Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Dez sítios para ir buscar a papinha toda feita para o piquenique

Dez sítios para ir buscar a papinha toda feita para o piquenique

Gosta de piqueniques, mas dispensa o trabalho de preparar o cestinho? Então, a solução pode estar no texto que se segue.

Piquenique Miolo
©Inês Félix Piquenique Miolo
Por Francisca Dias Real e Inês Garcia |
Publicidade

Sabemos (e já lhe dissémos) quais são os melhores sítios para fazer piqueniques em Lisboa. Mas se é daqueles que não gosta ou não tem tempo para a logística de preparar o cestinho de verga recheado de iguarias, pode sempre optar por ir buscar a papinha toda feita. A pensar em si, seleccionámos dez ofertas de piqueniques na cidade que vão desde os piqueniques tradicionais a exemplares de luxo, sejam para saídas em família, para namorar a dois ou para pequenas escapadinhas que consiga fazer em dias de trabalho. Assim, é só pegar no cesto, estender a toalha e praticar o ócio deitado na relva e ao sol, sem ter de se preocupar com o farnel. 

Recomendado: Os melhores parques e jardins em Lisboa

Dez sítios para ir buscar a papinha toda feita para o piquenique

1
Green House - Piquenique
©Manuel Manso
Bares, Cafés/bares

Green House

icon-location-pin Benfica/Monsanto

O Greenhouse, bar do HelloPark, é um pequeno paraíso para famílias no pulmão verde da cidade, em Monsanto, e nasceu pelas mãos de Dave Palethorpe, do bar CINCO Lounge, e da mulher, Jamile Freire, que dá a cara pelo projecto. Os piqueniques são um ponto forte lá do sítio, sobretudo aos fins-de-semana e “a pedido dos pais das crianças que estão em festas de anos no HelloPark”, diz Jamile. Há três menus à escolha: o picnic party, para dez pessoas (65€), o just the two of us, para dividir por dois (35€), e o early bird picnic, também para dez pessoas (50€). O primeiro tem empadas de galinha, sandes de fiambre e queijo creme, fruta, muffins – tudo à dezena –, hummus e três garrafas de bebidas. O serviço para dois inclui uma garrafa de rosé, sandes de salmão, morangos e chantilly, brownies e limonada. O early bird é mais adequado para piqueniques matinais com croissants, pastéis de nata, fruta e expressos. O Greenhouse tem um cantinho especial para piqueniques, com sombras, mesas e bancos de madeira para se sentir verdadeiramente no campo. Ainda pode complementar o piquenique com o wheelbarrow menu, isto é, um carrinho de mão à antiga cheio de minis, vinho, gin tónico ou Pimm’s (50€). E assim se faz a festa. Os pedidos têm de ser feitos, idealmente, com uma semana de antecedência e, se não conseguir, tente pelo menos quatro dias antes.

2
A Luz Ideal
©Manuel Manso
Restaurantes, Cafeteria

A Luz Ideal

icon-location-pin Sete Rios/Praça de Espanha

Porque a falta de tempo para tratar de toda a logística de preparar um cesto de piquenique é um impedimento para muitos acampamentos em jardins, n’A Luz Ideal, nas Laranjeiras, há cestos recheados para dois adultos (25€ + 35€ de caução) com duas sanduíches, dois salgados, duas garrafas com bebida fresca, uma salada e duas sobremesas. Há ainda um cesto para crianças (10€ + 15€ de caução) que inclui uma sanduíche em baguete rústica, um salgadinho, uma bebida, um doce e uma surpresa para os gaiatos. O cuidado no packaging está todo lá: pequenos potinhos de vidro, garrafas também de vidro com os sumos naturais e a comida embrulhada em papel vegetal, identificando o recheio. A encomenda (por telefone ou formulário no site) tem de ser feita até às 20.00 da antevéspera, e pode dizer quais são as suas preferências no que toca ao conteúdo do cesto.

Publicidade
3
Má Língua
©Manuel Manso
Bares, Cafés/bares

Má Lingua

icon-location-pin São Vicente 

O Má Língua, que já venceu um prémio nos Time Out Bar Awards, é um daqueles sítios de referência para horas tardias, seja para petiscar, seja para sair à noite na Graça. Mas o serviço diurno não fica atrás: aqui preparam-se cestinhas prontas a levar para o piquenique que combinou com os seus amigos. O recheio? É à la carte. Pode escolher qualquer coisa que esteja no menu do bar - Vítor Augusto, responsável do espaço, diz que em quase todos os pedidos não falham a burrata, o ceviche e o hummus. A estes podes juntar as tibornas (8,50-9,50€), as saladas (8€), tábuas ou tostas (4,70€). A cesta inclui a toalha, pratos e talheres, mas precisa de pagar uma caução de 12,50€ para a levantar (o dinheiro volta para a carteira quando entregar o material). Pode pedir este serviço em qualquer dia da semana, desde que o faça pelo menos 24 horas antes do grande evento: pode ligar ou mandar email.

