A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
LX LAPA
Francisco Nogueira

As novas lojas em Lisboa que tem mesmo de conhecer

Se perdeu o rasto às inaugurações, fizemos-lhe uma lista das lojas que abriram portas nos últimos meses em Lisboa.

Escrito por
Mauro Gonçalves
Publicidade

Reunimos as novas lojas que abriram nos últimos meses para que não perca o fio à meada na hora de renovar o armário, de repensar a decoração da sala ou até mesmo de pensar numa mudança de visual. Há espaços que dão nova vida aos bairros e outras que vão buscar inspiração ao outro lado do mundo ou a outras épocas. Mesmo para aqueles que se preocupam com a sustentabilidade há sítios à espera de visita. As lojas abriram e nós registámos. Agora é só definir o orçamento e fazer a lista de compras, ou simplesmente deixar-se levar por este roteiro de novidades.

Recomendado: Os melhores sítios para fazer compras em Lisboa

Novas lojas em Lisboa

  • Compras
  • Decoração
  • Estrela/Lapa/Santos

A vontade de reunir as novas descobertas – em áreas tão distintas como o mobiliário, a cerâmica, o têxtil, a luminária, a tapeçaria e mesmo a ilustração – num único espaço trouxe os irmãos Paz e Gonçalo Braga até ao número 23 da Avenida Infante Santo. São poucos metros quadrados recheados com o que de melhor se faz aquém-fronteiras, mas também com múltiplas possibilidades de colaborar, co-criar e firmar parceiras.

  • Compras
  • Lisboa

É uma referência na produção e venda de fios para tricot em Portugal, mas não só. Na Retrosaria de Rosa Pomar, encontra também meadas importadas, livros da especialidade, vários utensílios e ainda uma seleção de tecidos portugueses criteriosamente escolhidos pela grande mestra da malha. Rosa Pomar não guarda todo este conhecimento só para si. Há uma agenda de workshops onde partilha (ou convida quem mais sabe a partilhar) saberes e técnicas em labores como o tricot, o crochet, o macramé ou mesmo a cestaria. Ao fim de mais de uma década, a Retrosaria mudou de poiso: está agora na Rua Maria Andrade, no bairro dos Anjos.

Publicidade
  • Compras
  • Moda
  • Estrela/Lapa/Santos

As lojas não se medem aos palmos e a House of curated é uma prova disso. O projeto de Catarina Justino e Miguel Marques da Costa pauta pela exclusividade, mas também pela originalidade das propostas na área da moda e do lifestyle. Da portuguesa C.R.T.D. à colaboração com a Poeira, passando por uma mão cheia de pequena marcas independentes trazidas da América do Sul, a curadoria serve uma montra perfeita para quem procura peças singulares e para todos os bolsos.

  • Compras
  • Moda
  • Lisboa

Esta nova morada resulta da união de esforços de duas marcas portuguesas, a B.Simple e a Maray. O resultado está à vista: uma loja, que apesar de pequena, quer tornar-se uma paragem obrigatória para quem segue no encalço de etiquetas 100% nacionais. De um lado, o guarda-roupa feminino e confortável da B.Simple. Do outro, os sapatos que não poupam na cor e nos padrões, cortesia da Maray.

Publicidade
  • Compras
  • Moda
  • Cascais

Um pretexto (e de peso) para rumar a Cascais com o intuito de fazer compras. Depois de 12 anos sem qualquer ponto de venda próprio em solo português, a Osklen abriu uma nova loja na Marina de Cascais. O espaço congrega estilo e sustentabilidade, os princípios fundadores da marca fundada por Oskar Metsavaht em 1989 e conhecida por ser um dos expoentes máximos da moda minimalista brasileira. Com cerca de 70 metros quadrados, a nova loja reúne vestuário (feminino e masculino), calçado e acessórios, tudo com o selo made in Brasil.

  • Saúde e beleza
  • Cabeleireiros
  • Cais do Sodré

Hugo Offerman conhece Josie Georgia há muitos anos. Em 1999, quando começou a sua carreira, foi precisamente no salão do Facto, marca co-criada pela hair stylist londrina. Agora, passadas mais de duas décadas, decidiram abrir juntos o Ferragial, na rua com o mesmo nome, um cabeleireiro com preços justos e produtos naturais. O corte de cabelo curto, por exemplo, que não precisa de um brushing, fica a 35€. Se for comprido, fica por 45€. Além de cortes, fazem tratamentos (15€-25€), penteados simples (40€), coloração (35€-45€) e madeixas (15€-90€).

