanha

A falta de tempo para tratar de toda a logística de preparar um cesto de piquenique é um impedimento para muitos acampamentos em jardins. Mas n’A Luz Ideal, nas Laranjeiras, há cestos recheados para dois adultos (25€ + 35€ de caução) com duas sanduíches, dois salgados, duas garrafas com bebida fresca, uma salada e duas sobremesas. Há ainda um cesto para crianças (10€ + 15€ de caução) que inclui uma sanduíche em baguete rústica, um salgadinho, uma bebida, um doce e uma surpresa para os gaiatos. O cuidado no packaging está todo lá: pequenos potinhos de vidro, garrafas também de vidro com os sumos naturais e a comida embrulhada em papel vegetal, identificando o recheio. A encomenda (por telefone ou formulário no site) tem de ser feita até às 20.00 da antevéspera, e pode dizer quais são as suas preferências no que toca ao conteúdo do cesto.

Publicidade
  • Bares
  • Cafés/bares
  • Benfica/Monsanto

Este pequeno paraíso para famílias no pulmão verde da cidade, em Monsanto, nasceu pelas mãos de Dave Palethorpe, do bar CINCO Lounge, e da mulher, Jamile Freire, que dá a cara pelo projecto. Os piqueniques são um ponto forte lá do sítio, sobretudo aos fins-de-semana. Há três menus à escolha: o picnic party, para dez pessoas (65€), o just the two of us, para dividir por dois (35€), e o early bird picnic, também para dez pessoas (50€). O primeiro tem empadas de galinha, sandes de fiambre e queijo creme, fruta, muffins – tudo à dezena –, hummus e três garrafas de bebidas. O serviço para dois inclui uma garrafa de rosé, sandes de salmão, morangos e chantilly, brownies e limonada. O early bird é mais adequado para piqueniques matinais com croissants, pastéis de nata, fruta e expressos. O Green House tem um cantinho especial para piqueniques, com sombras, mesas e bancos de madeira para se sentir verdadeiramente no campo. Ainda pode complementar o piquenique com o wheelbarrow menu, isto é, um carrinho de mão à antiga cheio de minis, vinho, gin tónico ou Pimm’s (50€). E assim se faz a festa.

  • Restaurantes
  • Avenida da Liberdade/Príncipe Real

O restaurante Mão-Cheia, o segundo projecto da Associação Pão-a-Pão, continua a unir pessoas e criar comunidade à volta de pratos que vão do receituário português a sabores além-fronteiras. As portas já estão abertas mas, para quem ainda receia comer em restaurantes, apresentam uma alternativa: escolher quaisquer entradinhas, pratos ou sobremesas do dia e levar numa cesta de verga emprestada até ao Jardim das Amoreiras. Providenciam também talheres e as caixinhas de vidro para levar tudo. Por ser à base dos pratos do dia (por lá passam opções como as pataniscas de bacalhau e feijão-verde e os folhados de caça), não tem um preço fixo.

Publicidade
  • Hotéis
  • Hotéis de grandes cadeias
  • Cascais

No Sheraton Cascais Resort, além do piquenique, tem direito a passeio de bicicleta. O programa Picnic Basket Tour começou assim que o sol começou a dar um ar da sua graça e inclui uma cesta com toalha, talheres e um menu com hummus, gressinos, duas opções à escolha, entre a focaccia de rosbife com mostarda e rúcula ou a com legumes grelhados, mozarela e pesto, e os wraps de salmão fumado ou salada César. Pode optar também por duas saladas e duas sobremesas, entre salada de fruta, brownie, bolas de Berlim ou pastéis de nata. Quando reservar o piquenique pode escolher se prefere um passeio de bicicleta de oito horas (menu + bicicletas por 31€) ou de um dia inteiro (37€) – pode ficar-se pelos jardins do resort ou explorar a vila e ir até à Marginal.

  • Hotéis
  • Lisboa
  • preço 3 de 4

O jardim do Hotel da Estrela é um pequeno oásis no meio da cidade e nos meses mais quentes passa a haver “restaurante na relva”. Os piqueniques são lá montados, com toalhas coloridas, almofadas e chapéus de sol. Para comer há todos os clássicos de um piquenique: sopa fria, pão com paté do dia, compotas, queijos e selecção de charcutaria, empadas de galinha e folhados de vegetais, espetadinhas de tomate e mozarela com pesto, baguete de rosbife com mostarda antiga, batatas fritas e mousse de chocolate com salame, sem esquecer as bebidas para refrescar (19€ por pessoa).

Publicidade
  • Hotéis
  • São Sebastião
  • preço 4 de 4

Imagine o brilharete quando chegar ao jardim com saquinhos do Ritz na mão. O hotel lançou um serviço de take-away com os pratos da carta de Pascal Meynard, o chef francês responsável pela cozinha de autor de excelência. O menu está disponível online e divide-se nas categorias “pequeno-almoço” (com opções de pequeno-almoço continental a 28€ ou o americano a 48€), “canapés”, “refeições leves”, “sushi”, “pratos”, “plateaux repas” (caixas com refeições completas personalizadas), “sobremesas” e “bebidas”. Para um piquenique de luxo, vá buscar saladas de polvo (28€) ou de quinoa (20€), a sanduíche em ciabatta com camarão e espinafres envoltos em maionese chipotle (22€) ou os wraps de salmão fumado (22€). Ah, e não se esqueça nem das sobremesas (olá mil-folhas) nem das bebidas, dos sumos naturais ao vinho. O pedido faz-se através de e-mail (ritz. delicatessen@fourseasons.com) ou por telefone (21 381 1418), com 24 horas de antecedência.

  • Bares
  • Cafés/bares
  • São Vicente 

O Má Língua, que já venceu um prémio nos Time Out Bar Awards, é um daqueles sítios de referência para horas tardias, seja para petiscar, seja para sair à noite na Graça. Mas o serviço diurno não fica atrás: aqui preparam-se cestinhas prontas a levar para o piquenique que combinou com os seus amigos. O recheio? É à la carte. Pode escolher qualquer coisa que esteja no menu do bar – Vítor Augusto, responsável do espaço, diz que em quase todos os pedidos não falham a burrata, o ceviche e o hummus. A estes podes juntar as tibornas (8,50-9,50€), as saladas (8€), tábuas ou tostas (4,70€). A cesta inclui a toalha, pratos e talheres, mas precisa de pagar uma caução de 12,50€ para a levantar (o dinheiro volta para a carteira quando entregar o material). Pode pedir este serviço em qualquer dia da semana, desde que o faça pelo menos 24 horas antes do grande evento: é só ligar ou mandar e-mail.

Aproveitar Lisboa ao ar livre

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade