Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Cinco sítios para ir buscar a papinha toda feita para o piquenique
Piquenique Miolo
©Inês Félix Piquenique Miolo

Cinco sítios para ir buscar a papinha toda feita para o piquenique

Gosta de piqueniques, mas dispensa o trabalho de preparar o cestinho? Então, a solução pode estar no texto que se segue.

Por Francisca Dias Real e Inês Garcia
Publicidade

Sabemos (e já lhe dissémos) quais são os melhores sítios para fazer piqueniques em Lisboa. Mas, se é daqueles que não gosta ou não tem tempo para a logística de preparar o cestinho de verga recheado de iguarias, pode sempre optar por ir buscar a papinha toda feita. A pensar em si, seleccionámos quatro ofertas de piqueniques na cidade que vão desde os piqueniques tradicionais a um exemplar de luxo, para começar o desconfinamento com calma e ao ar livre. Junte a família mais próxima que já não vê há meses, os melhores amigos ou simplesmente faça uma pequena escapadinha a dois para o meio do verde. Sempre com boa comida. Assim, é só pegar no cesto, estender a toalha e praticar o ócio deitado na relva e ao sol, sem ter de se preocupar com o farnel. 

Recomendado: Os melhores parques e jardins em Lisboa

Uma foto da Time Out Magazine

A Time In Portugal já está disponível

Pode ler a última edição no conforto do seu sofá

Ler a revista

Cinco sítios para ir buscar a papinha toda feita para o piquenique

Piquenique Miolo
Piquenique Miolo
©Inês Félix

1. Miolo

Restaurantes Padarias Bairro Alto

Catarina e João já organizavam eventos antes de abrirem o Miolo, um pequeno café/restaurante no Bairro Alto onde privilegiam os produtos locais e sustentáveis, com muitas opções para pegar e levar. Estando esse sonho materializado, voltaram à carga, agora com piqueniques tão bons quanto bonitos – só precisa de entrar em contacto dois dias antes e eles arranjam tudo, da toalha e talheres à decoração, com almofadas para se encostar e até flores para fazer a fotografia (também têm uma máquina Instax disponível, é só levar recargas). É completamente personalizável, sem menus fixos. “Temos um intervalo de preços, dos 15€ aos 25€ por pessoa, e inclui também a montagem e a desmontagem à hora combinada”, explica Catarina. O menu mais barato poderá incluir as sandes da casa – neste caso, tínhamos a vegetariana, em pão de batata doce roxa, com pesto, pasta de azeitona, curgete grelhada, tomate e queijo fresco –, pão de banana, pão da Gleba, compota caseira, mini quiche, um doce, como os queques de cenoura com cobertura de chocolate negro vegan que provámos, e uma bebida, como a água aromatizada com frutos vermelhos. Subindo o preço, sobem as opções, que podem incluir sopa fria de tomate, espetadas de fruta, saladas frias, garrafas de vinho, sumo natural e tábuas de queijos e enchidos.

brunch eleven
brunch eleven
©DR

2. Eleven

Restaurantes São Sebastião

O restaurante com estrela Michelin no topo do Parque Eduardo VII tem mais uma experiência gastronómica para oferecer. Depois de ter começado um serviço de take-away e entregas, agora ajuda-o a desconfinar com boa comida numa cesta de piquenique para desfrutar no jardim Amália Rodrigues, mesmo em frente ao restaurante. O menu de piquenique inclui pão caseiro e manteiga, queijos e enchidos, patanisca de polvo e bolinho de bacalhau, salmão marinado na casa com ervas e salada, tirinhas de rosbife com molho tártaro, tarte tatin com crème anglaise e ainda uma garrafa de vinho Pedro&Inês branco ou tinto e água. A encomenda tem de ser feita com pelo menos duas horas de antecendência (por telefone 91 153 5021 ou e-mail 11@restauranteeleven.com) e custa 35€ por pessoa, para um mínimo de duas. Veja a previsão meteorológica e escolha o dia para o seu piquenique Michelin com vista.

Publicidade
Piquenique BANANACAFÉ
Piquenique BANANACAFÉ
Mariana Valle Lima

3. BANANACAFE Estrela

Restaurantes Grande Lisboa

Os quiosques BANANACAFE já têm todas as suas esplanadas prontas a receber convivas. O do Jardim da Estrela aproveitou a localização para acrescentar uma novidade: um kit de piquenique. Dentro de uma cesta, vem uma toalha grande para pôr comidas e refastelar-se. Pode escolher entre guacamole ou ou hummus com chips de batata doce e palitos de vegetais, mini hambúrguer, salada e três sobremesas mini, uma tarte de lima, brownie e banana bread. As bebidas são à parte. O valor do menu é de 12€ por pessoa e é necessário deixar uma caução, devolvida no momento em que trouxer cesta e toalha de volta. Dentro do kit vai também um saco do lixo, para manter o jardim verdinho e limpo. Os pedidos podem ser feitos no dia, no quiosque.

Comida Independente
Comida Independente
DR/Comida Independente

4. Comida Independente

Compras Mercearias finas Santos

As caixas de piquenique da Comida Independente fazem jus ao lema da casa, um bar de vinhos com produtos de pequenos produtores portugueses e tentam reproduzir a tábua de queijos que por lá servem. Inclui três queijos diferentes (três a quatro fatias de cada), três charcutarias (três a quatro fatias de cada), uma porção de azeite Monterosa Horta do Felix, uma porção de compota, três a quatro fatias de pão da Terrapão (16€). Pode ser levantado na loja e por lá ainda lhe dão dicas dos jardins mais próximos e aconselham qual a melhor garrafa de vinho para levar e compor o piquenique. Se for pessoa de mais alimentado e quiser um piquenique mais composto, espreite também a caixa Sexy Pastrami is Back (16€), com ingredientes para montar duas sandes pastrami on the go

Publicidade
Mão Cheia
Mão Cheia
©Inês Félix

5. Mão-Cheia

Restaurantes Avenida da Liberdade/Príncipe Real

O restaurante Mão-Cheia, o segundo projecto da Associação Pão-a-Pão, continua a unir pessoas e criar comunidade à volta de pratos que vão do receituário português a sabores além-fronteiras. As portas já estão abertas mas, para quem ainda receia comer em restaurantes, apresentam uma alternativa: escolher quaisquer entradinhas, pratos ou sobremesas do dia e levar numa cesta de verga emprestada até ao Jardim das Amoreiras. Providenciam também talheres e as caixinhas de vidro para levar tudo. Por ser à base dos pratos do dia (e por lá passam opções como as pataniscas de bacalhau e feijão-verde e os folhados de caça), não tem um preço fixo.

Aproveitar Lisboa ao ar livre

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade