A Filha do Tambor-Mor

Coisas para fazer Gratuito
Teatro São Luiz
DR/EGEAC

Foi com A Filha do Tambor-Mor, opereta de Jacques Offenbach interpretada pela Companhia Gargano, de Itália, que se inaugurou o então chamado Theatro D. Amelia, a 22 de maio de 1894. 125 anos depois, o rebaptizado São Luiz revisita aquele que seria o primeiro de muitos espectáculos estreados. O repto foi lançado ao director musical e maestro de orquestra Cesário Costa, ao encenador António Pires e às escolas artísticas do país. Entre 22 e 26 de Maio, a Sala Luis Miguel Cintra irá acolher cinco representações únicas da opereta A Filha do Tambor-Mor, com entrada livre, mediante levantamento de bilhete.

LiveReviews|0
1 person listening