Tristana: o nome que nunca tive

Dança
Tristana
D.R.

A Time Out diz

Depois de Rock-pós-porno, apresentado na Casa Independente e nos Maus Hábitos durante 2017, Bárbara Bruno atira-se à sua segunda criação, esta Tristana: o nome que nunca tive, aquela coisa de seria eu outra pessoa se a minha mãe me tivesse dado o outro nome que equacionou? A partir de Susan Sontag e de Patti Smith somos levados para um universo de discoteca dos anos 80.

Detalhes

Também poderá gostar