As melhores praias na Comporta e em Tróia

De Tróia até à fronteira com Melides não falta onde mergulhar. Guarde bem este mapa das melhores praias na Comporta e em Tróia.
Praia do Carvalhal
Fotografia: Arlindo Camacho Praia do Carvalhal, na Comporta
Por Mariana Correia de Barros |
Publicidade

Não são, provavelmente, a primeira opção para quem vive em Lisboa e quer dar uns mergulhos durante o dia, mas de vez em quando arrisque ir mais longe. Garantimos que não se vai arrepender (duvidamos até que vá querer voltar, o mais certo é mesmo querer ficar). Azul turquesa é a cor que domina o cenário, para quem parte de Tróia rumo a sul, passa pela Comporta, pelo Carvalhal e chega à fronteira de Melides. Meta-se no ferry, atravesse o Sado e percorra 30 quilómetros feitos de mar, peixe e marisco da zona, e muito mais para fazer depois de esturricar o dia inteiro.

Recomendado: Os melhores restaurantes na Comporta e em Tróia

 

As melhores praias na Comporta e em Tróia

praia de troia
Fotografia: Manuel Manso
Atracções, Praias

Praia de Tróia Mar

É a primeira praia de água salgada da Península de Tróia, com um mar calmo, como de resto todas as que se seguem na dezena de quilómetros para sul. Tem uma bonita curva protegida por dunas, vista para a encantadora Serra da Arrábida, e um apoio de praia simples, que serve bem o propósito de vender gelados e cervejas fresquinhas.

COMO CHEGAR: Não há grandes segredos. O caminho mais directo é o ferry (15,50€/ ida, carro e condutor) que atravessa o Sado. Em Tróia, estacione perto do Casino. 

JÁ QUE AQUI ESTÁ: O mítico Ribamar de Sesimbra tem uma extensão na Marina de Tróia, com as mesmas especialidades de peixe.

praia da galé
Fotografia: Manuel Manso
Atracções, Praias

Praia da Galé / Tróia

Atenção, não confunda a praia da Galé de Tróia com a de Melides, uns quilómetros mais a sul. Apesar de serem dois paraísos da mesma costa, felizmente com poucos banhistas por metro quadrado, este fica dentro do resort de Tróia e é um daqueles sítios que quem já descobriu há mais tempo gosta de postar nas redes sociais só para que alguém comente: “Uau! Onde é?”.

COMO CHEGAR: Na Estrada Nacional 253-1, de Tróia para a Comporta, basta tirar um cartão de visitante no Atlantic Villas, seguir as setas e estacionar nos lugares destinados a visitantes.

Publicidade
praia secreta da comporta
Fotografia: Manuel Manso
Atracções, Praias

Praias Desertas da Comporta

Isso, no plural. Contámos cinco, mas em boa verdade é só uma. Como assim? Entre o empreendimento Soltroia e a Comporta, existem cinco trilhos já traçados pela pegada humana por entre a vegetação rasteira das dunas. Mas na verdade é tudo a mesma praia: a língua de areia que liga Tróia a Sines, aqui com o mar muito calmo e o areal deserto (mesmo em Agosto, caro banhista).

COMO CHEGAR: Saindo da Comporta, a partir da placa que indica fim de localidade, pare na berma à esquerda ao fim de 1,5 km, 1,8 km, 2,2 km, 3,5 km ou 4,8 km. Estes marcos correspondem aos trilhos. Depois é andar 10 minutos pela duna e bam!: o éden. 

JÁ QUE AQUI ESTÁ: Regra de ouro: ir bem abastecido para uma praia deserta. Pare no Minimercado Gomes, no centro da Comporta. É, ao mesmo tempo, uma mercearia fina e um mercado convencional.

Praia da Comporta
Fotografia: Ana Luzia
Atracções, Praias

Praia da Comporta

É a primeira praia oficial depois de Tróia e ponto de paragem para muita gente que vem do ferry disposto a conhecer os famosos areais da Comporta. Tanto que o descampado de terra batida antes do parque de estacionamento pago fica lotado bem cedo. Antes de entrar, tem uma banca de jornais e revistas, nacionais e estrangeiros, com chapéus de sol, baldes para miúdos e até colchões de água. Não têm a pinta dos flamingos cor-de- -rosa, mas é melhor que nada.

COMO CHEGAR: Se acalenta a eterna esperança de ver golfinhos, tente o ferry do Sado e, à saída, vire na direcção da Comporta. Há setas para a praia. 

JÁ QUE AQUI ESTÁ: Não leve lancheira e almoce no Comporta Café. A cozinha é feita com produtos da região, principalmente arrozes e peixe. Guarde ainda espaço para as sobremesas. 

Publicidade
Fotografia: Arlindo Camacho
Atracções, Praias

Praia da Torre

Nesta zona, as praias mudam ligeiramente de ondulação e cenário – quanto mais para sul, mais agressivo é o mar –, mas estamos a falar da mesma extensão de areia. A Praia da Torre é só mais uma das semidesertas, acessível para caminhantes que não se importam de fazer tudo por uma praia sossegada, mas também para quem tem (ou aluga) casa na Comporta e tem um cartão de acesso.

COMO CHEGAR: Depois de largar o carro na localidade da Torre, entre a Comporta e os Brejos da Carregueira, na N261, andar pelo meio dos arrozais em direcção à duna, atravessá-la e chegar ao mar. Custa, mas vale a viagem.

Praia do Carvalhal
Fotografia: Arlindo Camacho
Atracções, Praias

Praia do Carvalhal

Monotonia é palavra que não casa com esta praia. Além de todas as possibilidades que um areal convencional proporciona, aqui tem massagens (a partir de 20€/ 20 minutos) numa tenda montada à entrada, uma biblioteca de praia com livros para todas as idades e jornais do dia para ler numa esplanada improvisada e ainda uma rede de vólei, muito anos 90, mas sempre actual.

COMO CHEGAR: Depois da Comporta, apanhar a EN261 e virar para o Carvalhal, seguindo as direcções que indicam praias. Na segunda rotunda seguir pela primeira saída.

JÁ QUE AQUI ESTÁ: Na hora de escolher onde matar a fome, opte pelo Dinis - Restaurante dos Pescadores. O melhor é marcar mesa, que o óptimo peixe fresco e os petiscos a saber a Verão têm boa fama e preços bem diferentes dos praticados em praias vizinhas.   

Publicidade
Praia do pego
Fotografia: Arlindo Camacho
Atracções, Praias

Praia do Pego

Areia branca, palhotas, espreguiçadeiras e mar calmo. Vira o disco e toca o o mesmo, pensará o leitor. De facto é o mesmo areal, o mesmo mar, o mesmo estilo de praia das vizinhas Carvalhal e Comporta. Mas quem é que se importa com isso quando está num paraíso destes?

COMO CHEGAR: As indicações são as mesmas da Praia do Carvalhal (aqui na página ao lado), mas na rotunda, seguir pela segunda saída, sempre em frente até ao parque de estacionamento – que enche cedo em Agosto, fica o aviso. 

JÁ QUE AQUI ESTÁ: Há um bar de praia mesmo na areia, onde pode ir pedir caipirinhas e amendoins, outro mais acima com snacks e um restaurante a sério, onde a Madonna almoçou em 2017. Chama-se Sal e já foi distinguido como o melhor restaurante de praia do mundo pela Condé Nast Traveler.

Atracções, Praias

Praia do Pinheiro da Cruz

Sim senhor, tem o mesmo nome do Estabelecimento Prisional de Pinheiro da Cruz (EPPC) e é acessível apenas pelos areais das praias vizinhas – Pego (norte) e Aberta Nova (sul). Para lá chegar é preciso andar muuuuiiito. Pode também pedir uma autorização no EPPC e esperar que lha concedam. Escusado será dizer que está sempre vazia.

COMO CHEGAR: Há pouco mais a acrescentar: calce uns quilómetros pelo areal do Pego e da Aberta Nova. 

Publicidade
praia do pinheirinho
Fotografia: Manuel Manso
Atracções, Praias

Praia do Pinheirinho

É uma boa sugestão para quem faz tudo por um dia de praia onde o único barulho que se ouve é o das ondas a bater na areia (quão romântico, ãh?). E um bom motivo para comentários como “linda” ou “não espalhes o segredo” nas redes sociais.

COMO CHEGAR: Na EN261, sentido Melides, entrar numa estrada alcatroada à direita, 9 km depois da intersecção para Santiago do Cacém/ Melides. Ir sempre em frente, entrar numa propriedade e seguir até a estrada se transformar em terra batida. Quando vir areia, mais vale parar. Ande em direcção ao mar – 5/ 10 minutos – e desça a duna até à areia.

Outras praias

Ribeira do Cavalo - Praia
Fotografia: Arlindo Camacho
Coisas para fazer

Todas as praias da Arrábida

A menos de uma hora de Lisboa, a Arrábida é um postal encaixado entre a serra e o Atlântico, onde não faltam praias para todos: os que levam os miúdos a reboque e querem vida facilitada e os que não se importam de percorrer trilhos mais ou menos complicados para poder usufruir de areais paradisíacos. 

praia da conceição
Fotografia: Arlindo Camacho
Coisas para fazer

As melhores praias da linha de Cascais

Próxima paragem: praias da Linha. A menos de uma hora de Lisboa – e à distância de um comboio – não faltam escolhas para estender a toalha na areia e dar um mergulho. Agora que já abriu a época balnear, explore as melhores praias da linha de Cascais.  

Publicidade
Costa Caparica Geral
Fotografia: Inês Calado Rosa
Coisas para fazer

As melhores praias na Costa da Caparica. Qual é a sua?

São 15 quilómetros de costa e muitas praias por onde escolher, sendo que a pré-época de veraneio é a altura perfeita para fintar as longas filas que costumam marcar a temporada estival. Mesmo que esse duro compasso de espera faça parte do programa, não desista de partir à descoberta da outra margem. Rume à Costa da Caparica e abanque no areal certo para si. 

Publicidade
Esta página foi migrada de forma automatizada para o nosso novo visual. Informe-nos caso algo aparente estar errado através do endereço feedback@timeout.com