Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Viagens

Viagens

O melhor guia de viagens, escapadinhas, aventuras e retiros a partir de Lisboa

Dez mercados de Natal na Europa que valem a viagem
Viagens

Dez mercados de Natal na Europa que valem a viagem

“It's the most wonderful time of the year/ With the kids jingle belling/ And everyone telling you be of good cheer”, já diz a canção, de Edward Pola e George Wyle, interpretada por Andy Williams. E é verdade. É uma época do ano encantadora, sobretudo quando os famosos mercados de Natal se começam a espalhar por toda a Europa. Não falamos só das perdições para as compras, mas também da música e das iluminações nas ruas, das montras decoradas a rigor e do cheiro, persistente mas já delicioso, a vinho e chocolate quente, mas também a doces típicos, como o tronco de Natal. Para quem gosta de viajar, é a oportunidade perfeita para ir à caça de pacotes promocionais para cidades incríveis, de onde voltará, de certeza, inspirado pelo espírito do velhinho das barbas brancas e, claro, uma quantidade exagerada de sacos. Se já está a pensar no destino, espreite primeiro esta lista dos melhores mercados de Natal na Europa. Se não conseguir ir tão longe, não deixe de passar pela Vila Natal de Óbidos, um clássico desta época em Portugal. Recomendado: O melhor do Natal em Lisboa

Três trilhos para descobrir a Serra de Sintra
Viagens

Três trilhos para descobrir a Serra de Sintra

Não é exagero dizer que só nos Parques de Sintra há muitas, muitíssimas, opções de trilhos pedestres para dar uso às pernas e descanso à cabeça. Dependendo do que procura – património, natureza ou “deixem-me em paz, quero é ir andar” –, no portal Active Sintra, sob a tutela da Câmara Municipal, encontra mapas para descarregar para o telemóvel com instruções detalhadas, informação cultural e ambiental, e pontos de paragem obrigatórios que dispensam o acompanhamento de guia especializado. O melhor de caminhar, convenhamos, é poder fazê-lo ao seu ritmo, à hora que bem entender e, melhor, gratuitamente. Há sugestões para todos os gostos e níveis de preparação física. Recomendado: 48 horas perfeitas em Sintra

Cinco bons motivos para subir à Serra do Açor
Viagens

Cinco bons motivos para subir à Serra do Açor

Sempre que pensamos em ir de passeio para fora de Lisboa, parece haver uma força oculta que nos empurra automaticamente em direcção ao sul. Desta vez é diferente e vamos para cima, para o coração da Serra do Açor, o tesouro mais bem guardado de Arganil. Se for o caso de o leitor não se estar a conseguir localizar geograficamente, Arganil fica ali para os lados de Coimbra, a 40 minutos da cidade dos estudantes. A partir de Lisboa, a viagem de 260 km faz-se quase toda por autoestrada, com a parte final a obrigar a umas quantas curvas e contracurvas que podem desanimar os mais sensíveis ao enjoo. Mas não desista já de nós: traçámos o plano ambicioso de visitar o concelho em dois dias sem perder pitada das paisagens mais bonitas (e verdes) da zona Centro. Encontrámos uma aldeia presépio, praias fluviais de água cristalina, uma floresta virgem, cascatas escondidas e muito, mas mesmo muito boa comida. Eis cinco razões para ir e querer ficar. Recomendado: Dez sugestões de escapadinhas por Portugal

Dez sugestões de escapadinhas por Portugal
Viagens

Dez sugestões de escapadinhas por Portugal

Adoramos Lisboa do fundo do coração, mas às vezes sabe bem ir dar uma volta (ou duas ou três). Por isso, nesta selecção de dez hotéis, o verbo de ordem é descansar. Não interessa se o faz em quartos com vista para o Douro, em casas nas árvores ou em tendas de luxo, nem se prefere casas modernas de inspiração nórdica, um spa desenhado por Álvaro Siza ou um menu de Ljubomir Stanisic. São várias as sugestões para fugir do trânsito de Lisboa e ir laurear a pevide (a expressão preferida de todos os bons viajantes), por isso aproveite e vá para bem longe. Boa escapadinha. Recomendado: Os novos turismos que valem a viagem  

Duas escapadinhas no interior de Portugal para desligar e reconectar
Hotéis

Duas escapadinhas no interior de Portugal para desligar e reconectar

Vamos admitir que andamos todos mais ou menos aos tropeções nas velocidades impostas pelas rotinas urbanas. Dispa-se de tudo o que acha que devia estar a fazer. Afaste-se do rebuliço do litoral e das espécies endógenas ou migratórias que lá se alapam durante a época balnear. E mergulhe fundo no interior – do país, e quem sabe também no seu. Na região transmontana e minhota vai encontrar riqueza em estado bruto, que rompe a terra, trepa montanhas, esverdeia a vista e corre em leitos. A natureza tem a habilidade de permear os sentidos. Mais do que turismo de natureza, aqui encontra turismo de proximidade, com a terra e com as pessoas. Descubra estas duas escapadinhas no interior de Portugal para a próxima vez que precisar de uma pausa. Recomendado: 12 eco resorts em Portugal para umas férias mais verdes

Porta de Embarque Time Out

Os 50 melhores destinos para 2019
Viagens

Os 50 melhores destinos para 2019

Para fazer esta edição, chateámos gente em todos os fusos horários e pusemos a família toda a trabalhar. O resultado é um roteiro de 50 experiências, espalhadas por todo o mundo, que vale a pena ter agora. Sempre lhe dissemos que o que faz em casa é consigo, mas que o que faz na rua é connosco – seja aqui ou nos antípodas. A verdade é que dificilmente encontrará melhor parceiro para engendrar um plano de fuga do que nós. Aqui tem uma lista de 50 destinos ancorados em outras tantas experiências que vale mesmo a pena viver hoje, um pouco por todo o globo.

Os dez bairros mais cool no mundo
Viagens

Os dez bairros mais cool no mundo

Ninguém se quer sentir como um turista nos dias de hoje. Viajantes experientes querem viver a cidade como os locais, e isso significa olhar para além das vistas e encontrar os melhores bairros onde dormir, comer, beber e passear. Mas o que é que dá a uma zona da cidade este factor cool de que falamos? Foi essa a questão que tivemos de colocar quando começámos a classificar todos os bairros do mundo que entraram para a lista. Para nos ajudar nesta tarefa, recorremos aos especialistas: editores e jornalistas da Time Out de todo o mundo, que conhecem as suas cidades como ninguém. 

O que fazer em Hong Kong, das vistas às noites de karaoke
Viagens

O que fazer em Hong Kong, das vistas às noites de karaoke

Nesta lista, Holly Graham, antiga editora de Comer & Beber na Time Out Hong Kong, guia-o pelas cinco coisas que tem de fazer em Hong Kong. A lista completa, feita por Olivia Lai e outros editores da Time Out, contempla 51 propostas, desde os melhores restaurantes às atracções que não pode mesmo perder. Mas, se for para uma escapadinha rápida, não se preocupe: temos as dicas perfeitas para si.

Já chegámos à Madeira

Os melhores hotéis com piscina do Funchal
Hotéis

Os melhores hotéis com piscina do Funchal

Procurar por uma piscina numa ilha pode soar absurdo, tendo em conta que toda a terra está rodeada de mar. Mas nem sempre se dão as melhores braçadas em água salgada, ou em mar aberto, ou em praias de pedras rolantes como são as da ilha da Madeira. A capital tem vários super-tanques apetecíveis, sobretudo em hotéis, que vão do chamado azul piscina ao exuberante cor-de-rosa, como é o caso do icónico exemplar que define o Pestana CR7 Funchal. Integradas em resorts de luxo, um deles visitado por Churchill noutros tempos, ou no topo de um terraço com vista panorâmica sobre o Funchal, mergulhe numa das nossas seis sugestões.  Recomendado: Os 14 melhores hotéis com piscinas em Lisboa

Viagens: sugestões de trilhos para fazer na Madeira
Viagens

Viagens: sugestões de trilhos para fazer na Madeira

Descoberta por mar em 1419 por Tristão Vaz Teixeira, Bartolomeu Perestrelo e João Gonçalves Zarco, redescoberta por terra em 2018 pela Time Out. Andámos pelas levadas da Madeira a testar o calçado e a resistência em percursos que tanto pode fazer a andar como a correr.  Para os adeptos da marcha, da corrida, do running, do trail, do trekking, da observação de pessoas ou pássaros, sugerimos quatro percursos em vários pontos da ilha para que dê corda aos sapatos. Com maior ou menor acentuação, por baixo ou por cima das nuvens, estes trilhos vão ajudá-lo a conhecer alguns dos lugares mais bonitos da ilha da Madeira. Recomendado: Cinco sítios para comer na Madeira

Quatro bebidas para experimentar numa ida à Madeira
Coisas para fazer

Quatro bebidas para experimentar numa ida à Madeira

À primeira vista, combinam bebidas imisturáveis, a lembrar uma aula de físico-química na qual se põem à prova reagentes que podem explodir. Mas, na verdade, as combinações insólitas tornam-se bebidas obrigatórias de quem visita o arquipélago. Algumas misturam cerveja e vinho, noutras combina-se cerveja com chocolate em pó. Não faça esse esgar de insatisfação, nem negue à partida uma bebida que desconhece, aproveite para provar estes cocktails populares quando der um salto à ilha da Madeira. Temos quatro sugestões (incluindo a poncha, um clássico cá do sítio que não poderia faltar). Recomendado: Cinco cocktails para fazer em casa

Cinco sítios para comer na ilha da Madeira
Viagens

Cinco sítios para comer na ilha da Madeira

A Madeira, além de ser um jardim à beira-mar plantado, é uma das regiões portuguesas mais ricas no que toca à variedade de coisas que se podem pôr no prato. A lista é longa: milho frito, peixe-espada (ou só espada como chamam os madeirenses), espetadas (em espeto de metal ou pau de louro), lapas, bolo do caco barrado em manteiga e alho, e um sem-fim de frutas a juntar aos ícones da ilha, a banana e o maracujá (não estranhe se encontrar pêra-meloa, banana-pêra ou maracujá-tomate à venda no Mercado dos Lavradores, no centro do Funchal). Siga as nossas sugestões e saiba onde reservar mesa para logo.  Recomendado: Lisboa exótica, nove lugares que parecem o estrangeiro

Belmond Reid's Palace: sinfonia atlântica
Viagens

Belmond Reid's Palace: sinfonia atlântica

Quando as instruções do compositor são seguidas, a 8ª sinfonia de Mahler exige uma orquestra com cerca de 120 músicos, dois coros com um mínimo de 32 cantores cada, oito solistas vocais e um coro infantil. Chamam-lhe “sinfonia dos mil”. É mais ou menos o mesmo que sucede com o Belmond Reid’s Palace. No histórico hotel da Madeira, para que tudo corra em harmonia e a tempo, há centenas de pessoas que todos os dias seguem a mesma pauta. A diferença é que aqui apenas vemos os solistas e pouco mais, que o resto da orquestra toca nos bastidores e só se assoma à boca de cena se for chamada a isso. No Reid’s tudo é serviço e o serviço quer-se assim: afinado, a compasso de metronomo, mas sempre discreto e sem ruído. 

Tudo o que pode fazer no Algarve

Os melhores restaurantes clássicos no Algarve
Restaurantes

Os melhores restaurantes clássicos no Algarve

Jogue pelo seguro: acordar tarde, ir dar um mergulho à praia, jantar num destes restaurantes (se houver lugar). Na costa, na serra, no barrocal, com vista de mar, de montanhas, piscina, ria ou de hotel, são 15 as sugestões que temos para umas férias de papo (cheio) para o ar. Peixe com a marca da grelha, arroz fumegante com marisco, massada escorregadia com peixe do dia, aquele sabor a mar trazido pelas ostras ou percebes, as variedades de bivalves à Bulhão Pato, encontre espaço para tudo e saia confiante de casa em direcção a alguns dos melhores restaurantes do Algarve. Recomendado: Os novos restaurantes no Algarve para o Verão de 2018

Dez hotéis novos e renovados no Algarve
Hotéis

Dez hotéis novos e renovados no Algarve

Verão rima com passar os dias fora de casa sem preocupações com o tempo, as arrumações e as limpezas — ou sequer em fazer a cama.  Todos os anos surgem novos exemplares de hotelaria na paisagem algarvia, quer seja para satisfazer viajantes mais citadinos, quer seja para criar uma bolha de isolamento difícil de rebentar. Entre resorts, turismos rurais, casas de sonho ou boutique-hotéis, com vista de mar, serra ou piscina, temos dez sugestões de sítios que cheiram a novo — ou que foram alterados para melhor— onde pode pernoitar nos dias mais quentes do ano. Eis dez hotéis novos e renovados no Algarve para este Verão.

As melhores esplanadas no Algarve
Bares

As melhores esplanadas no Algarve

Puxe uma cadeira e pratique um dos desportos oficiais do Verão: esplanadar. A Time Out rumou a sul e testou 17 restaurantes e bares no Algarve para que agora o leitor saiba onde se deve sentar ao longo da costa algarvia. Quer seja ao almoço, durante a tarde ou depois da praia, estas são as nossas propostas para passar as próximas horas entre dois verbos: nadar e esplanadar.  Recomendado: As melhores praias no Algarve para este Verão

Os novos restaurantes no Algarve
Restaurantes

Os novos restaurantes no Algarve

Andámos pelo sotavento e pelo barlavento – por vezes com muito vento – à procura de tudo o que cheira a novo. Não podiam faltar restaurantes — novos ou renovados — nesta nossa listagem. Peixe fresco, marisco, refeições ligeiras ou a exigir um digestivo no final, são várias as ofertas que prometem aconchegar o seu estômago neste Verão de 2018.  Tachos e panelas polidos, guardanapos imaculados, cadeiras de estofos impecáveis: são nove os restaurantes novos ou renovados na nossa lista. Recomendado: Dez hotéis novos e renovados no Algarve para o Verão de 2018

Restaurantes com estrela Michelin no Algarve
Viagens

Restaurantes com estrela Michelin no Algarve

Há muito que o Algarve se emancipou enquanto região nacional com maior número de estrelas Michelin e as razões são simples: cozinheiros de excelência, ingredientes vindos directamente da costa (ou da Ria formosa), muita criatividade e uma dose q.b. de genialidade.  E a notoriedade não pára de aumentar. Para o Verão de 2018 tem oito restaurantes premiados pelo famoso guia de pneus à sua espera, dois deles em estreia: o Gusto by Heinz Beck, que fica no Conrad Hotel, e o Vista, plantado na Praia da Rocha, dentro do Bela Vista Hotel & Spa.  Recomendado: As melhores praias no Algarve para este Verão

Descobrir a Costa Alentejana

Escapadinhas: sete sugestões de enoturismo no Alentejo
Coisas para fazer

Escapadinhas: sete sugestões de enoturismo no Alentejo

É sobretudo na planície dourada (mais seca e quente), mas também nos declives das serras (mais húmidos) que crescem as vinhas alentejanas — e cada terroir garante um sabor distinto aos vinhos. Em Portalegre, por exemplo, as vinhas estão plantadas nas encostas graníticas da Serra de São Mamede, criando uma espécie de microclima que torna as temperaturas mais baixas que o habitual. Dividida em oito principais sub-regiões vinícolas — Borba, Évora, Moura, Redondo, Granja/Amareleja, Portalegre, Reguengos e Vidigueira — a vinicultura no Alentejo esteve até tarde em segundo plano, por causa da produção de cereais, tendo apenas começado a desenvolver-se nos anos 50 do século passado. Com a região a ser demarcada em 1988, o Alentejo tornou-se numa das zonas mais ricas e interessantes em enoturismo. Conheça as nossas sugestões de enoturismo no Alentejo. Recomendado: Vinhos naturais em Lisboa: o que são e onde os beber

Os melhores hotéis no Alentejo para uma escapadinha
Hotéis

Os melhores hotéis no Alentejo para uma escapadinha

Se juntarmos o baixo e o alto, a lembrar um famoso anúncio de detergentes, criamos a maior região portuguesa. Com uma gastronomia rica e paisagens tão variadas como a costa marítima, as planícies ou os vales profundos, o Alentejo já foi conhecido como o celeiro de Portugal. Agora, se separarmos o trigo do joio, é um dos melhores destinos para se passar umas férias desligadas de tudo e todos. De hotéis de cinco estrelas desenhados por gente que guarda um Pritzker em casa, a turismos rurais que nos fazem querer trocar a cidade pelo campo para sempre, são dez as sugestões de sítios onde pode ficar a dormir. Estes são os melhores hotéis no Alentejo para uma escapadinha. Recomendado: O melhor da Costa Alentejana

O melhor de Sines
Coisas para fazer

O melhor de Sines

Pode até nem ser o local mais procurado da costa alentejana, mas não fica atrás do resto dos ícones. Perca-se pelas praias, mas principalmente pelos restaurantes de Sines para uma verdadeira epopeia gastronómica. Vá por nós e faça-se à estrada. 

Coisas para fazer em Evoramonte
Coisas para fazer

Coisas para fazer em Evoramonte

Com um nome que pode ser escrito junto ou separado, esta freguesia perto de Évora parece ilustrar um conto da Disney. Há até um castelo com uma arquitectura que parece aglomerar quatro castelos de areia de maneira a formar um quadrado. Estão lá também as típicas muralhas, as várias casas brancas debruadas a amarelo ou azul — algumas delas estão pintadas no chão, pela artista local Inocência, que tem uma loja na rua principal onde vende artigos típicos da região. Siga as nossas sugestões e saiba o que fazer quando for dar uma volta a Evoramonte (ou Évora Monte). Recomendado: O melhor da Costa Alentejana

O melhor de Melides
Coisas para fazer

O melhor de Melides

130 kms. É apenas isso que separa Lisboa desta aldeia de areais extensos. Apetece-lhe fugir da cidade? Dizemos-lhe as melhores coisas que pode fazer em Melides

À descoberta dos Açores

Os melhores restaurantes nos Açores
Restaurantes

Os melhores restaurantes nos Açores

Deixe-se levar pela vistas e pelos trilhos mas quando lhe der a fome, não se deixe enganar. Não o deixamos arranjar lugar em qualquer buraco - vá por nós e encha a barriga com os melhores sabores dos Açores. 

Os melhores hotéis nos Açores
Hotéis

Os melhores hotéis nos Açores

São nove as ilhas e 21 as nossas sugestões. Dormir num destes hotéis é por si só uma experiência a não perder nos Açores. Já escolheu onde vai ficar depois daquele passeio e daquele mergulho?

As melhores coisas para fazer em São Miguel
Coisas para fazer

As melhores coisas para fazer em São Miguel

E aqui está o single de apresentação. O cartão de visita das nove ilhas, a canção que toda a gente anda a trautear. É a mais conhecida, a maior e a mais acessível das nove ilhas, aquela que está nas bocas do mundo – mas cuja dimensão e oferta podem ser demasiado grandes para mastigar. Não se preocupe, está aqui a papinha toda a feita: um roteiro para aqueles que querem passar um, dois ou três dias em São Miguel.

Quarteirão: 5 motivos para visitar o bairro alternativo de Ponta Delgada
Viagens

Quarteirão: 5 motivos para visitar o bairro alternativo de Ponta Delgada

As ruas Carvalho Araújo, Pedro Homem e D’Água, no centro histórico de Ponta Delgada, foram recuperadas e ganharam uma nova vida. O projecto Quarteirão agrega uma série de espaços como galerias, estúdios, livrarias, bares, ateliês, restaurantes e até uma tipografia. Há mais: uma praça com bancos desenhados pelo colectivo de arquitectos italianos Orizzontale para o Festival Walk & Talk, e onde qualquer um se pode sentar e mergulhar na cultura e arte local. O objectivo é continuar a trazer as indústrias criativas para o centro da cidade — e, para tal, o Quarteirão está num bom caminho. Damos-lhe cinco bons motivos para lá passar. Recomendado: As melhores coisas para fazer em São Miguel

As melhores coisas para fazer nas Flores
Viagens

As melhores coisas para fazer nas Flores

Exactamente quantas ilhas no mundo concentram tanta e tão diversa beleza numa porção tão pequena de terra? Nos Açores – mesmo nos Açores – não há mais nenhuma. Esqueça os filtros, porque não vai precisar deles.