Um roteiro de lojas na Comporta

Para dominar o beach style, ou estilo de praia, vale a pena serpentear por estes destinos de compras. As lojas da Comporta enchem-se de cores e acessórios e o mais difícil é resistir-lhes

Fotografia: Arlindo Camacho

Quem viu a Comporta há 10 anos e a vê no ano da graça de 2017 vai concordar que a localidade está irreconhecível no que toca ao comércio. Como muitos que a frequentam, fez um lifting e tornou-se num pólo de comércio de rua, sempre nas linhas que a caracterizam, que é como quem diz, na moda hippie-chic, bohemian e, como não podia deixar de ser, beach style. O que tem a fazer é garantir que o subsídio de férias está na conta à ordem e aventurar-se entre as várias portas que estão abertas.

Lojas na Comporta

Fio d'Água

As praias da Comporta estão para o swimwear como a semana da moda de Paris está para a alta-costura: mais parecem um desfile das últimas tendências. Para estar à altura, pode e deve visitar a Fio d’Água, com biquínis da Lenny e Salinas para elas, fatos de banho da portuguesa DCK para eles, Havaianas para enfiar o dedo do pé e Futahs para estender no areal.

Ler mais

Rice

A Comporta tem um estilo muito próprio, que consegue juntar rústico e chique sem parecer que é Carnaval. E a Rice de Marta Mantero,que no início do Verão de 2016 trocou o edifício do Museu do Arroz por um espaço mesmo no centro da vila, reflecte na perfeição esse género elegante e descontraído, que tanto serve para a casa (de férias ou não) como para o closet (muito mais chique do que roupeiro – e já todos sabemos que a Comporta é chique a valer). No novo espaço, tudo o que está à vista, está à venda: dos fatos de banho, túnicas e anéis, aos móveis, candeeiros e velas.

Ler mais
Publicidade

Vintage Department

Falcon chairs originais e assinadas, letras gigantes iluminadas, motas Zundapp do século passado, aparadores, mesas e sofás que fazem pensar que estamos na Escandinávia e não num destino de praia. A Vintage Department do Príncipe Real tem um irmão mais novo num antigo consultório de dentista na Comporta. A filosofia – e o estilo – são os mesmos, mas aqui há espaço para peças mais veranis: velas em forma de ananases, toalhas de praia da Summerland, almofadas com flamingos e mobiliário de jardim.

Ler mais

Coral

A proposta é entrar na Coral e conhecer os novíssimos Perfumes da Comporta (para poder dizer que hoje está a usar o “Dona Bia”), as telas modernas de Bárbara Gil, ou comprar um peixe de cerâmica para pendurar na parede. 

Ler mais
Publicidade

Lavanda

Um dos pontos de partida na Comporta pode ser a Lavanda, com túnicas, cestos, chapéus, alpergatas e fatos de banho, para mulher, homem e criança, e até algumas coisas para a casa. Por aqui desfilam marcas como a Christophe Sauvat, Maison Scotch ou Odd Molly e a certeza de que encontrará sempre aquela almofada com um print de palmeiras ou aquele acessório que fará toda a diferença na praia.

Ler mais

Casa da Cultura

Um antigo celeiro de arroz no centro da Comporta transformou-se numa concept store com muita pinta: a artista plástica Joana Astolfi instalou várias réplicas do porto de palafitas da Carrasqueira no edifício, no meio das quais dezenas de marcas portuguesas venderam os seus produtos. Havia ainda espaço para exposições de fotografia na velha sala de cinema da Comporta, mesmo ali ao lado, e para um bar com esplanada. Se não teve oportunidade de visitar a Casa da Cultura nas férias de Verão de 2016, temos boas notícias: o espaço voltou a animar a Rua do Secador desde Junho, com marcas como a Trendy Pillows, a Oursins, a Shoe Colours ou a Latitid. Até 17 de Setembro há muito para descobrir em versão pop up.

Ler mais
Publicidade

Manumaya

Nada como conhecer a loucura de cores da Manumaya, uma marca de inspiração Maya, nascida há quase 10 anos com peças feitas por famílias da Guatemala na linha do comércio justo, outras transformadas pelo cérebro do projecto, Manuela Pinto Gouveia, e que vão de mantas a almofadas, de redes a roupa, de acessórios para a casa a carteiras. Quando o Verão disser adeus, passe pela loja no Príncipe Real.

Ler mais

TM Collection

Se vai visitar a Comporta, tem de passar por uma das lojas mais bonitas da vila, com candeeiros de seda gigantes pendurados no tecto, lustres intrincados com troncos de árvore, paletes transformadas em sofás cheios de almofadas confortáveis, mesas de madeira maciça com loiças de todas as cores e um cheirinho a Índia nas roupas sofisticadas mas descontraídas que Teresa Martins (a TM) desenha. Reabre na Páscoa para só voltar a encerrar quando o Verão chegar ao fim.

Ler mais
Publicidade

Compras e mais compras

Os melhores sites para ir às compras

Gostamos de opinar sobre os seus programas fora de casa, mas desta vez queremos que fique sentado a olhar para o computador. Algumas das melhores compras estão à distância de um clique e temos 22 sugestões de lojas online para todas as necessidades, gostos e carteiras: vai encontrar roupa, acessórios, sapatos, jóias, decoração, artesanato, livros e presentes. Haja dinheiro no cartão de crédito para um carrinho tão cheio de coisas boas. Estes são os melhores sites para ir às compras.

Ler mais
Por Editores da Time Out Lisboa

As lojas mais bonitas de Lisboa

Há muito por onde escolher – e ainda bem. Lisboa é linda e muitas das suas lojas também, das mais vintage a criatividades recentes. Agora venha às compras connosco.

Ler mais
Por Renata Lima Lobo
Publicidade

Vamos às compras? Estas são as 22 melhores lojas no Chiado

É o coração de Lisboa e, apesar das subidas e descidas serem as maiores inimigas de quem passeia cheio de sacos, o Chiado continua a ser o grande centro comercial ao ar livre da cidade. Paredes meias com casas centenárias, há marcas todas moderninhas, peças de designers, cadeias internacionais e boutiques cheias de charme.  Dos sapatos às carteiras, das roupas aos óculos, passando pela decoração, esta é a nossa escolha das melhores lojas no Chiado. Trocando por miúdos, 22 sítios onde é muito tentador passar o cartão.

Ler mais
Por Editores da Time Out Lisboa

Comentários

0 comments