Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Porto icon-chevron-right Ninguém fica para trás: iniciativas que ajudam quem mais precisa

Atenção, continuamos a tentar dar-lhe a informação mais actualizada. Mas os tempos são instáveis, por isso confirme sempre antes de sair de casa.

Projecto Social, Ninguém fica para Trás, Site de Apoio
©DR Ninguém fica para Trás

Ninguém fica para trás: iniciativas que ajudam quem mais precisa

Quer ajudar? Precisa de ajuda? Aqui tem uma lista de iniciativas e plataformas de todo o país, criadas para apoiar quem mais precisa neste período difícil. A entreajuda é um bem essencial.

Por Mariana Duarte
Publicidade

“A solidariedade é um dos medicamentos mais potentes para qualquer tipo de situação como esta”, disse o psiquiatra e sexólogo Júlio Machado Vaz em entrevista à primeira Time In. Isso aplica-se não só à nossa rede de amigos, família e vizinhos, mas também no que diz respeito a iniciativas que estão a ser criadas para dar apoio a quem mais precisa neste período. Como o projecto SOS VIZINHO, uma rede de apoio a grupos de risco que estão em isolamento social, fazendo-lhes chegar bens essenciais. Através do site, é possível pedir ajuda e oferecer ajuda – aceitam-se voluntários em todo o país. O VIZINHO AMIGO também está de porta aberta para jovens voluntários de várias localidades, procurando servir os mais idosos. Já estabeleceram parcerias com algumas Juntas de Freguesia, de Massamá a Alvalade.

Também os profissionais de saúde, que todos os dias lutam para nos mantermos à tona, precisam do nosso contributo. Bater-lhes palmas à janela é bonito, mas não chega. O restaurante Local, de Cascais, prepara diariamente 30 refeições destinadas aos profissionais do Hospital de Cascais e aceita doações para as compras de alimentos através da campanha AGORA É A NOSSA VEZ.

Como muitos profissionais de saúde não estão a dormir em casa, de forma a evitar contaminar as suas famílias, a iniciativa ROOMS AGAINST COVID coloca à disposição de médicos e enfermeiros alojamentos locais no Porto, Lisboa, Faro e Funchal (em breve entram em acção em Braga e Coimbra). Não se paga renda, mas os custos da alimentação e despesas de higiene ficam a cargo dos profissionais de saúde. Se tiver uma propriedade, pode e deve inscrevê-la nesta plataforma. O mesmo é válido no projecto ACOLHE UM HERÓI: se tiver uma casa vazia perto de um hospital, ceda-a a médicos, enfermeiros e auxiliares. Se for um deles, também pode requisitar uma habitação.

Outra plataforma que reúne voluntários e recolhe pedidos de apoio é a QUERO AJUDAR. Fazer compras no supermercado, ir à farmácia ou passear os cães são os pedidos mais recebidos. Aqui também pode oferecer bens alimentares e algum tipo de material médico aos profissionais de saúde, ou até deixar-lhes uma palavra de apoio. Já o projecto NINGUÉM FICA PARA TRÁS, dinamizado por activistas, associações e habitantes das freguesias lisboetas de Penha de França, Arroios e São Vicente, é uma rede de apoio dirigida a quem já se encontrava numa condição de fragilidade pré-coronavírus, sobretudo a nível financeiro. Se souber de algum caso, avise-os.

Em Faro, a Câmara Municipal implementou o #FAROEMCASA, um sistema de entrega de alimentos e outros bens essenciais a munícipes em confinamento. O transporte é feito pelos taxistas e o pagamento tem de ser feito através de transferência bancária ou MBWay, nunca em dinheiro físico. Se estiver por Aveiro, as ofertas ou os pedidos de ajuda podem ser feitos através do VIZINHOS DE AVEIRO.

No departamento da saúde mental, que está particularmente ameaçada no contexto actual, há alguns projectos que estão cá para nos ouvir/ ler e para nos dar ferramentas para aprender a lidar com o stress e a ansiedade, como o blogue Psicovid19 e o site Care For Your Coronavirus Anxiety. Quem estudar ou trabalhar na Universidade do Porto pode recorrer à Linha de Apoio Psicológico da U.Porto (22 040 8408 ou lapup@reit.up.pt). De resto, para saber de mais projectos de apoio e de formas de passar o tempo, dê um salto ao site Partilha em Isolamento.

 

Mais a saber

RO Ramen
© João Saramago

40 restaurantes do Porto com entregas ou take-away

Restaurantes

Depois do fecho das portas dos teatros e museus municipais e do cancelamento de eventos que estavam marcados para os próximos tempos no Porto, os restaurantes começaram também a encerrar temporariamente ao público, de forma a combater a propagação do surto de Covid-19. Mas isso não significa que não possa devorar os pratos dos seus restaurantes favoritos em casa. Nesta lista encontra espaços que fecharam temporariamente mas funcionam com take-away ou entregas ao domicílio, para que possa continuar a conhecer o que de melhor se faz na cidade no conforto da sua casa. Recomendado: Os melhores take-aways no Porto

My Parents, David Hockney
©DR

10 obras de arte que nos lembram como é bom estar em casa

Arte Pintura

Quantos de nós desejam, todos os dias, ter mais tempo para estar em casa? Agora que o temos de sobra devido ao surto de Covid-19, mal podemos esperar para sair à rua de novo. E se nunca foi tão fácil estar entretido dentro de portas, a ausência de rotina pode tornar esta quarentena penosa. Por isso, reunimos dez obras de arte que mostram como o interior pode ser um lugar de conforto e lazer. Nelas, vemos actividades rotineiras como estrelar ovos ou ver o mundo pela janela, passatempos como tocar piano ou trocar cartas ou detalhes preciosos como o raio de sol que preenche uma sala vazia. Aproveite e veja como é bom estar em casa. Recomendado: Galerias de arte que deve conhecer no Porto

Publicidade
O equipamento municipal pode acolher seis animais
DR

Como ajudar associações de animais em tempo de pandemia

Coisas para fazer

A pandemia provocada pela Covid-19 trouxe muitas mudanças à vida das pessoas. O governo português aconselha o isolamento social e isso faz com que os cidadãos fiquem cada vez mais em casa. Ao mesmo tempo, o futuro incerto das empresas também deixou as pessoas mais inseguras financeiramente. As associações de animais já estão a sentir essa insegurança. Em declarações à Time Out, a Associação Midas explicou o impacto desta situação. "Neste momento, há uma dificuldade em recebermos donativos em géneros, pois não pode haver deslocações. Financeiramente também está cada vez pior, porque as pessoas vivem na incerteza do futuro profissional e financeiro, logo, não doam", relata Lígia Andrade, a presidente da instituição. Os processos de adopção também estão a sofrer os efeitos da crise. "Não há visitas ao abrigo neste momento e, se não damos animais, não acolhemos animais. O número de cães e gatos abandonados também vai disparar nos próximos tempos porque as recolhas estão suspensas", acrescentou. A este cenário junta-se ainda a redução do número de pessoas a trabalhar nos abrigos e a interrupção do voluntariado. A situação descrita por Maria Teixeira Pinto, presidente da Animais de Rua, uma associação que se dedica essencialmente à esterilização de colónias de gatos e outros animais, é idêntica. "Temos 19 protocolos municipais em suspenso de Norte a Sul do país e Açores, com as esterilizações do nosso programa Capturar-Esterilizar-Devolver (CED) paradas. Isto significa que vão nas

Casa de Papel
Netflix

Sete séries a não perder este mês

Filmes

Abril será longo, mas há novas séries e regressos aguardados que nos irão manter entretidos por muito tempo no sofá. É o caso da quarta temporada de La Casa de Papel que chega já na primeira semana do mês, ou da estreia da nova aposta da RTP, A Espia, com Daniela Ruah, Maria João Bastos e Diogo Morgado nos papéis principais de um thriller de espionagem passado na Segunda Guerra Mundial. Ricky Gervais está de volta à Netflix com a segunda temporada de After Life – e sim, o cão também aparece. Já a HBO estreia Mrs. America, protagonizada por Cate Blanchett, e a terceira temporada de Killing Eve promete uma reviravolta inesperada. Se se sentir indeciso com tanta oferta, não se preocupe. Escolhemos as sete séries que merecem a sua atenção este mês. Recomendado: Covid-19: eventos cancelados no Porto

Publicidade
Plasticus Maritimus
© DR

Seis livros para ler sobre sustentabilidade

Coisas para fazer

Agora que a propagação da Covid-19 exige que as pessoas evitem sair à rua e a grande maioria dos eventos estão cancelados, há que pensar em programas dentro de portas. Se gosta de temas que envolvam o meio ambiente, aproveite esta lista, onde damos a conhecer seis livros sobre sustentabilidade que podem ser encomendados online. De resto, saiba que já há livrarias da cidade a oferecer os portes de envio para promover a leitura por estes dias.   Recomendado: Sete séries a não perder este mês

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade