Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right As peças de teatro para ver esta semana
teatro
Fotografia: Teatro Villaret Facebook

As peças de teatro para ver esta semana

Há muitas peças de teatro para ver esta semana em Lisboa. De diferentes géneros, nascidas em diferentes épocas e com diferentes intenções.

Por Editores da Time Out Lisboa
Publicidade

A classe artística não parou de arranjar novas formas de se exprimir e mostrar trabalho ao longo desta pandemia. E, enquanto as salas continuarem abertas, há várias peças de teatro para ver em Lisboa. Algumas estão tão pouco tempo em cena que, a bem dizer, é preciso correr para ver, mas há outras que vêm de trás e para a frente continuam. Seja como for, há peças para todos os gostos e carteiras, de diferentes géneros, nascidas em diferentes épocas e com diferentes intenções. Portanto, não tem desculpa: vá ao teatro.

Recomendado: #garanteolugar: quem quer comprar estes lugares vazios?

As peças de teatro para ver esta semana em Lisboa

Onde é a Guerra?
Onde é a Guerra?
©DR

1. Onde é a Guerra?

Coisas para fazer Concertos Teatro Nacional D. Maria II, Santa Maria Maior

Muro construído, armas preparadas e um soldado de cada lado. Com dois inimigos, a guerra pode começar. E com ela vem o medo, a suspeita, a ignorância, a fome, a solidão e o cansaço. A julgar por esta peça em cena no Salão Nobre, a programação infantil no Teatro Nacional D. Maria II para os próximos tempos promete.

teatro
teatro
Teatro da Trindade INATEL

2. Maria, a mãe

Teatro Teatro da Trindade, Chiado

Integrada na trilogia A Sagrada Família, este é um texto sobre a perda, a dor, a solidão, a velhice, o esquecimento e a morte. O elenco é composto por Custódia Gallego, João Gaspar, Lucília Raimundo e o próprio autor e encenador, Elmano Sancho.

Publicidade
Avenida Q no Teatro Maria Matos
Avenida Q no Teatro Maria Matos
©Filipe Ferreira

3. Avenida Q

Teatro Comédia Teatro Municipal Maria Matos, Campo Grande/Entrecampos/Alvalade

Primeiro esgotou noites sucessivas no Teatro da Trindade, depois andou pelo país, agora mudou-se para o extremo de Lisboa com a mesma intenção: fazer rir, são eles quem o diz, com o “musical mais estúpido e genial de todos os tempos – uma Rua Sésamo em esteróides, que junta a estética” dos Marretas a “uma linguagem tão adulta, que só funciona mesmo porque a vida é uma longa marcha de tédio em direcção à campa.”

teatro
teatro
Fotografia: Pedro Macedo - Framed Photos

4. Ricardo III

Teatro Vários locais

Foi uma das primeiras obras de William Shakespeare, mas os seus temas continuam actuais. Ricardo III coloca à nossa frente um herói que desperta em nós, em simultâneo, fascínio e horror, num texto francamente actual e pleno de vitalidade sobre a ambição e os jogos de poder. Com tradução e dramaturgia de Maria João da Rocha Afonso, a encenação de Marco Medeiros conta-nos a maquiavélica ascensão ao poder daquele que é considerado o mais sangrento e terrível dos vilões.

Publicidade
Teatro Aberto
Teatro Aberto
Fotografia: Filipe Figueiredo

5. Só Eu Escapei

Teatro Teatro Aberto, Campolide

Quatro mulheres conversam no jardim de casa. Quatro pessoas conversam num estúdio. Reflectem sobre o quotidiano, as mudanças, os empregos que tiveram, o que acabaram de perder, os seus desejos e medos mais profundos. No palco e na vida real, esses momentos, mais ou menos plácidos – em que o chá tanto se pode servir em chávena como em metáfora – são entrecortados pelas visões extraordinariamente proféticas de Caryl Churchill, autora de Só Eu Escapei.

E agora para algo completamente diferente...

Feud: Bette and Joan
©IMDB

As melhores séries do momento

Filmes

Não param de se estrear novas e boas séries. Com a chegada da Netflix, HBO, Amazon Prime e outras tantas ao radar nacional, a vida ficou bastante mais complicada. No bom sentido, claro. Tente evitar as maratonas nocturnas – ou não –, tenha atenção aos spoilers que aqui vai ver e siga as nossas sugestões das melhores séries do momento. 

The Two Popes
©IMDB

Os filmes originais Netflix que tem de ver

Filmes

Era quase impossível encontrar melhor timing para lhe darmos conteúdo deste. Sim, deste que requer pouco mais do que agarrar no comando, sentar-se ou deitar-se, ajeitar as almofadas, escolher o conteúdo e carregar. Fácil ao nível do exercício físico, talvez não tanto ao do psicológico. É que são 22 filmes originais Netflix, o que quer dizer que há muita coisa à qual deitar o olho e, depois de começar, dificilmente vai querer voltar atrás. 

Publicidade
Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade