Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right As peças de teatro em Lisboa a não perder em Outubro

As peças de teatro em Lisboa a não perder em Outubro

Comece a organizar a agenda: não há falta de peças de teatro em Lisboa e estas são as que não pode perder este mês.

O Amante
Filipe Ferreira
Por Raquel Dias da Silva e Miguel Branco |
Publicidade

Deixe-se de desculpas e vá ao teatro. Em Lisboa, não faltam opções, muitas delas com preços bem apetecíveis. Até nos meses mais parados, Lisboa tem um cartaz preenchido de peças de teatro para todos os gostos. Algumas, graças aos estranhos caminhos da programação e não ao desprezo do público, estão tão pouco tempo em cena que, a bem dizer, é preciso correr e ver, que isto nunca se sabe se e quando são repostas. Outras há que vêm de trás e para a frente continuam. Podemos dizer que há de tudo nesta selecção, em constante actualização. Portanto, não há crise, porque entre companhias históricas e emergentes, encenadores e actores conhecidos e outros ainda a esgravatar por um lugar, portugueses e estrangeiros, encontra-se um generoso conjunto de peças de teatro. Voltamos a abrir as portas das principais salas de teatro de Lisboa para lhe dizer o que reserva este bonito mês de Outono.

Recomendado: As melhores coisas para fazer em Lisboa este mês

Teatro em Outubro: as peças de teatro a não perder

1
Emília
Jorge Gonçalves
Teatro

Emília

icon-location-pin Teatro da Politécnica, Princípe Real
icon-calendar

Um ano depois de terem estreado O Vento num Violino, de Claudio Tolcachir, os Artistas Unidos regressam ao encenador e dramaturgo argentino para levar a cena Emília. É mais uma incursão do brilhante Tolcachir nos problemas familiares, na casa como causa e efeito. Emília, ama de Walter, vem visitá-lo depois de muitos anos sem se verem.

2
Na Solidão dos Campos de Algodão
D.R.
Teatro

Na Solidão dos Campos de Algodão

icon-location-pin Casa de Teatro de Sintra, Sintra
icon-calendar

Um dealer e um cliente encontram-se numa esquina aparentemente em obras, um lugar a meio de ser outra coisa qualquer. Tal como eles, que se atacam no escuro, ataque retórico, sem violência física, que parece questionar o que ambos ali fazem. Um dos mais importantes textos do século XX, do francês Bernard-Marie Koltès, chega a Sintra sob encenação de Diogo Dória, que se junta em cena a André Loubet.

Publicidade
3
teatro
DR
Teatro

Às Crianças

icon-location-pin Centro Cultural da Malaposta, Grande Lisboa
icon-calendar

Esta produção do Teatro ABC.PI é composta por três Contos Negros para os Filhos dos Brancos, de Blaise Cendrars: “O Pássaro da Cascata”, sobre como as crianças lidam com a noção de perda; “Porque é que Ninguém Leva o Caimão para o pôr na Água”, sobre um caçador que descobre o quão valiosa é a bondade e como é importante preservar a confiança do outro; e “O Vento”, sobre as diferentes facetas do vento. Embora abordem temáticas diferentes, todas as histórias têm em comum uma reflexão sobre “a vida na comunidade e a sua inserção no meio circundante”. Com direcção artística e encenação de Laurinda Chiungue, o elenco é composto por Adriana Melo e Magnum Soares.

4
teatro
Rui Felix
Teatro

3 e um Quarto

icon-calendar

Criado a partir da junção de três peças de micro-teatro, o espectador assiste no mesmo espectáculo e no mesmo local a géneros diferentes: um drama e duas comédias. Pontos em comum? Os actores e uma cama. Dividindo o mesmo espaço, as três peças sucedem-se com pequenas mudanças de cenário. Confinados a um quarto, os actores, dois homens e uma mulher, dão corpo a seis personagens. Ao longo do espectáculo assistimos às suas vidas, histórias, dramas, sonhos e fantasias.

Publicidade
5
Centro Cultural Olga Cadaval
Byfurcação
Teatro, Infantil

Cha...Cha...Chapéu!

icon-location-pin Centro Cultural Olga Cadaval, Sintra
icon-calendar

Nesta aventura poético-musical para bebés e famílias, promete-se não perder a cabeça mas dar voltas e voltas em busca de um certo chapéu perdido. Para não se andar a apanhar bonés (e como a cabeça não serve só para usar chapéu!), os actores vão pedir ajuda ao público. Com concepção e interpretação de Paula Pina, Ana Isabel Gonçalves e Nuno Cintrão, esta peça, com duração de 45 minutos, é indicada para crianças dos seis meses aos quatros anos.

6
teatro
DR
Teatro

Intimidade Indecente

icon-location-pin Teatro Tivoli BBVA, Avenida da Liberdade
icon-calendar

Intimidade Indecente, da dramaturga brasileira Leilah Assumpção, esteve em cena durante quase cinco anos no Brasil e fez ainda duas temporadas em Portugal, em 2004 e 2005. Com Vera Holtz pela primeira vez nos palcos portugueses, a peça estreia no Teatro Tivoli BBVA a 26 de Setembro, ficando em cena até 3 de Novembro, seguindo depois em digressão pelo país. Catalogada como uma cómedia romântica, conta a história de Mariano e Roberta, que se separam aos 50 anos. O espectador acompanha os seus reencontros ao longo dos anos seguintes, década a década, até à casa dos 80.

Publicidade
7
O Amante
Filipe Ferreira
Teatro

O Amante

icon-location-pin Teatro da Trindade, Chiado
icon-calendar

A temporada no Teatro da Trindade começa com o eterno O Amante, de Harold Pinter. Uma proposta que o director artístico Diogo Infante fez a Albano Jerónimo e a Cláudia Lucas Chéu, que dirigem esta co-produção do Trindade com o seu Teatro Nacional 21. Com interpretação de Custódia Gallego, Virgílio Castelo e Luís Puto, este espectáculo conta a história de um casal à procura de salvar o seu casamento a custo de fetiches sexuais que, a médio prazo, podem ser um problema. 

8
cabaret d'ourique
©Mercearia do Campo
Teatro, Cabarets

Cabaret D'Ourique

icon-location-pin Mercearia do Campo, Estrela/Lapa/Santos
icon-calendar

Na Mercearia do Campo pode beber um copo, petiscar uma salada de polvo ou uma tábua de queijos e enchidos. E agora também pode assistir a um show de burlesco. Chama-se Cabaret d’Ourique e inclui showgirls, música, burlesco e magia, um espectáculo com direcção artística da performer de burlesco Louise L’Amour que todas as quintas-feiras tem convidados de peso. Veronique DiVine, Miss Tea, Lady Lasagna, Mr. Bruleske, Miss Hurricane, le Noir, Lôlô Visage ou Hugo Ferracci são alguns dos nomes que irão subir ao palco, numa viagem no tempo às noites boémias do século XIX e aos anos 20 do século passado. Pode passar e espreitar (a entrada custa 5€) ou aproveitar para fazer uma reserva para jantar e apreciar o espectáculo de barriga cheia.

Publicidade
9
Chicago
Filipe Ferreira
Teatro

Chicago

icon-location-pin Teatro da Trindade, Chiado
icon-calendar

Há espectáculos que a Broadway eternizou de tal forma que agora dificilmente nos veremos livres deles. A peça de Fred Ebb e Bob Fosse, que veste agora a roupa trazida pela encenação de Diogo Infante, segue duas divas rivais que tentam escapar às acusações de assassínio enquanto aproveitam para subir na vida. Os loucos anos 20, claro.

O melhor da agenda cultural de Lisboa

Pixies
© Simon Foster
Música

Concertos em Lisboa em Outubro

É aquela altura do ano em que as temperaturas começam a baixar, as folhas começam a cair e os concertos sucedem-se. O  Verão que nos perdoe, mas não há nada como ver concertos em Lisboa no Outono.

Arte

Exposições em Lisboa para visitar este fim-de-semana

Acha que não se passa nada em Lisboa este fim-de-semana? Temos mais de duas mãos cheias de exposições para provar que está bem enganado. Queremos ajudar a tornar os próximos dias mais culturais, sozinho ou com a família toda atrelada (sim, há muitas exposições kids friendly).

Publicidade
Amália por Leonel Moura
©Márcia Lessa
Coisas para fazer

28 coisas grátis para fazer em Lisboa esta semana

Grátis é a palavra mágica que todos gostamos de ouvir. Trazemos-lhe sugestões para aproveitar, à borla, tudo o que Lisboa tem para oferecer esta semana, seja visitar exposições ou mercados, picar o ponto numa festa ou ir a um concerto.

Publicidade