Os melhores pequenos-almoços no Porto

Os especialistas dizem que é a refeição mais importante do dia - e não estão enganados. Conheça os melhores pequenos-almoços no Porto
O Diplomata
© João Saramago As panquecas d'O Diplomata são o seu maior trunfo.
Por Editores da Time Out Porto |
Publicidade

Desengane-se quem pensa que a primeira refeição do dia se resume a pão com manteiga e café. No Porto há uma imensidão de sugestões, provadas e aprovadas pela equipa da Time Out. Mas por favor, não lamba o ecrã ao ver os melhores pequenos-almoços no Porto.

Fãs de proteína pela manhã

ovo do majestic
©Marco Duarte
Restaurantes, Cafés

Majestic Café

icon-location-pin Santa Catarina

Os ovos podem ser escalfados, cozidos – mais ou menos, consoante o gosto do cliente –, estrelados, fritos dos dois lados ou mexidos. Se por acaso os quiser deixar de fora do menu, pode trocá-los por salmão fumado ou queijo e fiambre. O que nunca falta neste pequeno-almoço é o sumo de laranja natural, a bebida quente, o cesto com pão e croissants, manteiga, compota e mel, o iogurte com frutos silvestres e o flûte de espumante.

ovos do Guarany
©Marco Duarte
Bares, Cafés/bares

Guarany

icon-location-pin Aliados

Pode escolher entre um dos vários tipos de ovos em vez do presunto pata negra ou do bife matinal. Custa 15€ e dá ainda direito a um sumo de laranja natural, uma bebida quente, um cesto de pão e croissants, manteiga, compota e mel para barrar e uma trilogia de frutas com ananás, manga e morango.

Publicidade
TAVI
©DR
Restaurantes

Tavi

icon-location-pin Foz

Se preferir começar o dia numa onda mais saudável prove os ovos mexidos com fiambre de peru magro da Tavi. Chegam à mesa acabadinhos de fazer e acompanhados por uma tosta de pão de cinco cereais e um sumo natural de fruta fresca como kiwi, morango, manga, maçã, laranja e abacaxi. Para o cenário ficar ainda melhor sente-se na esplanada em frente à praia.

Mercearia do Rosário
©João Saramago
Restaurantes, Português

Mercearia do Rosário

icon-location-pin Cedofeita

Os ovos mexidos são servidos lado a lado com meia torrada, um brioche, um sumo natural e uma bebida quente. Até às 10.30 este belo início de dia sai-lhe por apenas 2€ (depois sobe para 3,50€) .

Publicidade
Yovo
©DR
Restaurantes, Português

Yovo

icon-location-pin Constituição

Acessíveis e obrigatórias, quando se fala de ovos, são as opções do Yovo, um espaço especialmente dedicado a eles no Campus São João. Pela manhã podem ser servidos mexidos com uma tosta, estrelados no pão com queijo ou fiambre ou escalfados numa tosta com bacon estaladiço. Opções não faltam.

Mais perto de França

Croissant da Mademoiselle
©Marco Duarte
Restaurantes, Pastelarias

Mademoiselle

icon-location-pin Foz

Os croissants franceses, feitos com uma massa folhada estaladiça e saborosa, não abundam na cidade (ohhhh!). Mas os da Mademoiselle, uma pastelaria na Foz comandada por um casal francês, são caso único e muito bom. São feitos na casa todas as manhãs, para encher as prateleiras em grande estilo. Pode optar pelo croissant simples ou pelos vários recheios e coberturas, como a de caramelo salgado, a de amêndoa ou as muitas compotas caseiras.

croissant do MixPão
©DR
Restaurantes, Confeitarias

MixPão

icon-location-pin Matosinhos

Mal cozidos e com um ligeiro travo a canela, os croissants da MixPão saem quentes mal a loja abre. Pode pedi-los simples, mistos, com Nutella, chocolate, recheio de ovo e, ao fim-de-semana, com um dos recheios especiais: frutos vermelhos, doce de leite ou chocolate branco. Sim, são um verdadeiro atentado à dieta e valem cada dentada.

Publicidade
Camera
Restaurantes, Confeitarias

Confeitaria Maurícia

icon-location-pin Matosinhos

São, para muitos, os melhores do Grande Porto. Gordos, estaladiços por fora e cremosos por dentro, os croissants da Maurícia são feitos todos os dias, logo pela manhã, pelas duas pasteleiras que estão na casa desde a abertura, há mais de 25 anos. Se a procura for muita, como é costume, fazem-se novas fornadas. Se tiver barriga para dois, prove o simples e o croissant com creme de ovo, uma das especialidades.

Rainha da foz
Fotografia: João Saramago
Restaurantes, Confeitarias

Rainha da Foz

icon-location-pin Foz

Tem tudo o que um croissant deve ter: uma camada estaladiça por fora, um recheio amanteigado por dentro (diz-se que o segredo está na qualidade da manteiga que utilizam) e o tamanho suficiente para rechear um estômago esfomeado. Pode pedi-lo simples, com chocolate ou creme de ovo. Acompanhe com um sumo de laranja natural, dos melhores que se fazem por aí.

Pão torrado, é pão abençoado

torrada da Amarelo Torrada
©João Saramago
Restaurantes, Pastelarias

Amarelo Torrada

icon-location-pin Baixa

Feitas em pão branco, de noz, cereais ou avelã, as torradas do Amarelo Torrada chegam à mesa barradas com manteiga e acabadinhas de sair da prensa, onde ficam durante mais ou menos quatro minutos. As de pão branco, noz e cereais, são servidas ainda com duas compotas e mel; e as de avelã vêm com duas compotas e Nutella – só porque há casamentos que devem ser celebrados e o de avelã com Nutella é um deles.

Camera
Restaurantes, Confeitarias

Confeitaria Aliança

icon-location-pin Cedofeita

Dentro das mais populares estão a clássica torrada em pão de forma da Confeitaria Aliança, feita com pão de fabrico próprio alto e fofo e com a dose certa de manteiga.

Publicidade
Padaria Formosa
©DR
Restaurantes, Padarias

Padaria Formosa

icon-location-pin Foz

O pão é feito na parte de trás da loja com base numa receita de 1922 e a torrada pode ser servida com manteiga ou compota.

 a padoca
©Marco Duarte
Restaurantes, Pastelarias

Padoca

icon-location-pin Cedofeita

Ainda na categoria de torradas diferentes, prove a torrada em pão de alfarroba.

Regueifas como se querem

regueifa da Confeitaria do bolhão
©Marco Duarte
Restaurantes, Confeitarias

Confeitaria do Bolhão

icon-location-pin Santa Catarina

Para quem é do Porto, a regueifa é quase um alimento sagrado. Não está sempre nas mesas de pequeno-almoço mas quando há, nada a bate. A Confeitaria do Bolhão é dos raros sítios onde a pode encontrar todos os dias. O pão é caseiro e as ditas estão sempre a sair quentinhas. 

Camera
Restaurantes, Confeitarias

Doce Alto

icon-location-pin Constituição

Aqui as fornadas são sempre quentinhas, mas a quantidade depende da procura. 

Publicidade
regueifa da padaria santo antónio
©DR
Restaurantes, Padarias

Padaria Santo António

icon-location-pin Grande Porto

Aqui, a primeira fornada sai logo às 07.00, mas atenção que a têm em pouca quantidade. Corra se puder!

Camera
Restaurantes, Pastelarias

Concha Douro

icon-location-pin Pinheiro Manso

Na Concha Douro também só encontra regueifa aos fins-de-semana. Ao sábado vem de outra padaria mas ao domingo é feita na casa e sai que nem pãezinhos quentes.

Publicidade
regueifa da padaria ribeiro
©DR
Restaurantes, Padarias

Padaria Ribeiro

icon-location-pin Baixa

É ao fim-de-semana, em especial ao domingo, que a procura da regueifa é maior. A da Padaria Ribeiro é feita em Valongo, terra de bom pão, na fábrica da marca e só é vendida aos sábados e aos domingos.

Na taça

Iogurte com fruta e granola da Mesa 325
©Marco Duarte
Restaurantes, Cafés

Mesa 325

icon-location-pin Bonfim

Iogurte com fruta e granola

Comer de uma taça é sempre uma sensação reconfortante, mas muitas vezes vem com sentimentos de culpa associados (sim, falamos de uma pratada de cereais de chocolate ). Mas no Mesa 325 pode devorar sem remorsos a taça de iogurte com fruta e granola, feita com aveia, pevides de abóbora, sementes de girassol, arroz tufado, sultanas, avelãs, amêndoas e sementes de linhaça. Para acompanhar peça uma das bebidas de café.

açai do Picaba Natural Café
©João Saramago
Bares, Cafés/bares

Picaba Natural Café

icon-location-pin Foz

Açaí

Rico em antioxidantes, fibras e ferro, o açaí entrou timidamente na dieta dos portuenses, mas aos poucos foi-se tornando um dos alimentos mais consumidos. No Picaba, spot dedicado à alimentação saudável no Edifício Transparente, o consumo deste fruto é mais que muito. E a todas as horas do dia. Pode ser servido simples ou com extras como mel, granola, iogurte grego, morango e banana, que o tornam muito mais completo.

Publicidade
Smoothie cup do Q'Tal
©João Saramago
Restaurantes, Cafés em parques

Q'Tal

icon-location-pin Foz

Smoothie cup

É precisamente o que o nome indica: um smoothie servido numa taça e pensado para comer à colher. O Beauty, na foto, leva morango, frutos silvestres, iogurte grego natural, aveia, sementes de girassol e goji, mas há outras variantes, como o Green, com espinafres baby, kiwi, abacaxi e manga, e o Baby Power, com banana, laranja e bolachas integrais. São bons a qualquer hora, fotogénicos, e dão-lhe a energia que precisa para enfrentar mais um dia. Dica: aproveite para queimar calorias com uma corrida no Parque da Cidade.

Panquecas aos molhos

O Diplomata
© João Saramago
Restaurantes, Cafés

O Diplomata

icon-location-pin Galerias

Não há quem resista a panquecas. Isso é ponto assente. São fofas, leves e servidas com dezenas de opções, das mais doces às mais saudáveis. Um mimo. N’ O Diplomata são servidas em dupla ou em quarteto, sempre acompanhadas de manteiga e mel, e a própria massa pode ser variada: simples, de chocolate, de aveia, de mirtilo ou vegan. Por cima podem levar manteiga de amendoim, chocolate quente, creme de banana, fruta fresca, gelado e um elemento crocante como a granola ou o Kit Kat. Por cada extra o preço sobe. E é provável que o colesterol também.

panquecas do apartamento café
©DR
Restaurantes

Apartamento Café

icon-location-pin Baixa

No Apartamento Café as panquecas são servidas em doses com três, seis, nove ou doze unidades e podem ser combinadas com chocolate, leite condensado, iogurte grego, mel e compotas caseiras, entre outros. Para beber peça um batido. Se é para abusar, abuse à séria.

Publicidade
nut'baixa
©DR
Restaurantes, Pastelarias

Nut Baixa

icon-location-pin Flores

Se falamos em exageros... na Nut Baixa também há panquecas, servidas em conjuntos de três. Não convém exagerar na quantidade já que podem ser recheadas com Nutella ou chocolate branco, dois toppings extra-doces.

PANQUECAS DA hand go
©DR
Restaurantes, Pizza

Hand Go

icon-location-pin Baixa

Um espaço na Baixa preocupado com a alimentação. Aqui as panquecas podem ser normais ou veganas e os toppings também roçam uma dieta às direitas. Ora veja: há chocolate vegano, fruta, mel e frutos secos para as cobrir.

Os copos da manhã

café do Bop
©João Saramago
Restaurantes, Cafés

BOP

icon-location-pin Baixa

Não. Não falamos desses de cafés com cheirinho. Falamos de copos, chávenas e canecas onde se servem bebidas indicadas para começar o dia. O café vem no topo da lista e no BOP é dos bons, com grão 100% arábica. O Mochaccino é uma boa alternativa ao típico cimbalino. É servido num copo com várias camadas: no fundo vai o chocolate, no meio está a espuma de leite e em cima um café expresso.

Casa Grande Chocolatier
©DR
Compras, Chocolates e doces

Casa Grande Chocolatier

icon-location-pin Baixa

Para os fãs de chocolate quente, a Casa Grande Chocolatier é o sítio certo para começar o dia com picos de açúcar. O cacau de origem crioula é trabalhado na fábrica da marca, em Famalicão, e dá origem a uma bebida espessa, saborosa e com vários twists. Um deles é o chocolate quente com natas e pepitas de chocolate.

Publicidade
itaipú
©DR
Restaurantes

Itaipú

icon-location-pin Galerias

Para quem gosta de começar o dia de forma mais leve, experimente beber um dos famosos sumos de fruta, muita dela tropical, do Itaipú. Há sumo de laranja, açaí, manga, morango, kiwi, maracujá, melão, pêra e anona, entre muitos outros.

The Bird
Fotografia: João Saramago
Restaurantes, Salas de chá

The Bird

icon-location-pin Foz

Para um pequeno-almoço tardio numa casa de chá amorosa vá ao The Bird, e surpreenda-se com a carta de chás, que não acaba. Prove o Milky Oolong, com um sabor adocicado, o Matcha, chá verde japonês, ou o Thé Des Amants, um chá preto com maçã, amêndoa, canela, baunilha e gengibre. Para comer, nada como os maravilhosos scones.

Começar o dia à grande

 Pequeno  almoço de hotel do vincci porto
©João Saramago
Hotéis

Hotel Vincci Porto

icon-location-pin Porto

Desenganem-se os que pensam que só os hóspedes têm direito ao pequeno-almoço dos hotéis. Até nós, comuns mortais, podemos devorar tudo o que se encontra naqueles buffets de encher o olho. E o bandulho.

O Vincci Porto é um bom sítio para o fazer. Custa 13€ e tem um cantinho dedicado a cada elemento da família. Para as crianças, o Kids Corner, com papas e espaço para brincarem; para a filha com a mania das dietas há frutos secos, pão sem glúten, leite magro e por aí fora; para os gulosos, panquecas, crepes, waffles, vários toppings e até frascos com gomas; para o pai que adora o que é nosso, o cantinho português tem tudo o que precisa para um pequeno-almoço em grande, do queijo amanteigado aos pastéis de nata. Há ainda vários tipos de pão, queijos e enchidos, sumos de fruta, leite e batidos, café e, claro, os quentes que nunca podem faltar: ovos mexidos, bacon, feijões, salsichas e cogumelos salteados.

prqueno-almoço sheraton porto
©DR
Hotéis

Sheraton Porto Hotel & Spa

icon-location-pin Porto

O pequeno-almoço funciona em regime buffet mas tem algumas características especiais: os ovos são feitos à frente do cliente e há um espaço dedicado ao congee, um prato chinês feito à base de arroz. 

Publicidade
pequeno-almoço intercontinental porto
©DR
Hotéis, Hotéis de luxo

InterContinental Porto - Palacio das Cardosas

icon-location-pin São Bento

Na Baixa a oferta também é das boas. Começar o dia no Intercontinental Porto – Palácio das Cardosas significa arrancar a manhã de barriga cheia. O pequeno-almoço inclui fruta, ovos, feijão, salsichas, vários cereais e sementes, bolos e muito mais.

pequeno-almoço the yeatman
©DR
Restaurantes, Restaurantes

The Yeatman

icon-location-pin Vila Nova de Gaia

Pastelaria caseira, panquecas, compotas, fruta da época, queijos, enchidos, peixe fumado e até caviar constam na lista de buffet do hotel. A lista de ovos – estrelados, escalfados, Benedict, omelete de claras, entre outros – também é vasta, por isso não perca tempo e reserve o seu lugar. Sim, aqui é preciso.

Para viajar sem sair do Porto

pequeno-almoço internacional da sical
©Marco Duarte
Restaurantes, Cafés

Sical

icon-location-pin Galerias

Apostar num pequeno-almoço de um país que não é o nosso é sempre uma boa forma de viajar sem sair da mesa. No café Sical pode provar o verdadeiro English Breakfast. No mesmo prato vêm bacon, salsichas, chouriço – os enchidos são comprados na famosa Salsicharia Leandro, no Mercado do Bolhão –, ovos fritos, feijão, tomate e tostas de pão alentejano. No fundo, tudo o que precisa para começar o dia de papo cheio. Além deste clássico, há uma carta de pequenos-almoços com várias tostas como a de puré de grão-de-bico com tomate e ovo estrelado e a de salmão fumado com pepino e queijo creme.

The Traveller Caffé
© João Saramago
Restaurantes, Cafés

The Traveller Caffé

icon-location-pin Santa Catarina

Se é adepto da onda mais saudável pode optar pelo menu Greek Morning do The Traveller Caffé, que inclui ovos mexidos com espinafres, cebola roxa e queijo feta, pão torrado, manteiga, salada de tomate, sumo natural e uma bebida quente.

Publicidade
chef tapioca
©Marco Duarte
Restaurantes, Brasileiro

Chef Tapioca

icon-location-pin Matosinhos

O que deve comer? O nome da casa não engana. Há tapiocas doces e salgadas com vários recheios, como a de goiabada com queijo ou a de atum, tomate e orégãos. Mas a tapioca com manteiga é um clássico no Brasil e uma boa forma de começar o dia. Tal como o sumo de papaia, o acompanhamento perfeito.

Mais sugestões para quem gosta de começar o dia em grande

Casinha do Pão Boutique - Pequeno Almoço
Fotografia: Manuel Manso
Restaurantes

Os melhores brunches no Porto

O Porto é conhecido pela boa comida mas não se fica só pelos pratos tradicionais. Também somos mestres na arte de dominar ovos, panquecas, tostas e bebidas de café. Tudo o que pode ser incluído nos melhores brunches no Porto. Amém.  

Publicidade
Esta página foi migrada de forma automatizada para o nosso novo visual. Informe-nos caso algo aparente estar errado através do endereço feedback@timeout.com