Os melhores sítios para fazer piqueniques em Lisboa

Este é o caminho a seguir para estender a toalha e pousar as cestas nos melhores lugares para piquenicar.
jardim da estrela
David Clifford Jardim da Estrela
Por Francisca Dias Real |
Publicidade

Sabe onde piquenicar em Lisboa? É a forma ideal de fugir da cidade sem chegar a sair dela. É pegar, meter na cesta e estender a toalha nesses hectares relvados jardins fora. Há verdadeiros tesourinhos que vai querer conhecer, ainda para mais está oficialmente aberta a época do bom tempo, os raios de sol já queimam e a vontade de sair de casa é mais que muita. Se não é adepto de esplanadas cheias de gente, pode optar pelos espaços verdes e atirar-se a um lanchinho com a família ou entre amigos. 

Recomendado: Os 21 melhores parques e jardins em Lisboa

Os melhores sítios para fazer piqueniques na cidade

Parque do Alvito
Fotografia: Arlindo Camacho
Atracções, Parques e jardins

Parque de Monsanto (Alvito)

icon-location-pin Alcântara

Este é talvez o melhor parque para piquenicar com crianças. O Parque Recreativo do Alvito é um dos mais antigos da cidade, inserido no Parque Florestal de Monsanto. Aqui não entram animais de estimação. O Parque de Merendas situa-se junto ao Parque Recreativo e, imagine-se, tem um forno a lenha para um piquenique 2.0. Há grelhador e uma área de mesas coberta, o que permite ter sombra permanente se não quiser estender toalhas na relva.

Jardim da Cerca da Graça 2
Fotografia: Arlindo Camacho
Atracções, Parques e jardins

Jardim da Cerca da Graça

icon-location-pin São Vicente 

É um segredo mal guardado à vista de todos. Ainda poucos o conhecem, mas é o maior espaço verde de acesso público da zona histórica de Lisboa. É o espaço ideal para um piquenique em que leve a família toda atrelada, com uma vasta área relvada para estender toalha. O jardim tem três miradouros, uma zona com parque de merendas – se quiser sentar-se à mesa – e um pomar. Os miúdos têm um parque infantil só para eles, mas se preferirem andar à solta têm espaço para correr, dar toques na bola ou jogar ao lencinho com a família – é só uma ideia.

Publicidade
David Clifford
Coisas para fazer

Jardim José Gomes Ferreira

icon-location-pin Alvalade

Ou Mata de Alvalade, como é conhecido por todos. Aqui, vai poder elevar a experiência de piquenique. É que há uma zona de churrascos, com tudo preparado. A si cabe-lhe levar as febras e entremeadas e o carvão. Depois pode servir na toalha ou sentar-se direito, que o espaço está equipado com mesas e bancos. Encha a barriga e depois deite-se na relva e deixe-se envolver pela vegetação densa. Há um parque infantil para entreter os gaiatos e uma pista ciclável se quiser digerir a refeição a pedalar.

Jardim da Gulbenkian
©bjaglin
Atracções

Jardim da Gulbenkian

icon-location-pin São Sebastião

A máxima é aproveitar os melhores recantos da cidade para uma refeição diferente. Ora, o Jardim da Gulbenkian está no centro de Lisboa, mas não deixa de ser um bom retiro para piquenicar. Há um lago no interior do jardim e patos a vadiar por ali à solta. Só tem de levar o cestinho e aproveitar a calmaria do sítio.

Publicidade
Jardim da Estrela
© Lydia Evans / Time Out
Atracções

Jardim da Estrela

icon-location-pin Estrela/Lapa/Santos

Plantado no coração de Lisboa, é perfeito para ir para fora cá dentro. Tem um bom parque infantil onde os miúdos se podem espojar à vontade (a qualidade do areão é inspecionada a cada 15 dias); uma frota de bancos (um a cada vinte passos – acredite, nós já medimos) a ladear o passeio público que é também um dos melhores circuitos de corrida da cidade; e sobretudo tem meia dúzia de clareiras relvadas a pedir piqueniques e tardes de sorna com um livro (pode requisitá-lo na biblioteca-quiosque: está aberta das 13.00 às 18.00, fecha domingos e segundas).

Jardim do Campo Grande
Fotografia: Manuel Manso
Atracções, Parques e jardins

Jardim do Campo Grande

icon-location-pin Campo Grande/Entrecampos/Alvalade

Neste jardim vive-se uma espécie de microclima, uma ilha rodeada de estrada e da azáfama do trânsito, ainda que não pareça assim que mete os pés na relva e sente realmente a natureza. O Jardim do Campo Grande é o maior do centro da cidade e tem um grande lago navegável, perfeito para se meter em aventuras nos barquinhos a remos.

Há uma zona especial para merendas para poder fazer o seu piquenique à vontade, sempre com a vantagem de ter um parque infantil para manter os miúdos ocupados. 

Publicidade
Quinta das Conchas
Fotografia: Ana Luzia
Atracções, Parques e jardins

Quinta das Conchas

icon-location-pin Lumiar

São 24 hectares relvados. A Quinta das Conchas é um pequeno paraíso para passeios em família, e mais ainda para piqueniques devido à extensa área ajardinada. Estenda a toalha ao sol ou à sombra das árvores. O parque infantil é o ponto alto para os mais pequenos, assim como os passadiços que usam para bicicletas, triciclos e trotinetes. É um palco ideal para festas de aniversário em estilo piquenique.

Coisas para fazer

Parque Urbano do Vale da Montanha

icon-location-pin Marvila

A obra foi iniciada em 2015 e era uma das peças do programa Corredor Verde Oriental, que liga o Parque Vinícola de Lisboa (junto à Rotunda do Relógio) ao futuro Parque Ribeirinho Oriente. O Parque Urbano Vale da Montanha tem 11 hectares, com ciclovia, caminhos pedonais, muita verdura, equipamentos de fitness e até outro parque infantil numa área mais elevada.

Na entrada principal do Vale da Montanha há um gigante equipamento lúdico para crianças e ao lado uma área rodeada de bancos de pedra e pronta para receber eventos. Para quem quer um piquenique daqueles à antiga é mesmo chegar e estender a toalha onde vir os relvados espaçosos e deixar-se ficar refastelado no descanso longe da confusão citadina. 

Mais coisas para aproveitar Lisboa

adamastor, quiosque
Fotografia: Arlindo Camacho
Coisas para fazer

Os melhores quiosques em Lisboa

Sempre que brilha o sol, a rua volta a ser a nossa casa. Os quiosques não exigem mesa marcada com três dias de antecedência e estão sempre de braços abertos para nos acolher no final de um dia de trabalho, quando a luz ainda não escasseia, seja para uma cerveja fresca ou um petisco. Eis os melhores quiosques em Lisboa. É só escolher.

TOPO Chiado
Fotografia: Manuel Manso
Restaurantes

As melhores esplanadas em Lisboa

Passamos o Inverno inteiro a sonhar com elas, ao primeiro raio de sol da Primavera voltamos ansiosos para elas e durante o Verão instalamo-nos confortavelmente, porque não queremos outra coisa: são as melhores esplanadas da cidade. Receitamos-lhe 62 doses para repor os níveis de vitamina D.

Publicidade