Publicidade
  • Compras
  • Joalharia
  • Avenida da Liberdade

A Avenida da Liberdade ganha mais uma pedra cintilante. Fundada em Paris, em 1906, a Van Cleef & Arpels abriu a sua primeira loja em Lisboa, naquela que é a artéria mais luxuosa da cidade. São 200 metros quadrados repletos de jóias e relojoaria, por sua vez emoldurados por um interior rico e sóbrio, diretamente inspirado nos ricos salões parisienses. A exclusividade e a discrição também fazem parte desta fórmula. Com um bar, um salão privado e biombos que garantem um atendimento dedicado, a nova loja está pronta para receber todos os clientes, até os mais reservados.

  • Compras
  • Decoração
  • Estrela/Lapa/Santos

O imponente portão de ferro aberto é o primeiro convite a entrar neste palacete dos anos 20 (os outros, não estes) no meio do bairro da Lapa. Lá dentro há peças de mobiliário do século XX, quadros de artistas portugueses conhecidos, mas também emergentes, pendurados nas paredes e plantas de interior bem verdes e cuidadas. A histórica revista Brotéria saiu daqui para o Bairro Alto e os lisboetas ganharam o LX Lapa, que tem tanto de concept store como de espaço cultural.

Publicidade
  • Compras
  • Vestuário de criança
  • Chiado/Cais do Sodré

A marca existe desde 2015, mas foi em 2021 que abriu a loja/atelier que faltava ao roteiro lisboeta de compras para miúdos. Aqui, a moda é feita a pensar nos meninos (numa tentativa de propor peças de design, divertidas e com estampados ilustrados à mão, para eles), mas pode muito bem ser adaptada a raparigas, tudo depende dos níveis de pinta. No mesmo local onde as peças são expostas e vendidas é também feita toda a confecção, sob o olhar atento da clientela e sem desperdícios.

  • Compras
  • Perfumarias
  • Chiado

Além dos sabonetes, esta marca portuguesa centenária especializou-se numa outra coisa: lojas encantadoras. A mais recente abriu em pleno Chiado (não muito longe da primeira, na Rua da Misericórdia) e ocupa um espaço já por si emblemático da cidade, a antiga Livraria Aillaud & Lellos. Por trás da fachada original, a Claus Porto criou um universo perfumado, onde os elementos de art déco e um imponente lavatório em mármore de Estremoz são os grandes protagonistas. Além, é claro, das fragrâncias da casa.

Publicidade
  • Compras
  • Decoração
  • Alcântara

Nesta casa, o acto de cuidar é a cola que une os elementos da santíssima trindade: pessoas, plantas e animais. A Curae nasceu como plataforma online e com a nobre missão de proporcionar às pessoas experiências de cuidado com a natureza que as rodeia, seja através da venda de plantas ou de serviços dirigidos aos animais de estimação. Entretanto, o projecto de Sofia Antunes ganhou um espaço próprio, ali para os lados de Alcântara. É lá que, além de belos espécimes botânicos, encontra uma agenda de actividades que já deu os primeiros passos, da ocupação de tempos livres para crianças aos workshops de macramé para adultos.

  • Compras
  • Sapatos
  • Avenida da Liberdade/Príncipe Real

De São João da Madeira para Lisboa, esta marca abriu portas a uma montra de tradição e saber-fazer. Afinal, a Mariano Shoes acumula já mais de 70 anos de história, o que faz dela uma autêntica especialista em sapataria clássica masculina, mas não só. Na Rua Castilho, a primeira loja da marca também dá espaço a modelos menos tradicionais. Exemplo disso é a coleção feminina, repleta de cores e acabamentos diferentes.

Publicidade
  • Compras
  • Sapatos
  • Chiado

A Jak Shoes é uma marca 100% portuguesa fundada por dois empreendedores, Isabel Henriques e José Reffoios. Fundada em 2014, abriram mais tarde a flagship no Porto e, em 2021, a loja no coração da Baixa lisboeta. A aposta é num conceito slow fashion, cujo objectivo passa por produzir produtos com maior qualidade e maior durabilidade. A produção das sapatilhas e sapatos da JAK é sustentável e tem base num fabrico artesanal e nacional.

  • Compras
  • Ópticas
  • Avenida da Liberdade

O império cresce a olhos vistos. Em 2021, a André Ópticas decidiu que uma loja na Avenida da Liberdade não chegava e abriu um segundo espaço, dentro do Tivoli Forum. O interior luxuoso e contemporâneo faz jus às marcas que têm lugar nos expositores, das grandes casas de moda como Dior, Chanel e Armani a marcas de nicho como a Matsuda, Anna Karin Karlsson, Dita, Cutler and Gross e Cazal. Afinal, esta continua a ser a meca dos óculos, agora com sete lojas em Lisboa e arredores.

Publicidade
  • Compras
  • Moda
  • Lisboa
  • preço 3 de 4

Depois do Príncipe Real e do Chiado, Nuno Gama leva a sua assinatura inconfundível para a zona da Estefânia onde abriu a sua mais recente loja. O Atelier Nuno Gama conta com as principais coleções do criador português. Vestuário, joalharia, sapatos e outros acessórios têm agora uma nova perspetiva sobre a cidade. E os fãs do designer que fiquem atentos – entre saldos e descontos de última hora, há sempre boas oportunidades à espreita.

  • Compras
  • Cascais

A Estupha apresenta-se como “um espaço verde, para semear arte, cultivar plantas, para florescer, para crescer”. Uma autêntica galeria tropical, longe dos carros e perto da natureza. Por lá encontra mais de 200 espécies de plantas, sobretudo tropicais e vindas da Holanda, e também vários acessórios complementares como peças em cerâmica. Além disso, há ainda um espaço de convívio, para beber café ou kombucha, onde pode ficar e fingir que está na selva.

Publicidade
  • Compras
  • Decoração
  • Chiado/Cais do Sodré

Da Calçada da Estrela, esta ceramista francesa radicada em Lisboa mudou-se para a Rua Poiais de São Bento e com ela levou as suas peças mais inconfundíveis. Pratos, taças, chávenas de café, copos, caixas e bules decoram as prateleiras – tudo é feito à mão e com detalhes gráficos que já são uma imagem de marca de Cécile Mestelan.

  • Compras
  • Floristas
  • Chiado/Cais do Sodré

No início da pandemia fecharam a loja que tinham na Embaixada, no Príncipe Real, mas o negócio de Priscila Alves Ribeiro continuou firme, primeiro num ateliê privado e depois numa nova loja com porta para a rua. Saem bem as caixas com flores, sobretudo para oferta, mas qualquer pedido é bem recebido e feito com todo o cuidado, com flores frescas ou secas. É preciso estar atento às redes da Embaixada das Flores, que é lá que Priscila vai anunciando as novidades e os workshops que também lhe ocupam a agenda, onde ensina a criar arranjos e a enquadrá-los na decoração. 

Publicidade
  • Compras
  • Moda
  • Avenida da Liberdade

Eis a grande surpresa da Fashion Clinic em 2021: a abertura de uma loja, recheada com todas as marcas de luxo que já costumavam habitar no primeiro templo (uns números acima), no espaço onde outrora funcionou o bar do JNcQUOI Asia. Balenciaga, Alexander McQueen, Comme des Garçons, Isabel Marant, Miu Miu e Off-White são algumas das marcas disponíveis neste novo conceito de compras e restauração.

  • Compras
  • Decoração
  • São Sebastião

Depois do Porto e de Oeiras, a Kinda Home instalou-se em Lisboa e abriu a primeira loja na capital, no espaço outrora ocupado pela Garagem Glória. São quase 500 metros quadrados inteiramente dedicados ao mobiliário e à decoração, ou seja, espaço suficiente para todas as linhas da marca e ainda para acolher o serviço de projectos personalizados.

Mais em Lisboa

  • Miúdos

Agora, mais do que nunca, é tempo de apostar no que de melhor se faz por cá. Desde brinquedos científicos a propostas faça-você-mesmo ou peças tão bonitas que até para decoração servem, não faltam marcas portuguesas para entreter os miúdos. 

  • Compras

As t-shirts têm origem nas peças interiores que se usavam por baixo de camisas e camisolas para aquecer o corpinho. Mas a t-shirt propriamente dita (a clássica branca de algodão) começou por ser usada por militares americanos a partir do início do século XX. Foi popularizada pelo cinema na década de 50, normalmente acompanhada pelos igualmente populares jeans, e ainda hoje é um básico indispensável de qualquer guarda-roupa. 

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade