A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Find the Invisible Cow
Find the Invisible Cow

Sites para quem está aborrecido: inúteis, mas muito divertidos

Está há mais de dez minutos a olhar para o tecto? Há mais coisas inúteis para fazer, como espreitar estes sites para quem está aborrecido.

https://media.timeout.com/images/105796494/image.jpg
Escrito por
Raquel Dias da Silva
Publicidade

O mundo da internet é um poço sem fundo, sobretudo quando o tema é procrastinação. Num momento está a pesquisar sobre uma questão relevante e nas quatro horas seguintes dá por si a ver vídeos de gatinhos ou a desenhar nébulas na tela do computador sem saber muito bem como. Não faz mal, já todos passámos por isso e às vezes é mesmo de sites inúteis (mas muito divertidos) que precisa para passar o tempo. Desde uma calculadora inventada de propósito para este período de isolamento social (e caça ao papel higiénico) até um jogo de escolha múltipla que doa arroz a instituições de solidariedade. Nesta lista de sites para quem está aborrecido, encontrará de certeza a alternativa a contar carneirinhos ou a olhar para o tecto com ar de burro a olhar para um palácio. 

Recomendado: Para se divertir com estes jogos só precisa de papel e caneta

Sites inúteis (mas muito divertidos) para passar o tempo:

Prepare-se. Esta aplicação musical e interactiva promete ser de tal maneira um vício que vai ser quase impossível resistir a experimentar a versão paga. Primeiro escolhe um estilo musical (a demo oferece quatro opções gratuitas) e depois é só começar a misturar as samples, que dão voz a uma incrível equipa de beatboxers. O objectivo é, caso ainda não tenha percebido, soltar o (fake) DJ que há em si.

Quão mau é o seu Spotify? O que é que a música que ouve diz sobre si? A avaliação é supostamente feita a partir de vários indicadores do que é  “boa música”, como críticas da Pitchfork e recomendações de lojas de discos. Para experimentar, só tem de fazer log in na sua conta. Mas prepare-se para ser ofendido de forma surpreendentemente original. 

Publicidade

Sabia que há milhares de canções que nunca foram ouvidas no Spotify? Se quiser descobrir quais e ser o primeiro a ouvi-las, este site é para si. Caso goste das músicas, poderá partilhá-las para que tenham o reconhecimento que merecem.

É entrar e começar a pintar. Não há quaisquer instruções. E só um objectivo: ser o próximo Jackson Pollock, uma referência no movimento do expressionismo abstracto, que ficou especialmente conhecido pela sua técnica de dripping. O pintor colocava o quadro no chão e deixava cair um pingo de tinta, a partir do qual elaborava as suas obras de arte. 

Publicidade

Está prestes a ter um ataque de pânico? Apetece-lhe arrancar os cabelos ou chorar em posição fetal? Escreva tudo o que lhe está a aborrecer, dos problemas profissionais às ângústias familiares, e depois carregue, sem remorsos, no botão SCREAM. Não se preocupe: ninguém o vai ouvir. Mas vai saber que nem ginjas. Força.

Está farto da vista da sua janela? Gostava de ter outra? Este site deixa-o ver as vistas de outras janelas no mundo inteiro, da de Anastasiya, em Barnaul, na Rússia, até à de Kenny, em Melbourne, Austrália. Pode ver e ouvir diferentes carros a passar, as pessoas a andar na rua, a vida a acontecer no fundo. E muitas paisagens. Mas há mais. Se quiser, também pode submeter a vista da sua janela.

Publicidade

A brincadeira com o chamado #toiletpapergate está on fire. A corrida ao papel higiénico em tempo de surto já deu origem a inúmeros memes e até a um site inútil como este, que serve basicamente para mostrar a quantidade de cocó que terá de fazer para dar cabo do seu stock de papel higiénico. Os resultados são baseados em duas premissas científicas: a de que, em média, um humano produz cerca de 400 gramas de cocó por dia; e a de que usa, também em média, um rolo de papel por cada dúzia de dias. 

O T-Rex Running, também conhecido como o famoso jogo do dinossauro do Chrome, trata-se de um easter egg offline, uma espécie de presente surpresa que aparece sempre que abre o Chrome com a Internet desactivada. Mas também é possível jogar online quando não se tem nada para fazer. Basta aceder ao jogo e pressionar a barra de espaço para começar e, mais importante, para fazer o dinossauro pular. O objectivo é simples: saltar sobre os cactos para obter a melhor pontuação possível. Se for capaz de fazer mais de 400 pontos, poderá ver o update introduzido pelo Google em 2015: pterodáctilos a voar por cima do nosso dino, para dificultar a tarefa deste endless runner pré-histórico. Neste caso, terá também de se baixar (seta para baixo).

Publicidade

Já parou para pensar quantas pessoas estão no espaço neste momento? Há um site criado de propósito para responder a esta pergunta. Além do número exacto de pessoas que estão no espaço, ficará também a saber o seu nome, função e nacionalidade, assim como há quanto tempo lá estão. Actualmente, há três astronautas há mais de 100 dias no espaço: Kate Rubins, Sergey Ryzhikov e Sergey Rud-Sverchkov.

O nome pode ser pouco esclarecedor, mas o propósito compensa. Este site é na verdade uma calculadora do tempo que é necessário para fazer binge-watching de uma determinada série. Por exemplo, para ver as cinco temporadas de Prison Break de uma assentada são precisos dois dias e 18 horas de olhos pregados ao ecrã. Preparado?

Publicidade

Sim, é mesmo para procurar uma vaca invisível. O autor do jogo é o programador Michael Berman e a ideia é encontrar uma vaquinha numa tela branca, por onde tem de andar às voltas com o cursor. Para o ajudar, há uma voz que grita “cow, cow, cow” (vaca, vaca, vaca, em português). Se passar perto do animal, os gritos ficam mais altos, como acontece com o clássico jogo do “quente e frio”. Depois de encontrar a vaca, é aberta uma janela onde poderá optar por alterar a dificuldade do jogo (normal ou expert), reiniciar o jogo ou partilhar o seu resultado no Facebook. A ideia é competir com os amigos para ver quem encontrou o animal em menos tempo.

Pode um modelo computacional aprender a reconhecer desenhos? A Google desafia os jogadores a desenhar objectos ou ideias em 20 segundos, para ensinar uma inteligência artificial a reconhecer os rabiscos (sim, 20 segundos não dá para grandes obras de arte). A IA aprende a cada desenho, aumentando as hipóteses de adivinhar correctamente com base em todos os desenhos já feitos do mesmo objecto ou ideia. Ao todo, existem seis desafios por jogo e no final é possível ver como é que outros jogadores desenharam o mesmo objecto ou ideia.

Publicidade

Esta aplicação, disponível no computador e para telemóvel, permite doar arroz a instituições de solidariedade através de vários jogos de perguntas com respostas de escolha múltipla. Por cada resposta certa, são doados dez grãos de arroz através do Programa Mundial de Alimentos. É ainda possível escolher o nível de dificuldade (do mais fácil ao mais difícil, há cinco níveis ao todo) e diferentes categorias (incluindo uma sobre o coronavírus).

Publicidade
Staggering Beauty
Staggering Beauty

15. Staggering Beauty

Faça a minhoca dançar ao mover o cursor pelo ecrã, com mais ou menos energia. Quanto mais abanar, mais a imagem se torna psicadélica e nada recomendável a epilépticos. Faz sentido? Nenhum. Tem muita graça? Nem imagina quanta.

Com este site, qualquer um é artista. Basta brincar com o cursor do rato para criar arte com diferentes cores e formas através de linhas de simetria rotacional ou de reflexão (ou seja, o que fizer de um lado, acontece também do outro).

Publicidade

Adora ver imagens do espaço, com todas aquelas cores e brilhos num fundo preto? Nesta sandbox pode criar as suas próprias nebulosas com apenas oito cores e guardá-las como imagens para usar, por exemplo, como fundo do ambiente de trabalho.

Este não é assim tão inútil e o mérito é de Zack Golden, que em 2010 não sabia o que havia de fazer para o jantar e decidiu criar um site para tentar descobrir. As receitas sugeridas são para carnívoros, a não ser que faça o favor de carregar no botão que diz “I DON’T FUCKING EAT MEAT”. Caso não goste das recomendações, é carregar no botão que diz “I DON’T FUCKING LIKE THAT” até acabar por encontrar uma de que gosta.

Mais para fazer em casa:

  • Restaurantes

Anda toda a gente a encomendar comida e a beber para esquecer estes tempos de pandemia. Se também faz parte do último grupo, leia com atenção a lista que se segue, com oito lojas e plataformas com entrega de vinho ao domicílio. E não se esqueça: da próxima vez que for ao supermercado, não precisa de parar no corredor dos vinhos à procura de boas promoções. Espere antes no seu sofá que lhe sejam entregues as melhores referências nacionais e internacionais por algumas das garrafeiras, wine bars e plataformas de topo.

Recomendado: Serviços de entrega de produtos frescos ao domicílio

 

  • Compras
  • Lojas de bebidas alcoólicas

Já todos sentimos falta de nos reunir com os amigos à volta de uma mesa para comer e beber. Apesar de os ajuntamentos ainda não serem boa ideia, há uma forma de recordar esses dias, fazendo compras nestes bares de cerveja artesanal do Porto que fazem entregas ao domicílio. Não é a mesma coisa, mas beber uma cerveja gelada ao final do dia vai ajudá-lo a matar saudades de dias melhores. Se cerveja não é a sua bebida de eleição, pode comprar uma garrafa de vinho ou aventurar-se no mundo da coquetelaria e fazer um cocktail de autor

Recomendado: Francesinhas com entregas e take-away no Porto

Publicidade
  • Compras
  • Chocolates e doces

Às vezes, o que precisamos é mesmo de uma garfada numa grande fatia de bolo. Se anda com vontade de adoçar a vida nestes dias de confinamento, tome nota dos melhores bolos com take-away e entregas no Porto. Seja para comemorar um aniversário ou só para matar a gula, corra já a encomendá-los – mais tarde, preocupe-se em correr para os abater. Se quiser, pode aproveitar o lanço para encher o congelador com gelados ou mandar vir o seu brunch preferido para devorar no próximo fim-de-semana. Ninguém o julga, acredite.

Recomendado: Restaurantes do Porto com entregas ou take-away

 

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade