Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right As novas lojas em Lisboa que tem mesmo de conhecer

As novas lojas em Lisboa que tem mesmo de conhecer

De plantas a sapatos, passando pela roupa sustentável ou por peças de decoração lá para casa, estas são as novas lojas em Lisboa

Tigers At Play
Fotografia: Manuel Manso
Por Francisca Dias Real e Raquel Dias da Silva |
Publicidade

Reunimos as melhores lojas que abriram nos últimos meses para que não perca o fio à meada na hora de renovar a artilharia toda lá de casa, dos moveis às plantas. Há lojas em grandes palácios e outras que vão buscar inspiração ao outro lado do mundo ou a outras épocas. Mesmo para aqueles que se preocupam com a sustentabilidade há lojas à espera da visita. Ou mesmo aquelas loiças para a casa que nunca parecem ser suficientes. As lojas abriram e nós registámos. Agora é só abrir os cordões à bolsa e decidir que caminho vai tomar.

Recomendado: Os melhores sítios para fazer compras em Lisboa

Novas lojas em Lisboa

1
Tem-plate
Fotografia: Manuel Manso
Compras

Tem-plate

icon-location-pin Marvila

Marvila guarda cervejeiras, armazéns, galerias e coworks, mas é recente a nova pérola do bairro: a loja de luxo Tem-plate, uma montra de marcas que chegam pela primeira vez a Portugal. O aspecto de galeria futurista lança o repto para o projecto criado por Robby Vekemans e Rune Park, que trouxeram para o lado oriental da cidade a moda de passerelle. O espaço é amplo, com uma estética minimal e quase industrial, e dos charriots pendem peças de marcas como Acne, Jacquemus, JW Anderson, Loewe, Comme des Garçons ou Maison Margiela.

2
Bernardo
Fotografia: Inês Félix
Compras

Bernardo Atelier Lisboa

icon-location-pin Avenida da Liberdade/Príncipe Real

Minimalista e versátil, a Bernardo Atelier Lisboa é o mais recente bazar urbano do século XXI a inaugurar no Príncipe Real. Tem marca própria, designs estrangeiros com produção portuguesa e propostas para miúdos e graúdos, da moda à decoração, incluindo vasos em cerâmica e cortiça, cestos de verga, ilustrações emolduradas, sacos de pano, brinquedos de madeira, remos, artigos de papelaria e até colheres para mel. Os preços variam entre 1€ e 200€.

Publicidade
3
Inútil
Fotografia: Duarte Drago
Compras

Inútil

icon-location-pin Castelo de São Jorge

Espaço de valorização da cerâmica contemporânea, a Inútil é uma “casinha de bonecas”, num largo de árvores centenárias, entre o Miradouro de Santa Luzia e o Castelo de São Jorge. Com ar de galeria, as formas e texturas e cores das peças – desde jarros e tigelas a pratos e esculturas – saltam à vista, por cima do branco das paredes, prateleiras e aparadores. “Sempre fui muito atenta à beleza e, já mais adolescente, comecei a participar em ateliês de cerâmica”, conta Maria Almeida. Inspirada pelo “fascinante esplendor do inútil”, expressão do crítico e ensaísta George Steiner, a proprietária da nova loja de arts & crafts da cidade acredita que a proposta não se esgota na oportunidade de ver e comprar arte, mas passa também por reflectir acerca da utilidade da obra. “Podem ser úteis só pela beleza que têm”, sugere. “É importante vermos coisas bonitas.” Mas às jarras é fácil adicionar flores, às tigelas e aos pratos imaginá-los à mesa do pequeno-almoço e mesmo as folhas de Outono de cerâmica podem ser usadas como suportes para velas. Feitas artesanalmente, com diferentes técnicas, as peças foram todas escolhidas a dedo, custam entre 8€ a 2000€ e são de autores nacionais, como Martim Santa Rita, Teresa Cortez e Carmina Anastácio.

4
Superbotânica
Manuel Manso
Compras

Superbotânica

icon-location-pin Alcântara

Não é uma florista nem um viveiro de plantas: é a Superbotânica. E promete transformar a vida citadina através das cores, formas e texturas dos trópicos. Na Superbotânica, em Alcântara, tanto encontra monsteras deliciosas ou begónias maculatas, as plantas da moda, como dicas para cuidar delas. Discreta por fora, selvagem por dentro, quer tornar mais verde a vida na “grande alface”. À sua espera, tem uma colecção inusitada de plantas tropicais, desde zamioculcas a alocasias, filodendros a palmáceas, calatéias a begónias, dos 5€ aos 100€ e mais além. A maioria é da América do Sul, Ocêania, Austrália e África. Às plantas, juntam-se os acessórios. Para além de vasos em plástico, com buracos no fundo para drenar a água, há em barro, metálicos ou em fibra e podem ser associados a pratos em madeira, também usados em suportes para elevar a planta, em vez de as pousar no chão. Se preferir suspendê-las, pode optar por um suporte em macramê. A próxima aposta da Superbotânica é em workshops, para ajudar as pessoas com os cuidados básicos.

Publicidade
5
Tigers At Play
Fotografia: Manuel Manso
Compras

Tigers At Play

icon-location-pin São Vicente 

Pequenina, minimalista e com uma grande janela, onde é fácil espreitar e ter uma amostra do pode encontrar nesta loja em São Vicente. A Tigers At Play foi feita à medida dos mais novos e traz para o mercado peças feitas à mão e em Portugal, dos vestidos de linho às mantas bordadas.  Na Tigers At Play as roupas estão dispostas num cabide e no aparador central, tudo numa paleta de cores que varia entre os pastéis, amarelos, azuis e cinzas. São roupas boas para viajar e boas para brincar, o conforto é a premissa base. Com roupas dos 2 aos 8 anos, encontra por aqui vestidos floridos ou mais neutros, camisas, camisolas com pêlo, calções, mantas bordadas à mãos e gorros de caxemira. A produção é outro dos factores que distingue a Tigers At Play. Aqui está tudo sob controlo: a produção é feita em Portugal e em pequenas quantidades, pondo de lado qualquer produção em massa, sendo que também muitos dos tecidos são portugueses. O casal recorre a pequenas fábricas e muitas das peças são feitas por uma costureira que trabalha directamente com eles na loja e cose e tricota tudo manualmente, sempre com atenção aos detalhes.    

6
Bride to Be
Duarte Drago
Compras

Bride to Be

icon-location-pin Avenida da Liberdade/Príncipe Real

Ser noiva não é fácil. Entre as inúmeras deslocações, decisões e telefonemas, pode ser na verdade um desastre à espera de acontecer. A Bride to Be instalou-se na Calçada de Santo António como uma concept store que reúne vários serviços do universo dos casamentos. Isto para tratar de tudo para o casório sem sair do mesmo sítio.  Há cinco anos que Ana Coelho Duarte, a wedding planner por detrás da novidade, ajuda noivos a planear o casamento. Na nova loja, Ana recebe os noivos e tem um espaço dedicado aos portefólios dos parceiros do projecto, desde fotógrafos a designers de bolos. Há ainda um showroom, na cave, com vestidos de noiva, que podem ser personalizados. Antes, a escolha do local do casório é a decisão mais importante para os noivos. Para visitar a loja precisa de fazer marcação, não lhe é cobrado qualquer valor por isso e pode, desde logo, ficar a conhecer os serviços: cabelo, maquilhagem, acessórios, flores, cerimónia e lua de mel.

Publicidade
7
Mojo
Duarte Drago
Compras

Mojo

icon-location-pin Grande Lisboa

O ambiente é semelhante ao de uma loja de roupa vintage num bairro londrino, mas é mesmo ao virar da esquina no Bairro Alto. A Mojo Supply Store traz roupa nova ao estilo retro – pró menino e prá menina – numa sinergia entre a música e a estética dos anos 50, 60 e 70. Se, por um lado, a loja vai buscar inspirações vintage, por outro há ali um twitst de modernidade sem parecer roupa tirada do baú, sempre com uma forte simbiose com o universo musical de outras épocas, do punk ao rock. Vestidos, casacos, camisolas, mochilas, gorros, bonés ou t-shirts de bandas (para os maiores groupies), pode encontrar estas espécimes em marcas como a Madcap, a Lambretta, a Rock-Sax, a Chenaski, Difuzed, Grindstore ou a Brandit. Para complementar, há tote bags, pins e canecas com referências da cultura pop para levar para casa ou passear na rua.

Mais em Lisboa

Coyo taco
©Duarte Drago
Restaurantes

Os melhores novos restaurantes em Lisboa

A restauração floresce a grande velocidade na capital. Aliás, a nossa cidade tem uma diversidade cada vez maior no que à restauração diz respeito. E é mesmo caso para dizer: venham eles.

Publicidade