Brave

Noite
Brave

A noite feminista, que quer falar de igualdade de género, de sexualidade, de toda essa dialética, através de música electrónica de qualidade, está de volta. A curadoria é de DJ Taxila, que também toca, e que traz Mo Probs, Chima Hiro e os cabeça de cartaz Faka, dupla sul-africana LGBTAIQ que  funde performance, design e música e que é pioneira do movimento Gqom, um estilo de house bem sul-africano, criado entre Durban e Joanesburgo como forma de contestar a falsa liberdade do país.

 

Por Editores da Time Out Lisboa

Publicado: