Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Quatro bares speakeasy em Lisboa

Atenção, continuamos a tentar dar-lhe a informação mais actualizada. Mas os tempos são instáveis, por isso confirme sempre antes de sair de casa.

red frog
©Francisco Santos Red Frog

Quatro bares speakeasy em Lisboa

Fomos à procura dos melhores bares speakeasy em Lisboa. Estas são as nossas propostas para uma noite de secretismo

Por Raquel Dias da Silva
Publicidade

O conceito surgiu durante a Lei Seca nos Estados Unidos, pouco depois da produção, transporte e comércio de bebidas alcoólicas terem sido proibidas no país, como estipulou a 18.ª emenda da Constituição americana. Os estabelecimentos que vendiam álcool ilegalmente nessa época eram conhecidos como speakeasies, porque era necessário falar (speak) com cuidado (easy). Eventualmente, a lei foi revogada, mas o ambiente encontrado nos speakeasies já tinha ganho adeptos. Em Lisboa, o Red Frog, o bar de cocktails da Rua do Salitre, tem tudo o que um speakeasy precisa, mas há mais sítios na cidade onde o secretismo é a palavra de ordem. Não acredita? Ora conheça estes bares speakeasy em Lisboa.

Recomendado: Conheça estes três cocktails clássicos reinventados

Quatro bares speakeasy em Lisboa

Red Frog Cocktail
Red Frog Cocktail
Fotografia: Arlindo Camacho

1. Red Frog

Noite Bares abertos de madrugada Avenida da Liberdade

Na Rua do Salitre, o Red Frog recria perfeitamente o ambiente secreto dos speakeasies: além de funcionar à porta fechada, numa cave que antes acolhia um clube de strip, tem uma rede de telemóvel muito limitada e prima pela decoração e pela sala secreta, a que se acede empurrando uma das paredes do fundo. Na carta, há três dezenas de cocktails de autor, ou não tivesse o Red Frog aberto portas com o ambicioso objectivo de pôr os lisboetas a beber cocktails. Em 2017 entrou para a lista dos melhores bares do mundo. Tudo graças a uma das melhores garrafeiras da cidade e a um conjunto de barmen/alquimistas capazes de transformar qualquer bebida em ouro.

Café Klandestino
Café Klandestino
Duarte Drago

2. Café Klandestino

Bares Intendente

Na Rua do Benformoso, antes de chegar ao Largo do Intendente, encontra este Klandestino, um bar de cocktails com especial queda para o café. O projecto é de João Resende, que antes trabalhou em Barcelona, onde conheceu um dos seus sócios: o espanhol Antonio Romero. O terceiro elemento da sociedade é o irmão de João, Marcelo Resende. O conceito é baseado no contrabando de café entre Portugal e Espanha, nos anos 1950, por isso trata-se de uma espécie de speakeasy ibérico. O ambiente de secretismo (o contrabando assim o exige) começa logo pela porta quase camuflada e a vitrine, revestida a papel de parede com motivos tropicais. No interior, a decoração é vintage e há cafeteiras antigas presas às paredes, copos de café que são puxadores de portas e até uma máquina de jogos de arcade que ainda funciona. É caso para dizer: que nenhuma autoridade desmantele este local de contrabando. A gerência – e por certo a cidade – agradece.

Publicidade
Procópio
Procópio
©Arlindo Camacho

3. Procópio

Bares Avenida da Liberdade/Príncipe Real

Uma referência para políticos, intelectuais e os mais variados tertulianos, o Procópio foi fundado em 1972 e já então era um bar de estilo retro. Para entrar, é necessário bater à porta ou tocar à campainha. Depois pare um momento para apreciar a sala mal iluminada, com lareira a lenha, um piano vintage e lustres de vidro Art Nouveau, que brilham através dos vários espelhados posicionados de maneira a observar todos os presentes. Na carta, há bebidas internacionais, mas também licores nacionais, como Amarguinha ou Ginjinha. Se preferir, poderá ainda optar por cocktails, vinho e cervejas artesanais. Caso tenha fome, experimente a sanduíche de pão tostado com caviar e limão que figura no menu.

Ulysses Lisbon
Ulysses Lisbon
Ulysses Speakeasy

4. Ulysses

Bares Bares Alfama

O próprio Ulysses apresenta-se como um speakeasy no meio de Alfama, nada fácil de encontrar graças à porta discreta, e o bar até pode ter o tamanho de uma caixa de sapatos mas é um verdadeiro tesouro de bebidas espirituosas e licores raros. Nas prateleiras, há mais de três dezenas de referências. Se olhar com atenção, é capaz de encontrar um Saint Benedictine 1841. As reservas são necessárias depois das 23.00, mas bata à porta e tente a senha “para tocar os sinos”: é capaz de ser convidado a entrar (não diga que fomos nós que lhe contámos).

Mais bares

Bares, Cocktails, Machimbombo
©Manuel Manso

Os novos bares em Lisboa que tem mesmo de conhecer

Noite

A noite lisboeta está bem viva e a prova disso são os novos hóspedes que vão aparecendo – e ainda bem. Por agora, estes são os novos bares em Lisboa que tem mesmo de conhecer. E se lhe dizemos isto é porque fomos lá, experimentámos e aconselhamos vivamente.

Pavilhão Chinês
©Inês Félix

Os melhores bares históricos em Lisboa

Noite Cafés/bares

Os bares históricos de Lisboa carregam um misticismo que serve de cápsula do tempo e há neles uma vertente quase-secreta que continua a entusiasmar quem os escolhe. E é por isso que deve uma visita aos melhores bares históricos em Lisboa.

Publicidade
By the Wine - Sala
©Ana Luzia

Os melhores bares de vinho em Lisboa

Bares

Não é segredo para os portugueses – ou ingleses, ou qualquer outra nacionalidade – dizer que o nosso vinho é um dos melhores do mundo. Nesta lista, para se aconchegar ao fim do dia, reunimos os melhores bares de vinho da cidade, às vezes acompanhados de petiscos igualmente saborosos.

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade