Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right As peças de teatro para ver esta semana

As peças de teatro para ver esta semana

Se há coisa que não queremos é ouvi-lo a dizer: “Não vou ao teatro faz agora três anos”. Deixamos-lhe as peças de teatro para ver esta semana em Lisboa.

Estéril
D.R. Estéril
Por Miguel Branco |
Publicidade

Como dizer? É mais ou menos aquela coisa do vá lá, não seja forreta, vá lá, não seja preguiçoso. Se vemos tantos filmes no cinema, se vamos a tantos bares e restaurantes, mercados e exposições, qual a justificação para não irmos mais vezes ao teatro? Esta é a nossa forma, delicada, de lhe dizer para se fazer à cena, para se fazer ao palco. Sim, que mostrar-se solidário perante a comunidade artística fica bem, mas sabe a pouco. A agenda cultural de Lisboa está ao rubro, com muitas peças boas para ver. Estas são as que pode ver já esta semana.

Recomendado: As peças de teatro em Lisboa a não perder

 

As peças de teatro para ver esta semana

1
Estéril
DR
Teatro

Estéril

Rua das Gaivotas 6, Chiado/Cais do Sodré

Depois de ter estreado na Ler Devagar, Estéril – criação e texto de Joana Petiz e Patrícia Deus – volta a cena na Rua das Gaivotas 6. Estamos no terreno da sátira que serve para tentar entender de onde vem a nossa tanta raiva. É um espectáculo que se espraia sobre a impossibilidade de ler a vida como algo médio, ou aceitável. Nada é bom. E o que está por vir não existe. Bem certeiro.

2
Luminoso Afogado
D.R.
Teatro

Luminoso Afogado

Espaço Alkantara, Santos

Quando Al Berto morreu, em 1997, Zia Soares estava a trabalhar em colaboração com o poeta. Foi essa ligação que gerou a primeira encenação de uma das fundadores do Teatro Griot. O espectáculo havia de estrear em 2016, em Lisboa, só que entretanto rodou por Cabo Verde, no Mindelact, e isso mudou-lhe a roupa e a forma. Até a língua, que agora é a crioula.

Publicidade
3
Nada a Esconder
Bruno Simao
Teatro

Nada a Esconder

Teatro A Comuna, Campolide

A nova criação da Comuna Teatro de Pesquisa é uma encenação de Hugo Franco que adapta o filme Amigos, Amigos, Telemóveis à Parte, do italiano Paolo Genovese para cena. O ponto de partida é simples: sete amigos de infância reúnem-se num jantar e prometem revelar todas as mensagens, emails e telefonemas que receberam durante o evento. Coisa boa não vem daí, certamente.

4
Romeu e Julieta
Filipe Ferreira
Teatro

Romeu e Julieta

Teatro Nacional D. Maria II, Santa Maria Maior

Depois de ter estreado em Janeiro, na Culturgest, o espectáculo Virgens Suicidas, John Romão muda de paisagem, para algo mais inesperado tendo em conta o seu percurso. Falamos de Romeu e Julieta, de William Shakespeare, e é claro que esta será uma encenação tudo menos clássica do texto. Um dispositivo parece levitar os intérpretes, imóveis. Estreia no Dia de São Valentim, só para quem quiser fazer programa cultural.

Publicidade
5
A Criada Zerlina
D.R.
Teatro

A Criada Zerlina

Teatro Aberto, Campolide

Depois de estrear no CCB, a primeira encenação do realizador João Botelho que mais não é que um encontro com Luísa Cruz, é reposto agora no Teatro Aberto. É um trabalho de actriz exemplar, de uma das melhores actrizes portuguesas. Tudo a partir de A Criada Zerlina, de Hermann Broch, uma criada no meio dos ricos, dos “senhores”. Os podres da aristocracia, a voz ao povo, são sempre bons temas para trabalhar.

6
Teatro

A peça que dá para o torto

Casino Lisboa, Parque das Nações

A UAU, com encenação de Frederico Corado e de Hannah Sharkey, faz uma importação de um dos espectáculos com mais peso e prémios amealhados na Broadway e em cerca de 30 países por onde já passou. A tradução e adaptação são de Nuno Markl e o elenco conta com nomes como Inês Castel-Branco, Igor Regalla, entre outros. 

Publicidade
7
Subitamente no Verão passado
Filipe Ferreira
Teatro

Subitamente no Verão passado

Teatro Nacional D. Maria II, Santa Maria Maior

Subitamente no Verão passado, de Tennessee Williams, é o novo espectáculo dos Primeiros Sintomas, com encenação de Bruno Bravo e estreia no Teatro Nacional D. Maria II. Sabe-se que Sebastian morreu no Verão passado, numa praia em Cabeza de Lobo, Espanha, quando estava na companhia da sua prima Catherine. Que por estes dias é considerada louca, pela versão dos acontecimentos que apresenta. Venable, a mãe de Sebastian, tem outra visão do filho. 

8
Teatro

A peça que dá para o torto

Casino Lisboa, Parque das Nações

A UAU, com encenação de Frederico Corado e de Hannah Sharkey, faz uma importação de um dos espectáculos com mais peso e prémios amealhados na Broadway e em cerca de 30 países por onde já passou. A tradução e adaptação são de Nuno Markl e o elenco conta com nomes como Inês Castel-Branco, Igor Regalla, entre outros. 

Publicidade
9
Alma
Filipe Figueiredo
Teatro

Alma

Teatro Aberto, Campolide

Alma, de Tiago Correia, foi o vencedor do Grande Prémio de Teatro Português SPAutores/Teatro Aberto. E agora volta, precisamente, à casa de partida, ao Teatro Aberto, sob direcção da encenadora e actriz Cristina Carvalhal. Um jovem acamado é visitado por dois amigos. Mas é uma estranha que vem quebrar o protocola e quebrar os segredos existentes entre eles. A interpretação é de Bernardo Lobo Faria, Bruna Quintas, Guilherme Moura e Sofia Fialho.

A semana em Lisboa

Passeio de bicicleta promovido pela Massa Crítica
Fotografia:Ana Luzia
Coisas para fazer

Coisas grátis para fazer em Lisboa

Grátis é a palavra mágica que todos gostamos de ouvir. Quando tem uma cidade a rebentar pelas costuras de coisas grátis para fazer, a solução certamente não é ficar fechado em casa à espera que lhe chovam ideias no colo. Trazemos-lhe sugestões para aproveitar, à borla, tudo o que Lisboa tem para oferecer esta semana.

Miradouro de São Pedro de Alcântara
©Inês Félix
Coisas para fazer

Passeios em Lisboa para fazer esta semana

Todas as semanas há uma série de passeios em Lisboa. E os dias que se seguem trazem uma programação particularmente variada. Sugestões para lhe ocupar o fim-de-semana não faltam, mas, se não quiser ficar a ver navios, já sabe que o melhor é agilizar o processo de reserva e inscrição nas diferentes actividades (muitas delas esgotam num ápice). 

Publicidade