Coisas para fazer na Comporta e em Tróia

Praias de sonho, belos restaurantes e hotéis onde não nos importávamos de viver (quanto mais passar a noite): há tudo isto na Comporta e em Tróia. Mas não só. Descubra mais oito coisas para fazer

Fotografia: Manuel Manso

Um passeio de cavalo pelo areal da Comporta? Parece um programa de filme – e não é o único que vale a pena experimentar entre Tróia e a Comporta. 

Coisas para fazer na Comporta e em Tróia

Faça pim-pam-pum nos carrinhos de comida da Marina de Tróia

Faça pim-pam-pum nos carrinhos de comida da Marina de Tróia

Nem sempre aquilo que apetece depois de um dia de praia tem de vir do mar, verdade? Na Marina de Tróia estão instalados vários carrinhos de street food até ao final de Agosto, ideais para um snack com uma imperial à frente. Há as já conhecidas dos lisboetas Piadinas Wine & Co, com a especialidade italiana de vários sabores; há um carrinho para gulosos, o On the Waffle, com waffles finalizadas com Nutella, doce de leite ou creme de pastel de nata; e o Burgesa, um negócio de Setúbal com hambúrgueres em pão de brioche.

Marina de Tróia, Seg-Dom 12.00-22.00

Refaça a mala de férias nas lojas de Tróia

Refaça a mala de férias nas lojas de Tróia

Tróia tem crescido a olhos vistos nos últimos anos, e prova disso são as várias lojas que foram abrindo tanto na marina, como no próprio resort. A maioria são nomes conhecidos do público em geral, mas que dão sempre jeito quando se trata de desenrascar aquelas havaianas que ficaram esquecidas em casa, o fato de banho que ficou prometido à filha depois de ela passar o ano, ou a bicicleta que o mai novo lá de casa anda a pedinchar há meses. A saber: há um Bairro Arte, uma Worten, uma Sport Zone, uma Jasmin Noir, uma Lacoste e uma Hipiie Chic.

Publicidade
Entre a cavalo na praia

Entre a cavalo na praia

Mas calma, não é assim à campeão, e em qualquer praia. É com a empresa Cavalos na Areia, que organiza passeios já há alguns anos na zona da Torre (entre a Comporta e o Carvalhal), com partida dos arrozais, cavalgada pelas dunas e chegada à praia O cenário é digno de um filme de Hollywood, acredite, e não precisa de saber dominar as rédeas para se fazer ao caminho – até porque os cavalos são mansinhos.

Passeios às 09.30 e 11.30, 65€ (época alta); Aulas de 30 minutos, 30€. EN261, km 6. 93 507 5353

Descubra verdadeiros tesouros nas Velharias do Sr. Júlio

Descubra verdadeiros tesouros nas Velharias do Sr. Júlio

É impossível não dar por elas, porque estão num cruzamento à entrada do Carvalhal, espalhadas num descampado, e porque são muitas e muito bonitas. Há mesas, cadeiras, armários, potes, portas, portadas, escadotes, tudo aquilo que você não sabe mas aposto que faz falta lá em casa. Os preços são em conta e isso é só mais uma razão para abrir os cordões à bolsa.

EN261, à chegada ao Carvalhal

Publicidade
Encha a dispensa no Minimercado Gomes

Encha a dispensa no Minimercado Gomes

É difícil dizer o que mais impressiona neste minimercado da Comporta. Se o facto de ser tanto uma mercearia fina quanto um mercado convencional, se o facto de vender tanto frescos quanto loiças Bordalo Pinheiro, se o facto de não ter uma única janela e mesmo assim não sufocar ou dar vontade de despachar as compras – antes pelo contrário. Carlos Gomes é o senhor a quem tem de agradecer a variedade e qualidade dos produtos, pois é ele que trata de viajar e os trazer para aqui. Em Outubro, abre um restaurante do outro lado do jardim.

Rua do Comércio 2. Seg-Sáb 09.00-13.00/ 15.00-20.00, Dom 09.00-13.00

Compre fruta na Carrinha do Pulga

Compre fruta na Carrinha do Pulga

O nome verdadeiro do senhor em questão é Fernando Manuel Baptista Diogo, mas todos os tratam por Pulga. E é à sua carrinha, estacionada no centro da Comporta às terças, quartas, sextas e sábados de manhã, que toda a gente se dirige para comprar fruta. Uvas (sem grainha, Carolina) do Vale da Rosa, maçãs de Palmela, meloas, melões e melancias do Alentejo. Nota: a sugestão serve também para os vendedores da EN120, sempre com bom produto.

Largo de São João

Publicidade
Abasteça-se de peixe e marisco no Ismael

Abasteça-se de peixe e marisco no Ismael

O nome oficial é Carrasqueira Mar, muita gente conhece o negócio como sendo do senhor Ismael, outros tantos do senhor Gonçalo. Trata-se de pai e filho, respectivamente, e de uma empresa na Carrasqueira onde restaurantes e particulares vão comprar peixe e marisco da região e não só. “Os meus pais sempre trabalharam nesta actividade. Eram compradores em primeira venda na Doca Pesca e vendiam depois para outros mercados e no canal Horeca, na região”, explica Gonçalo Nunes. Ao mesmo tempo iam trazendo fauna marinha de outras zonas e vendiam-na nas mesmas plataformas. Daí a abrir a empresa que, sublinha Gonçalo, “tem tudo o que existe no mar: peixe, crustáceos, bivalves”, foi um tirinho. “O que se vende mais é robalo e amêijoa”, diz, mas há sardinhas, carabineiros, enguias, lagostas, navalheiras, é escolher. E já de agora reservar, que o Ismael é concorrido.

Carrasqueira, CCI 3654. 265 497 275. Seg-Dom 09.30-13.00/ 15.00-18.00

Diga “olhó passarinho” no Cais Palafítico da Carrasqueira

Diga “olhó passarinho” no Cais Palafítico da Carrasqueira

É programa obrigatório de fim de tarde – há quem o use para um botellón civilizado (afinal tudo na Comporta é civilizado) –, e o cais tem espaço de sobra para albergar toda a gente e todos os selfie sticks necessários para enquadrar o grupo todo. Depois de tiradas as fotografias, dê aos amigos uma lição de pesca sobre aquela que é considerada uma das principais maternidades de peixe do país. Ninguém melhor que Francisco, um pescador local apanhado ali, para explicar porquê. “O peixe vem do Atlântico para desovar aqui. É uma água temperada, doce e salgada, e por isso isto é muito rico em peixe.” Seja ele choco, polvo (com o tamanho ideal de pesca lá para Outubro), robalo, dourada, linguado, amêijoa, berbigão, ostra. Pode dizer que lhe contaram directamente que não nos importamos.

Publicidade

Comentários

0 comments