Calígula morreu. Eu não

Teatro
Teatro Nacional D. Maria II
Calígula morreu. Eu não

A Time Out diz

O despotismo é um vírus que se espalha desenfreadamente e sobre o qual não se tem nenhum controlo. Funciona como um enorme incêndio que se propaga rapidamente e transforma tudo em cinza. Em Calígula morreu. Eu não, por um lado, pensa-se na acção despótica como um impulso. Por outro, tenta-se agir no sentido de erradicar esse mesmo despotismo. Para isso, Marco Paiva dirige um elenco que reúne intérpretes com e sem deficiência e surdos, num espectáculo composto por uma equipa mista, portuguesa e espanhola, que junta dois teatros nacionais da península, o D. Maria II e o Centro Dramático Nacional de Madrid.

Detalhes

Também poderá gostar
    Best selling Time Out Offers