Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right As peças de teatro em Lisboa a não perder em Novembro

As peças de teatro em Lisboa a não perder em Novembro

Comece a organizar a agenda: não há falta de peças de teatro em Lisboa e estas são as que não pode perder este mês.

Por Raquel Dias da Silva e Miguel Branco |
Publicidade
Reinar Depois de Morrer
D.R.

Deixe-se de desculpas e vá ao teatro. Em Lisboa, não faltam opções, muitas delas com preços bem apetecíveis. Até nos meses mais parados, Lisboa tem um cartaz preenchido de peças de teatro para todos os gostos. Algumas, graças aos estranhos caminhos da programação e não ao desprezo do público, estão tão pouco tempo em cena que, a bem dizer, é preciso correr e ver, que isto nunca se sabe se e quando são repostas. Outras há que vêm de trás e para a frente continuam. Podemos dizer que há de tudo nesta selecção, em constante actualização. Portanto, não há crise, porque entre companhias históricas e emergentes, encenadores e actores conhecidos e outros ainda a esgravatar por um lugar, portugueses e estrangeiros, encontra-se um generoso conjunto de peças de teatro. Voltamos a abrir as portas das principais salas de teatro de Lisboa para lhe dizer o que reserva este bonito mês de Outono.

Recomendado: Exposições em Lisboa para visitar este fim-de-semana

Teatro em Novembro: as peças de teatro a não perder

1
teatro
Teatro

Os Putos Contra-Atacam

icon-location-pin Teatro Independente de Oeiras, Cascais
icon-calendar

Não, não é no ano de 2874. É já “amanhã”, mais coisa menos coisa, ou se calhar é já hoje. Onde? No nosso planeta, onde o mundo está a ser controlado por dois vilões, Marco Bytes e Camila Sacarose, que a partir do Centro de Controlo da Tecnologia e do Açúcar (CCTA), dominam todas as crianças e todos os jovens. A partir de um Super Computador Controlador Mundial de Miúdos e Miúdas e de todo o tipo de ecrãs, enviam mensagens subliminares que obrigam a consumir açúcar sob todas as formas provocando obesidade extrema. Três irmãos resistem de forma heróica e através de um plano com riscos imensos põem em perigo a sua própria vida para tentar destruir o CCTA e salvar o futuro da humanidade.

2
teatro
Teatro

BecaBeca

icon-location-pin Teatro Villaret, Lisboa
icon-calendar

O espectáculo BecaBeca está de volta para uma terceira temporada, com Miguel Tapadas ao piano e Os Improváveis a criar cenas surpreendentes, inspiradas pelas temáticas de uma entrevista conduzida por Fernando Alvim ou Inês Castel-Branco a um convidado especial, que muda todas as noites. É BecaBeca da boa.

Publicidade
3
teatro
Plano 6
Teatro, Infantil

Viagem pelo Corpo Humano

icon-location-pin Casino Lisboa, Parque das Nações
icon-calendar

Quando a Maria chega a casa, depois de um dia de escola, pronta para muitas brincadeiras, percebemos que alguma coisa não está bem: está sem apetite e sem a sua energia habitual. Como por um toque de magia, somos então transportados para o interior do corpo de Maria, para conhecer os seus órgãos e todos os seus mistérios. E é lá que vamos travar uma difícil luta com o vírus da varicela.

4
Fantasma da Ópera em Portugal
Teatro

O Fantasma da Ópera

icon-location-pin Campo Pequeno, São Sebastião
icon-calendar

Le Fantôme de l'Opéra, de Gaston Leroux, é um romance francês de ficção gótica, ofuscado pelo sucesso da sua adaptação a teatro musical, que bateu o recorde de permanência na Broadway – superou os dezoito anos do Cats em cartaz e continua em palco até hoje, desde a sua estreia em 1986. Este ano, chega pela primeira vez, em concerto, a Portugal, com vozes já conhecidas pelo público português, como Sofia Escobar e Lara Martins. Com datas marcadas para o Porto e Lisboa, estará no Campo Pequeno nos dias 22 e 23 de Novembro.

Publicidade
5
Doença da Juventude
Filipe Figueiredo
Teatro

Doença da Juventude

icon-location-pin Teatro Aberto, Campolide
icon-calendar

O texto é do dramaturgo e encenador austríaco Ferdinand Bruckner, a versão, a dramaturgia e a encenação são de Marta Dias. O ponto de partida é um daqueles que parece sugado de um filme de domingo à tarde: “Maria terminou o curso de medicina e vai dar uma festa. A partir de agora começa a vida a sério”. Ex-namorados e intrigas, ódios, seduções, enfim, a superficialidade irritante também pode ser matéria digna de palco.

6
Chicago
Filipe Ferreira
Teatro

Chicago

icon-location-pin Teatro da Trindade, Chiado
icon-calendar

Há espectáculos que a Broadway eternizou de tal forma que agora dificilmente nos veremos livres deles. A peça de Fred Ebb e Bob Fosse veste agora a roupa trazida pela encenação de Diogo Infante, onde duas divas rivais tentam escapar às acusações de assassínio enquanto aproveitam para subir na vida. Os loucos anos 20, claro.

Publicidade
7
Os Vizinhos de Cima
©DR
Teatro, Comédia

Os Vizinhos de Cima

icon-location-pin Teatro Villaret, Lisboa
icon-calendar

Uma comédia despretensiosa não faz mal a ninguém. Às vezes rir é o melhor remédio, mesmo que seja de nós próprios, que, convenhamos, muitas vezes bem o merecemos. Pode ter sido o que pensou o dramaturgo Cesc Gay ao criar este enredo em que um casal convida os vizinhos de cima para jantar e, à medida que a noite avança, o tal casal é posto a par das maluqueiras sexuais dos seus vizinhos. Claro, dá-lhes para repensar a sua própria relação, sexualmente muito reprimida e monótona. Daí ao “limite” é um passo. Mas para saber onde está o limite e o tamanho do passo é preciso ver a encenação de Maria Henrique e as interpretações de Ana Brito e Cunha, Fernanda Serrano, Pedro Lima e Rui Melo.

O melhor da agenda cultural de Lisboa

Ó Galeria
Fotografia: Arlindo Camacho
Arte, Galerias

Galerias de arte em Lisboa: um roteiro alternativo

Museus e centros de difusão de arte contemporânea são o pão nosso de cada dia no habitual roteiro cultural dos lisboetas. Mas onde andam os artistas emergentes? Esses que não correm as bocas do mundo? Nestas galerias, está claro.

Pixies
© Simon Foster
Música

Os melhores concertos em Lisboa até ao final do ano

Há sempre música entre nós, como dizia a outra. O que, neste caso, quer dizer que há sempre concertos em Lisboa que vale a pena ver e ouvir. Algumas destas datas já estão esgotadas e os outras para lá caminham, por isso sugerimos que não espere muito mais para comprar os bilhetes para estes espectáculos.

Publicidade
Publicidade