A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Pasta curta com ragù de ossobuco
©DRPasta curta com ragù de ossobuco

Al Mare e mar, há ir e voltar. Conheça o novo restaurante italiano do grupo Cafeína

Com uma carta forte nos produtos que chegam do mar, conte com ostras a abrir a refeição, risotos de bivalves e polvo na brasa, além de várias opções de pizza romana

Escrito por
Mariana Morais Pinheiro
Publicidade

Itália há-de permanecer sempre no coração do grupo Cafeína. Um ano depois de abrirem as portas do Lucrécia, de matriz italiana, com pastas artesanais recheadas, um mozzarella bar e uma vasta selecção de queijos e de charcutaria, vinda maioritariamente de pequenos produtores, inauguram agora o Al Mare, também na Foz. Estes dois juntam-se ao Portarossa, um dos mais emblemáticos restaurantes do grupo, forte na confecção de pizzas cozinhadas em forno a lenha. A família fica completa com o Cafeína, o Terra e a Casa Vasco, que, apesar de serem filhos dos mesmos pais, foram buscar inspiração gastronómica a outras latitudes.

Tal como o próprio nome sugere, a carta é forte nos produtos que chegam do mar. A abrir a refeição há ostras especiais No 2 (12,50€/4 uni.), seguidas de focaccias com cavala fumada na casa, acompanhada por anchovas de Cetara, uma região da Campania (8,60€), ou salmão fumado com bottarga, funcho, chicória, pickles e folhas de mostarda (11,80€) como antipasti. Depois, para primi piatti, recomendam bucatini de mexilhões com molho de açafrão, lima e muxama de atum (15,60€) ou risoto de espargos e carpaccio de vieiras (19,20€). Para secondi, e para ficar bem composto, risoto do mar com bivalves, vieira marinada e alga chlorella (24,20€) ou polvo na brasa com arroz do mesmo no forno a lenha (23,40€) são duas boas opções.

Al Mare
©DRAl Mare

Conte ainda com vários pratos de carne — da pasta curta com ragù de ossobuco (16,80€) ao tornedó de lombo com pancetta (21,60€) — e opções vegetarianas, onde o prato Giuseppe Verdi, com pasta curta mezze maniche, molho de legumes, stracciatella e tomate assado (15,20€), salta à vista.

Várias opções de pizza romana, feita com massa mãe e farinha artesanal, como a Siciliana, que leva tomate S. Marzano, mozzarella fior di latte, peperonata, anchovas, alcaparras, azeitonas, peperoncino, chips de alho e raspa de limão (14,80€), também não poderiam faltar. Guarde ainda espaço para as sobremesas. Na lista, à sua espera, há tiramissù e baunilha; panacota de fava tonka ou profiterole de chocolate quente e frio (entre 6€ e 6,80€). 

Giuseppe Verdi, com pasta curta mezze maniche, molho de legumes, stracciatella e tomate assado
©DRGiuseppe Verdi, com pasta curta mezze maniche, molho de legumes, stracciatella e tomate assado

Jardim do Passeio Alegre, Avenida D. Carlos I, 8. 22 976 8661. Ter 19.30-22.30, Qua-Dom 12.30-15.30 / 19.30-22.30

+ Os melhores restaurantes italianos no Porto

Últimas notícias

    Publicidade