Viagens

O melhor guia de viagens, escapadinhas, aventuras e retiros a partir de Lisboa

A tranquilidade da Herdade da Ribeira de Borba
Viagens

A tranquilidade da Herdade da Ribeira de Borba

Tivesse uma flauta e era um encantador de rebanhos. Sem a flauta, mas empoleirado numa espécie de trapézio suspenso, Martin O’Connel segurava uma ovelha entre as pernas, sem fazer qualquer força ou pressão, cantando umas palavras imperceptíveis para acalmar (ou seduzir) o animal. Tranquila, a ovelha esperava que a técnica do tosquiador – um apaixonado por isto de tirar a roupa a ovinos e que tem a sorte de o fazer em vários sítios do mundo, da Escócia à Suíça, passando por alguns “championsheeps” australianos – a deixasse mais leve para enfrentar o calor. Em cinco minutos, o neozelandês retirou o pêlo todo numa única peça, como aqueles tapetes sintéticos do IKEA, mas em bom.

Três Marias na Zambujeira do Mar: descanso alentejano
Viagens

Três Marias na Zambujeira do Mar: descanso alentejano

“Queremos que as pessoas se sintam em casa.” É assim, de forma simples, enquanto apela ao lado familiar do espaço, que Baltasar Trueb, nascido na Suíça, a viver na costa alentejana há largos anos, fala do Três Marias. A frase, que provavelmente já ouviu ser proferida por pessoas de várias unidades de alojamento do género, está longe de ser conversa fiada. Estamos aqui para explicar porquê. O Três Marias é acolhedor. É uma verdadeira casa de campo alentejana, com várias zonas de quartos – abriu em 2004, com apenas dois, mas tem vindo a crescer ao longo dos anos e já soma 15 –, todos com varanda privada e cadeiras ou sofás para ficar cá fora a ouvir a natureza. Dividem-se entre quartos duplos, duplos superiores e duplos com mezzanine e estão cheios de amenities, que vão de um cheiroso gel de banho natural ao material necessário para chá e café, dos copos de vinho a um sofá para se estender. Aqui não há televisão nos quartos, o wi-fi só funciona bem na zona comum, o que significa que é para quem gosta de verdadeiro sossego.

Hotel dos Templários: (palavras) cruzadas à beira da piscina
Viagens

Hotel dos Templários: (palavras) cruzadas à beira da piscina

Não se trata do templo de Salomão, erguido em Jerusalém pelo rei que lhe deu o nome (e mais tarde destruído pelo polissílabo mais divertido que tivemos de decorar nas aulas de História, Nabucodonosor II), mas os antigos cavaleiros da Ordem de Cristo certamente que o iriam defender. O Hotel dos Templários, mesmo no centro de Tomar, tem quatro estrelas e uma valiosa cruz, a da ordem militar que foi criada para proteger os peregrinos cristãos na sua caminhada até Jerusalém – e que, actualmente em Portugal, é uma ordem honorífica presidida por Marcelo Rebelo de Sousa.

Quinta do Figo Verde: amor, tendas  e uma caravana
Viagens

Quinta do Figo Verde: amor, tendas e uma caravana

Em podendo, era clonar o Ben e a Ana. Bricolagem, jardinagem, canalização, electricidade, energia solar, permacultura, astronomia ou culinária – são poucos os assuntos que não dominam. Quando não sabem, lêem, perguntam ou pesquisam na internet. Foi nesta última que Ben deu com um terreno no Vale, perto de Arcos de Valdevez, numa altura em que vivia aborrecido na Holanda e procurava um novo sítio para morar. Um amigo sugeriu-lhe Portugal, por ter cá o pai a morar há vinte anos. Ben pegou no carro e pôs-se a caminho. Entrou pelo Norte, vindo de Espanha, e não desceu muito (na verdade, desceu pouco desde então, pois nunca foi ao Algarve, por exemplo, mas está a fazer por isso). Estava em Novembro de 2011 quando comprou o terreno, e em Janeiro de 2012 montou literalmente a tenda na área onde fica actualmente a Quinta do Figo Verde. O irmão veio ajudá-lo durante um ano e, juntos, começaram a limpar o mato e a dar forma ao que é hoje um turismo rural sustentável.

Monte Santo Resort: um monte de férias santas
Viagens

Monte Santo Resort: um monte de férias santas

A cabana está lá, à beira da piscina, a chamar pelo “Sim” intenso como o do Ronaldo, saído de uma futura noiva ou noivo. Tendo em conta que o Monte Santo Resort foi eleito pela quarta vez seguida como o resort mais romântico da Europa (nos World Travel Awards que decorreram no final de Junho em Atenas), estamos em crer que a percentagem de respostas afirmativas é alta.  

Porta de Embarque Time Out

Seis coisas a não perder em Santorini
Viagens

Seis coisas a não perder em Santorini

Não há nada como estar no topo de um dos penhascos coloridos de Santorini, na Grécia. Esta ilha é um dos destinos mais incríveis do mundo, e não o é apenas por ser uma enorme cratera de um vulcão. O cenário parece ter sido criado pelos deuses gregos: aldeias caiadas de branco coroam a ilha, todas com uma vista privilegiada a partir dos penhascos que mergulham no mar, campos de vinhas que desenham riscas ao longo da terra e praias de areia preta e vermelha que parecem de outro planeta. Há muito para exploradores, foodies e malta da cultura descobrir, desde sítios arqueológicos a locais para nadar e, claro, beber vinho maravilhoso e experimentar comida mediterrânica.  + O que fazer em Santorini

Cinco razões para visitar Lanzarote
Viagens

Cinco razões para visitar Lanzarote

Fuja das zonas mais movimentadas como Playa del Carmen: Lanzarote é uma terra maravilhosa, árida e selvagem com muito por explorar. A bela ilha vulcânica das Canárias está repleta de cidades cheias de palmeiras, moradias caiadas de branco, praias, peixe fresco e cactos. Aqui encontrará o toque mágico e indelével do influente artista César Manrique em todo o lado — não só deixou várias casas fabulosas e atracções para visitar, como um legado que impede que todos os novos edifícios tenham mais de dois andares. Faça um passeio pelo norte e pelo interior da ilha e sinta a animada brisa boho de Lanzarote. Recomendado: Bares de Singapura

Cinco obras de arte pública para ver em Chicago
Viagens

Cinco obras de arte pública para ver em Chicago

Pode (e deve!) visitar alguns dos melhores museus de arte em Chicago, mas a sua busca pela oferta cultural da cidade não deve ficar por aqui. Passeie pelas ruas e dará de caras com esculturas de Picasso e Calder no Loop (como é conhecido o centro financeiro), uma colecção de murais em constante mudança em Pilsen e o Flyboy, de Hebru Brantley, a passear-se por cartazes e paredes em todo o lado. Há mais arte pública em Chicago do que aquela que consegue ver num dia, por isso criámos uma lista com os destaques que pode descobrir em qualquer altura do ano — e grátis! Recomendado: Porta de Embarque Time Out: Chicago

Já chegámos à Madeira

Os melhores hotéis com piscina do Funchal
Hotéis

Os melhores hotéis com piscina do Funchal

Procurar por uma piscina numa ilha pode soar absurdo, tendo em conta que toda a terra está rodeada de mar. Mas nem sempre se dão as melhores braçadas em água salgada, ou em mar aberto, ou em praias de pedras rolantes como são as da ilha da Madeira. A capital tem vários super-tanques apetecíveis, sobretudo em hotéis, que vão do chamado azul piscina ao exuberante cor-de-rosa, como é o caso do icónico exemplar que define o Pestana CR7 Funchal. Integradas em resorts de luxo, um deles visitado por Churchill noutros tempos, ou no topo de um terraço com vista panorâmica sobre o Funchal, mergulhe numa das nossas seis sugestões.  Recomendado: Os 14 melhores hotéis com piscinas em Lisboa

Viagens: sugestões de trilhos para fazer na Madeira
Viagens

Viagens: sugestões de trilhos para fazer na Madeira

Descoberta por mar em 1419 por Tristão Vaz Teixeira, Bartolomeu Perestrelo e João Gonçalves Zarco, redescoberta por terra em 2018 pela Time Out. Andámos pelas levadas da Madeira a testar o calçado e a resistência em percursos que tanto pode fazer a andar como a correr.  Para os adeptos da marcha, da corrida, do running, do trail, do trekking, da observação de pessoas ou pássaros, sugerimos quatro percursos em vários pontos da ilha para que dê corda aos sapatos. Com maior ou menor acentuação, por baixo ou por cima das nuvens, estes trilhos vão ajudá-lo a conhecer alguns dos lugares mais bonitos da ilha da Madeira. Recomendado: Cinco sítios para comer na Madeira

Quatro bebidas para experimentar numa ida à Madeira
Coisas para fazer

Quatro bebidas para experimentar numa ida à Madeira

À primeira vista, combinam bebidas imisturáveis, a lembrar uma aula de físico-química na qual se põem à prova reagentes que podem explodir. Mas, na verdade, as combinações insólitas tornam-se bebidas obrigatórias de quem visita o arquipélago. Algumas misturam cerveja e vinho, noutras combina-se cerveja com chocolate em pó. Não faça esse esgar de insatisfação, nem negue à partida uma bebida que desconhece, aproveite para provar estes cocktails populares quando der um salto à ilha da Madeira. Temos quatro sugestões (incluindo a poncha, um clássico cá do sítio que não poderia faltar). Recomendado: Cinco cocktails para fazer em casa

