A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Ernest W. Baker
© Vladimir KaminetskyErnest W. Baker

O melhor do primeiro take do Portugal Fashion

Entre 18 e 20 de Março, vários criadores portugueses deram a conhecer as novas colecções para a estação fria através de apresentações digitais.

Por Margarida Ribeiro
Publicidade

Já dizia a velha expressão: "Se não vai Maomé à montanha, vai a montanha a Maomé". O Portugal Fashion leva-a tão a sério que, na impossibilidade de fazer desfiles presenciais na Alfândega do Porto, decidiu criar uma versão 100% digital do evento. "The Sofa Edition" é o nome desta 48.ª edição, dividida em duas partes, que vai levar até sua casa as novas colecções para a estação fria dos criadores portugueses, através de conteúdos digitais.  

O primeiro take do evento aconteceu entre 18 e 20 de Março, e em cada dia estiveram em destaque três designers, como Katty Xiomara, Estelita Mendonça, Maria Gambina, Inês Torcato e Ernest W. Baker. Também fizeram parte do alinhamento alguns nomes que já tinham apresentado as suas propostas no roteiro internacional do Portugal Fashion. É o caso de Maria Carlos Baptista, Miguel Vieira, David Catalán e Alexandra Moura.

Paralelamente, Hugo Van Der Ding – o autor do cartaz e responsável criativo pela campanha promocional desta edição – entrevistou, à distância, todos os criadores. Se não teve a oportunidade de assistir a tudo em directo, foram colocados, no site do Portugal Fashion, os vídeos completos dos três dias. 

O primeiro take do Portugal Fashion em três momentos 

O evento começou, na sexta-feira, com as propostas de Maria Carlos Baptista e Estelita Mendonça, e coube a uma veterana do evento Katty Xiomara, encerrar o dia. Com vários protagonistas, a apresentação marcou pela diferença e contou com vários protagonistas, de diferentes áreas criativas: a actriz Sandra Barata Belo, o contratenor João Paulo Peças, a bailarina Cátia Nicolau e o músico João Salcedo. A cantora e compositora Cati Freitas também teve um papel importante, já que fez uma música e um texto para a curta-metragem que foi apresentada. 

Todos os artistas serviram de modelos para a colecção Aurora, que "sugere um renascer, depois do agora nasce a aurora e um novo dia recomeça. Tudo germina na espiritualidade, na ironia, no desespero e na esperança", explica, em comunicado, a criadora. 

Tudo isto se reflecte nas inspirações para a colecção como a cartomancia, as profecias, as leituras das linhas na mão, as rezas, os terços e escapulários, os santos e os anjos, entre outros elementos que possam representar um poder divino. "Toda esta simbologia é interpretada em esboços rabiscados a caneta, como num bloco de notas, uma espécie de peditório aleatório de esperança", descreve. Rabiscos que foram aplicados a alguns coordenados, em forma de estampados, onde também se encontram motivos bordados e renda, com uma paleta de cores que se manteve fiel aos quatro elementos da natureza. 

Dedicada à sustentabilidade, Katty Xiomara continua com a missão de criar peças práticas e com várias funções – que possam ser usadas de formas diferentes –, e de reduzir o desperdício associado à indústria da moda.

Katty Xiomara
© Elisa FerreiraSandra Barata Belo foi uma das protagonistas da apresentação de Katty Xiomara

O segundo dia deu destaque a três designers que já conhecem muito bem as passerelles do Portugal Fashion, Inês Torcato, Miguel Vieira e Maria Gambina – que deu a conhecer a colecção Fagan. Para as suas propostas, a portuense inspirou-se na "convulsão social e económica vivida em Inglaterra a partir do fim da década de 70". Algo que, além de ter sido demonstrado na colecção, também o foi no vídeo de apresentação, onde os tons escuros e o ambiente industrial sobressaíram. 

O resultado são coordenados onde o espírito do punk conjuga com a delicadeza e movimento das peças, marcadas por silhuetas volumosas, onde o preto é a cor dominante, algo que não é muito comum no trabalho da criadora. Os tons escuros são quebrados apenas em alguns momentos, através de apontamentos gráficos a vermelho ou branco, em diferentes peças, e de sobretudos verde azeitona. 

Detalhes metálicos, conjugados com técnicas como o plissado, e camadas de flores cortadas a laser, foram outros processos usados para dar vida às peças. Todos os contraste que se encontram nesta colecção representam "a frustração perante a injustiça, a desilusão sistemática que atravessa todas as crises, incluindo a contemporânea", explica.  

Maria Gambina
© João Bettencourt BacelarPeça com aplicação de picos metálicos característicos do punk

Fizeram ainda parte do alinhamento David Catalán, Alexandra Moura e Ernest W. Baker, cujas colecções para a estação fria encerraram o Portugal Fashion. Foi a dupla, constituída por Inês Amorim & Reid Baker, que abriu o dia com a sua apresentação digital. "Se não podemos enfrentar as adversidades neste momento, quisemos construir a estética à sua volta. Em vez de nos agarrarmos à base da marca, olhámos para os espaços onde a realidade se infiltrou", explicam em comunicado. 

Conhecida, normalmente, pelo vestuário masculino, estruturado e mais tradicional, a Ernest W. Baker reinventou-se para a próxima estação fria e pensou coordenados que dão ênfase a peças mais casuais, como t-shirts estampadas, calças tartan, mas também a um roupão exuberante que se dobra como um casaco. Elementos em que se mistura a confecção artesanal e as peças feitas à medida. 

As rosas vermelhas foram um ponto de inspiração importante para a colecção, onde se cruzam diferentes texturas e padrões, como o xadrez e o padrão animal, com tons neutros como o castanho e o preto. 

Para a sua apresentação digital, apostaram num vídeo conceptual. "O princípio-base do vídeo é a sensação de um sonho lúcido. Sequências oníricas, cores fortes, quadros bonitos, uma pitada de stress – o universo criado por Wong Kar-Wai em Falling Angels."

Ernest W. Baker
© Vladimir KaminetskyUm dos pontos de inspiração da dupla foram as rosas vermelhas como as que estão estampadas no cachecol usado pelo modelo

O segundo take do Portugal Fashion acontecerá em Abril e vai incluir vídeos da plataforma BLOOM (dedicada a jovens designers portugueses), Diogo Miranda, Alves/Gonçalves, Hugo Costa, Luís Onofre, Marques’Almeida, Susana Bettencourt, Pé de Chumbo, Sophia Kah e Concreto. Vão ainda ser apresentados os uniformes da Selecção Nacional para os Jogos Olímpicos de Tóquio. Esteja atento.

+ Portugal Fashion divide a programação e remarca parte das apresentações

+ Leia aqui a edição gratuita da Time Out Portugal desta semana

Últimas notícias

    Publicidade