4
Piquenique Miolo
©Inês Félix
Restaurantes, Padarias

Miolo

icon-location-pin Bairro Alto

Catarina e João já organizavam eventos antes de abrirem o Miolo, um pequeno café/restaurante no Bairro Alto onde privilegiam os produtos locais e sustentáveis, com muitas opções para pegar e levar. Estando esse sonho materializado, voltaram à carga, agora com piqueniques tão bons quanto bonitos – só precisa de entrar em contacto dois dias antes e eles arranjam tudo, da toalha e talheres à decoração, com almofadas para se encostar e até flores para fazer a fotografia (também têm uma máquina Instax disponível, é só levar recargas). É completamente personalizável, sem menus fixos. “Temos um intervalo de preços, dos 15€ aos 25€ por pessoa, e inclui também a montagem e a desmontagem à hora combinada”, explica Catarina. O menu mais barato poderá incluir as sandes da casa – neste caso, tínhamos a vegetariana, em pão de batata doce roxa, com pesto, pasta de azeitona, curgete grelhada, tomate e queijo fresco –, pão de banana, pão da Gleba, compota caseira, mini quiche, um doce, como os queques de cenoura com cobertura de chocolate negro vegan que provámos, e uma bebida, como a água aromatizada com frutos vermelhos. Subindo o preço, sobem as opções, que podem incluir sopa fria de tomate, espetadas de fruta, saladas frias, garrafas de vinho, sumo natural e tábuas de queijos e enchidos. Se quiser ir além da Grande Lisboa, pode sempre ir buscar estas opções à loja e seguir caminho.

Publicidade
5
La Boulangerie - Piquenique
©Manuel Manso
Restaurantes, Francês

La Boulangerie

icon-location-pin Estrela/Lapa/Santos

Antes de prestar atenção ao farnel, abra o mapa que o acompanha. A La Boulangerie entrega um mapa dos jardins vizinhos a todos os piqueniqueiros para escolherem onde se instalar. A única coisa que tem de levar é mesmo a toalha. Um piquenique para dois (35€) é entregue num saco, reutilizável, e inclui dois croissants de massa folhada estaladiça – aqueles que dão o cheirinho adocicado à casa assim que lá se entra –, uma baguete, queijo fresco, salmão fumado com lima e cebolinho, compota, manteiga e nutella para rechear o folhado e o pão a bel-prazer, iogurte com mel, granola e fruta da época e ainda uma garrafa de água, dois sumos naturais, café ou chá. Por mais 6€, acrescenta mais um croissant, sumo natural e bebida quente.

6
Hotel Sofitel - Piquenique
©Duarte Drago
Hotéis

Sofitel

icon-location-pin Avenida da Liberdade

Este hotel da Avenida da Liberdade oferece um cesto preparado pelo chef Daniel Schlaipfer, com dois menus à escolha: o Regional e Gourmet e o Saudável e Gourmet. No primeiro há saladinha de bacalhau e grão, sardinhas com pão alentejano, foie gras, queijo da serra, chouriço e presunto, broa de milho e doces regionais. Já o piquenique saudável, inclui hummus de beterraba, espetadas de tomate e queijo, wraps de salmão fumado com abacate e iogurte grego como algumas das opções. Para empurrar a comida, ambos os menus têm champanhe e sumo de laranja do Algarve, ainda que o regional incluia vinho e o saudável um sumo detox. A experiência piqueniqueira não se fica pelo cestinho de verga: o serviço inclui uma hora de passeio de tuk-tuk pela cidade antes de abancar num relvado à sua escolha - tudo por 120€ (por pessoa). Não se esqueça é de fazer a reserva com pelo menos 24 horas de antecedência.

Publicidade
7
Sheraton Cascais Resort - Piquenique
©Manuel Manson
Hotéis, Hotéis de grandes cadeias

Sheraton

icon-location-pin Cascais

No Sheraton Cascais Resort, além do piquenique, tem direito a passeio de bicicleta. O programa Picnic Basket Tour começou assim que o sol começou a dar um ar da sua graça e inclui uma cesta com toalha, talheres e um menu com hummus, gressinos, duas opções à escolha, entre a focaccia de rosbife com mostarda e rúcula ou a com legumes grelhados, mozarela e pesto, e os wraps de salmão fumado ou salada César. Pode optar também por duas saladas e duas sobremesas, entre salada de fruta, brownie, bolas de Berlim ou pastéis de nata. Quando reservar o piquenique pode escolher se prefere um passeio de bicicleta de oito horas (menu + bicicletas por 31€) ou de um dia inteiro (37€) – pode ficar-se pelos jardins do resort ou explorar a vila e ir até à Marginal.

8
Pestana Palace - Brunch
©DR
Hotéis

Pestana Palace

icon-location-pin Alcântara

A Madonna já não está lá de papo para o ar mas você pode estar: o piquenique com “serviço de mesa” está de volta à Casa do Lago do hotel Pestana Palace, no Palácio Valle-Flôr em Lisboa, a partir do passado 15 de Junho, e prolonga-se até ao final do Verão. Pode ser servido numa toalha na zona da relva ou numa mesa na Casa do Lago e desta vez acrescenta o saudável ao chique. Há um buffet com selecção de carnes, peixes e legumes grelhados, opções de sushi, saladas, frutas e doçaria fina, e especial atenção à proveniência dos produtos (os hortícolas vêm do Oeste). Para beber há chás gelados, mocktails e sumos detox. Durante toda a tarde há música com DJ e animação para crianças (que também têm um cantinho no buffet com opções especiais). O menu, sem bebidas, custa 38€ por pessoa. Crianças até aos sete anos não pagam e até aos 14 pagam 50%. É obrigatório reservar.

Publicidade
9
Hotel da Estrela - Piquenique
©Duarte Drago
Hotéis

Hotel da Estrela

icon-location-pin Lisboa

O jardim do Hotel da Estrela é um pequeno oásis no meio da cidade e nos meses mais quentes passa a haver “restaurante na relva”. Os piqueniques são lá montados, com toalhas coloridas, almofadas e chapéus de sol. Para comer há todos os clássicos de um piquenique: sopa fria, pão com paté do dia, compotas, queijos e selecção de charcutaria, empadas de galinha e folhados de vegetais, espetadinhas de tomate e mozarela com pesto, baguete de rosbife com mostarda antiga, batatas fritas e mousse de chocolate com salame, sem esquecer as bebidas para refrescar (19€ por pessoa).

10
Ritz Delicatessen
©Inês Félix
Hotéis

Ritz Delicatessen

icon-location-pin São Sebastião

Imagine o brilharete quando chegar ao jardim com saquinhos do Ritz na mão. O hotel lançou um serviço de take-away com os pratos da carta de Pascal Meynard, o chef francês responsável pela cozinha de autor de excelência. O menu está disponível online e divide-se nas categorias “pequeno-almoço” (com opções de pequeno-almoço continental a 28€ ou o americano a 48€), “canapés”, “refeições leves”, “sushi”, “pratos”, “plateaux repas” (caixas com refeições completas personalizadas), “sobremesas” e “bebidas”. Para um piquenique de luxo, vá buscar saladas de polvo (28€) ou de quinoa (20€), a sanduíche em ciabatta com camarão e espinafres envoltos em maionese chipotle (22€) ou os wraps de salmão fumado (22€). Ah, e não se esqueça nem das sobremesas (olá mil-folhas) ou das bebidas, dos sumos naturais ao vinho. O pedido faz-se através de e-mail (ritz. delicatessen@fourseasons.com) ou por telefone (21 381 1418), com 24 horas de antecedência.

Aproveitar Lisboa ao ar livre

esplanada noobai
Fotografia: Manuel Manso
Coisas para fazer

Actividades ao ar livre em Lisboa

A preguiça fica dentro de casa – é uma ordem. O convite para aproveitar o melhor que a cidade tem para oferecer é nosso, só precisa de o aceitar e encarar a natureza como a premissa principal para estas actividades ao ar livre. 

Rossio Gastrobar
©Manuel Manso
Restaurantes

As melhores esplanadas em Lisboa

Passamos o Inverno a sonhar com elas. Ao primeiro raio de sol primaveril voltamos a corrê-las, ansiosos, e durante o Verão instalamo-nos confortavelmente, porque não queremos outra coisa: são as esplanadas. Receitamos-lhe inúmeras doses para repor os níveis de vitamina D: das novidades do ano aos sítios para ver navios, para comer fora ou para rebolar na relva. 

More to explore

Publicidade