Cinco sítios para comer na ilha da Madeira
Viagens

Cinco sítios para comer na ilha da Madeira

A Madeira, além de ser um jardim à beira-mar plantado, é uma das regiões portuguesas mais ricas no que toca à variedade de coisas que se podem pôr no prato. A lista é longa: milho frito, peixe-espada (ou só espada como chamam os madeirenses), espetadas (em espeto de metal ou pau de louro), lapas, bolo do caco barrado em manteiga e alho, e um sem-fim de frutas a juntar aos ícones da ilha, a banana e o maracujá (não estranhe se encontrar pêra-meloa, banana-pêra ou maracujá-tomate à venda no Mercado dos Lavradores, no centro do Funchal). Siga as nossas sugestões e saiba onde reservar mesa para logo.  Recomendado: Lisboa exótica, nove lugares que parecem o estrangeiro

Belmond Reid's Palace: sinfonia atlântica
Viagens

Belmond Reid's Palace: sinfonia atlântica

Quando as instruções do compositor são seguidas, a 8ª sinfonia de Mahler exige uma orquestra com cerca de 120 músicos, dois coros com um mínimo de 32 cantores cada, oito solistas vocais e um coro infantil. Chamam-lhe “sinfonia dos mil”. É mais ou menos o mesmo que sucede com o Belmond Reid’s Palace. No histórico hotel da Madeira, para que tudo corra em harmonia e a tempo, há centenas de pessoas que todos os dias seguem a mesma pauta. A diferença é que aqui apenas vemos os solistas e pouco mais, que o resto da orquestra toca nos bastidores e só se assoma à boca de cena se for chamada a isso. No Reid’s tudo é serviço e o serviço quer-se assim: afinado, a compasso de metronomo, mas sempre discreto e sem ruído. 

Tudo o que pode fazer no Algarve

Os melhores restaurantes clássicos no Algarve
Restaurantes

Os melhores restaurantes clássicos no Algarve

Jogue pelo seguro: acordar tarde, ir dar um mergulho à praia, jantar num destes restaurantes (se houver lugar). Na costa, na serra, no barrocal, com vista de mar, de montanhas, piscina, ria ou de hotel, são 15 as sugestões que temos para umas férias de papo (cheio) para o ar. Peixe com a marca da grelha, arroz fumegante com marisco, massada escorregadia com peixe do dia, aquele sabor a mar trazido pelas ostras ou percebes, as variedades de bivalves à Bulhão Pato, encontre espaço para tudo e saia confiante de casa em direcção a alguns dos melhores restaurantes do Algarve. Recomendado: Os novos restaurantes no Algarve para o Verão de 2018

Dez hotéis novos e renovados no Algarve
Hotéis

Dez hotéis novos e renovados no Algarve

Verão rima com passar os dias fora de casa sem preocupações com o tempo, as arrumações e as limpezas — ou sequer em fazer a cama.  Todos os anos surgem novos exemplares de hotelaria na paisagem algarvia, quer seja para satisfazer viajantes mais citadinos, quer seja para criar uma bolha de isolamento difícil de rebentar. Entre resorts, turismos rurais, casas de sonho ou boutique-hotéis, com vista de mar, serra ou piscina, temos dez sugestões de sítios que cheiram a novo — ou que foram alterados para melhor— onde pode pernoitar nos dias mais quentes do ano. Eis dez hotéis novos e renovados no Algarve para este Verão.

As melhores esplanadas no Algarve
Bares

As melhores esplanadas no Algarve

Puxe uma cadeira e pratique um dos desportos oficiais do Verão: esplanadar. A Time Out rumou a sul e testou 17 restaurantes e bares no Algarve para que agora o leitor saiba onde se deve sentar ao longo da costa algarvia. Quer seja ao almoço, durante a tarde ou depois da praia, estas são as nossas propostas para passar as próximas horas entre dois verbos: nadar e esplanadar.  Recomendado: As melhores praias no Algarve para este Verão

Os novos restaurantes no Algarve
Restaurantes

Os novos restaurantes no Algarve

Andámos pelo sotavento e pelo barlavento – por vezes com muito vento – à procura de tudo o que cheira a novo. Não podiam faltar restaurantes — novos ou renovados — nesta nossa listagem. Peixe fresco, marisco, refeições ligeiras ou a exigir um digestivo no final, são várias as ofertas que prometem aconchegar o seu estômago neste Verão de 2018.  Tachos e panelas polidos, guardanapos imaculados, cadeiras de estofos impecáveis: são nove os restaurantes novos ou renovados na nossa lista. Recomendado: Dez hotéis novos e renovados no Algarve para o Verão de 2018

Restaurantes com estrela Michelin no Algarve
Viagens

Restaurantes com estrela Michelin no Algarve

Há muito que o Algarve se emancipou enquanto região nacional com maior número de estrelas Michelin e as razões são simples: cozinheiros de excelência, ingredientes vindos directamente da costa (ou da Ria formosa), muita criatividade e uma dose q.b. de genialidade.  E a notoriedade não pára de aumentar. Para o Verão de 2018 tem oito restaurantes premiados pelo famoso guia de pneus à sua espera, dois deles em estreia: o Gusto by Heinz Beck, que fica no Conrad Hotel, e o Vista, plantado na Praia da Rocha, dentro do Bela Vista Hotel & Spa.  Recomendado: As melhores praias no Algarve para este Verão

Descobrir a Costa Alentejana

O melhor da costa alentejana
Viagens

O melhor da costa alentejana

Fomos descendo, com vagar. Andando, parando, descobrindo, ouvindo quem sabe e assentando tudo. Sempre assim, no gerúndio, num presente distendido sem pressa nem prazo de validade, como tudo deve ser vivido na costa alentejana. De Melides à Zambujeira do Mar, resiste ainda um paraíso manso feito de pequenos segredos para partilhar. E até para nós, que nos gabamos de conhecer cada palmo desta linha de mar, foi uma surpresa encontrar tanta coisa boa a dar à costa. Eis o melhor da costa alentejana em sete paragens. E com um bónus: os melhores hotéis onde ficar.  

Os melhores hotéis da Costa Alentejana
Hotéis

Os melhores hotéis da Costa Alentejana

Turismos rurais, hotéis de charme e até um glamping no meio do nada mas perto de tudo. Sozinho ou acompanhado, com miúdos ou sem miúdos. Eis oito hotéis na Costa Alentejana onde pode ficar.

O melhor de Sines
Coisas para fazer

O melhor de Sines

Pode até nem ser o local mais procurado da costa alentejana, mas não fica atrás do resto dos ícones. Perca-se pelas praias, mas principalmente pelos restaurantes de Sines para uma verdadeira epopeia gastronómica. Vá por nós e faça-se à estrada. 

O melhor de Melides
Coisas para fazer

O melhor de Melides

130 kms. É apenas isso que separa Lisboa desta aldeia de areais extensos. Apetece-lhe fugir da cidade? Dizemos-lhe as melhores coisas que pode fazer em Melides

As melhores praias na Zambujeira do Mar
Viagens

As melhores praias na Zambujeira do Mar

São (só) 212 quilómetros que separam Lisboa de um paraíso de águas cristalinas, areias soltas e formações rochosas imponentes. A Zambujeira do Mar tem uma costa rasgada e vincada, perfeita para quem gosta de explorar segredos. Acabaram-se as desculpas – calce as sandálias e faça-se à estrada. 

À descoberta dos Açores

Os melhores restaurantes nos Açores
Restaurantes

Os melhores restaurantes nos Açores

Deixe-se levar pela vistas e pelos trilhos mas quando lhe der a fome, não se deixe enganar. Não o deixamos arranjar lugar em qualquer buraco - vá por nós e encha a barriga com os melhores sabores dos Açores. 

Os melhores hotéis nos Açores
Hotéis

Os melhores hotéis nos Açores

São nove as ilhas e 21 as nossas sugestões. Dormir num destes hotéis é por si só uma experiência a não perder nos Açores. Já escolheu onde vai ficar depois daquele passeio e daquele mergulho?

Descobrir os Açores: as melhores coisas para fazer no Pico
Viagens

Descobrir os Açores: as melhores coisas para fazer no Pico

Um estratovulcão de 2531 metros de altitude, a montanha mais alta de Portugal, o ponto mais elevado da dorsal meso-atlântica. O Pico é imponente, mas por detrás de um perfil duro está uma ilha delicada que vale a pena descobrir com calma. Todas as ilhas são, na verdade, montanhas no meio do Oceano. Mas esta parece representar esse facto da forma mais dramática possível – “estão a ver? É assim que se faz uma ilha.” Para além das lições de geologia, o Pico ensina-nos muita coisa sobre vinhos e baleias. Recomendado: 8 coisas a não perder na Terceira

Oito coisas a não perder na Terceira
Viagens

Oito coisas a não perder na Terceira

Ilha número dois em número de habitantes, número um em número de festas, a Terceira é uma ilha tudo-em-um: tem praia, montanha, natureza, uma gastronomia surpreendente e um calendário de festas tão grande que pode servir de lençol. É também, ao que parece, um bom sítio para combinar a invasão do Iraque. Sejam quais forem as suas intenções, eis o que não pode perder, desde um passeio pelas entranhas de um vulcão, a experimentar a típica alcatra (que não designa um corte de carne mas um tipo de confecção), ou espreitar os imensos campos de futebol, perdão, de cultivo, que se avistam da Serra do Cume.  Recomendado: O melhor dos Açores: Guia 2018-2019