Aurora Negra

Teatro
teatro
Fotografia: Felipe Drehmer

A Time Out diz

Atenção, continuamos a tentar dar-lhe a informação mais actualizada. Mas os tempos são instáveis, por isso confirme se os eventos continuam agendados.

Com criação e direcção artística de Cleo Tavares, Isabél Zuaa e Nádia Iracema, o espectáculo, vencedor da segunda edição da Bolsa Amélia Rey Colaço, aborda a invisibilidade a que os corpos negros estão sujeitos nas artes performativas em particular e na sociedade portuguesa no geral. A estes corpos é negado constantemente o acesso à construção das suas narrativas, quer seja pela sua ausência nas criações da maioria vigente, ou pela sua presença que, quando existente, é muitas vezes justificada e remetida a estereótipos e preconceitos. Em Aurora Negra, o canto começa na voz de uma mulher que fala crioulo, tchokwe e português.

Detalhes

Também poderá gostar
    Últimas notícias