A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Casa de Serralves
© Run Lola / SerralvesCasa de Serralves

Casa de Serralves reabre ao público após obras de recuperação

A Casa de Serralves já está de portas abertas ao público, após a conclusão das obras assinadas pelo arquitecto Álvaro Siza. Pode ser visitada todos os dias.

Escrito por
Ana Patrícia Silva
Publicidade

A Casa de Serralves é um exemplar único da arquitectura Art Déco, que remonta aos anos 20-40 do século XX. Teve a intervenção de nomes significativos da época como Marques da Silva, Charles Siclis, Jacques Émile Ruhlmann, René Lalique e Edgar Brandt. Concebida originalmente como uma residência privada, foi encomendada pelo segundo Conde de Vizela, Carlos Alberto Cabral.

Em Setembro de 2020, teve início o projecto de recuperação e adaptação da Casa, que a dotou de melhores condições para acolher visitantes, em particular pessoas com mobilidade reduzida. Assegurando a integridade do edifício, o projecto envolveu a renovação de estruturas e revestimentos para acolher exposições como as da Colecção Miró, propriedade do Estado Português, à guarda do Município do Porto e em depósito em Serralves.

Casa de Serralves
© Run Lola / SerralvesCasa de Serralves

A Casa de Serralves reabriu recentemente ao público após a conclusão das obras assinadas pelo arquitecto Álvaro Siza. Pode agora (re)descobrir o grande rigor decorativo e os inúmeros pormenores arquitectónicos do interior e do exterior deste icónico edifício. As portas estão abertas todos os dias entre as 10.00 e as 19.00 e os bilhetes custam 10€ ou 20€, para ter acesso a todos os espaços da Fundação de Serralves.

Casa de Serralves
© Run Lola / SerralvesCasa de Serralves

Por ocasião da reabertura, a Fundação de Serralves e Álvaro Siza assinaram protocolos que consubstanciam a doação por parte do arquitecto de um espólio de 100 desenhos realizados por si e que passarão a integrar a Colecção de Serralves, bem como de uma colecção de 7000 fotografias que registam a evolução da sua obra e documentam projectos e construções, e que enriquecerá o Arquivo Álvaro Siza, anteriormente doado a Serralves.

Foram ainda assinados entre a Fundação de Serralves e os arquitectos Álvaro Siza e Carlos Castanheira dois protocolos que formalizam o depósito em Serralves de 50 novas maquetes e de 128 esquissos originais relativos a projectos de obras construídas na Ásia, assinadas em parceria pelos dois arquitectos, e ainda de mais 90 objectos também com grande valor documental.

+ Serralves ilumina-se com exposição nocturna ao ar livre

Ai Weiwei apresenta exposição no Parque de Serralves

Casa de Chá de Serralves reabre com o perfume das glicínias

Há um novo brunch para provar em Serralves

Leia aqui a edição digital e gratuita da Time Out Portugal

Últimas notícias

    Publicidade