1 Gostar
Guardar

Os melhores pratos de arroz no Porto

Se é tanto fã de arroz como nós, guarde esta lista com os melhores pratos de arroz no Porto perto de si

© Claudia Paiva
Arroz de Robalo do Zizi

Arrozeiros assumidos, percorremos o Grande Porto à procura de pratos onde este grão é protagonista. Dos clássicos tradicionais às criações de outros cantos do mundo, opções não faltam.

Os melhores pratos de arroz no Porto

O Chanquinhas

Arroz de cabidela

Passaram-se 43 anos desde a abertura d’ O Chanquinhas, em Leça da Palmeira, e ainda há quem lá vá de propósito para comer o arroz de cabidela. Feito com frango do campo cortado em pedaços e com pele, leva a dose certa de sangue e vinagre, uma rodela de chouriça para dar sabor e é feito com arroz agulha para se manter al dente. De resto, não há truques: pimenta, sal e um raminho de salsa para enfeitar.

Preço: 14€/2 pessoas

Ler mais
Leça da Palmeira

Cozinha da Amélia

Arroz de vitela com legumes e ovo estrelado


Na Cozinha da Amélia a comida 
é feita como na cozinha das avós: com bons produtos, temperos certos e aquela dose de amor 
que é sempre precisa. O prato que aqui vê, com arroz carolino, leva pedaços de vitela, couve coração, ervilhas e cenoura, e é uma das especialidades da casa. O ovo estrelado (é servido um por pessoa) e leva o prato a outro nível.

Preço: 9,50€

Ler mais
Porto
Publicidade

O Gaveto

Arroz de tamboril

É um dos clássicos da gastronomia portuguesa e quer-se caldoso
 e com pedaços generosos de tamboril que, para esta casa, vem normalmente de Matosinhos ou da Póvoa de Varzim. N'O Gaveto, onde o peixe é tratado 
por ‘tu’, o arroz é feito com base no receituário tradicional. Ao refogado, com cebola, azeite, alho e tomate, junta-se o arroz carolino, o tamboril, o sal e o piripíri.

Preço: 27,50€/2 pessoas

Ler mais
Matosinhos

O Buraco

Arroz de pato

Neste restaurante tradicional não há truques nem empratamentos modernos. O arroz de pato, uma das estrelas da casa, vem com um arroz escuro e soltinho, com pedaços suculentos de pato desfiado e com umas fatias de bacon por cima para dar sabor. Servido em prato de barro como antigamente, tem um lugar garantido no campeonato dos melhores arrozes da cidade.

Preço: 7€

Ler mais
Baixa
Publicidade

Olhinhos do Polvo

Arroz de polvo

A receita do arroz de polvo é antiga mas foi adaptada por Isabel Leal quando, há nove anos, abriu o Olhinhos do Polvo com o marido, Mário Osório, em Matosinhos. “O segredo está no caldo que ponho em cima do arroz, em cru, antes de ir ao forno”, diz. É servido com pedaços generosos de polvo, acompanhado por filetes de polvo ou pernas de polvo assado e chega à mesa ainda a fumegar.

Preço: 12,50€ (inclui entrada, prato, bebida, sobremesa e café)

Ler mais
Matosinhos

Puro 4050

Risotto de polvo e castanhas

A utilização de arroz arbório e Parmigiano Reggiano sustentam a raiz do prato, de origem italiana, mas os restantes ingredientes obrigam-no a viajar: de um lado, o polvo e as castanhas portuguesas; do outro, os temperos à base de óleo de palma e água de coco, tipicamente brasileiros. Leva ainda tomate, pimento e coentros para dar frescura a um prato de arroz cheio de corpo.

Preço: 12€

Ler mais
Flores
Publicidade

Zizi

Arroz de robalo

Há poucas coisas melhores que devorar em frente ao mar um prato de arroz de robalo acabado de fazer. No Zizi, em Vila Nova de Gaia, pode fazê-lo diariamente.
 O peixe chega do mar do norte de Portugal e é cortado em tranches antes de ser acrescentado ao arroz carolino. Dica: acompanhe com um copo de vinho branco.

Preço: 27,50€/2 pessoas

Ler mais
Grande Porto

Restaurante Chinês

Nasi goreng

Nem só de arroz chau-chau se faz
a carta do Restaurante Chinês. O
 Nasi goreng, um arroz frito que
pode servir como prato principal ou acompanhamento (especialmente de pratos mais consistentes como o pato com laranja, um clássico deste restaurante), também tem adeptos fiéis. Depois de cozido, é salteado com molho de soja, legumes chineses e carne de porco picada. Leva ainda amêndoas fritas e hóstias de camarão antes de ser servido.

Preço: 5,50€

Ler mais
Publicidade

Outras sugestões

Três sítios para comer rissóis de carne no Porto

Petiscar é um verbo que deve ser pronunciado com agrado, de preferência rodeado de amigos e com umas cervejas à frente. Os rissóis de carne são um dos snacks que mais se encontram na cidade mas nesta lista dizemos-lhe qual é o top 3.

Ler mais
Por Teresa Castro Viana
Publicidade

Três sítios para comer papas de sarrabulho no Porto

O tempo frio pede comida de conforto com fartura e com sabor. Como as papas de sarrabulho, esse petisco feito com carnes de vários animais, sangue, pão e cominhos. Se não sabe onde as devorar, leia o que se segue.

Ler mais
Por Teresa Castro Viana

Comentários

0 comments