O Fotógrafo Acidental - serialismo e experimentação em Portugal - 1968-1980

Arte, Arte contemporânea
O Fotógrafo Acidental - serialismo e experimentação em Portugal - 1968-1980
©Laura Castro Silva/Paulo Cintra "Ouve-me", de Helena Almeida na Culturgest

Os artístas plásticos portugueses cruzaram-se com a fotografia. Que efeito teve isso nas suas obras e na arte so século XX? "O Fotógrafo Acidental - serialismo e experimentação em Portugal - 1968-1980" quer perceber onde esteve a fotografia e o seu uso conceptual e crítico no período de saída da ditadura e entrada na democracia em Portugal. A exposição da Culturgest tem curadoria de Delfim Sardo e obras de Alberto Carneiro, Ângelo de Sousa, Ernesto de Sousa, Fernando Calhau, Helena Almeida, Jorge Molder, José Barrias, Julião Sarmento e Vítor Pomar.

Publicado:

LiveReviews|0
1 person listening