Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Porto icon-chevron-right Três sítios para aprender a pintar no Porto
aulas de pintura
Fotografia: Bench Accounting/ Unsplash

Três sítios para aprender a pintar no Porto

Se já está a torcer o nariz e a dizer que não tem jeito, está na hora de perder o medo dos pincéis. Eis três ateliês para aprender a pintar no Porto.

Por Maria Monteiro
Publicidade

Se dermos uma folha branca e materiais de desenho e pintura a uma criança, ela saberá o que fazer sem ter de pensar muito no assunto. Se o fizermos com um adulto, ele provavelmente vai ficar a olhar para eles, encolher os ombros, e repetir pela enésima vez que não tem jeito para as artes. Mas nunca é tarde para recuperar a ligação com aquela que é uma das nossas primeiras formas de expressão. Para perder o medo, nada melhor que experimentar uma ou várias técnicas de pintura, como pastel seco, tinta a óleo, tinta acrílica ou aguarela, com a orientação de quem percebe da coisa. Quem sabe descobre um talento adormecido ou um novo hobby divertido e relaxante. Escolhemos três ateliês onde pode aprender a pintar no Porto.

Recomendado: Três canais no Youtube para se iniciar na aguarela

Três sítios para aprender a pintar no Porto

Pedaços D'Arte
Pedaços D'Arte
© DR

Pedaços D'Arte

Arte Baixa

É em Faria Guimarães que está o ateliê de Ana Maria Costa, artista plástica que desde 2004 trabalha a educação e formação artística em paralelo com a produção de obra própria. O espaço não é muito grande, o que o torna ideal para quem aprende melhor num ambiente descontraído e intimista. Há várias modalidades para aprender técnicas como acrílico, óleo e aguarela. Além dos workshops avulso que decorrem com alguma regularidade (o melhor é estar atento ao Facebook e Instagram), há aulas semanais de desenho e pintura para adultos à quarta, das 10.00 às 12.00, das 14.30 às 16.30 ou das 18.00 às 20.00, e ao sábado, das 10.30 às 12.30. As aulas para crianças acontecem à quinta, das 18.30 às 19.30. A mensalidade fica entre 40€ (crianças) e 45€ (adultos) e há, ainda, sessões de arte-terapia individuais.

Rua de Faria Guimarães, 33, 2º Dto Trás 914 825 857. info@pedacos-arte.com

Gira Terra
Gira Terra
© DR

Gira Terra

Coisas para fazer Aulas e workshops Constituição

Esta oficina de artes, situada no Marquês, é para quem gosta de pôr a mão na massa em comunidade e rodeado de natureza. Fundada em 2018 por Daniel Carpes e Eneide Kuhn, é hoje a segunda casa de vários artistas que usam os equipamentos e ferramentas do espaço para trabalhar. Mas, além do coworking para criativos de cerâmica, costura e outras artes, a Gira Terra oferece cursos para quem se quiser iniciar nas diferentes artes. É o caso da pintura a óleo, com aulas de duas horas semanais, dadas à quarta entre as 15.00 e as 17.00 (é necessário verificar disponibilidade, pois há um limite de quatro alunos), cuja mensalidade é de 70€, ou da aguarela, com aulas de duas horas e meia semanais que podem ser marcadas de segunda à sexta, entre as 10.00 e as 19.00, por 75€/mês. Há, ainda, um agradável jardim para relaxar e um café com opções para todos os palatos.

Rua Visconde de Setúbal, 157. 911029035. contacto@giraterra.pt

Publicidade
Pintura de azulejo na Oficina Cobalto
Pintura de azulejo na Oficina Cobalto
© Marco Duarte

Oficina Cobalto

Arte Baixa

Ana Pinho, artista plástica de 24 anos, abriu o seu próprio espaço no início do ano. Por um lado, precisava de um estúdio para trabalhar, por outro, queria criar um ponto de encontro para artistas recém-formados e desorientados face ao mercado de trabalho. Desde o início, contudo, estendeu o convite a todos os que querem dar asas à criatividade. A Cobalto organiza oficinas com alguma regularidade, de aguarela, pintura em azulejo e outras técnicas como modelagem, cerâmica ou encadernação. As próximas oficinas de aguarela acontecem a 28 e 29 de Agosto e 4 e 5 de Setembro, ambas as sessões das 18.30 às 20.30, e ficam por 35€ com materiais incluídos. Os interessados podem inscrever-se através do e-mail ou do Instagram.

Rua de Cedofeita, 451, 57D (Centro Comercial Bombarda). oficina.azulcobalto@gmail.comwww.instagram.com/oficina.azulcobalto

Mais sobre arte:

Viola
©Casa Museu Teixeira Lopes

16 obras de arte para ver no Porto

Arte Obra-prima

Provavelmente nunca reparou, mas há muitas obras de arte espalhadas pela cidade e, algumas delas, estão mesmo debaixo do seu nariz. A pensar na sua cultura geral e artística, reunimos 16 obras de arte para ver no Porto, de visita obrigatória. Da pintura à escultura, passando pela arte urbana, onde aparecem murais grafitados, até colecções únicas de soldadinhos de chumbo em museus, aqui tem um pouco de tudo. Para admirar sozinho ou acompanhado, com amigos ou em família, pegue nesta lista, dê um passeio pela cidade e aplauda os artistas da Invicta. 

Recomendado: As melhores galerias de arte no Porto

Arte, Galeria, Ó Galeria
©Cláudia Paiva

Galerias de arte que deve conhecer no Porto

Arte Galerias

Que o Porto é uma cidade cheia de arte já nós sabemos. O que o leitor talvez não saiba é onde encontrar essa mesma arte. Entre sem medos numa das várias galerias que existem no Porto, muitas delas concentradas na Rua Miguel Bombarda, outras na zona do Bonfim, que resultam numa dinâmica artística sem par, e dê uma vista de olhos ao que os artistas da cidade (e não só) andam a fazer.

Se quiser levar um pedacinho de arte para casa, aproveite. Ter uma secção artística no lar não é tão difícil, ou dispendioso, como possa parecer. Se não acredita, espreite as galerias que aqui destacamos.

Recomendado: 16 obras de arte para ver no Porto

Publicidade
Três curadores para seguir no Instagram
© Annie Spratt

Três curadores de arte para seguir no Instagram

Arte

Para o público geral, muitas vezes não passam de um nome na folha de sala que acompanha a exposição. Contudo, os curadores são um elemento essencial para pôr a funcionar a elaborada engrenagem que é o museu ou a galeria. Embora os vejamos, sobretudo, nas inaugurações ou outros eventos associados às exposições em que trabalham, desenvolvem um trabalho de continuidade e proximidade com os artistas em todos os outros dias. Alguns oferecem uma janela privilegiada para o seu trabalho no Instagram e antecipam as exposições das instituições em que trabalham, mostram as visitas a estúdios e ateliês durante o processo de criação e divulgam as obras de outros museus e galerias. Quando se trata de arte, o melhor é ouvir quem percebe da coisa, por isso descubra estes curadores no Instagram.

Recomendado: Dez contas de Instagram que são autênticas galerias

 

Paula Rego no seu ateliê, em Londres
© DR

Seis filmes para ver sobre arte

Arte

Se sempre quis conhecer melhor a história daquele artista que admira ou perceber o contexto em que determinada obra foi concretizada (ou se, simplesmente, aprecia mergulhar em mentes e vidas alheias), a solução pode passar por uma sessão de cinema dedicada a nomes mais ou menos conhecidos da arte nacional ou internacional.

Entre documentários que resgatam escultores ou fotógrafos do anonimato, biopics que funcionam como autênticas cápsulas do tempo e nos conduzem a certos episódios da vida dos artistas ou, até mesmo filmes que nos levam aos bastidores de trabalho de reputadas figuras da arte contemporânea portuguesa, há de tudo na Netflix ou no Filmin (uma espécie de Netflix para produções independentes). Escolha um (ou vários), prepare as pipocas e aproveite.

Recomendado: 10 obras de arte que nos lembram como é bom estar em casa

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade