Uppercut

Arte, Desenho e ilustração Gratuito
0 Gostar
Guardar
Uppercut
©André Carrilho
Uppercut - Muhammad Ali

André Carrilho começa com um soco bem dado e depois... depois é sempre a bater.

Semana após semana, as ilustrações de André Carrilho já se tornaram numa espécie de pão nosso de cada dia nas páginas do Diário de Notícias. Agora, pela primeira vez, as obras-primas do ilustrador saltam das páginas do jornal e viram exposição, numa oportunidade única de ver em grande formato algumas das críticas sociais e políticas feitas nos últimos anos. O traço é inconfundível. À medida que a actualidade ferve, nada (ou muito pouco) escapa à crónica ilustrada do autor. A morte do pugilista Muhammad Ali, os conflitos armados a oriente e os ataques terroristas mesmo à nossa porta – os temas têm estado na ordem do dia, mas também no topo da agenda do ilustrador. Afinal, violência à parte, o humor é e continuará a ser uma arma poderosa e, no traço de André Carrilho, a ironia e o sarcasmo estão sempre subtilmente presentes. A selecção não foi fácil, até porque obra não lhe falta. Ao Passevite, uma associação cultural sem fins lucrativos, chegam apenas trabalhos publicados no jornal português. Ainda assim, é sempre bom refrescar a memória. André Carrilho soma já 25 anos de carreira, uns quantos prémios na prateleira, ao mesmo tempo que já publicou em títulos como o The New York Times, A Vanity Fair e a The New Yorker. Por estes dias, o autor regressa ao sossego dos Anjos. Bem diferentes das habituais páginas do diário, os trabalhos são mostrados em grande escala e estão à venda. No Diário de Notícias, o ilustrador continua a bater em quem merece. Em “Uppercut”, as serigrafias são os seus melhores golpes até agora e podem ser levadas para casa, debaixo do braço.

Por Mauro Gonçalves

Publicado:

LiveReviews|0
1 person listening