A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Time Out Love Local Award 2021
©DR

Amor presente: eis os vencedores Love Local Awards Time Out Porto 2021

Terminou o escrutínio dos (e)leitores para a actual edição dos Love Local Awards. Reunimos os espaços vencedores desta votação que, mais uma vez, destaca o que há de melhor no Porto.

Escrito por
Renata Lima Lobo
Publicidade

O mundo está a precisar de amor e a Time Out continua a sua missão de abraçar os melhores negócios locais das suas cidades espalhadas pelo mundo. E desafia os leitores a fazer o mesmo. Todos os anos também eles nos confessam as suas grandes paixões locais, do café onde começam o dia à discoteca onde passam a noite.

Em Novembro arrancou a votação da edição dos Love Local Awards de 2021 – e agora já temos os grandes vencedores para anunciar. Conheça os eleitos no Porto e espalhe amor pelas nossas cidades.

Recomendado: Prémios Time Out 2021 – os vencedores que nos salvaram o ano

Love Local Awards Time Out Porto 2021

  • Restaurantes
  • Padarias
  • Baixa
  • preço 1 de 4

Não são muitas as lojas que se podem gabar de poder dizer “desde 1878”. Mas há 144 anos que a Padaria Ribeiro faz as delícias dos portuenses que não esqueceram este clássico da cidade no momento do voto. Aqui encontram vários exemplares da doçaria portuguesa, os míticos lanches mistos, a broa de centeio, as deliciosas empadas de vitela, tudo fresco, tudo de confecção própria. E em época natalícia, muitos vêm à procura do bolo-rei, que sai que nem pãezinhos quentes, do pão-de-ló e das rabanadas. A padaria que chegou a servir de cenário no filme Em Clandestinidade (2002), de John Malkovich, também ganhou novos cenários na Foz e em Matosinhos, sucursais mais recentes onde “a tradição ainda é o que era”, garantem.

  • Museus
  • História
  • Cedofeita

É o mais antigo museu público de arte de Portugal. O antigo Museu Portuense de Pinturas e Estampas, fundado em 1833, e instalado desde 1940 no Palácio dos Carrancas como Museu Nacional Soares dos Reis, possui colecções de cerâmica, escultura, gravura, joalharia, mobiliário, ourivesaria, pintura, têxteis e vidros, com destaque para “O Desterrado” (1872), uma escultura em mármore do próprio António Soares dos Reis considerada Tesouro Nacional. Neste momento, a exposição permanente continua com acesso interditado, devido às obras de reabilitação que ficarão concluídas no final de Março, mas até ao dia 3 de Fevereiro ninguém paga para entrar. Pode, por exemplo, visitar a exposição temporária “Depositorium 2”, que explora os temas da Arte e Medicina, com peças seleccionadas por representantes da Universidade do Porto.

Publicidade
  • Arte
  • Arte contemporânea
  • Santa Catarina

No ano em que a cidade do Porto foi a Capital da Cultura da Europa, em 2001, abria o Maus Hábitos, um espaço que é muitas coisas ao mesmo tempo. É galeria, bar, discoteca até, restaurante, sala de concertos e tudo o que sirva para aproximar os artistas da comunidade, a boémia da cultura (não são às vezes a mesma coisa?). Define-se como um “espaço de intervenção cultural” e a cidade do Porto interveio para o eleger como o melhor bar/discoteca da cidade, ou não fosse esta também uma verdadeira instituição nocturna da Invicta. Este ano, o espaço que é essencialmente um palco de intervenção e experimentalismo ganhou uma versão lisboeta, embora sem pista de dança. Chama-se Vícios à Mesa, promete uma programação cultural recheada, e ocupa uma área do hotel Selina Secret Garden.

  • Compras
  • Cedofeita

Não é uma loja, são várias. Localizado no coração do quarteirão das artes, o CC Bombarda é um espaço comercial alternativo que combina moda, joalharia, gastronomia e cultura, com galerias de arte e criadores emergentes do Porto. Nesta grande montra da criatividade portuense encontra, entre muitas outras, lojas como o Clink, um laboratório criativo focado na arquitectura e design; a Music and Riots, loja de discos nascida em 2020 pelas mãos da revista homónima que tem aqui o seu escritório; o restaurante de comida saudável Pimenta Rosa; a loja de moda e acessórios FreeBird; e a Ufalufa, um mundo de brinquedos, objectos e roupa para criança.

Publicidade
  • Coisas para fazer
  • Mercados e feiras
  • Campo Alegre

O restaurante favorito dos portuenses é todo um mercado com uma oferta gastronómica rica e variada. Inaugurado em 1952 e classificado em 2011 como Monumento de Interesse Público, é um edifício de arquitectura moderna, com uma estrutura em betão armado e uma abóbada envidraçada que permite que a luz do sol ilumine tudo e todos. Em 2021 ganhou nova vida com 40 lojas e restaurantes, no interior e no exterior do edifício, e por aqui pode agora encontrar os hambúrgueres do Munchie, os risotos da Ris8tto, as foccacias da Reitoria, os croquetes d’Os Croquetes ou as sandes de leitão do Forno do Leitão do Zé. Apetece-lhe um docinho? Entregue- se aos gelados da Neveiros, aos éclairs da Leitaria da Quinta do Paço, aos chocolates da Arcádia ou aos doces típicos de Amarante da Com Chá.

O melhor ainda está para vir

  • Coisas para fazer

É a típica pergunta de entrevista de emprego, uma oportunidade para quem quer o lugar brilhar, ou uma rasteira para quem foi mal preparado: “Se pudesse escolher, quem levaria a jantar?” Nós não estamos à procura de um novo trabalho nem pretendemos impressionar quem nos lê com clichés e lugares comuns, mas começamos o ano com um hábito antigo da Time Out Lisboa: a escolha das pessoas com quem queremos jantar no ano que agora começa.

  • Música
  • Música ao vivo

Se há coisa que a pandemia fez foi baralhar calendários. Assim como o Euro 2020 se jogou em 2021, boa parte dos melhores concertos pensados para 2020 só acontecerão em 2022 – alguns deles integrados em digressões que celebram efemérides com delay. Mas, depois de dois anos à míngua, parece que é desta.

Publicidade
  • Viagens

Teletrabalho obrigatório. Escolas encerradas. E nós a pensar em viagens. Claro – vale tudo para não desanimar. E em 2022 não vão faltar razões para dar a volta ao mundo. Aberturas de museus impressionantes, exposições campeãs de likes nas redes sociais, peças de teatro imersivas, festivais de música e até um parque temático de Game of Thrones: todas são óptimas desculpas para apanhar um avião e conhecer uma nova cidade ou revisitar um sítio onde fomos felizes.

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade