Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right As melhores happy hours em Lisboa

As melhores happy hours em Lisboa

Estas happy hours em Lisboa vão dar-lhe horas felizes: o álcool é um dos melhores relaxantes musculares

Okah
Duarte Drago Okah
Por Clara Silva |
Publicidade

A felicidade tem um preço – e a partir de certa hora é mais barata. Happy hour é aquela expressão estrangeira que ninguém vai enrolar a língua para dizer, ou recusar-se a compreender o conceito. Nas horas mais felizes dos lisboetas as imperiais passam a custar uma módica moedinha e os cocktails caem para metade do preço. Escolhendo bem, ainda encontra iguarias com preços reduzidos para acompanhar e esplanadas na cidade que não têm preço.

Nada como acabar o dia da melhor maneira: numa esplanada a ver o pôr-do-sol, de preferência de cocktail na mão. Por estes dias, o sol põe-se por volta das 21.00. A melhor hora para beber um copo? A happy-hour. De bares de cerveja artesanal aos quiosques com a imperial mais barata, dos rooftops com cocktails a metade do preço aos novos espaços da cidade, Olhamos para o relógio e dizemos-lhe quais são as horas mais felizes para beber e petiscar. É como diziam os Jogos Santa Casa: há horas felizes.

Recomendado: Os melhores bares de Lisboa

 

As melhores happy hours em Lisboa

1
Okah Rooftop
©Duarte Drago
Restaurantes, Asiático contemporâneo

Okah Rooftop

icon-location-pin Estrela/Lapa/Santos

Cerveja, Sidra, Vinho e Cocktails. Segunda a Quinta, 17.00-20.00

O rooftop no topo do LACS, em Alcântara, com vista para o Tejo, tem a happy-hour mais completa desta lista. É difícil não encontrar aqui, a preços reduzidos, alguma coisa que lhe agrade: há imperial (2€) mas também há sidra (2€), há vinho da casa (Pouca Roupa, branco, tinto ou rosé a 2,5€ o copo) e até há Porto tónico (4€). Com sorte, ainda apanha um concerto ou DJ set ao final da tarde. Depois da happy-hour, pode sempre ficar para jantar no restaurante de inspiração asiática.

2
Sky Bar Oriente
©Manuel Manso
Bares

Sky Bar Oriente

icon-location-pin Parque das Nações

Cocktails. Segunda a Sexta 17.00-19.30

No 16.º andar, o Sky Bar Oriente deixa em altas todos os que param no Parque das Nações aos dias de semana. De segunda a sexta, há happy-hour com cocktails da carta a metade do preço e alguns dias temáticos. Às terças, por exemplo, Ladies First, numa noite dedicada às mulheres, com 50% de desconto em todos os cocktails para grupos de três amigas. Às quintas, os fanáticos de gin vão poder experimentar uma marca diferente por semana a um preço especial, nas tardes It’s Gin Time.

Publicidade
3
Electric Shaker
©Inês Felix
Bares, Cafés/bares

Electric Shaker

icon-location-pin Lisboa

Cocktails. Todos os dias, até meio de Julho

Chama-se Electric Shaker e é o novo bar da Avenida Duque de Loulé. De portas abertas há um mês, está, segundo Hugo Gonçalves, que até há bem pouco tempo trabalhava “no estrangeiro” e que é um dos três sócios do bar, em soft opening até à segunda semana de Julho. Até essa altura é de aproveitar a promoção de dois cocktails à escolha pelo preço de um. Recomendações? O Mai Tai, “bonito mas perigoso”, avisam, ou o Paradiso, um dos mais pedidos, com rum de ananás, licor de alperce, ananás, banana e lima. Depois deste período, o bar também vai ter uma happy-hour fixa, todos os dias, entre as 16.30 e as 19.30.

4
Viking bar
©Anne Louise
Noite

Viking

icon-location-pin Cais do Sodré

Cerveja. Terças, 23.00-06.00

Há sempre boas razões para voltar ao Viking. Agora, para além do habitual striptease de Mónica, também Big John, “o único anão stripper em Portugal”, dá mais animação às noites do Cais do Sodré, com uma sessão uma vez por mês. Com mais frequência acontecem as happy- -hours de cerveja da discoteca. Todas as terças, oferecem duas imperiais pelo preço de uma. O strip também é por conta da casa e há duas sessões nesse dia: à uma e às três da manhã.

Publicidade
5
Madame Petisca
©Inês Felix
Bares

Madame Petisca

icon-location-pin Chiado/Cais do Sodré

Cocktails. Terça a Sexta, 17.00-19.00

A happy-hour do Madame Petisca chama-se #doubledamadame e, entre as 17.00 e as 19.00, se pedir dois cocktails só paga um. O bar/restaurante na Bica tem uma das melhores vistas da cidade, e os cocktails, de
todos os géneros e feitios, escorregam rápido ao fim do dia. Da lista, experimente por exemplo o Cocktail da Madame (11€), com gin, manga, manjericão e citronela, ou o Cocktail do Monsieur (11€), com vodka, aperol, laranja e abóbora.

6
A Sala
©Inês Felix
Restaurantes

A Sala

icon-location-pin Grande Lisboa

Cocktails, Vinho e Cerveja todos os dias, 17.00-20.00

A cidade ganhou no fim do ano passado uma nova sala de estar, mesmo de frente para a Assembleia da República. A Sala, assim se chama o simpático bar/restaurante, é um bom sítio para se encontrar com os amigos, petiscar, ver um filme e conhecer pessoas (quiçá deputados) nas noites de karaoke ou de videojogos. Todos os dias, há happy-hour com um cocktail diferente (atenção ao Medronho Sour, ex-líbris da casa) a 5€. Nesse período, a imperial custa 1€ e o vinho 2,5€.

Publicidade
7
Capitão Leitão
©Francisco Santos
Bares

Capitão Leitão

icon-location-pin Marvila

Cocktails, Vinho e Cerveja. Sextas, 18.00-21.00

Às quartas, o bar Capitão Leitão, em Marvila, organiza as tardes Midweek Miami. Aqui, o centro das atenções não são os copos, mas sim
a comida, com uma mítica sanduíche cubana e baby mojitos para empurrar. No entanto, a verdadeira happy-hour, a Hour of Power, como lhe chamam, acontece à sexta, entre as 18.00 e as 21.00, com cocktails (dois pelo preço de um) e vinho 
e cerveja a preços de saldo.

8
Attla
©Manuel Manso
Restaurantes

Attla

icon-location-pin Estrela/Lapa/Santos

Cocktails. Segunda a Sábado, 18.00-20.00

O Attla, um dos mais recentes restaurantes de Alcântara, do chef André Fernandes, tem uma happy-hour de cocktails todos os dias entre as 18.00 e as 20.00. Na compra de um, oferecem o outro, e a carta de bebidas segue a lógica da cozinha, com desperdício 
zero. Os cocktails vão desde o mais tradicional gin tónico ao Capuccino (9€), com rum, café, alecrim, caramelo e espuma de gengibre.

Publicidade
9
Hamburgueria da Parada
©Manuel Manso
Bares

Hamburgaria da Parada

icon-location-pin Campo de Ourique

Cerveja. Todos os dias, 18.00-20.00

Além de ser um bom sítio para comer hambúrgueres fora de horas, é também o melhor quiosque para ver jogos de futebol – sem ter de consumir. O ecrã está em pleno Jardim da Parada, e Campo de Ourique em peso costuma assistir aos jogos, nas mesas ou no chão. Na happy-hour, todos os dias entre as 18.00 e as 20.00, a imperial custa 1€ e a caneca 2€.

 
10
Focacceria Pugliese
Fotografia: Manuel Manso
Restaurantes, Italiano

Focacceria Pugliese

icon-location-pin Campo de Ourique

Cerveja e Comida todos os dias, 16.00-19.00

O restaurante italiano em Campo de Ourique – que entretanto também já tem outros dois espaços, um em Benfica, perto do Fonte Nova, e outro em Telheiras – orgulha-se de servir comida de Puglia, a zona do salto da bota de Itália. Na happy- -hour, entre as 16.00 e as 19.00, na compra de um panzerotto simples (uma espécie de pastel com fiambre e queijo) e de uma imperial só paga 3€.

Publicidade
11
Canil
Duarte Drago
Bares

Canil

icon-location-pin Baixa Pombalina

Cerveja Artesanal dias úteis, 07.00-19.30

O Canil abriu no início do ano na Baixa e o nome é uma homenagem a um antigo 
canil abandonado, espaço em que Leandro Claro começou 
a experimentar receitas de cerveja artesanal. Das mais de 30 torneiras disponíveis no Canil, seis são dedicadas a esta cerveja, entretanto com receita aperfeiçoada – e produzida em fábrica, calma. A happy-hour acontece durante a semana, com cerveja da casa (Weiss, Belgian Blond Ale e Red Ale) a preços especiais entre as 17.00 as 19.30.

12
Manifest.Lisbon
©Inês Felix
Restaurantes

Manifest

icon-location-pin Grande Lisboa

Cocktails e Comida. Terça a Domingo, 18.00-20.00

Oksana Romaniuk e Anton Kriat vieram de Kiev para Lisboa sem ideias de ficar, mas acabaram por se apaixonar pela cidade e abrir o Manifest.Lisbon perto do Marquês de Pombal. O café, com brunch e um menu especial dedicado aos ovos, tem também um menu hotdog, entre as 16.00 e as 18.00, com três opções: um clássico (4,50€), o HD Iron, com queijo feta, sriracha, pimenta e queijo (5€) e o Triumph, com pepino, guacamole, pesto e queijo (6€). É com os cachorros que vem também a happy-hour, com cocktails a 5€. Em breve, haverá um speakeasy bar na cave. 

Publicidade
13
Village Underground
©DR
Atracções

Village Underground

icon-location-pin Alcântara

Cerveja. Sextas, 18.00-20.00

Com cinco anos de vida, o Village Underground ganhou recentemente uma nova entrada na Avenida da Índia, para que não seja preciso passar pelo Museu da Carris para lá chegar. Ganhou também uma happy-hour, com entrada directa para a lista das melhores da cidade. As Village Happy-Hours acontecem todas as sextas e cada semana há uma produtora ou editora convidada a tratar da música, com concertos e DJ sets. Até às 20.00, na compra de duas cervejas só paga uma.

14
Zenith Brunch & Cocktails
©Arlindo Camacho
Restaurantes

Zenith Brunch & Cocktails

icon-location-pin Avenida da Liberdade/Príncipe Real

Cocktails. Todos os dias, 17.00-19.00


Depois do café no Porto, os donos do Zenith decidiram abrir outra casa em Lisboa o ano passado 
e agora já é difícil imaginar o roteiro de brunches alfacinhas sem este Zenith Brunch & Cocktails. Aqui o brunch serve-se todos os dias, sem hora marcada. Mas se for mais tardio, a tempo da happy-hour, melhor. Todos os dias, entre as 17.00 e as 19.00, pode pedir dois cocktails à escolha (excepto Bloody Mary, aqui não se curam ressacas) por 10€. A carta inclui, por exemplo, o Mojito Zenith, com melancia e morango, um Gin & Mint, com gin, pepino, hortelã e sumo de limão, ou o Baileys Expresso Martini.

Publicidade
15
Foxtrot
©DR
Bares

Foxtrot

icon-location-pin Chiado/Cais do Sodré

Cerjeva e Cocktails. Segunda a Quinta, 18.00-21.00

No Príncipe Real já se sabe que é difícil estacionar, mas este ainda é um dos poucos sítios da cidade onde pode deixar as chaves do carro ao porteiro
e não se preocupar mais com isso – só convém deixar gorjeta. Luxos antigos, tal como o jardim interior. Se a isto juntar a happy hour, tem aqui um dos melhores bares da cidade. À segunda, a cerveja custa 1€. De terça a quinta há cocktails da casa com preços especiais, entre as 18.00 e as 21.00.

16
Lost In
©Duarte Drago
Restaurantes, Cafés

Lost In

icon-location-pin Avenida da Liberdade/Príncipe Real

Cerveja e Cocktails. Segunda a Sexta, 17.00-18.00

A happy-hour do Lost In não é novidade, mas continua a
ser uma das melhores da cidade – já para não falar da vista. O problema é que aqui levam mesmo o conceito à letra e
a happy-hour só dura uma hora, das 17.00 às 18.00. De segunda a sexta, a imperial tem 50% de desconto e custa 1€. Os cocktails da casa (caipirinha, caipiblack, caipiroska e mojito) também ficam mais baratos e custam 6€ cada.

Publicidade
17
Hard Rock Café
©DR
Restaurantes, Americano

Hard Rock Cafe

icon-location-pin Avenida da Liberdade/Príncipe Real

Cerveja, Comida e Cocktails. Segunda a Sexta, 16.00-19.00

Se coleciona t-shirts do Hard Rock do mundo inteiro, talvez a de Lisboa esteja em falta no seu armário. Nada que não se resolva com um pretexto para visitar o restaurante na Avenida da Liberdade. De segunda a sexta acontece a happy-hour, agora com um horário alargado, a começar logo às quatro da tarde. Limitada à zona do bar, a happy-hour tem cocktails, long drinks e cervejas a metade do preço. Também os nachos e as chicken wings têm 50% de desconto neste período.

18
Delirium Café
©Arlindo Camacho
Bares, Bares

Delirium Café

icon-location-pin Chiado

Cerveja Artesanal dias úteis, 16.00-18.00

A marca de cerveja Delirium, conhecida pelo elefante cor-de-rosa no rótulo, dá nome a esta casa no Chiado, uma ideia de Neko Pedrosa e da mulher, que há uns anos se mudaram do Rio de Janeiro para Lisboa. A melhor altura para experimentar as cervejas das 35 torneiras disponíveis é entre as 16.00 e as 18.00, quando, das cinco cervejas à pressão escolhidas para esta happy-hour (às vezes também de garrafa), leva duas e paga só uma.

Publicidade
19
Las Ficheras
Fotografia: Ana Luzia
Restaurantes, Mexicano

Las Ficheras

icon-location-pin Cais do Sodré

Margerita. Segunda a Sexta, 15.00-20.00

Vale a pena passar a tarde no Las Ficheras a beber margaritas e a fingir que está no México, com pico de gallo, tacos e quesadillas. Na happy-hour de margaritas clássicas do restaurante do Cais do Sodré, duas custam 7,5€ e talvez isto o ajude a evitar as surpresas habituais na hora de pagar a conta. Afinal quem é que consegue beber só uma?

20
Portugália
©DR
Restaurantes, Salão de cerveja

Portugália

icon-location-pin Lisboa

Cerveja. Segunda a Sexta, 16.30-18.30

A Hora da Loira é um clássico da Portugália e, citando
 quem parece perceber verdadeiramente do assunto, “clássico é um clássico e vice- versa”. A happy-hour é levada
a sério na cervejaria que se expandiu pelo país inteiro – mas nada como voltar à Almirante Reis, onde tudo começou. De segunda a sexta, entre as 16.30 e as 18.30, a imperial está a 85 cêntimos – 1,70€ a caneca.

Publicidade
21
Shelter
©Manuel Manso
Gay

Shelter

icon-location-pin Chiado/Cais do Sodré

Cerveja, Vinho e Cocktails da casa. Segunda a Quinta, 18.00-21.00

O bar mais arco-íris desta lista, virado para um público bear, é conhecido pelas suas happy- -hours (podiam chamar-se gay-hours) depois do trabalho. No Príncipe Real, este refúgio dos ursos oferece aos dias da semana a segunda bebida entre as 18.00 e as 21.00. A promoção é válida tanto para cerveja, vinho e cocktails da casa, como para bebidas não-alcoólicas.

22
Pigmeu
©Manuel Manso
Restaurantes, Petiscos

Pigmeu

icon-location-pin Campo de Ourique

Cerveja. Terça a Sexta, 18.30-20.00

“De tudo um porco” é o lema deste restaurante em Campo de Ourique dedicado à carne de porco – “uma porcaria”, brincam num dos quadros nas paredes. Para empurrar os petiscos, por exemplo os croquetes de bochecha estufada ou a sandes de cachaço, o melhor é apanhar a happy-hour de cerveja, de terça a sexta, uma Bohemia pilsner por 1€.

Publicidade
23
Caipirinha do Dona Beija
©Inês Félix
Restaurantes, Brasileiro

Dona Beija

icon-location-pin Lisboa

Caipirinhas e Cerveja. Terça a Quinta 18.00-20.00

A funcionar há um ano, este boteco brasileiro com petiscos e bebidas (não perca os buffets de feijoada ao sábado) é ainda mais feliz de terça a quinta-feira, quando as caipirinhas saem a dobrar – e é provável que também saia de lá a ver
a dobrar. Na compra de uma caipirinha normal (5,50€) ou especial (6,90€ com sabores como limão e manga ou laranja e framboesa), oferecem-lhe outra. A imperial também é mais barata, a 1,20€.

24
Wish Slow Coffee House
©Francisco Santos
Restaurantes, Cafés

Wish Slow Coffee House

icon-location-pin Alcântara

Cerveja, Vinho e Comida. Todos os dias, 17.00-19.30

A Wish Slow Coffee House, na
 Lx Factory, é popular à hora do brunch. Um conselho de amigo: espere até às cinco e tome um slunch, um lanche ajantarado, de maneira a aproveitar a happy-hour. Entre as 17.00 e as 19.30 há tábuas especiais com queijo e presunto (entre os 5,80€ e os 6,50€), acompanhadas por cerveja ou vinho (sem pagar mais por isso). Uma novidade: recentemente a cafetaria lançou outra tábua, com pinchos, também incluída na happy-hour.

+ Coisas para fazer na LX Factory

Publicidade
25
Quiosque Ribeira das Naus
©Duarte Drago
Bares, Cafés/bares

Quiosque Ribeira das Naus

icon-location-pin Cais do Sodré

Cerveja. Todos os dias, 20.00-00.00

Enquanto a maior partedas happy-hours da cidade acontece antes do pôr-do-sol, no Quiosque da Ribeira das Naus, um dos melhores sítios para ver o anoitecer em Lisboa de copo da mão, a happy-hour começa às oito da noite e prolonga-se até à meia-noite, quando é altura de rumar até outros bares do Cais do Sodré. A imperial custa 2€, a caneca 4€. Pode parecer-lhe ainda assim pouco em conta, mas olhe que a vista tem um preço.

Com moderação

Esplanada Park
Fotografia: Arlindo Camacho
Noite, Cafés/bares

Os bares com melhor vista em Lisboa

Este artigo não é recomendável a pessoas com vertigens. E também não é recomendável a quem não gosta de ver o pôr-do-sol com um cocktail na mão. De um bar de hotel com uma piscina épica ao parque de estacionamento mais trendy da cidade, a olhar para a ponte, a ver navios ou a olhar para o castelo, damos-lhe uma lista dos bares com a melhor vista em Lisboa.

Publicidade
Procópio
© ARLINDO CAMACHO
Noite, Cafés/bares

Os melhores bares históricos em Lisboa

Luís Pinto Coelho morreu em 2012, mas deixou para a história da cidade quatro dos mais emblemáticos bares da noite alfacinha. Foi ele o fundador do Procópio, d'A Paródia, do Fox Trot e do Pavilhão Chinês. Os quatro bares históricos em Lisboa ainda estão a funcionar – e não são os únicos. 

Publicidade