Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right As melhores lojas para homem em Lisboa

As melhores lojas para homem em Lisboa

Porque eles estão cada vez mais vaidosos, fazemos um roteiro pelas melhores lojas para homem em Lisboa

Por Editores da Time Out Lisboa |
Publicidade
Otherwise
Fotografia: Manuel Manso

Da alfaiataria ao streetwear, as lojas de roupa e acessórios exclusivamente dedicadas ao universo masculino estão a crescer a olhos vistos. Com a vaidade aumenta a exigência, por isso neste roteiro pelas melhores lojas para homem em Lisboa também vai encontrar algumas das mais bonitas, além daquelas famosas concept stores onde apetece perder a cabeça e comprar tudo. 

Do fato por medida aos ténis de edição especial, passando pelas marcas atentas à sustentabilidade, os senhores também têm direito a um universo de compras só para eles para poderem encher o armário à vontade.

Recomendado: Os melhores sítios para fazer compras em Lisboa

As melhores lojas para homem em Lisboa

Couve
Duarte Drago
Compras

Couve

icon-location-pin Lisboa

Bráulio Amado é um ponta de lança do design gráfico nacional: trabalha com o New York Times, a New Yorker e a Vanity Fair. E agora tem um trabalho nos Anjos – o logótipo da Couve, a novidade mais fresca do bairro. É uma loja de vestuário e calçado vegan. Sapatos sem pele; meias, gorros e cachecóis sem lã. Atrás do balcão está Vasco Monteiro, que quer provar que se pode vestir com consciência “mas com pinta”. “Precisamos de abandonar a imagem de que o calçado vegan é chinelo ou Paez, que tem de ser freak. Sempre tive uma preocupação com o estilo”, diz. As botas da Good Guys Don’t Wear Leather, marca francesa  produzida em Portugal, estão nas prateleiras prontas para o Inverno. (Feliz coincidência: na porta ao lado encontra uma mercearia de um casal hindu vegetariano: Kumar e Meeta.)

Otherwise
Fotografia: Manuel Manso
Compras

Otherwise

icon-location-pin Campo de Ourique

As atenções estão todas nelas, todas catitas em charriots, cada uma de sua nação e com tecidos vindos directamente da Índia para Campo de Ourique. Falamos de camisas, a estrela da Otherwise, que quer homens e mulheres a desfilar com atitude na calçada portuguesa. Manuel Ochoa abriu a loja numa das laterais do Mercado de Campo de Ourique para dar casa à marca criada em 2017. As camisas são desenhadas em Portugal e feitas numa fábrica local na Índia, com tecidos indianos. Há três modelos de camisas para deitar o olho: a de manga comprida, a de manga curta básica e outra também de manga curta mas sem botões no colarinho. Quanto aos materiais, Manuel tem uma camisa de algodão orgânico, com fibra de bananeira, outras 100% algodão e ainda modelos feitos com block print, uma técnica indígena onde artesãos cravam em blocos de madeira os padrões e pintam para depois estamparem os tecidos. Coloridos ou mais discretos, os padrões são únicos e irrepetíveis: há para todos os gostos, feitios e usa quem quer, homem ou mulher.

Publicidade
Compras

Citadin Shoes

icon-location-pin Chiado

A Citadin Shoes é uma marca de sapatos para homens, feitos em Portugal e que está no mercado nacional e internacional desde 2014. Funcionavam só online até abrirem a sua primeira loja na Rua Duques de Bragança, onde pode encontrar as várias propostas de cada colecção – tudo com inspiração nas cidades mais emblemáticas do mundo.  A Citadin Shoes apresenta mais de 20 modelos divididos por quatro categorias (Casual, Smart, Charmer e Boots), todas elas com um toque clássico mas com o conforto a ser posto em primeiro lugar –  exemplo disso é a sola de borracha com pitons que mantém o sentido estético, mas aumenta o conforto.

Tem-plate
Fotografia: Manuel Manso
Compras

Tem-plate

icon-location-pin Marvila

Marvila guarda cervejeiras, armazéns, galerias e coworks, mas é recente a nova pérola do bairro: a loja de luxo Tem-plate, uma montra de marcas que chegam pela primeira vez a Portugal. O aspecto de galeria futurista lança o repto para o projecto criado por Robby Vekemans e Rune Park, que trouxeram para o lado oriental da cidade a moda de passerelle. O espaço é amplo, com uma estética minimal e quase industrial, e dos charriots pendem peças de marcas como Acne, Jacquemus, JW Anderson, Loewe, Comme des Garçons ou Maison Margiela.

Publicidade
Massimo Dutti, Avenida da Liberdade
Duarte Drago
Compras

Massimo Dutti Avenida

icon-location-pin Avenida da Liberdade

O atendimento personalizado é um dos bastiões desta Massimo Dutti, uma loja única no mundo da marca do grupo Inditex com provadores inteligentes e até um corner da editora alemã Taschen. Destaque para o serviço de personal tailoring para homem onde é possível fazer fatos e camisas à medida e a gosto. Há ainda personal styling, se o que precisa é aconselhamento sobre o que comprar. Os dois serviços são gratuitos, exigem apenas marcação. E se por acaso mandar fazer à medida, na segunda vez já nem vai precisar de tirar medidas – fica tudo aqui guardado. A par disso recebe todas as colecções da marca.

Shon Mott
Fotografia: Arlindo Camacho
Compras

Shon Mott

icon-location-pin Chiado/Cais do Sodré

O minimalismo espanhol tem casa no bairro e quem manda é a catalã Marta Lopez-Fanjul, que trouxe para os charriots o design clássico, intemporal e duradouro traduzido em camisolas, calças, saias, camisas, casacos e sobretudos. Tudo isto em algodões puros, caxemira e outros materiais nobres que douram as prateleiras da Shon Mott, marca dos irmãos Pep e Kiko Buxó que Marta trouxe para Lisboa. Os acessórios, incluindo as malas da marca norte-americana de São Francisco Utility Canvas, seguem a mesma linha funcional e minimalista, sem preços proibitivos. À porta está uma tigela com água, vantagem para quem leva o animal de estimação que por aqui é sempre bem-vindo.

Publicidade
Isto Embaixada
©Isto
Compras

ISTO

icon-location-pin Princípe Real

A Isto saltou do online para o segundo piso da Embaixada. A marca de básicos de moda masculina independente, transparente e orgânica aumentou também a oferta em produtos de algodão orgânico e novas sweatshirts. Pode dar um saltinho entre as 12.00 e as 20.00, todos os dias, e abastecer o armário de básicos com selo de qualidade. 

Slou
©DR
Compras, Moda

Slou

icon-location-pin Chiado

Se acha que Lisboa não tem peças especiais para homens, então é porque ainda não conhece a Slou, onde a selecção de marcas internacionais são do mais cool que há. Comme des Garçons, A.P.C. e os ténis de Raf Simons para a Adidas são só uma amostra do que ainda lhe pode soar familiar. Mas há outros campeonatos. Marcas menos conhecidas como a Très Bien e a Gosha Rubchinskiy já chegaram à loja, só para os gostos mais entendidos.

Publicidade
degrau
Fotogafia: Duarte Drago
Compras, Moda

Degrau

icon-location-pin Chiado

Onde moravam livros moram agora sapatos que ajudam a palmilhar as sete colinas da cidade. Depois da primeira casa na Rua do Alecrim, a Degrau abriu portas no vaivém da Rua do Carmo e levou marcas emergentes ao Chiado. Encontre por lá as tradicionais Paez, os sapatos minimalistas da Muroexe para homens cosmopolitas que saltitam entre almoços de negócios e passeios pela cidade, os ténis da italiana Superga, as mochilas da Ucon Acrobatics e os óculos de sol e relógios da Komono.

UOY
©Stefano Raphael
Compras, Moda

UOY

icon-location-pin Avenida da Liberdade

A alfaiataria dos tempos modernos é assim: convidativa, rápida a tirar as medidas e sem receio de ceder aos pedidos mais arrojados. A UOY mudou-se do Príncipe Real para a Avenida da Liberdade (a classe continua lá, mesmo com a mudança de bairro) para fazer deste espaço um sítio mais amigo do homem. Trouxe com ela um catálogo quase infindável de tecidos e o resto, fica ao gosto do freguês, mas atenção que isto não é só vender um simples fato, trata-se de uma experiência personalizada do início ao fim. Faça-se à vida e marque uma visita no site da UOY e terá um Alfaiate Pessoal que o vai guiar pelo maravilhoso mundo da alfaiataria. Os acessórios estão lá para completar o visual e se o que quer é um fato cor-de-laranja, vai mesmo sair de lá com um.

Publicidade
Latte
Fotografia: Inês Félix
Compras

Latte

icon-location-pin Chiado

É daqueles que gosta de um boa colecção limitada? Ou de pisar as ruas com aqueles ténis que sabe que só outras três pessoas vão usar igual, por exemplo. A Latte é uma loja de streetwear cheia de pinta e onde muitas das peças são unissexo, mas o foco está nos ténis da Fila, com edições mega limitadas, onde a loja até costuma anunciar o lançamento dos modelos para dar alento aos sneakerheads – o nome que se dá às pessoas que coleccionam ténis. 

Loja Jncquoi
Fotografia: Arlindo Camacho
Restaurantes

Fashion Clinic

icon-location-pin Avenida da Liberdade

O JNcQUOI tem três andares com tudo e mais alguma coisa: um restaurante, um bar, uma mercearia e uma loja de moda de luxo... só para homens. A loja da Fashion Clinic que ficava no número 192 da Avenida foi substituída pelo novo conceito e, se a antiga casa já tinha uma boa dose de charme, esta então nem se fala. Dolce & Gabbana e Saint Laurent são as marcas estrela, mas o luxo não fica por aí. Há uma montra dedicada a charutos e ainda um serviço de alfaiataria para os homens a quem o pronto-a-vestir não enche as medidas.

Publicidade
The feeting room
Fotografia: Arlindo Camacho
Compras, Moda

The Feeting Room

icon-location-pin Chiado

A The Feeting Room desceu até Lisboa e mantém-se fiel à nobre missão de servir de montra às marcas e designers nacionais, se bem que os sapatos continuam a ser a alma da casa. Mas a nova loja subiu a outro nível, aquele em que tudo é pensado de raiz para deixar expositores, luzes e balcões no sítio certo e ainda para deixar à vista vestígios dos antigos usos, como o tecto do antigo forno da Panificação do Chiado. As marcas nacionais estão em maioria, mas não é por isso que a The Feeting Room ergue a bandeira. Há etiquetas estrangeiras já bem conhecidas da casa, quase todas no vestuário, onde a produção caseira continua a ter alguns buracos por preencher. Uma delas, a Daniel Wellington, tem espaço próprio. Esta e todas as outras convivem harmoniosamente, dos sabonetes Claus Porto e dos cadernos Fine & Candy às mochilas da sueca Sandqvist e às peças de desfile de Luís Carvalho.

loja patrick de pádua
Fotografia: Arlindo Camacho
Compras, Designer

Patrick de Pádua Store

icon-location-pin Beato

A primeira loja do designer Patrick de Pádua em Lisboa tem o seu streetwear em charriots e uma passagem nada secreta para o seu atelier. Para os senhores que gostam de sair à rua com um estilo mais alternativo, dos bombers às botas militares. 

Publicidade
Compras

Freakloset

icon-location-pin Avenida da Liberdade/Príncipe Real

São portugueses e têm a etiqueta da Freakloset, uma das marcas de calçado que 2016 trouxe ao mundo. Estes sapatos e ténis cheios de pinta reinventam-se a cada estação e, o melhor de tudo, são personalizáveis – é o que os torna especiais. A sola de uma cor, os cordões de outra, o calcanhar com mais uma, enfim, os Freakloset podem dar-lhe um andar colorido ou mega sóbrio, como muitos gostam. Pode comprá-los online ou no showroom da marca, ou então na The Feeting Room ou na Les Filles.  

Joker Vintage store
©DR
Compras, Lojas de segunda mão

Joker Vintage Store

icon-location-pin Chiado

É a única loja de segunda mão vintage, em Lisboa, exclusivamente para homem. Além disso, é uma verdadeira caixa de surpresas. Dos donos da famosa Ás de Espadas, a Joker exige tempo e paciência para vasculhar cada expositor. Os maiores achados estão onde menos se espera, dos casacos desportivos de outros tempos aos intemporais blusões de cabedal.

 

Publicidade
Linkstore
©Cláudia Damas
Compras, Moda

Linkstore

icon-location-pin Princípe Real

Antes de qualquer outra sensação, esta sala da Embaixada cheira a pele. A Linkstore faz parte do palacete desde o primeiro dia e nunca se encheu de outra coisa que não fossem acessórios de moda masculinos. Malas, mochilas, gravatas, cintos e lenços – o selo de produção nacional está em praticamente tudo. A roupa também está a chegar em força – assim, não há desculpa para não sair daqui aprumado da cabeça aos pés.

DCK
Fotografia: Ana Luzia
Compras, Moda

DCK

icon-location-pin Bairro Alto

É uma marca portuguesa e tem calções de banho a perder de vista. Desde que abriu em pleno Chiado que os turistas não querem outra coisa. É que entrar na DCK é uma pequena viagem a um daqueles destinos paradisíacos e, por estes dias, há mais de 300 novos modelos para experimentar.

A Time Out diz
Publicidade
Armando Cabral, sapatos
©DR
Compras, Sapatos

Armando Cabral

icon-location-pin Princípe Real

A primeira loja da marca do modelo português abriu, imagine-se, no Príncipe Real. E daqui, só pode mesmo levar uma coisa: sapatos. Não a subestime pelo tamanho, porque a colecção de Armando Cabral consegue ser verdadeiramente ecléctica, dos sapatos mais clássicos aos ténis mais cool da estação.

Ténis da CLAE na Sky Walker
©DR
Compras, Moda

Sky Walker

icon-location-pin Bairro Alto

Sempre foi e continua a ser um daqueles destinos de romaria para quem vai às compras ao Bairro Alto. E estilo mais urbano que este, não há. Edwin, Komono, Herschel, Penfield, Arkk e Puma são algumas das marcas já a postos para o Natal. O difícil vai ser escolher entre roupa e acessórios.

+ As melhores lojas para comprar ténis em Lisboa

Publicidade
Alphaiate
Fotografia: Arlindo Camacho
Compras, Moda

Alphaiate

icon-location-pin Campo de Ourique

É verdade, parece que o velho hábito de ir ao alfaiate está de volta, mas com muito sangue novo à mistura. Para os lados da Rua de São Bento, respira-se desta tradição. A Alphaiate foi criada por gente nova, mas o mestre, o senhor Alfredo, já soma mais de 50 anos de experiência. Tudo começa com uma visita ao site, onde escolhe cores, padrões, cortes e outros pormenores da futura fatiota. Depois, é só marcar uma hora com o grande alfaiate e tirar as medidas.

Scalpers
©DR
Compras, Moda

Scalpers

icon-location-pin Avenida da Liberdade

Havia quem aproveitasse uma escapadinha ao país vizinho para se abastecer nesta loja só para homens. Afinal, a moda espanhola é muito apreciada por estas bandas e a marca sempre soube manter aquelas peças que nenhum homem dispensa no guarda-roupa, dando-lhes um toque muito próprio. Os cavalheiros do século XXI andam de caveira ao peito, usam gravatas às cornucópias e não têm medo de calçar ténis com fato. Assim sendo, bem-vindos à Scalpers.

+ As melhores lojas de hotel em Lisboa

Mais compras em Lisboa

Compras, Moda

As melhores lojas para comprar ténis em Lisboa

A moda rebentou e ainda não deu sinais de abrandamento. Basicamente, o mundo percebeu que os ténis são calçado para toda a obra. Dão para ir trabalhar, para ir jantar fora, para sair à noite e até para dar nas vistas numa festa (e o melhor de tudo é que servem para palmilhar Lisboa e as suas sete colinas). Mas têm de ser especiais e, em Lisboa, há um punhado de lojas especialistas na matéria.

quartosala
©QuartoSala
Compras, Decoração

As melhores lojas de decoração em Lisboa

Lisboa tem algumas das melhores lojas de decoração mesmo à mão de semear. Dos candeeiros às cadeiras, do vintage às linhas mais contemporâneas, as novas tendências já espreitam e se a missão dos próximos tempos é mesmo redecorar então prepare-se para abrir os cordões à bolsa. 

Publicidade