A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
BFG / Pátio do Bonjardim
© Cláudia PaivaPátio do Bonjardim

Os melhores sítios para comer e beber na Rua do Bonjardim

A via é grande, nós sabemos, por isso fizemos-lhe a papinha toda: estes são os melhores sítios para comer e beber na Rua do Bonjardim

Escrito por
Teresa Castro Viana
e
Joana Silva
Publicidade

Comida tradicional e do mundo, petiscos, francesinhas, sobremesas e alguns espaços ao ar livre para aproveitar os dias soalheiros que aí vêm – os melhores sítios para comer e beber na Rua do Bonjardim estão nesta lista. 

Os melhores sítios para comer e beber na Rua do Bonjardim

  • 4/5 estrelas
  • Restaurantes
  • Indiano
  • Baixa
  • preço 2 de 4

No topo da Rua do Bonjardim, já a chegar à Praça do Marquês, está um dos melhores restaurantes indianos do Porto. Dos cheese nans, de entrada, a pratos como o frango tandoori com molho de tomate, cebola e natas, há muitas alternativas saborosas. E umas mais picantes que outras.

  • 4/5 estrelas
  • Restaurantes
  • Português
  • Baixa
  • preço 2 de 4

Não há nada melhor que uma refeição tradicional, feita como em casa, com amor e carinho. No Antunes isso não falta, seja no pernil assado, um ícone da casa, no cozido à portuguesa, nos panadinhos de porco com arroz de feijão e até mesmo nas incríveis rabanadas, servidas todo o ano.

Publicidade
  • Restaurantes
  • Português
  • Baixa

Se trabalha nos arredores desta rua, o Bicho Papão é um bom poiso para um almoço à portuguesa a preços simpáticos. E para aqueles almoços de família em que nunca sabe o que cozinhar, também têm solução: serviço de take-away, com tudo o que é preciso para uma refeição de sucesso.

  • Restaurantes
  • Geladarias
  • Aliados
  • preço 1 de 4

Gelados são bem-vindos em qualquer altura do ano por isso, da próxima vez que se passear por esta rua, passe na Gelataria Portuense. Há sabores clássicos e de colecção, mais autorais, digamos, e outras coisas boas como smoothies, crepes e bebidas de café.

Publicidade
  • Restaurantes
  • Restaurantes
  • Aliados
  • preço 1 de 4

O irmão mais novo do Capa Negra, uma referência na arte de fazer francesinhas nesta cidade, está instalado nesta rua, mesmo em frente à Praça D. João I. A sala das traseiras convida a uma refeição como deve ser, com uns rissóis a começar, uma francesinha e uns finos a acompanhar.

  • Restaurantes
  • Creperias
  • Baixa
  • preço 1 de 4

Foi na Rua do Bonjardim que um casal da Bretanha se instalou para abrir uma creperia, onde as estrelas são feitas com trigo sarraceno. Têm clássicos com queijo, fiambre, cogumelos e por aí fora, ou criações novas como o de chouriço, queijo de cabra, pimentos e tomilho. Para beber? Sidra, claro.

Publicidade
  • Restaurantes
  • Português
  • Baixa
  • preço 2 de 4

O Rei dos Queijos foi devolvido à cidade e junta dois espaços num só: de um lado, uma loja com dezenas de queijos nacionais, e do outro um restaurante/bar onde pode provar tábuas, pratos frios e pratos quentes desenvolvidos pelo chef João Pupo Lameiras.

  • Restaurantes
  • Restaurantes
  • Baixa

Há sítios que são uma surpresa, e o Pátio Bonjardim, escondido nas traseiras de uma loja de ferragens, entra nessa lista. As tostas, como a de salmão, guacamole e rúcula, ou a de legumes grelhados, são boas para acompanhar uma cerveja ou um copo de vinho ao final da tarde.

Publicidade
  • Restaurantes
  • Restaurantes
  • Baixa
  • preço 1 de 4

Aqui, tem duas hipóteses: ou faz uma refeição à base de tapas — folhadinhos de alheira com doce de abóbora e moelas com cerveja artesanal são boas alternativas —, ou se rende às galletes de trigo sarraceno. À sobremesa peça o bolo de maçã, frutos secos e caramelo salgado.

  • Restaurantes
  • Português
  • Baixa
  • preço 2 de 4

Renovado em 2014, o Ginjal manteve um dos seus pratos mais típicos: as tripas à moda do Porto servidas dentro de uma massa de pizza. Mas se não é fã do prato portuense, pode atirar-se ao bacalhau com broa, ao polvo à Ginjal ou ao tornedó de novilho.

Outras sugestões

  • Coisas para fazer
  • Eventos peculiares

A Rua de Costa Cabral é a maior do Porto e já foi, em tempos, a mais efervescente a nível comercial. Hoje, na sua variedade, continua a dar luta à Baixa e tem muito comércio tradicional e paisagens urbanas para descobrir. Calce as sapatilhas e conheça as preciosidades desta rua, do 1 ao 2879.

Publicidade
Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade