Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Porto icon-chevron-right 15 dicas para uma quarentena mais sustentável

15 dicas para uma quarentena mais sustentável

Em casa também podemos vestir a camisola verde. Siga estas 15 dicas para uma quarentena mais sustentável.

Vista a camisola verde em casa
© DR
Por Bárbara Baltarejo e Francisca Dias Real |
Publicidade

Não há desculpas para não vestir a camisola verde em casa. Nesta lista damos-lhe dicas de como o pode fazer em cada momento do seu dia, na cozinha, na varanda ou na casa de banho, tornando esta quarentena mais sustentável. É verdade que a pandemia já melhorou a qualidade do ar em muitos pontos do globo, o que pode ser um sinal de que o planeta se está a regenerar, mas isso não significa que não precisemos de ir mais além. Seja com compras mais sustentáveis ou com leituras que nos ensinam mais sobre a temática, ainda há muito para fazer.

Recomendado: Sete projectos e movimentos no Porto que ajudam o planeta

 

15 dicas para uma quarentena mais sustentável

Joana Guerra Tadeu
© DR

As nossas dicas

1. Colocar um recipiente na banheira para reservar a água que sai fria do banho. Utilizar depois para regar as plantas ou na cozinha.

2. Investigar opções de fontes de energia renovável.

3. Reduzir o desperdício na cozinha, utilizando a criatividade.

4. Seguir influencers verdes como Catarina Barreiros, Joana Guerra Tadeu e Inês Pais.

Catarina Barreiros
© DR

Dicas de Catarina Barreiros

1. Consumo de energia: “Se estão em teletrabalho, trocar para tomadas switch para reduzir o consumo provocado por computadores ligados em stand-by”, aconselha Catarina Barreiros.

2. Higiene pessoal: “Aproveitar a quarentena para experimentar produtos sustentáveis, como o copo menstrual ou fraldas reutilizáveis para quem tem bebés”.

3. Compostagem: “Começar a fazer compostagem com um vermicompostor também é muito simples”.

Publicidade
Projecto Sustentável, Ana Milhazes , Lixo Zero Portugal
© DR

Dicas de Ana Milhazes (Lixo Zero Portugal)

1. Repensar prioridades: “Esta é uma boa altura para reflectir sobre o que nos faz realmente falta e pensar mais no primeiro R: recusar”, defende Ana Milhazes, fundadora do movimento Lixo Zero Portugal.

2. Reduzir os resíduos: “Estar em casa também nos permite olhar para a quantidade de resíduos que estamos a produzir, ou seja, olhar para o lixo e ser mais conscientes do lixo que produzimos”.

3. Deixar os descartáveis: “Reservar algum tempo para pensar nas mudanças que se podem fazer já, como levar sacos para a fruta, vegetais e pão, mas também criar uma lista para mudanças futuras”.

A Organii tem loja em Alvalade
© Duarte Drago

Dicas de Cátia Curica (Organii)

1. Tratar da roupa: “Podemos arranjar e tratar de malas, sapatos, cintos e todos os acessórios que possam ser arranjados ou tratados para aumentarem a sua durabilidade. Também devemos lavar a roupa apenas quando necessário”, explica Cátia Curica, uma das responsáveis pela marca Organii.

2. Cosmética bio e reutilização: “Pensar em usar cosmética biológica para não contribuir com ingredientes poluentes para o meio ambiente. Também devemos usar toalhitas reutilizáveis para limpar o rosto e desmaquilhar”.

3. Combate natural: “Experimente sabão de azeite biológico para lavar as mãos, consegue ser uma protecção fundamental contra a Covid-19 e ao mesmo tempo não agride a pele das mãos, mantendo-a intacta”.

Publicidade
Sara Morais Pinto é responsável pelo Zero Waste Lab
© DR

Dicas de Sara Morais Pinto (Zero Waste Lab)

1. Planear bem as compras: “Numa altura em que sair para compras é de evitar, aproveite para planear a lista, preparar todos os sacos e frascos que sejam reutilizáveis, comprar a granel e consumir no comércio local. Vai saber bem na carteira e na gestão do lixo em casa, trazendo menos embalagens para casa”, aconselha Sara Morais Pinto, do Zero Waste Lab.

2. Manter a reciclagem nos moldes permitidos: “Todos os resíduos recicláveis continuam a poder sê-lo. Com a devida excepção dos resíduos contaminados, deve usar o ecoponto público para embalagens, papel e vidro”.

3. Plantar num vaso: “Ao plantar ervas aromáticas ou outras hortícolas em vaso, vai ver que vai aprender muito e aproximar-se do valor de cada alimento. Desta forma, evita comprar tanto e conhecerá melhor os seus alimentos, poupando até dinheiro”.

Mais sobre sustentabilidade

© Inês Pais
© Inês Pais
Coisas para fazer

Três contas de Instagram para saber mais sobre sustentabilidade

As redes sociais podem ser sinónimo de aprendizagem, principalmente nesta altura de pandemia. Há influenciadores especializados em diferentes temáticas, como médicos que usam o Instagram para dar a conhecer informação sobre a Covid-19, fisiculturistas e personal trainers que partilham treinos para fazer em casa, cozinheiros que divulgam óptimas receitas e cozinham em directo e, claro, ambientalistas, ou pessoas que vivem de uma forma mais sustentável, que usam as redes sociais para contagiar mais pessoas a adoptar medidas amigas do ambiente. Procura um feed mais verde? Eis três contas de Instagram para saber mais sobre sustentabilidade. Aproveite e visite também lojas online para fazer compras sustentáveis. Recomendado: Sete projectos e movimentos no Porto que ajudam o planeta  

cosmética natural
© DR
Saúde e beleza

Receitas de cosméticos para fazer em casa

Estar em casa não é sinónimo de pijama durante todo o dia. Pode, por exemplo, vestir a bata para criar os seus próprios produtos de beleza com a ajuda desta lista, onde partilhamos seis receitas de cosméticos. Garantimos que é uma boa forma de ocupar o tempo livre dentro de portas e até de entreter os mais pequenos. Há ainda outro ponto positivo a destacar desta experiência: quanto mais receitas experimentar, menos itens vai escrever na lista para a próxima ida às compras. Agora aproveite e sinta-se no spa, mesmo sem sair de casa. Recomendado: Lojas para fazer compras sustentáveis online

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade