Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Porto icon-chevron-right Trabalhar em casa: dicas e truques para sobreviver ao teletrabalho

Atenção, continuamos a tentar dar-lhe a informação mais actualizada. Mas os tempos são instáveis, por isso confirme sempre antes de sair de casa.

Working From Hom illustration
Illustration: Felicity Case-Mejia

Trabalhar em casa: dicas e truques para sobreviver ao teletrabalho

Se ainda se sente um amador nestas andanças do teletrabalho, preste atenção às dicas que temos para si.

Por Maxim Boon
Publicidade

Tal como em Março de 2020, no início da pandemia da Covid-19, o teletrabalho voltou a ser obrigatório e necessário, agora mais do que nunca, para tentar conter o número de contágios. Evitar as várias interacções diárias que nos podem expôr ao vírus faz todo o sentido, mas transferir a vida de trabalho para casa pode não ser assim tão simples.

Liberdade ilimitada com poucas consequências imediatas, cercados por distrações tentadoras sem qualquer tipo de gestão por perto para nos manter sob controle: é quase demasiado fácil deixar que a falta de motivação e outros maus hábitos tomem conta do nosso dia-a-dia. A boa notícia é que existem alguns truques simples que podemos aplicar ao trabalho em casa para garantir que continuamos profissionais exemplares – e que mantemos a nossa sanidade mental. Experimente estas dicas e sugestões para criar um melhor ambiente de trabalho em sua casa.

Crie uma área dedicada para trabalhar ...
Bem dizia o ditado: vista-se para o emprego que quer. O mesmo se aplica ao seu espaço de trabalho em casa. Se tem um escritório em casa, é um dos sortudos. Muitos de nós terão de assumir uma área de trabalho numa divisão da casa já funcional. Ao fazer a escolha, verifique se é uma área limpa, com boa luz natural e onde gosta de estar. Não subestime a influência do seu ambiente de trabalho: um espaço desorganizado, escuro e sem qualquer parecença com um genuíno espaço de trabalho, vai tornar o seu dia muito mais difícil.

... e não, a cama não conta
A primeira regra de trabalhar em casa é: levante-se, seu preguiçoso! Claro, seria perfeito passar o dia debaixo dos lençóis e, ao mesmo tempo, também ser super produtivo, mas as duas coisas geralmente são incompatíveis. Também não é um bom hábito para o seu sono trabalhar na cama, portanto, para o benefício das horas de sono, e daquelas em que tem de estar acordado, é melhor enfrentar o dia numa posição vertical.

Encontre uma cadeira confortável
Pode abrir os cordões à bolsa e investir em mobília para montar um escritório caseiro, ou pode só investir numa peça essencial: uma cadeira decente. E aqui não é apenas o conforto imediato que interessa. Passar horas numa cadeira sem apoio lombar pode levar a dores musculoesqueléticas, por isso, encontrar o trono certo para o seu escritório em casa deve ser uma séria prioridade.

Certifique-se de que a sua família ou colegas de casa respeitam a sua zona de trabalho
Certamente, ter os seus amigos e entes queridos no escritório tornaria a agitação diária muito mais divertida, mas também iria atrapalhar o seu foco e o método de trabalho. Nos dias que correm, expulsá-los de casa não é a melhor ideia. No entanto, certifique-se que entendem os limites e o seu horário de trabalho.

Mantenha a rotina diária intacta ...
Embora o trajecto casa-trabalho tenha ficado mais curto, acerte o despertador para o seu horário normal. Saia da cama, tome banho e vista-se para o seu dia – o kit casual friday é uma boa escolha, mas pijamas nem tanto. Se costuma ir de bicicleta para o trabalho, faça um pequeno treino de bicicleta. Se costuma ler nos transportes, reserve algum tempo para ler. Se costuma aproveitar para passar alguns níveis do jogo do momento, jogue algumas rodadas. Seja o que for que costuma fazer a caminho do escritório, é um ritual inconscientemente atrelado à forma como se prepara mentalmente para o dia, portanto, preserve-o da melhor maneira possível.

... inclusive quando sair do trabalho
Equilíbrio na vida é fundamental, e só porque o trabalho está literalmente perto de casa não significa que ele deva tomar conta do seu dia. Quando o horário terminar, desligue-se. Desligue o computador, lave a chávena do café, guarde toda a papelada e aproveite o seu tempo livre. Estranhamente, este pode ser o aspecto de trabalhar em casa que a maioria das pessoas acha mais difícil; é difícil desactivar quando podemos enviar apenas mais um email ou fazer só mais um último relatório. Mas é importante proteger o seu tempo livre.

Mantenha contacto com os seus colegas, para fins profissionais e pessoais
Os seres humanos são criaturas sociais e, por mais que gostássemos de só depender dos nossos colegas por razões profissionais, também são pessoas com quem passamos muito tempo. Podemos nem perceber o quão importante é a nossa família de trabalho para o nosso bem-estar geral até perdermos o contacto diário. Portanto, verifique que os canais de comunicação permanecem abertos, tanto para correspondências de trabalho, como para brincadeiras de corredor.

Encontre uma estrutura de gestão de tempo que funcione para si
Ser o seu próprio capataz é mais fácil de dizer do que fazer. Mesmo que siga estas directrizes à risca, é muito provável que tenha dias em que não consegue ter motivação por conta própria. Uma maneira de superar estes obstáculos é ter regras rígidas de gestão de tempo que o voltam a colocar no caminho da produtividade. Uma das mais populares é a técnica Pomodoro, que divide o dia em partes de 30 minutos: 25 minutos de trabalho seguidos por intervalos de cinco minutos. Existem muitos outros métodos por aí, por isso perca algum tempo a fazer a pesquisa e a encontrar o método certo para si.

Resista à tentação do streaming
Ouça com atenção, consegue ouvir? É o som de todas as suas séries preferidas a chamar. Com a sala de estar a poucos metros de distância, a tentação de ver só mais um episódio é forte. Mas resista a essa música de sereia – é uma armadilha e uma pequena pausa na TV pode criar uma bola de neve que leva o dia todo pelo ralo. A regra geral deveria ser: se não o podia fazer no escritório, então também não o pode fazer em casa. Mas nada tema, as séries vão continuar lá à sua espera quando o dia acabar.

Sugestões para fazer em casa:

Torre dos Clérigos
© DR

5 atracções do Porto para visitar sem sair de casa

Coisas para fazer Centros culturais

Já começa a sentir saudades de passear pelas ruas da Invicta de câmara fotográfica em riste, armado em turista na própria cidade? Não desespere. Nestes tempos de quarentena, tem sempre a hipótese de viajar pela plataforma Portugal a 360º, onde encontra inúmeras atracções do Porto, de Lisboa e de outros pontos do país. A Time Out seleccionou cinco pontos de visita obrigatórios no Porto, dos quais vale mesmo a pena matar saudades. E o melhor é que os pode visitar sem tirar o pijama. Se ainda assim continuar aborrecido, estenda o tapete de yoga ou vista o avental e aventure-se na cozinha. 

Capela Sistina
© DR

Doze museus internacionais para visitar sem sair de casa

Coisas para fazer Exposições

Graças à Internet, nunca foi tão fácil estar entretido entre quatro paredes. No entanto, para quem não dispensa uma visita ao museu para contemplar as obras de mestres de arte renascentista ou de nomes relevantes da arte contemporânea, fazer scroll infinitamente nas redes sociais ou devorar uma temporada (ou várias) de uma série na Netflix não é suficiente. Felizmente, há vários museus que apresentam visitas guiadas virtuais às suas colecções e exposições para que não lhe falte a sua dose diária de arte. Muitos estão presentes na Google Arts & Culture, projecto em que a Google colabora com mais de 1200 instituições em todo o mundo para levar a arte a todos. Deixe-se ficar no sofá e, sem filas ou bilhetes à mistura, só tem é de aproveitar.

Publicidade
My Parents, David Hockney
©DR

10 obras de arte que nos lembram como é bom estar em casa

Arte Pintura

Quantos de nós desejam, todos os dias, ter mais tempo para estar em casa? Agora que o temos de sobra devido ao surto de Covid-19, mal podemos esperar para sair à rua de novo. E se nunca foi tão fácil estar entretido dentro de portas, a ausência de rotina pode tornar esta quarentena penosa. Por isso, reunimos dez obras de arte que mostram como o interior pode ser um lugar de conforto e lazer. Nelas, vemos actividades rotineiras como estrelar ovos ou ver o mundo pela janela, passatempos como tocar piano ou trocar cartas ou detalhes preciosos como o raio de sol que preenche uma sala vazia. Aproveite e veja como é bom estar em casa.

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade